Your SlideShare is downloading. ×
Paisagismo de interiores   profª claudia canales (08 e 09 de julho de 2011) sustentare escola de negocios
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Paisagismo de interiores profª claudia canales (08 e 09 de julho de 2011) sustentare escola de negocios

2,752
views

Published on

Paisagismo de Interiores - Profª Claudia Canales (08 e 09 de julho de 2011) SUSTENTARE ESCOLA DE NEGOCIOS

Paisagismo de Interiores - Profª Claudia Canales (08 e 09 de julho de 2011) SUSTENTARE ESCOLA DE NEGOCIOS

Published in: Education, Technology, Business

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,752
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
105
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PAISAGISMO DE INTERIORES Professora Claudia Canales Joinville – SC Julho de 2011Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 2. ÉTICARESPEITO: Meio Ambiente e ao clienteCONHECIMENTO: CapacitaçãoRESPONSABILIDADE: Na orientação doprojetoProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 3. Objetivo• Capacitar o designer de interiores a desenvolver um projeto de paisagismo para áreas internas• Desenvolver a visão espacial em um espaço que sofre mutações ( crescimento, estações do ano, manutenção, etc)Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 4. Abordagem• Ferramentas para um projeto bem sucedidoProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 5. A PLANTA ( vegetação)Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 6. CLASSIFICAÇÃO• A BOTÂNICA dividiu as plantas em uma classificação seguindo um critério de agrupamentos por semelhança.• FILO• DIVISÃO• CLASSE• ORDEM• FAMÍLIA• GÊNERO• ESPÉCIEProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 7. Pau Brasil• FILO- Vegetal• DIVISÃO- Angiospermae• CLASSE- Dicotiledoneae• ORDEM- Rosales• FAMÍLIA – Leguminosae• GÊNERO – Caesalpinia• ESPÉCIE – echinataProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 8. GÊNERO – Caesalpinia ESPÉCIE – echinataProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 9. NOME CIENTÍFICO• Nomenclatura adotada por todo o mundo. O nome científico sempre deve aparecer em destaque em qualquer texto, seja em itálico ou sublinhado. O Gênero aparece em letra maiúscula e a espécie em letra minúscula e nunca levam acentuação por ter origem do latim.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 10. • Quando é conhecido apenas o nome do Gênero, indica-se como Espécie “sp” e quando se quer referir a todas as espécies do gêneros ou a qualquer uma , indica-se como “ssp”Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 11. ANATOMIA• RAÍZES• CAULE• FOLHAS• FLORES• FRUTOSProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 12. RAÍZES• FasciculadaProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 13. RAÍZES• FibrosaProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 14. RAÍZES• PivotanteProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 15. RAÍZES• TuberosasProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 16. CAULE• É A SUSTENTAÇÃO DA PLANTA ACIMA DO SOLO por onde passa o alimento• Inverno/Verão• Podas• ToxidadeProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 17. FOLHAS• Respiração das plantasProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 18. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 19. FLORESProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 20. FRUTOS• Normalmente insignificantes em plantas de interiorProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 21. NECESSIDADES BÁSICAS DAS PLANTASProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 22. LUMINOSIDADEÉ de extrema importância. A maioria dasplantas precisa ao menos de claridade• Falta de Luz: folhas pequenas e mais pálidas que o normal, caule muito alongado, com aumento de espaço entre as folhas. Floração escassa ou nula, amarelecimento das folhas inferiores.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 23. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 24. LUMINOSIDADE• Excesso de Luz: Mancha de cor escura nas folhas, aspecto de descoloração e murcha mesmo com boa irrigação, aparecimento de folhas retorcidas ou até mortas.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 25. IRRIGAÇÃO• É a agua o veículo que proporciona a nutrição para as plantas, tanto na questão de irrigação como o transporte de nutrientes.• Rega abundante: Avencas, samambaias, musgos, coleos, dieffenbachias. Precisam de solo com umidade constante, nunca encharcado.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 26. • Rega moderada: para a maioria das espécies- entre uma rega e outra, espere que o solo segue nos primeiros 2 cms de profundidade, o que pode requerer apenas um dia em um local de calor intenso ou de uma semana em um local frio.• Rega restrita : cactáceas, suculentas e algumas begônias. Entre uma rega e outra espere que a superfície esteja bem seca. No verão, normalmente regar de 15 em 15 dias e no inverno, uma vez por mês. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 27. TEMPERATURA• A temperatura está intimamente ligada com a umidade do ar.• Para as plantas de interior, o ar condicionado pode ser o maior fator de insucesso de um jardim. Normalmente as plantas de interior precisam de menos frequência nas regas.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 28. DRENAGEM• É o sistema utilizado para evitar a estagnação de água nos vasos, floreiras ou canteiros. O acúmulo de água ocasiona o apodrecimento das raízes e é um fator mais prejudicial à planta do que a falta de água. É mais fácil matar uma planta por afogamento do que por falta de água.• Certifique-se que as raízes não estão em contato com um acúmulo de água no fundo.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 29. SUBSTRATO• O substrato é a mistura que acomoda a planta, fornecendo a ela a sustentação, a viabilização de nutrientes, a umidade e será determinante para a frequência das regas.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 30. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 31. ADUBAÇÃO• São 13 os elementos essenciais às plantas:Macronutrientes - nitrogênio, fósforo,potássio, cálcio, enxofre e magnésio.Encontrados geralmente no adubo N-P-K, emvárias porcentagens. Micronutrientes - boro, cobre, cloro, ferro,manganês, zinco e molibdênio. Existemtambém os adubos orgânicos, originados defonte animal ou vegetal, e os adubosinorgânicos, originados de uma fonte mineral.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 32. NPK• NITROGÊNIO• FÓSFORO• POTÁSSIOProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 33. ADUBOS ORGÂNICOS• Húmus• Estercos• Composto orgânicoProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 34. PRAGAS• São consideradas como pragas, todos os tipos de insetos predadores que parasitem para se alojarem ou para extrair alimento das plantas ornamentais, causando prejuízo às mesmas.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 35. PULGÃOProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 36. ÁCAROSProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 37. COCHONILHASProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 38. BROCAS, LESMAS, CARACÓISProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 39. FORMIGAS, LAGARTAS, TATUZINHOSProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 40. DOENÇASProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 41. O PROJETOProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 42. CRITÉRIOS• O LOCAL• O CLIENTE• A MANUTENÇÃO• A VEGETAÇÃO• A COMPOSIÇÃO PAISAGÍSTICAProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 43. LOCAL• Tirar medidas horizontais e verticais• Verificar lajes• Verificar drenagem, pontos de água e iluminação• Definir passagens e pontos focais• Verificar insolaçãoProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 44. O CLIENTE• Estilo• Ouvir mais do que falar• A importância do jardim• Existência de crianças, cães, idososProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 45. A MANUTENÇÃO• Quem vai cuidar do jardim• Com que frequência• Regas semanaisProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 46. A VEGETAÇÃO• Porte adulto• Insolação• Drenagem• AdubaçãoProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 47. COMPOSIÇÃO PAISAGÍSTICA• Baseado em todos os fatores acima citados• Importante compor com o estilo da casaProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 48. ESCOLHA DA VEGETAÇÃO• Residências• Normalmente é um tipo de vegetação que recebe maior atenção. Considerar a presença de animais domésticos, crianças e idosos.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 49. Escritórios, lojas• Considerar a existência de ar condicionado, dos finais de semana sem movimento, da sazonalidade do encarregado da manutenção.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 50. • Locais públicos• Considerar a depredação, o roubo, a manutenção indevida e o mal uso do local.• Não colocar plantas tóxicas nem com espinhos ou pontudas que possam oferecer um risco à deficientes, crianças, idosos ou pessoas distraídas.• Verificar a situação espacialProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 51. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 52. ILUMINAÇÃO• PARMaior consumo e maior transmissão de calor• LEDMenor consumo, menor transmissão de calor,pouca potência de iluminação. Boa opção paradar efeitosProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 53. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 54. TIPOSProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 55. EXEMPLOSProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 56. EXEMPLOSProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 57. VASOS• Como plantarProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 58. Levar em consideração• Material• Localização• Tamanho do torrão• Tamanho da vegetação adulta• Impermeabilização• Quantidade de mudas por vasoProfª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 59. TIPOS• Cerâmica rústica• Cerâmica queimada• Plástico• Cimento• Cachepots• Vidro• Coquim• Xaxim ( proibido)Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 60. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 61. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 62. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 63. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 64. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 65. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 66. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 67. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 68. JARDINS INTERNOS• Primeira Etapa: Através de perguntas bem objetivas, saber qual o propósito do espaço a ser modificado. Quais são os usuários ( público alvo) e como será feita a manutenção. Esta etapa é determinante na escolha das espécies.• Segunda Etapa: Medição do local. Observando altura de janelas, paredes, beirais, ralos, caixas de passagem, calçadas.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 69. • Terceira Etapa: identificação dos pontos de eletricidade e água para irrigação.• Quarta Etapa: Identificação da insolação, da umidade, do tipo de solo do local.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 70. Levar em consideração• O crescimento das plantas e seu porte adulto. Evitando obstrução de janelas e portas, como também danos à beirais e telhados.• Plantas que se tornam invasoras com o tempo ( ex. bambú)• O sistema radicular para evitar levantamento de calçadas, muros e danos à tubulações.Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 71. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 72. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 73. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 74. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 75. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 76. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 77. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores
  • 78. Profª Claudia Canales Paisagismo de Interiores