• Like
Agroindústria - Sucroenergetico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Agroindústria - Sucroenergetico

  • 4,135 views
Published

1. PIMS CS …

1. PIMS CS
2. TELAS E CONSULTAS SOLUÇÕES – PIMS CS
3. REFERÊNCIAS
4. OFERTA

Published in Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
4,135
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11

Actions

Shares
Downloads
65
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. GARANTA: ABRANGÊNCIA, EFICIÊNCIA OPERACIONAL E CONFIABILIDADE NOS RESULTADOS SOFTWARE PARA O SETOR SUCROENERGÉTICO PIMS CS
  • 2. HOJE FALAREMOS SOBRE 1. PIMS CS 2. TELAS E CONSULTAS SOLUÇÕES – PIMS CS 3. REFERÊNCIAS 4. OFERTA
  • 3. 1. PIMS CS – Gestão Sucroenergético
  • 4. PIMS CS
  • 5. AGROINDÚSTRIA MÓDULO PIMS CS – GESTÃO SUCROENERGÉTICO PIMS CS
  • 6. PIMS CS Oferecer suporte a todas as etapas do processo produtivo, do preparo do solo à colheita de cana-de-açúcar, do controle do processo na indústria ao gerenciamento de ativos. OBJETIVO
  • 7. PIMS CS ESCOPO • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais.
  • 8. PIMS CS FLUXO DOS PROCESSOS – INTEGRADO AO ERP PLANTIO COLHEITATRATOS PROCESSAMENTO INDUSTRIAL COMPRA RECEPÇÃO ANÁLISE M. PRIMA Planejamento Otimizado de Processos MÓDULOS MANUTENÇÃO INDUSTRIALPlanejamento de Atividades e Recursos Controle de Atividades e Recursos Controle Técnico Agronômico Pagamento de Serviços e Terceiros Logística de Transporte Manutenção Automotiva Portal de FornecedoresInformação Geográfica Pagamento de Fornecedores e Parceiros Programação de Colheita Recepção e Análise de Matéria-Prima Orçamento Operacional e Custos Indicadores Agroindustriais Gestão de Operações da Produção IndustrialMobilidade CONTROLE DO PROCESSO INDUSTRIAL
  • 9. PIMS CS PLANTAR COLHERTRATAR PROCESSOPLANEJAR ENTREGAR Registro de Atividade e Consumo de Recurso Análise de Rentabilidade Custos e Orçamentos BI ERP Planejamento de Materiais Compras EstoqueContratos Expedição Estoque Recepção de Materiais Contas a Pagar Fluxo de Caixa Faturamento Contas a Receber Contabilidade Tributação Obrigações Fiscais Folha de Pagamentos, Ponto Eletrônico, Empregos/Salários Equipamentos PIMS CS
  • 10. PIMS CS METAS DORES RELACIONADAS RAZÕES Otimização dos custos (controle e redução). Desconhecimento dos custos. Falta de um método adequado para cálculos dos custos. Tempo excessivo na apuração de custos. Falta de sistema de informação integrado, abrangente e especialista. Melhorar os indicadores de desempenho, publicação dos indicadores para avaliação junto a comitês diretivos. Desconhecimento dos indicadores de rendimento. Falta de definição e apuração dos indicadores de rendimento. Gestão e, em alguns casos, a própria implementação da prática do orçamento. Dificuldade para elaborar orçamento. Falta de metodologia e/ou sistema para agilizar a elaboração (substituição ao Excel). Implementar ou incrementar o nível de terceirização e manter a qualidade e produtividade dos serviços agrícolas. Dificuldade em monitorar a qualidade dos serviços de terceiros. Falta de metodologia e/ou sistema integrado e especialista para esta finalidade. Melhorar os indicadores de desempenho, publicação dos indicadores para avaliação junto a comitês diretivos. Baixos índices de desempenho. Baixo desempenho operacional propriamente dito, falta de sistemática de planejamento e controle, falta de metodologia para ação em função dos indicadores de desempenho. Solucionar problemas e ocorrências legais e fiscais. Cumprir obrigações legais e regulamentações. Serviços de suporte e manutenção de sistemas inadequados. Implementar sistema de controle e gestão agrícola. Falta de controle operacional básico. Necessidade de controlar atividade agrícola e planejar atividades e recursos.
  • 11. 2. TELAS E CONSULTAS PIMS CS
  • 12. PLANEJAMENTO E CONTROLE DE ATIVIDADES E RECURSOS TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Elaboração de planos de execução de operações. • Dimensionamento do consumo de recursos. • Distribuição no tempo em função da capacidade. • Coeficientes técnicos com especialização espacial e sazonal. • Geração de ordem de serviço. • Acompanhamento da execução de operações. • Monitoramento dos níveis de utilização de recursos.
  • 13. PLANEJAMENTO E CONTROLE DE ATIVIDADES E RECURSOS TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Registro de dados por meio manual, coletor de dados ou computador de bordo. • Baixa automática do consumo de materiais. • Estatísticas de paradas, eficiências, produção e rendimentos dos recursos motomecanizados. • Registro de dados por planilha ou dispositivos manuais (coletores de dados) de Mdo. • Configuração de formas de cálculo e tabela de preços. • Controle de atestados e controle de absenteísmo.
  • 14. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PLANEJAMENTO E CONTROLE DE ATIVIDADES E RECURSOS
  • 15. PIMS – AGRÍCOLA TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Definição de custo padrão de operações e equipamentos. • Montagem de plano orçamentário a partir do planejamento de atividades. • Apuração do custo real por processo-operação-local. • Apuração do custo real dos equipamentos. • Acompanhamento de custos orçados X realizados. • Avaliação de custo por dimensões. • Consolidação dos custos para dimensionamento da exaustão do canavial.
  • 16. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA PROCESSO OPERAÇÃO RECURSO
  • 17. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA Exaustão do Canavial
  • 18. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA • Registro de estimativas de produtividades dos locais a colher, permitindo reestimativas. • Elaboração de programa de amostragem de pré-colheita. • Registro da aplicação de maturadores. • Liberação de áreas para corte conforme programa de otimização. • Acompanhamento dos estoques de cana no campo (volumes e tempos de queima). • Monitoramento dos tempos de trajeto no transporte. • Registro dos níveis de perdas visíveis na colheita. • Comparativos de produção-qualidade realizado X estimado. • Avaliação de desempenho por tipo de manejo.
  • 19. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA Programação da Colheita
  • 20. PIMS – AGRÍCOLA TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Configuração de métodos de pesagem e leitura de documentos. • Configuração de regras para sorteio de análise. • Configuração de uso de tara automática (por tipo de veículo e data). • Registro manual de dados, código de barra, transponder ou computador de bordo. • Captura automática de peso. • Verificação de limites de fornecimento (volume e tempo de queima). • Controle de pontos de descarregamento. • Controle de estoques no pátio. • Pesagem de produtos diversos. • Sistema de contingência. • Emissão de certificados de pesagem ou geração de arquivo (regime especial). • Integração com sistema de programação de transporte.
  • 21. PIMS – AGRÍCOLA TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Laboratório de sacarose manual ou automatizado (serial, terminal de dados, NIRS). • Configuração de fórmulas. • Configuração de método de análise de impureza (por carga, local, equipamento, operador, frente). • Amplo conjunto de indicadores de produção e qualidade.
  • 22. TELAS E CONSULTAS PIMS CS – Recepção e análise de matéria-prima PIMS – AGRÍCOLA
  • 23. • Registro climatológico. • Registro de análises químicas de solo. • Avaliação de infestação de ervas daninhas. • Avaliação de infestação de pragas (broca, formiga, cupim, cigarrinha, nematoides). • Controle de liberação de inimigos naturais. • Controle de experimentos. • Controle de Qualidade de operações Agrícolas. PIMS – AGRÍCOLA
  • 24. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA Qualidade das Operações Agrícolas
  • 25. PAGAMENTO DE FORNECEDORES E PARCEIROS • Configuração de contratos de fornecimento e parceria. • Configuração de preços e formas de pagamento. • Controle de adiantamentos e financiamentos. • Controle de retenções e contribuições. • Gestão de contas correntes. • Relatórios legais. • Suporte à publicação de dados web. • Geração de nota fiscal, recibos e promissórias. PIMS – AGRÍCOLA TELAS E CONSULTAS PIMS CS
  • 26. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA Contratos de compra de Cana
  • 27. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA
  • 28. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA Espelho NF PAGAMENTO DE FORNCEDORES E PARCEIROS
  • 29. PIMS – AGRÍCOLA TELAS E CONSULTAS PIMS CS PAGAMENTO DE SERVIÇOS E TERCEIROS • Configuração de características dos contratos de prestação de serviço associado ao fluxo de compra de suprimentos. • Configuração de tabela de preços (por prestador de serviço, operação, modelo de equipamento, localidade). • Integrado aos demais módulos PIMS®. • Gestão de contas correntes. • Gestão de pagamento/cobrança de fornecedores de cana.
  • 30. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA PAGAMENTO DE FORNCEDORES E PARCEIROS
  • 31. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA Espelho NF PAGAMENTO DE FORNCEDORES E PARCEIROS
  • 32. PIMS – INDÚSTRIA TELAS E CONSULTAS PIMS CS GESTÃO DE LABORATÓRIO INDUSTRIAL • Controle analítico de processo. • Controle da produção intermediária e final. • Cálculo de rendimentos e eficiências. • Configuração de cálculos e rendimentos. • Configuração de boletins gerenciais, com elaboração e edição de boletins e relatórios, utilizando todas as informações contidas no banco de dados (análises, rendimentos, fórmulas, etc.). • Configuração de variáveis e fórmulas diretamente pelos usuários.
  • 33. PIMS – INDÚSTRIA TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Controle estatístico de processo com gráficos de controle, cálculo automático dos limites de controles. • Controle de parada de equipamentos. • Controle da produção intermediária e final. • Controle de consumo de insumos químicos e embalagens. • Integração com sistemas supervisórios. • Supervisório industrial analítico exibe graficamente (gráficos de controle) a variabilidade das variáveis e os limites de especificação;
  • 34. PIMS – INDÚSTRIA TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Controle de qualidade (normas e procedimentos). Gerenciamento eletrônico de normas e procedimentos, normas operacionais, metodologias de análises que podem ser consultadas no formato original de cada documento dispensando o uso das “pastas” da qualidade; • Controle de qualidade (análise de limites e controle de ações corretivas). • Painel de Visões Gerenciais “on-line” com visões configuradas para cada usuário com os principais indicadores de desempenho e a possibilidade de criar visões de qualquer unidade do grupo, inclusive com dados de outros sistemas, desde que disponíveis no banco de dados. • Livro de registro de justificativas do laboratório com a identificação das análises programadas e não realizadas. • CEP – Controle Estatístico de Processo.
  • 35. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – INDÚSTRIA GESTÃO DE LABORATÓRIO INDUSTRIAL
  • 36. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – INDÚSTRIA GESTÃO DE LABORATÓRIO INDUSTRIAL
  • 37. PIMS – AGRÍCOLA TELAS E CONSULTAS PIMS CS GESTÃO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA • Programação e controle de manutenção preventiva. • Ordens de serviços: emissão, históricos de intervenções, controle de OS externas. • Controle de materiais e peças aplicadas, controle de produtividade de funcionários. • Controle de agregados: km rodados, reformas, garantias, planos de revisões. • Controle de consumo de combustíveis (geral ou por tipo de serviço), consumo médio e controle de comboios. • Programação de lubrificações e trocas de filtros, controle de consumo/remonta de lubrificantes e filtros. • Programação de amostragens de lubrificantes, históricos por tipo de análise, resultados fora dos limites normais, histórico de diagnósticos e controle de realização das recomendações.
  • 38. PIMS – AGRÍCOLA TELAS E CONSULTAS PIMS CS • Histórico de movimentação: montagens e desmontagens, reformas e consertos, km e horas rodados em cada movimentação dos pneus. • Histórico de pneus por vida: km rodados, mm de sulco consumidos, custo total por vida, custos unitários por km ou por mm de sulco. • Estatísticas de reformas e consertos: por medida, por modelo, por marca, por tipo de banda, por ressoladora, etc. • Controle de medições e consumo de mm de sulco dos pneus. • Inventário de pneus: estoque, reserva, em conserto/reforma. • Estatísticas de pneus ‘inativados’: por vida, por motivo de sucateamento, por modelo/marca/medida, etc. • Planejamento da manutenção da entressafra e safra.
  • 39. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA Planejamento das Manutenções GESTÃO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA
  • 40. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – AGRÍCOLA GESTÃO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA
  • 41. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – INDÚSTRIA GESTÃO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL • Manutenção corretiva, identificação dos pontos de manutenção periódica. • Elaboração dos planos de manutenção preventiva e preditiva. • Emissão automática das ordens de serviços com a visualização gráfica dos desvios e ocorrências e dimensionamento dos recursos necessários. • Planejamento e programação de atividades de entressafra. • Definição do plano estratégico, compondo o portfólio das manutenções, agrupando em diferentes projetos e cenários, como por exemplo: revisões, novas instalações, reformas e melhorias; Elaboração do plano físico/financeiro.
  • 42. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS - INDÚSTRIA • Acompanhamento, em diferentes visões, da evolução físico/financeira das atividades (projeto, oficina, equipe, equipamento e outras que se façam necessárias). • Dimensionamento dos recursos necessários e disponíveis para cada projeto; emissão automática das ordens de serviços de manutenção; planejamento da execução das atividades contemplando a interdependência; acompanhamento da evolução das manutenções através de gráficos de Gantt, comparando o real ao planejado, apresentando as tendências de desvios e criando os cenários de replanejamento; emissão automática de recomendação de compra dos materiais, serviços e sobressalentes. • Lubrificação industrial. • Gerenciamento dos elementos do parque industrial, permitindo identificação e classificação das máquinas, instalações e sistemas, seus equipamentos, componentes e itens de reposição (sobressalentes); Armazenamento das especificações técnicas e construtivas.
  • 43. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – INDÚSTRIA • Cálculo da criticidade conforme metodologia TPM; Armazenamento de projetos, laudos, fotos e quaisquer documentos eletrônicos relacionados ao parque industrial, inclusive desenhos em CAD®; • Gestão de Ferramentas e EPIs, com organização física e logística da área de ferramentaria; • Fluxo de retiradas e monitoramento.
  • 44. TELAS E CONSULTAS PIMS CS PIMS – INDÚSTRIA GESTÃO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
  • 45. 3. REFERÊNCIAS
  • 46. Gestão integrada de toda cadeia agroindustrial nas 9 unidades produtoras. Projeto Rastrear – transparência entre todas as operações críticas do processo agroindustrial. Substituição da solução agrícola SAP pela solução especialista PIMS, integrada ao SAP CORP. Projeto One Brazil, implantação da solução especialista PIMS integrada ao SAP em todas as unidades. Gestão integrada de todos os processos agrícolas desde o processo orçamentário até o fechamento de custo consolidado e integrado a Contabilidade nas duas unidades da Guatemala, Honduras e Nicarágua integrado ao SAP. Integração das unidades adquiridas da Cerradinho dentro do processo de Gestão da Noble com fechamento de custo agroindustrial consolidado e integrado a Contabilidade. Gestão de todos os processos agrícolas e de manutenção automotiva integrados ao SAP nas 13 unidades. USINA RIO VERMELHO Reestruturação dos processos da gestão Agroindustriais, a luz do modelo de gestão Glen Cane. VALE DO TIJUCO Implantação e revisão de todo o Processo de Pagamento de Fornecedores de Cana, incluindo a visão de controle de contratos. REFERÊNCIAS ALGUMAS REFERÊNCIAS
  • 47. REFERÊNCIAS SOLUÇÕES AGRO + ERP TOTVS
  • 48. 4. OFERTA
  • 49. ESCOPO OFERTA • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais.
  • 50. A TOTVS NA AGROINDÚSTRIA 22 anos de experiência no setor agroindustrial. Líder em sistemas de gestão agroindustrial canavieira no Brasil. FATOS Experiência Internacional em 8 países: Colômbia, México, Peru, Guatemala, Nicarágua, Holanda e Angola.
  • 51. A TOTVS NA AGROINDÚSTRIA Mais de 230 clientes atendidos que processam 60% da produção brasileira. Das 10 maiores unidades processadoras na safra 2012/2013, 8 utilizam soluções da TOTVS. 120 clientes atendidos que plantam mais de 1,5 milhão de hectares. GRÃOS E CULTURAS ANUAIS CANA-DE-AÇÚCAR FATOS
  • 52. TOTVS AGROINDÚSTRIA PROPOSTA DE VALOR • Flexibilidade e agilidade operacional • Menor custo de produção • Aumento da produtividade • Em conformidade com as exigências legais • Sincronização da Cadeia de Insumos • Rastreabilidade integral • Atendimento às questões ambientais • Redução das perdas na produção rural • Eficiência na utilização de insumos químicos
  • 53. BENEFÍCIOS Redução de custos na alocação de máquinas e insumos Aumento da produtividade através da racionalização das operações agrícolas Efetividade comprovada em grandes produtos agrícolas! SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA
  • 54. BENEFÍCIOS Controla os progressos da sua propriedade rural, de forma simples e eficaz Controle de Compras, Suprimentos, Estoque, Custos e Financeiro, garantindo a governança do seu negócio Gestão eficiente para garantir sua rentabilidade! SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA
  • 55. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA 29% Melhorias no Giro do Estoque 42% Dos funcionários excedem na performance QUEM USAALCANÇA... 14% Melhorias nas entregas on-time Fonte: Aberdeen Group, 2012
  • 56. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA QUEM USAALCANÇA... A TOTVS oferece as melhores práticas de mercado, com uma oferta na medida certa para o seu primeiro projeto com nosso ERP. Fonte: Aberdeen Group, 2012 13% Redução de custos administrativos 12% Melhorias dos custos operacionais
  • 57. ONDE ATUAMOS... SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA PRODUÇÃO RURAL MULTICULTURA ORIGINAÇÃO DE GRÃOS UBS BENEFICIAMENTO DE SEMENTES GESTÃO AGRÍCOLA UBA BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO COOPERATIVAS AGRÍCOLAS SUCROENERGÉTICO PRODUÇÃO DE CANA-DE- AÇÚCAR PRODUÇÃO DE AÇÚCAR E ETANOL MANUTENÇÃO DE FROTA AGROINDUSTRIAL MANUTENÇÃO ATIVOS AGROINDUSTRIAIS CUSTO DE PRODUÇÃO ERP BACKOFFICE
  • 58. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA GESTÃO COMPLETA PLANTAR COLHERTRATAR ENTREGARPLANEJAR BENEFICIAR Dimensionamento do Consumo de Recursos Acompanhamento e Controle da Execução de Operações Monitoramento dos Níveis de Utilização de Recursos Garantir os Níveis de Conformidade de Processos e de Produtos Administrar Custos de Produção
  • 59. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA GESTÃO COMPLETA • Sistema de Informação Gerencial dos Processos Agrícolas (Ferramenta de Gestão). • PIMS® proporciona integração com os principais sistemas ERP. • Suporte a todas as etapas do processo agrícola, do preparo do solo à colheita da matéria-prima. • Gerenciamento do relacionamento entre as várias plantas com total transparência.
  • 60. PIMS Multicultura SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA ONDE PODEMOS AJUDAR? ERP Linha Protheus Originação de Grãos ARMAZÉNS, COOPERATIVAS E CEREALISTAS ERP Linha Datasul Originação de Grãos ARMAZÉNS, COOPERATIVAS E CEREALISTAS ERP Linha Protheus UBA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO ERP Linha Protheus UBS UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES ERP Linha Protheus PIMS Multicultura PRODUÇÃO RURALAGRÍCOLA ERP Linha Datasul PRODUÇÃO RURALAGRÍCOLA ERP Linha Protheus PIMS CS AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICO ERP Linha Protheus Eficaz – Somente BackOffice PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA SMB ERP Linha Datasul PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA GRANDE PORTE ERP Linha Datasul PIMS CS AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICO ERP Linha Protheus PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA GRANDE PORTE ERP Série 3 – Somente BackOffice de Partida PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA PEQUENO PORTE 1 2 4 6 8 10 12 3 5 7 9 11 Integração entre BackOffice e Sistema PIMS CS deve ser customizada no projeto.
  • 61. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA PROCESSOS DEMANDA PRODUÇÃO AGRÍCOLA COMERCIALIZAÇÃO DISTRIBUIÇÃO INDUSTRIALIZAÇÃO DISTRIBUIÇÃO PRODUÇÃO AGRÍCOLA PRODUÇÃO INDUSTRIAL GESTÃO DE CONTRATOS COMERCIALIZAÇÃO CORE BUSINESS AGROINDÚSTRIA ORIGINAÇÃO DE GRÃOS UBA – BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO UBS – BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  • 62. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA PROCESSOS DEMANDA PLANTIO, TRATOS CULTURAIS E COLHEITAPLANEJAMENTO MANUTENÇÃO DE FROTA E ATIVOS ARMAZENAMENTO PRODUÇÃO BACKOFFICE COMPRAS VENDAS FATURAMENTO FINANCEIRO CONTÁBIL/FISCAL CUSTOS RHATIVO FLUIG – FLOWING PRODUCTIVITY WORKFLOW DM BPM ESB SOCIAL IDENTITY WCM ANALYTICS MALL
  • 63. Obrigado ;) 0800 70 98 100 www.totvs.com