Xenofobia e Racismo

8,220 views
7,769 views

Published on

Curso Profissional Técnico de Turismo
Área de Integração - módulo 5
Tema 9.1: Os fins e os meios que ética para a vida humana

0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,220
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
249
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Xenofobia e Racismo

  1. 1. Agrupamento de Escolas Madeira Torres Data: Dezembro 2012 Disciplina: Área de Integração Módulo 5Tema 9.1. Os fins e os meios que ética para a vida humana XenØfØbia e RacismØ Docente: Cristina Mateus Discentes: Ana Filipa Augusto nº3 Tânia Domingos nº20
  2. 2. 2
  3. 3. Origem do Racismo• O racismo teve origem na cultura ocidental. Na idade médiaa descriminação era feita com base na cultura e na condiçãosocial, logo quem fosse menos sábio ou menos rico eradescriminado.• É costume ligar o racismo à escravatura, mas este facto émuito relativo, pois na antiguidade tanto uma pessoa branca,como negra podia ser vendida como escrava. 3
  4. 4. Origem do Racismo• O Racismo começa a aumentar. A raça negra começa a serinferior à raça branca.• Mais tarde, surge a ideia da raça perfeita, a raça Ariana.• Adolf Hitler escravizou e discriminou as raças que para eleeram fracas, sendo que os Judeus, os Árabes, os Negros, osCiganos, os Deficientes e os Homossexuais foram de todos, osmais discriminados por Hitler. 4
  5. 5. Racismo• É uma crença em que a superioridade é determinada pelaraça ou pelo grupo étnico.• Pode manifestar-se de várias maneiras, sendo mais comuma discriminação, a violência e a agressão verbal. 5
  6. 6. Origem das atitudes racistas• Existência de classes sociais;• Nacionalismo excessivo;• Medo de novas culturas – xenofobismo;• Crença na existência de raças superiores;• Incentivo por parte de alguns partidos políticos;• Medo de um povo perder o seu poder, cultura, religião… 6
  7. 7. Exemplos de Racismo• Diferenças entre tribos;• Povos Africanos;• Povos Asiáticos;• Povos de religiões diferentes.• O racismo tem vindo a ter uma decadência.• Em África, baseia-se no medo do regresso dos “brancos”,com receio que se volte ao tempo da escravidão. 7
  8. 8. Exemplos de Racismo• Actualmente, ainda existem exemplos de atitudesextremistas, como é o caso do conflito de Darfur.• Este caso, trata-se de um conflito armado de carácter étnico,opondo os povos não-arabizados da região de Darfur, no Oestedo Sudão, a etnias arabizadas apoiadas pelo regime islâmico deCartum. 8
  9. 9. Medidas contra o Racismo• Criação de linhas de apoio a pessoas que sofram;• Como cidadãos, respeitar os Direitos Humanos e promover oseu cumprimento pelo mundo que nos rodeia;• Manifestações e propagandas contra atitudes racistas;• Mudança da mentalidade através de acções de formação. 9
  10. 10. 10
  11. 11. Origem da Xenofobia• É a junção de dois termos: xeno e fobia. estrangeiro ou estranho medo psicológico 11
  12. 12. Xenofobia• Podemos considerar que é uma antipatia pelas pessoas,pelos produtos ou algo que seja estrangeiro.• Em certos casos, é considerado um distúrbio psiquiátrico aomedo excessivo e descontrolado ao estranho.• Tem como termo secundário, o preconceito, a raça, osgrupos minoritários e os grupos culturais. 12
  13. 13. Xenofobia• Manifesta-se com o medo a culturas e a raçasdesconhecidas, tento tendência para se transformar em ódio ouadversão, dando origem a preconceitos.• Pode-se manifestar através de actos individuais directos, adiscriminação, e em casos extremos a morte e a imigraçãoforçada. 13
  14. 14. Origem das Atitudes Xenófobas• Rivalidades religiosas• Incentivo por parte dos poderes políticos• Nacionalismo excessivo• Problemas económicos e sociais 14
  15. 15. Exemplos de Xenofobia• Na actulidade, temos o caso da expulsão dos Angolanos dospaíses Sul Africanos, e a causa é que estes, são acusados de“roubar” a riqueza dos países Sul-Africanos. 15
  16. 16. Métodos de Tratamento em caso de Xenofobia• Terapia comportamental: O doente é exposto à pessoa ou ao objecto de que tem medo. (feito em várias sessões, sendo acompanhado com frequência de um psicólogo)É deste modo, que se consegue fazer com que a pessoa xenófobaperceba que a pessoa ou objecto de que tem medo, não lhe fazmal nenhum. 16
  17. 17. Medidas contra a Xenofobia• Sensibilizaçãp da população contra a xenofobia;• Integração dos emigrantes nos países para onde imigraram;• Criação de instituições de apoio a emigrantes;• Manifestações contra comportamentos xenófobos;• Promoção da misturade raças e culturas. 17
  18. 18. Diferenças• Descriminação racial • Seres humanos Nível mental Nível físico (valores) (cor da pele) • Medo ao desconhecido 18
  19. 19. Diferenças• São um dos maiores problemas do mundo contemporâneo,que podem conter outros grandes problemas, como o terrorismo,as guerras, as fome, a poluição, indirectamente. 19
  20. 20. Diferenças O que é? Como se Origem dos Vítimas manifesta? Comportamentos Principais Medo e Descriminação; Rivalidades ImigrantesXenofobia adversão do Violência; religiosas; Minorias que é Morte, deportação e Problemas Étnicas diferente imigração forçada económicos Minorias em casos extremos. sociais Religiosas Nacionalismo excessivo Incentivo de partido políticos Diferenciação Discriminação; Classes Sociais entre raças Violência; SupostaRacismo superiores e Genocídio, em superioridade raças casos extremos; Racial inferiores Abuso Verbal. Medo de novas culturas e de 20 perda do poder
  21. 21. Curiosidades• Portugal é o 4º país mais racista e xenófobo da Comunidade Europeia. 21
  22. 22. Apartheid• Significa “vidas separadas” em africano.• Era um regime que negava aos negros da África do Sul osdireitos sociais, económicos e políticos.• O governo era controlado pelos holandeses e ingleses, quecriavam leis e governavam apenas para os interesses dosbrancos.• Aos negros eram impostas várias leis, regras e sistemas decontrolos sociais. 22
  23. 23. Principais Leis do Apartheid 1949Proibição de casamentos entre brancos e negros.
  24. 24. Principais Leis do Apartheid 1950 Proibição de circulação de negros em determinadas áreas das cidades;
  25. 25. Principais Leis do Apartheid 1951Determinação e criação dos bantustões;
  26. 26. Principais Leis do Apartheid 1953 Proibição de negros no uso de determinadas instalações públicas.
  27. 27. Movimentos contra o RacismØ 27
  28. 28. Nelson MandelaFoi o principal representante da Apartheid. “Não é Valente o que não tem medo, mas sim o que sabe dominá-lo” 28
  29. 29. Martin Luther King• Foi o líder da populção negra norte-americana. “I Have a Dream” 29
  30. 30. Organizações de Apoio às vítimas 30
  31. 31. ONU – Organização das Nações Unidas 31
  32. 32. SOS RACISMO“à 21 anos a lutar contra o racismo e xenofobia” 32
  33. 33. Amnistia Internacional Portugal 33
  34. 34. Notícia 34
  35. 35. Perguntas frequentes acerca deste tema • Qual é a principal maneira de descriminação racial? A intolerância. É a falta de respeito pelas práticas econvicções do outro. Aparece quando alguém se recusa a deixaroutras pessoas agirem de maneira diferente e terem opiniõesdiferentes. A intolerância pode conduzir ao tratamento injustode certas pessoas em relação às suas convicções religiosas,sexualidade ou mesmo pela maneira de se vestir. Está na base doracismo e da xenofobia. 35
  36. 36. Perguntas frequentes acerca deste tema • Como acabar com estes problemas? É necessário, a nível nacional e internacional, promover umrelacionamento institucional, económico, político, social e inter-pessoal coerente. Esta coerência passa pelo reforço da interculturalidade. Eesta assenta no conhecimento do “outro”, daí a sua importânciafundamental no combate ao racismo e à xenofobia, que assentamem preconceitos resultantes do desconhecimento ouconhecimento. 36
  37. 37. « O racismo começa quando a diferença, real ouimaginária, é usada para justificar uma agressão.Uma agressão que assenta a incapacidade paracompreender o outro, para aceitar as diferenças e para se empenhar no diálogo.» , Mário Soares 37
  38. 38. 38
  39. 39. 39
  40. 40. 40
  41. 41. 41
  42. 42. 42

×