Sismos e Maremotos

3,068 views
2,628 views

Published on

Trabalho sobre os sismos e os maremotos ideal para trabalhos escolares.
Apresenta tudo sobre a sismologia e os tsunamis, desde como se forma um sismo até aos maiores tsunamis do mundo e também a boa estética.
Aproveitem e boa sorte!

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,068
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sismos e Maremotos

  1. 1. INTRODUÇÃO Qualquer acidente que ocorra sem intervenção directa do Homem e que coloque em perigo a existência de Vida designa-se de catástrofe natural. Tempestades, inundações, secas, sismos, v ulcões e incêndios podem constituir um factor de desequilíbrio dos ecossistemas, pondo em perigo a sobrevivência da Humanidade.
  2. 2. O QUE É UM SISMO? Um sismo ou terramoto é uma catástrofe natural com origem em fenómenos geológicos. São vibrações de rochas, resultantes da libertação de energia no interior da Terra, que se propagam a partir do hipocentro em todas as direcções sob a forma de ondas (ondas sísmicas). A ciência que estuda os sismos é a sismologia.
  3. 3.  Geralmente os sismos não são fenómenos isolados porque posteriormente a um grande tremor de terra surgem abalos menores que podem repetir-se durante dias (réplicas). Também é frequente que os sismos sejam precedidos por abalos de baixa intensidade (abalos premonitórios). A maior parte dos sismos ocorre nas fronteiras entre placas tectónicas, ou em falhas entre dois blocos rochosos. O comprimento de uma falha pode variar de alguns centímetros até milhares de quilómetros.
  4. 4.  Entre o efeito dos sismos estão a vibração do solo, abertura de falhas, deslizamentos de terra, tsunamis, mudanças na rotação da Terra, além de efeitos deletérios em construções feitas pelo Homem, resultando em perda de vidas, ferimentos e altos prejuízos financeiros e sociais.
  5. 5. HIPOCENTRO E EPICENTRO O hipocentro é a zona do interior da terra onde se origina o sismo. O epicentro é o local da Terra, situado na vertical do hipocentro, onde se verifica maior intensidade do sismo.
  6. 6. ESQUEMA DE UM SISMO
  7. 7. CAUSAS DE UM SISMO Fracturação e deslizamento das rochas ( fig.1); Fig.1 Movimento do magma no Fig.2 interior da Terra e erupções vulcânicas explosivas (fig.2); Abatimento de terrenos Fig.3 (fig.3)
  8. 8. CLASSIFICAÇÃO DE UM SISMO Os sismos podem ser classificados de três formas: Superficiais – Ocorrem entre a superfície e os 70 km de profundidade (85%); Intermédios – Ocorrem entre os 70 e os 350 km de profundidade (12%); Profundos – Ocorrem entre os 350 e os 670 km de profundidade (3%) Em profundidades superiores a 700 km são muito raros.
  9. 9. COMO SE DETECTA EREGISTA UM SISMO? O sismógrafo é o aparelho que detecta e regista as vibrações sísmicas. Os sismogramas são os registos que são efectuados. Sismograma Sismógrafo
  10. 10. COMO SE AVALIA UM SISMO? Um sismo pode ser avaliado usando em escala de intensidade (Escala de Mercalli) ou uma escala de magnitude (Escala de Richter). A intensidade de um sismo num certo local, avalia-se por entrevista às populações e pela verificação por técnicos das declarações dos inquiridos.
  11. 11. ESCALA DE MERCALLI DANOS QUASE XII TOTAIS CATASTRÓFICO XI DESTRUIDOR X DESASTROSO IX RUINOSO VIII MUITO FORTE VII BASTANTE FORTE VI FORTE V MODERADO IV FRACO III MUITO FRACO II IMPERCEPTÍVEL I
  12. 12. ESCALA DE RICHTER DESTRUIÇÃO TOTAL 9 DESASTRE 8 DESTRÓI CONSTRUÇÕES E MATA 7 PESSOASESTRUTURAS BALANÇAM E PAREDES 6 CAEMDESTRÓI ALGUMAS CONSTRUÇÕES 5SENTIDO POR TODAS AS PESSOAS 4SENTIDO POR ALGUMAS PESSOAS 3SENTIDO POR ALGUMAS PESSOAS E 2 ANIMAIS SENTIDO SÓ POR INTRUMENTOS 1 CIENTÍFICOS
  13. 13. COMO ACTUAR… …ANTES DE UM …DURANTE UM …APÓS UM SISMO SISMO SISMO NÃO FAZER LUME E AREJAR OS LOCAIS FALAR ABERTAMENTE NÃO USAR OS ELEVADORES SOBRE O ASSUNTO PORQUE PODEM SER VESTIR ROUPAS QUENTES E DESACTIVADOS PELO USAR SAPATOS OBTER INFORMAÇÕES CORTE DE ENERGIA SOBRE OS SISMOS NÃO USAR AFASTAR-SE DE JANELAS DESNECESSARIAMENTE OAPRENDER A DESLIGAR O OU DE OUTROS OBJECTOS TELEFONE GÁS E A ELETRICIDADE QUE POSSAM CAIR AJUDAR A SOCORRER ARMAZENAR ALGUMA ABRIGAR-SE DEBAIXO DE FERIDOS E APAGAR COMIDA UMA MESA PESADA OU DE PEQUENOS INCÊNDIOS OUENLATADA/EMPACOTADA E UMA PORTA AVISAR OS BOMBEIROS ÁGUA ENGARRAFADA EVITAR O PÂNICO AFASTAR-SE DE ZONASPREPARAR UM ESTOJO DE LITORAIS PRIMEIROS SOCORROS PROCURAR LOCAIS ABERTOS E MANTER-SE OUVIR AS NOTÍCIAS ETER UMA LANTERNA E UM AFASTADO DE EDIFÍCIOS SEGUIR AS INDICAÇÕES TRANSITOR A PILHAS DADASFIXAR ESTANTES E BOTIJAS NÃO SE PRECIPITAR PARA DE GÁS À PAREDE AS SAÍDAS
  14. 14. MAIORES SISMOS DATA LUGAR MORTES MAGNITUDE 26/01/1700 CAROLINA DO NORTE À 9 ILHA DE VANCOUVER 01/11/1755 LISBOA, PORTUGAL 70.000 8.7 31/12/1906 COLÔMBIA-EQUADOR 1.000 8.8 16/12/1920 NINGXIA-KANSU, CHINA 200.000 8.6 04/11/1952 KAMCHATKA, RÚSSIA 9 09/03/1957 ILHA ANDREANOF, 9.1 ALASCA, EUA 22/05/1960 CHILE 5.700 9.5 28/03/1964 PRINCE WILLIAM SOUND, 200 9.2 ALASCA, EUA 04/02/1965 ILHA RAT, ALASCA, EUA 8.7 26/12/2004 SAMATRA, INDONÉSIA 100.000 9
  15. 15. DISTRIBUIÇÃO DOS SISMOSNO MUNDOOs sismosdistribuem-seprincipalmente portrês regiões daTerra:o Oceano Pacífico(Anel de Fogo doPacífico), o OceanoAtlântico e a FaixaMediterrânica.
  16. 16. DISTRIBUIÇÃO DOS SISMOS EM PORTUGAL (CONTINENTE)Os sismos distribuem-seprincipalmente em trêsregiões da Terra: a ÁreaMetropolitana deLisboa, o Algarve e oArquipélago dos Açores.
  17. 17. Terramoto de 1 deNovembro de 1755 em Lisboa
  18. 18. Quando o sismo tem origem no fundo domar, normalmente desencadeia um dosfenómenos mais violentos da Natureza, osmaremotos.
  19. 19. O QUE É UM MAREMOTO? Um maremoto é também uma catástrofe natural com origem em fenómenos geológicos. São ondas gigantes que resultam da actividade sísmica, mas no fundo do mar. A palavra tsunami por vezes também usada, deriva do japonês e significa “vaga do porto”.
  20. 20. FORMAÇÃO DE UM MAREMOTO
  21. 21. MAIORES MAREMOTOS DATA LOCAL MORTES MAGNITUDE ALTURA02/09/1992 NICARÁGUA 200 7.2 10 m12/12/1992 ILHA DE FLORES, 1.000 7.5 26 m INDONÉSIA12/07/1993 HOKKAIDO, 200 7.6 30 m JAPÃO02/06/1994 JAVA, INDONÉSIA 300 7.2 14 m04/10/1994 ILHAS CURILAS 100 8.1 11 m14/11/1994 MINDORO 100 7.1 7m21/02/1996 PERÚ 100 7.5 5m17/07/1998 NOVA GUINÉ 2.000 7 15 m23/06/2001 PERÚ 100 8.3 5m26/12/2004 OCEANO ÍNDICO 220.000 9 50 m
  22. 22. BIBLIOGRAFIA www.wikipedia.com www.prof2000.pt www.google.pt – Imagens Manual escolar “Descobrir a Terra 8” Manual escolar “Fazer Geografia 7” Caderno de actividades “Fazer Geografia 7”
  23. 23. FIM

×