0
A evolução do HinoNacional Brasileiro
Informações sobre o HinoA letra do Hino Nacional do Brasil foi escrita por Joaquim Osório Duque Estrada (1870 – 1927).A mú...
Existe uma série de regras que devemser seguidas no momento da execuçãodo Hino: -Deve ser executado emcontinência à Bandei...
Joaquim Osório DuqueEstradaNasceu no dia 29 de Abril em 1870- Rio de Janeiro. Morreu no dia 5 de fevereiro 1927.Era filho ...
Francisco Manuel da SilvaNasceu no Rio de Janeiro, no dia 21 de fevereiro de 1795. Faleceu no dia 18 de dezembro de 1865.F...
Hino Nacional na ordem direta   As margens plácidas do Ipiranga ouviram        Ó Brasil, florão da América,     o brado ...
Interpretação do Hino“Ouviram do Ipiranga as margens plácidas / De um povo heróico o brado   retumbante - De "brado retumb...
Educandário RobertoFigueira Santos Alunos-  Vitória, Maiara,  Regiane, Márcia, Felícia, Iara,  Claudomiro, João Marcos. ...
A evolução do hino nacional brasileiro
A evolução do hino nacional brasileiro
A evolução do hino nacional brasileiro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

A evolução do hino nacional brasileiro

984

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
984
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
31
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "A evolução do hino nacional brasileiro"

  1. 1. A evolução do HinoNacional Brasileiro
  2. 2. Informações sobre o HinoA letra do Hino Nacional do Brasil foi escrita por Joaquim Osório Duque Estrada (1870 – 1927).A música é de Francisco Manuel da Silva (1795-1865).Tornou-se oficial no dia 1 de setembro de 1971, através da lei nº 5700.
  3. 3. Existe uma série de regras que devemser seguidas no momento da execuçãodo Hino: -Deve ser executado emcontinência à Bandeira Nacional, aoPresidente da República, ao SupremoTribunal Federal e ao CongressoNacional.-É executado em determinadassituações, entre elas: cerimôniasreligiosas de cunho patriótico, sessõescívicas e eventos esportivos
  4. 4. Joaquim Osório DuqueEstradaNasceu no dia 29 de Abril em 1870- Rio de Janeiro. Morreu no dia 5 de fevereiro 1927.Era filho do tenente-coronel Luís de Azeredo Coutinho Duque Estrada e de Mariana Delfim Duque EstradaFoi um poeta, crítico literário, professor e ensaísta brasileiro.
  5. 5. Francisco Manuel da SilvaNasceu no Rio de Janeiro, no dia 21 de fevereiro de 1795. Faleceu no dia 18 de dezembro de 1865.Foi um compositor, maestro e professor brasileiro.Faleceu com 70 anos de idade, cercado da admiração e respeito gerais. Seu corpo encontra-se sepultado no Cemitério de São Francisco de Paula, no Catumbi, na cidade do Rio de Janeiro.
  6. 6. Hino Nacional na ordem direta As margens plácidas do Ipiranga ouviram  Ó Brasil, florão da América, o brado retumbante de um povo heróico, deitado eternamente em berço esplêndido, E, nesse instante, o sol da liberdade ao som do mar e à luz do céu profundo, brilhou em raios fúlgidos no céu da fulguras iluminando ao sol do Novo Mundo! Pátria. Teus campos lindos, risonhos, Se conseguimos conquistar com braço têm mais flores do que a terra mais forte garrida; o penhor dessa igualdade, ―nossos bosques têm mais vida,‖ em teu seio, ó liberdade, o nosso peito ―nossa vida no teu seio mais amores‖. desafia a própria morte! Ó Pátria amada Ó Pátria amada Idolatrada Idolatrada Salve! Salve! Salve! Salve! Brasil, o lábaro estrelado que ostentas Brasil, se a imagem do Cruzeiro seja símbolo de amor eterno, resplandece em teu céu formoso, risonho e o verde louro dessa flâmula diga: e — Paz no futuro e glória no passado. límpido, um sonho intenso, um raio vívido Mas, se ergues a clava forte da justiça, de amor e de esperança desce à terra. verás que um filho teu não foge à luta, És belo, és forte, impávido colosso, nem, quem te adora, teme a própria morte. gigante pela própria natureza, e o teu Ó Pátria amada, futuro espelha essa grandeza. Brasil! Ó Pátria amada , És tu, terra adorada Brasil ! Entre outras mil. És tu, terra adorada Pátria amada, Entre outras mil. Brasil, Pátria amada, És mãe gentil dos filhos deste solo! Brasil!
  7. 7. Interpretação do Hino“Ouviram do Ipiranga as margens plácidas / De um povo heróico o brado retumbante - De "brado retumbante", a população brasileira só dá ouvidos ao que é consagrado pela mídia e pelos costumes sociais.Se o penhor dessa igualdade / Conseguimos conquistar com braço forte, Não dá para falar de igualdade de direitos em nosso país. Estamos cansados de ver os privilégios concedidos a uma minoria. E braços fortes? O nosso trabalho árduo muitas vezes só serve para adquirirmos um salário semi-escravista que não satisfaz as necessidades básicas garantidas pela Constituição Federal que, embora poucos saibam, também é um de nossos símbolos pátrios. Brasil, um sonho intenso, um raio vívido / De amor e de esperança à terra desce O povo brasileiro adora sonhar. Acreditar que no futuro as coisas vão sempre melhorar. Aí o tal futuro vira presente e nunca melhora. O Brasil "é o país do futuro". Claro. É o país do "deixa para depois". Vamos acreditar que seremos felizes no futuro, mesmo que nunca sejamos de fato. E diga o verde-louro dessa flâmula / - Paz no futuro e glória no passado. Se o verde significa a nossa mata, não dá para entender porque a esta cor é referida a "fala" dita no outro verso que diz que teremos paz no futuro e tivemos glória no passado. Do jeito que estão acabando as nossas matas, não dá para imaginar glória ou paz, já que tradicionalmente nosso país nunca foi objeto de colonização e sim de exploração.‖
  8. 8. Educandário RobertoFigueira Santos Alunos- Vitória, Maiara, Regiane, Márcia, Felícia, Iara, Claudomiro, João Marcos. Data- 05-10-2011 Série- 9º ano B Prof- Suzana Durães Disciplina- Português
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×