Interactividade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Interactividade

on

  • 624 views

 

Statistics

Views

Total Views
624
Slideshare-icon Views on SlideShare
624
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Interactividade Interactividade Presentation Transcript

    • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CARVALHOS INTERACTIVIDADEProfessora Introdução à Teoria da InteractividadeSusana Oliveira Aplicações Informáticas B
    • Conceito2  A interactividade, num ambiente virtual (AV), consiste na possibilidade do utilizador dar instruções ao sistema através de acções efectuadas neste e nos seus objectos. Em função dessas acções o sistema transforma-se e adapta- se, criando novas situações ao utilizador. Aplicações Informáticas B
    • Características ou componentes3  Comunicação  Tempo de resposta / velocidade / latência  Estabelece uma  Tempo que decorre transmissão recíproca entre a acção do  Feedback / Controlo e utilizador e a correspondente Resposta alteração no AV  Permite ao sistema  Adaptabilidade / regular e actuar nos variedade comportamentos dos  Capacidade que o objectos do AV a partir sistema possui para dos estímulos sensoriais alterar o AV em função das acções do recebidos pelo sistema utilizador. Aplicações Informáticas B
    • Níveis – Relação Homem-máquina4 Aplicações Informáticas B
    • Níveis – Relação Homem-máquina5 Controlo do conteúdo Limitado Alargado Limitado Controlo da estrutura Reactiva Coactiva Alargado Coactiva Proactiva Aplicações Informáticas B
    • Níveis – Acção sensorial6 Aplicações Informáticas B
    • Tipos de interactividade7  Linear  De suporte  Hierárquica  O utilizador pode  O utilizador recebe  O utilizador definir o sentido da do sistema apoio navega no sequência das sobre o seu sistema através acções desempenho de um conjunto desenvolvidas no AV, através de predefinido de mas apenas mensagens de opções, podendo acedendo à seguinte ajuda a manuais. assim definir o ou à precedente. trajecto. • Como … Manual Aplicações Informáticas B
    • Tipos de interactividade8  Sobre objectos  Reflexiva  O utilizador activa  O utilizador responde a perguntas objectos usando o rato feitas pelo sistema. O utilizador ou outro dispositivo pode comparar as suas respostas apontador para obter com as de outros utilizadores ou com respostas do sistema. as de especialistas, permitindo, Estes objectos alteram desta forma, uma reflexão sobre as o seu funcionamento de mesmas. acordo com determinados factores, como o  De hiperligação relacionamento entre  O sistema define as ligações objectos ou instruções necessárias para garantir que o acesso predefinidas sobre a aos seus elementos, por parte do sua actividade e o seu utilizador, seja assegurado por todos desempenho. os trajectos possíveis ou relevantes, Aplicações Informáticas B criando um ambiente flexível.
    • Tipos de interactividade9  De actualização  Construtiva  A interactividade entre o  É uma extensão do tipo de utilizador e o sistema permite interactividade de gerar conteúdos actualizados actualização. e individualizados em  O utilizador constrói um resposta às acções do modelo a partir do utilizador. Este tipo de manuseamento dos objectos, interactividade pode variar atingindo um objectivo de um formato de simples específico. Para tal o perguntas e de respostas até utilizador tem de seguir uma a formatos mais complexos sequência correcta de acções que podem incorporar na sua para que a tarefa seja construção componentes de concluída. inteligência artificial. Aplicações Informáticas B Classificação baseada na Taxionomia de Sims
    • O desenho de soluções10  Requisitos a considerar no desenho/ projecto:  Definição da solução a desenvolver;  Caracterização do tipo de imersão pretendido;  Caracterização do hardware central e dos vários dispositivos/ periféricos a utilizar;  Definição do software/ sistema operativo de suporte;  Definição da capacidade de percepção dos movimentos do utilizador;  Selecção de ferramentas a utilizar no desenvolvimento; Aplicações Informáticas B
    • Construção de soluções interactivas11 Aplicações Informáticas B
    • VR ToolKits12 DI-Guy http://www.diguy.com/diguy/index.htm • Permite adicionar características do comportamento humano a acontecimentos simulados em tempo real. • Cada característica altera-se deforma realista, responde a comandos simples e movimentam-se no ambiente de acordo com as indicações. • Estas características são animadas d forma automática. Gizmo3D http://www.gizmosdk.com/html/3Dintr.htm • É uma solução completa para a indústria, aplicações militares e jogos. • Permite desenvolver formas geométricas de uma forma rápida, sombras em tempo real, estruturas recursivas, ambientes e animação. Virtus Walkthrough Pro • Permite uma visualização 3D intuitiva. Possui ferramentas de modelação e de edição, cria perspectivas com mapeamento das texturas. • Tem capacidade de exportar VRML. • Combina a capacidade de rendering 3D em tempo real com as movimentações detectadas. Aplicações Informáticas B
    • VR ToolKits13 WorldToolKit para Windows • Permite o desenvolvimento de ambientes 3D simulados e aplicações de realidade virtual. • É uma livraria orientada a objectos com um alto nível de funções para configuração, interacção e controlo da simulação em tempo real. VRML (Virtual Reality Modeling Language) • Linguagem de programação de ambientes virtuais de rede para a Internet • As aplicações nela desenvolvidas podem ser executadas na maioria dos navegadores/ browsers. CAVELib - http://www.mechdyne.com/cavelib.aspx • É uma API (Aplication Programmer’s Interface) mais utilizada para o desenvolvimento de aplicações visualmente imersivas. • É uma plataform que permite criar um produto final de alta qualidade. • Pede ser executada em diferentes sistemas operativos e independente dos sistemas de visualização utilizados. Aplicações Informáticas B
    • Avaliação de soluções interactivas14 Aplicações Informáticas B
    • Avaliação de soluções interactivas15  Funcionamento dos dispositivos periféricos e sua ergonomia;  Qualidade gráfica dos AV e o seu realismo;  Grau de imersão do utilizador;  Utilização adequada de cores;  Qualidade adequada de som;  Qualidade da estimulação táctil e da percepção da força;  Funcionamento e objectivos da simulação;  Outras características específicas da área em que se insere. Aplicações Informáticas B
    • Mais …16  Sites  Como funciona a realidade virtual (vários artigos) disponível em http://eletronicos.hsw.uol.com.br/realidade-virtual.htm  Realidade virtual em http://pt.wikipedia.org/wiki/Realidade_virtual  VRML disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/VRML  Vídeos  Como funciona a realidade virtual (3 vídeos) disponível em http://videos.hsw.uol.com.br/realidade-virtual-1-video.htm  Aplicações da RV disponível em http://videos.sapo.pt/flqYegCjAE0PZlpFRcJD , http://deolhos.blogspot.com/2010/06/realidade-virtual-e-nova-arma-em.html e http://www.ionline.pt/conteudo/43640-terapia-vencer-os-traumas-da-guerra-com- realidade-virtual---video  Fábrica de Realidade Virtual (curiosidades) http://aeiou.exameinformatica.pt/visita-a- fabrica-da-realidade-virtual-video=f1001977 Aplicações Informáticas B
    • Bibliografia17  Livros  FONSECA, Dalila e outros – Aplicações Informáticas B. Porto Editora, 2010.  Sites  STRICKLAND, Jonathan - Como funciona a realidade virtual. Disponível em http://eletronicos.hsw.uol.com.br/realidade-virtual.htm em Novembro de 2010.  Contribuidores da Wikipédia - Realidade virtual, Wikipédia, a enciclopédia livre. Disponível no endereço http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Realidade_virtual&oldid=221590 63 em Novembro de 2010. Aplicações Informáticas B