• Like
  • Save
Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial

on

  • 9,619 views

Apostila da Disciplina Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial, com o prof. Luiz Farias.

Apostila da Disciplina Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial, com o prof. Luiz Farias.

Statistics

Views

Total Views
9,619
Views on SlideShare
9,619
Embed Views
0

Actions

Likes
3
Downloads
307
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Apostila de Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial, com o prof. Dr. Luiz Alberto de Farias.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial  Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial Document Transcript

    • CURSO DE PÓS–GRADUAÇÃO LATO SENSU Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial Prof. Dr. Luiz Alberto de Farias Joinville – SC Setembro de 2010 © Professor Dr. Luiz Alberto de Farias 0
    • 17 e 18/09/10 Planejamento Estratégico da Comunicação Empresarial Luiz A. de Farias A disciplina trabalha a Comunicação à luz do planejamento de visão ampla e de longo termo, destacando planejamento, relações com públicos estratégicos (stakeholders) e efeitos na comunicação dirigida e de massa. Conceituar o campo da comunicação nas organizações, sua atividade prática e o seu desenvolvimento teórico, em especial colocando em destaque as interfaces com outros campos. - Conceituação e campos de ação e de pensamento. - Comunicação integrada. - Relacionamentos organizacionais. - Tipologia de públicos. - Cultura, identidade e imagem. - Planejamento em Comunicação. - Princípios institucionais. - Relações com imprensa Aula expositivo-dialogada com a apresentação de cases e a relação direta com situações- problema. Efetividade do entrance quiz. Atividade de planejamento comunicacional em grupo. FARIAS, L. A. de. A literatura de Relações Públicas – produção, consumo e perspectivas. São Paulo: Summus, 2004. FARIAS, L. A. de. “Comunicación por resultados: el cambio organizacional por la visión integrada” In REBEIL Corella, M. A.. Comunicación estratégica en las organizaciones. México, DF: Trillas, 2006. FARIAS, L. A. de. Estratégias de relacionamento com a mídia. In KUNSCH, M. M. K Gestão estratégica de comunicação organizacional e relações públicas. S. C. do Sul: Difusão, 2008. © Professor Dr. Luiz Alberto de Farias 1
    • FARIAS, L. A. de. “Relacionamento nas organizações”. In Communicare Revista de Pesquisa. Vol. 1, no. 1, 2o. semestre de 2001. São Paulo: Centro Interdisciplinar de Pesquisa da Faculdade Cásper Líbero. KUNSCH, M. M. (org.) Obtendo resultados com relações públicas. São Paulo: Pioneira, 2001. KUNSCH, M. M. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. São Paulo: Sumus, 2003. ! " #" $" % & ' ( Doutor em Comunicação e Cultura pela Universidade de São Paulo; Mestre, Especialista em Comunicação e Graduado em Relações Públicas pela Fundação Cásper Líbero. Graduado em Jornalismo pela Universidade Cruzeiro do Sul. Atua como Professor-Doutor da Universidade de São Paulo e como Professor-Titular da Faculdade Cásper Líbero. É Editor da Organicom Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas e ex-editor do Jornal Intercom. É presidente da Associação Brasileira de Relações Públicas pela segunda gestão; foi diretor da Intercom e da Abrapcorp. É presidente do Conselho de Relações Públicas do Centro Interamericano de Comunicação e conselheiro do Conselho de Profissionais de Relações Públicas 2ª. Região (SP/PR). Tendo produzido diversas obras e artigos, é autor de A literatura de relações públicas (Editora Summus, 2004), e co-autor de Comunicación estratégica en las organizaciones (México/Trillas, 2006), de Hiperpublicidade (Editora Thomson, 2007), de Comunicação brasileira no século XXI (Intercom, 2007), de Unidade e diversidade na comunicação (Intercom, 2008), de Gestão estratégica de comunicação organizacional e relações públicas (Difusão, 2008), de Comunicação Organizacional – histórico, fundamentos e processos (Saraiva, 2009); co-organizador de Aprender na prática – experiências de ensino e aprendizagem (Edições Inteligentes, 2007); e ainda revisor técnico da obra relações Públicas – o guia completo (Joe Marconi, Editora Cengage, 2009). Atuou de 2006 a 2009, como Diretor do Símbolo Instituto de Educação, Comunicação e Pesquisa; atendeu/atende organizações como: Cesp, Banco Central do Brasil, Senac de São Paulo, Elektro, Ericsson, dentre outras. © Professor Dr. Luiz Alberto de Farias 2
    • !"# $ % #&'(
    • Ciências Sociais “Aplicadas” Comunicação Área do Comunicação pensamento Organizacional Fazer Área de ação Relações Saber Públicas AI, Eventos, Instrumentos Lobby, Saber Public.empr.; RS etc Fazer Ativid. Meio Planej.Estrat. Ativid. Fim Op.Pública Farias
    • Comunicação administrativa/interna Fluxos; redes formal e informal; veículos Comunicação Comunicação Comunicação institucional organizacional mercadológica Relações públicas, jornalismo Marketing; propaganda; empresarial, assessoria de promoção de vendas; imprensa, editoração multimídia, feiras e exposições; imagem corporativa, propaganda marketing direto; institucional, marketing social, merchandising; venda marketing cultural pessoal Fonte: Kunsch
    • ) " * * * +
    • , - . " • •0 1 * 2 3 • * " / / •0 1 * 3 " • 1 1/ / 2 / / / 5 •) " 1 • 3 3 • " •( % •( • 3 " •( + 4 •( +3 1
    • 6 " & " # 7 * 7 &# 78 7 #3
    • ) Consultor Independente M.O. terceirizada Contratação de alocada na M.O. terceirizada empresa Departamento Com. Próprio
    • 91 : ; 4 91 # 3 < =
    • " > & " / ? 4 / @ / / * < A ! ! "" " " / 1 34 /< " /2 " ! /* + # "B 0
    • 0 ( ) > 3 3 B * " " " " : C ;
    • 91 8 ) " & - = &
    • $% legitimidade & ' ) ( legalidade competência * +, /0 ) , -. 12 3. 4. 5
    • 8 3 * : 2 = /* * 3; ! D # 8 # 4 EF
    • " 1 7 & / & 3 7 4 :3 3 ; 2 / / 2 " EF /* 3 <
    • " 4 1 7 78 78 7(
    • @ ( ) " :$ ; 6 PRODUTO ⇔MARCA ⇔ (Aaker) IMAGEM INSTITUCIONAL : ; IDENTIDADE CORPORATIVA : ; CULTURA ORGANIZACIONAL :( ; ∴ (MARCA+PRODUTO+INSTITUIÇÃO) (Zozzoli) (MARCA+PRODUTO+INSTITUIÇÃO) = RESULTADOS (MERCADO)
    • > ; : * < " < * / B : C( ;
    • 8 > ; : 5 = " / 3 2 / B :G ;
    • 8 > , / /1 / / H I# : ; % 1 : ; B :G ;
    • ) " " 3 # %3 / / ( 3 " = 2 5 3 5 : 1 J ; ) " *
    • ) " ) " 7)* 7 7- 3 7! & @
    • ) " 6 $ K K = 8 + : ;K : ;
    • : ; 3 6 : < ; 2 + / 4 / 4
    • 2 3 L $2 " - 6 * 3
    • L “um sistema pode ser definido como um conjunto de objetos ou entidades que se inter-relacionam mutuamente para inter- formar um todo único” (Stephen Littlejohn) Interdisciplinaridade/ interdepartamentalização
    • # 3 % 7( 7 1 + " 7# 2 7 3 4 3 7 1 2 7# 3 <
    • 5 " 3 " M 3 5 =
    • 5 , % ( =
    • ) " $2 43 8 +% < 4 " 8 3 " 1 "
    • ) " $2 43 J * 4 " % 1 M 1 " 91
    • FOCO NA ESTRUTURA PARA FOCO NO PROCESSO PRIORIDADE: ESTRUTURA VALORIZAÇÃO: PROCESSO AUTORIDADE VERTICAL PODER COMPARTILHADO EM REDE DECISÕES TOP DOWN HIERARQUIA DE FUNÇÕES / COMUNICAÇÃO HORIZONTAL PAPÉIS ESTÁTICOS E MULTIDIMENSIONAL ESTRUTURANDO TAREFAS PORTIFOLIO DE PROCESSOS RESPONSABILIDADE E CAPACIDADE DINÂMICOS DE EMPREENDER COM O ALTO MODELANDO COMPORTAMENTOS ESCALÃO RESPONSABILIDADE E CRIATIVIDADE COMPARTILHADAS ALOCAR RECURSOS QUE DEFINEM EDUCAR/INFORMAR PARA ESTRATÉGIAS DESENVOLVER CAPACIDADES DURÁVEIS TENDÊNCIA À INFLEXIBILIDADE MAIOR NECESSIDADE DE FLEXIBILIDADE INOVAÇÃO LENTA INOVAÇÃO PERMANENTE RESISTÊNCIA À MUDANÇA RESPOSTAS À MUDANÇA BUROCRACIA VALORIZADA SIMPLIFICAÇÃO OU ELIMINAÇÃO DE BUROCRACIA
    • 7 33 * 1 3 " / 1
    • 7# 3 3 % = % 2 " /3 < 3 : / J / 3% + ;
    • Componentes Primários da Estratégia Empresarial Missão, Valores, Objetivos da Filosofia, Políticas Empresa Análise Ambiental Análise Organizacional Oportunidades, Pontos fortes e ameaças, restrições, fracos, recursos contingências..... disponíveis, capacidades, Estratégia habilidades Empresarial Para realizar os objetivos, é preciso uma política de comunicação planejada e criativa, ampla e eficiente, cobrindo as mais diversas possibilidades de ações de comunicação
    • - 0 1 7 8 9) " 8 2 8 ! : ! 8 " : ; 8 < 2 : 8 $ "
    • , ) " " " 4 ) " J 3 # )
    • 4 ) " - 4 M ) 3 $ M
    • 4 ) " - # " 2 " / /* * "A > 3 B * > 3B " M8 3 3/ " A* * 1 " 43 4 / /3 /* 3 "
    • 4 ) " <# " " #" ! ! < "" " ! = > : " ? " ! < <# " < ; + ! ; @ " ! A " = "@ ! "" . B! " .7 " B C !
    • < " ! @! " " = ! ! "C ! D ! E < : 1/ / + / / / < " " 34 " * 1 : / / / / / ;
    • < !< F " * 3 / = / / 3 / 4 / < ! 3 4 " * " $ < / /* < " A 1 N : + / N / = / 4 ;A > + B 3 < "
    • Identificação e Relatório Avaliação Conclusivo conhecimento da situação Pesquisa e Levantamento de dados auditoria Mapeamento e Mensuração de identificação resultados dos públicos Estabelecimento de 4 1 Análise da situação Critérios de avaliação Construção de diagnósticos Fixação de políticas de comunicação Correção de desvios Definição de obj. e metas 3 2 Determinação de Estratégias Controle e Planos, projetos e monitoramento programas de ação Seleção dos meios Implemen- Planos alternativos e emergenciais Planejamento tação Divulgação p/público envolvido Determ. Rec. Necessários Orçamento Apoio/aprovação Fonte: Profa. Dra. Margarida Kunsch
    • C = " J 2 = &# + - % # * = + & = # 7 / 1 / #
    • # O # S 3 P ) 3 OT 3 Q G 3 OO R % 3 - /4 / U @ 1 " O M P V 3 W O ) Q OR 4
    • , D !
    • $ ) 2X Y8 #0 )0 # X 4 ) 3 ' 3 M # 8 &8 8
    • 0 ( . $ . :Z " " &! ; ) * 1 / * 3 M- 3 / / 3 3
    • 8 0 ( $. . VCM LO LO GS GS
    • 0 ( . $ . :Z " " &! ; ! 4 ) = / ! ) + " ! ( 4 1 3 : = E ; ! ) * ç ç
    • ( 3 MÍDIA Seleciona produtos EXPOSIÇÃO midiáticos aos quais vai se expor Dirige a atenção em ≠s ATENÇÃO graus Entender ou não o PERCEPÇÃO assunto Lembrar o que se RETENÇÃO viu/ouviu OP PÚBL
    • (5 : " 1X ; # 37 % + % * + 8 3 + 5 / / -4 + :L ;
    • C+ 3 4 * 3 + 5% 5% # 3 3 * " 8 *
    • ! # 4% <8 3 * / /
    • > - * * / " * BJ 1
    • # ( :- ; ) #( * / 5 < 4 / *
    • # ( # * 4 3 [ < 3 4 8 7 : / ; 7# 2 F :! 68 / * ;
    • # ( 7 3 :X ; ] 7-3 :$ + &O S ; SQ 7 :O S ; SP 3
    • 8 6 '# ' % # 3 / 4 4 % * * 3 K 3 + % / 3 * 4 % * * 3 K 3/ 3/ + +
    • 8 J 0 OT % ^^ 8 5 66 EF / / 3 G EF 4 3
    • 8 :C " C 3" ; 5 U /_ 1 WU & R /_ PU 1 8 : ; QV :1 ;A QR : 1 ; 0 2 5 : ; OP $ W_ ^ AU &O _ G (W )& A _ 43 3 + A_ U =
    • 8 `8 W_ U 5A U R_ AU P_ 5 `0 5 4 * ` 4 5 :W _; U 3 1 Q _A U 1 R_ S `# =Q _ 1 `( " R_ : Q =O _ W " & 5 Q _; R
    • 8 ` 5 7M Q_ ' O_ W #A U 8 AT $ O_ 7M U_ ' O_ R #A ^ 8 ATO_ 1A _ $ W 7 R /_ ' O _ QU #A W 4 ^ $ _
    • 8 7 K X 0 ] :R _;A . . 9 S X 0 : Q _;/ ^ :Q _;A Q $ 0 :P _; R !- / 4 / 4 : P _; P 70 M X :^ _;/ J X T ( :P _; J :P _; W J P
    • 8 `- 1 ( :O _;A ' :P _;A W # W $ :O _; U `- ( :U _;A Q ' :U _;A # T $ :W _; P `J ( :O _;A ' O # :Q_;A$ :TR_; `- 3
    • 8 ) # 7 W_ R * 4 % % + 7 U_ 5 R * + # 7 W_ : 4 W ; 7 3 V_ : 3 V ; 7 3 + R_ : W ;
    • 8 ) # 4 7 5 8 5 70. . 8 4 6 - + 34
    • 8 ) G M N 7 3 ( ç 1 (: a ; % F
    • -4 0M 7 7) = 7 7 78 5 4 : ;& 7 # 6 &# : ; 7#
    • -4 G 7$ 4 & 7 . " 3 7 3 4 % 7 2 7# 4 6 2 3
    • &8 6 - - 9 (1 #8 & 3 %)
    • $ #8 3 ( Z $ # < " ! " A
    • - 6 # 8 -4 7 7 + 7 @ 3 7 : 2 3;
    • # 8 ( 34 7 7 7 @ 7 34 7 34 7 * & & &
    • # 8 & M 3b ( 5 7 7 34 7 * ( & 7 34
    • " " A 1 0 G$ ; $ G ) 5 X 4 : . ; 3 4 * 5 / " / 4 / " / / %
    • " " A 1 0 G$ ; $ G ) 5 # X 4 : . ; 4 / 43 5 3 : / N ; 8
    • " " A 1 0 G$ ; $ G ) 5 X 4 : . ; 5 / " 3 ! /
    • A E ! 3 5 * " ) 1 " * 4 * * * 4
    • " A C+ 5 3 * 5 8 = / 3 4 / 3 8
    • $ " A M 4 3 1 = ) 5 3 2 X 4 2 5 2 ) + / 3 1 / : = ; C+ :# ; 4 :8 ;
    • ! " &1 E # E* 1 @ E 1 & 33 C 4 E &
    • ! # 4 + 7 % 7 4 % 7 1. 3 7 3 < 5