Your SlideShare is downloading. ×
Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâmico e Competitivo,
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâmico e Competitivo,

2,006
views

Published on

Aula de Gestão de Pessoas …

Aula de Gestão de Pessoas
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à moderna gestão de pessoas. O novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1999. P.3.25

Published in: Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,006
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
83
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TEMA DA AULA de HOJE Parte I – Os Novos Desafios da Gestão de Pessoas: Moderna Gestão de Pessoas p.3 Parte I – Os Novos Desafios da Gestão de Pessoas: Gestão de Pessoas em Ambiente Dinâmico e Competitivo. Cenário Mundial, transformações e desafios. p.26 Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 2. DIFERENTES AUTORES TÊM DIFERENTES CONCEITOS SOBRE GESTÃO DE PESSOAS: Administração de Recursos Humanos (ARH) é o conjunto de políticas e práticas necessárias para conduzir os aspectos da posição gerencial relacionados com as “pessoas” ou recursos humanos, incluindo recrutamento, seleção, treinamento, recompensas e avaliação do desempenho (6). Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 3. DIFERENTES AUTORES TÊM DIFERENTES CONCEITOS SOBRE GESTÃO DE PESSOAS: ARH é a função administrativa devotada à aquisição, treinamento, avaliação e remuneração dos empregados. Todos os gerentes são, em um certo sentido, gerentes de pessoas, porque todos eles estão envolvidos em atividades como recrutamento, entrevistas, seleção e treinamento (7). Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 4. DIFERENTES AUTORES TÊM DIFERENTES CONCEITOS SOBRE GESTÃO DE PESSOAS: ARH é o conjunto de decisões integradas sobre as relações de emprego que influenciam a eficácia dos funcionários e das organizações (8). Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 5. DIFERENTES AUTORES TÊM DIFERENTES CONCEITOS SOBRE GESTÃO DE PESSOAS: ARH é a função na organização que está relacionada com a provisão, treinamento, desenvolvimento, motivação e manutenção dos empregados (9). Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 6. CITAÇÃO: Prefácio Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 7. Significados do termo RH ou Gestão de Pessoas Discuta os significados do termo RH ou Gestão de Pessoas: • RH como função ou departamento. • RH como práticas de recursos humanos. • RH como profissão. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 8. RH como Função Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 9. RH como Práticas Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 10. RH como Profissão Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 11. GESTÃO DE PESSOAS I “As pessoas constituem o mais importante ATIVO DAS ORGANIZAÇÕES.” “O contexto da Gestão de Pessoas é representado pela intima INTERDEPENDÊNCIA DAS ORGANIZAÇÕES E DAS PESSOAS.” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 12. CONTEXTO DA GESTÃO E PESSOAS Abaixo Representado: ORGANIZAÇÕES: PESSOAS: se de um lado temos as organizações que precisam das pessoas pra alcançar resultados do outro temos as pessoas que precisam das organizações para alcançar seus objetivos Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 13. CONTEXTO DA GESTÃO E PESSOAS Abaixo Representado: ORGANIZAÇÕES: PESSOAS: se de um lado temos as organizações que precisam das pessoas pra alcançar resultados do outro temos as pessoas que precisam das organizações para alcançar seus objetivos Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 14. CONTEXTO DA GESTÃO E PESSOAS Abaixo Representado: ORGANIZAÇÕES: PESSOAS: se de um lado temos as organizações que precisam das pessoas pra alcançar resultados do outro temos as pessoas que precisam das organizações para alcançar seus objetivos Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 15. CONTEXTO DA GESTÃO E PESSOAS Abaixo Representado: ORGANIZAÇÕES: PESSOAS: se de um lado temos as organizações que precisam das pessoas pra alcançar resultados do outro temos as pessoas que precisam das organizações para alcançar seus objetivos Desta junção temos a Moderna Gestão De Pessoas. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 16. •Aspectos fundamentais da MODERNA GESTÃO DE PESSOAS: •Pessoas como SERES HUMANOS. •Pessoas como ATIVADORES INTELIGENTES DE RECURSOS ORGANIZACIONAIS. •Pessoas como PARCEIROS DA ORGANIZAÇÃO. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 17. Cada organização tem uma ideologia própria a respeito do PAPEL DAS PESSOAS NA TAREFA ORGANIZACIONAL. A denominação dada elas pode refletir qual o papel que a organização confere a elas: Mão-de-obra, Operário, Trabalhador, Empregado, Funcionário, Recurso Humano, Colaborador, Parceiro, Talento Humano, Capital Humano, Capital Intelectual, etc. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 18. Pessoas e Organizações RECURSOS PRODUTIVOS Dependência de FATORES como: A Cultura da Organização, o Ramo de Atividade, o Ambiente, Tecnologia, entre outros. No Mundo coorporativo Contemporâneo, todos os processos produtivos se baseiam NA PARCERIA, onde cada parte contribuirá com seu recurso. Os empregados podem ser vistos como parte produtiva. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 19. Pessoas e Organizações RECURSOS PRODUTIVOS Dependência de FATORES como: A Cultura da Organização, o Ramo de Atividade, o Ambiente, Tecnologia, entre outros. No Mundo coorporativo Contemporâneo, todos os processos produtivos se baseiam NA PARCERIA, onde cada parte contribuirá com seu recurso. Os empregados podem ser vistos como parte produtiva. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 20. Pessoas e Organizações RECURSOS PRODUTIVOS Dependência de FATORES como: A Cultura da Organização, o Ramo de Atividade, o Ambiente, Tecnologia, entre outros. No Mundo coorporativo Contemporâneo, todos os processos produtivos se baseiam NA PARCERIA, onde cada parte contribuirá com seu recurso. Os empregados podem ser vistos como parte produtiva. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 21. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 22. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 23. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 24. Pessoas e Organizações geradoras de conhecimentos, incentivadas: Pessoas: geradores de conhecimento e parceiros. A se dedicarem A terem responsabilidade Ao comprometimento, com as organizações As pessoas passaram a ser vistas como Seres Humanos com um histórico, não mais apenas como força geradora de lucros. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr. Pessoas Eficazes, reciprocidade, onde todos ganham.
  • 25. Pessoas e Organizações geradoras de conhecimentos, incentivadas: Pessoas: geradores de conhecimento e parceiros. A se dedicarem A terem responsabilidade Ao comprometimento, com as organizações As pessoas passaram a ser vistas como Seres Humanos com um histórico, não mais apenas como força geradora de lucros. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr. Pessoas Eficazes, reciprocidade, onde todos ganham.
  • 26. Pessoas e Organizações geradoras de conhecimentos, incentivadas: Pessoas: geradores de conhecimento e parceiros. A se dedicarem A terem responsabilidade Ao comprometimento, com as organizações As pessoas passaram a ser vistas como Seres Humanos com um histórico, não mais apenas como força geradora de lucros. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr. Pessoas Eficazes, reciprocidade, onde todos ganham.
  • 27. Pessoas e Organizações geradoras de conhecimentos, incentivadas: Pessoas: geradores de conhecimento e parceiros. A se dedicarem A terem responsabilidade Ao comprometimento, com as organizações As pessoas passaram a ser vistas como Seres Humanos com um histórico, não mais apenas como força geradora de lucros. Pessoas Eficazes, reciprocidade, onde todos ganham. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 28. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “Dando a seus colaboradores em troca, visto que essa parceria funciona com trocas, as pessoas precisam devem perceber que estão sendo valorizadas” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 29. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “Dando a seus colaboradores em troca, visto que essa parceria funciona com trocas, as pessoas precisam devem perceber que estão sendo valorizadas” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 30. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “Dando a seus colaboradores em troca, visto que essa parceria funciona com trocas, as pessoas precisam devem perceber que estão sendo valorizadas” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 31. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “Dando a seus colaboradores em troca, visto que essa parceria funciona com trocas, as pessoas precisam devem perceber que estão sendo valorizadas” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 32. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “Dando a seus colaboradores em troca, visto que essa parceria funciona com trocas, as pessoas precisam devem perceber que estão sendo valorizadas” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 33. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “Dando a seus colaboradores em troca, visto que essa parceria funciona com trocas, as pessoas precisam devem perceber que estão sendo valorizadas” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 34. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “Dando a seus colaboradores em troca, visto que essa parceria funciona com trocas, as pessoas precisam devem perceber que estão sendo valorizadas” Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 35. Pessoas e Organizações A ARH deve contribuir para Eficácia Das Organizações, conhecendo seu ramo de negócio, e também: Cumprir Metas Proporcionar competitividade à organização Objetivo Valorizando as habilidades de seus colaboradores Incentivar o compromisso do Colaborador Incentivar o respeito com a organização “AS MUDANÇAS não devem ser impostas, mais trabalhadas, levando-se em consideração, o mercado, o produto, o ambiente da organização, e o comprometimento de todos dentro da mesma”. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 36. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 37. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 38. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 39. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 40. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 41. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 42. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 43. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 44. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 45. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 46. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 47. O PROCESSO DE GESTÃO DE PESSOAS consiste em várias Atividades:            Descrição e analise de cargos Planejamento de RH Recrutamento e seleção Orientação Institucional Avaliação do desempenho Remuneração Treinamento e Desenvolvimento Relações Sindicais Segurança Saúde Bem Estar Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 48. A ARH POLÍTICAS E PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DO TRABALHO DAS PESSOAS • • • • • • Agregar pessoas Aplicar pessoas Recompensar as pessoas Desenvolver pessoas Manter Pessoas Monitorar pessoas Esses processos são Dependentes Um Do Outro, e devem ser geridos de forma a se complementarem. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 49. A ARH POLÍTICAS E PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DO TRABALHO DAS PESSOAS (...) “A ênfase hoje está em PRÁTICAS DE ORGANIZAÇÃO onde se juntam forças para se chegar ao resultado esperado por todos: Pessoas e organizações, funcionando como uma equipe”(...). Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 50. RH DE HOJE: O que é um PROCESSO? Com a ABORDAGEM SISTÊMICA, a velha tradição cartesiana de dividir, segmentar e separar foi substituída por uma nova maneira de organizar a empresa. A ênfase agora está em juntar e não mais em separar: Está mais nas TAREFAS – que são detalhes – mas nos processos que transitam de ponta a ponta. O FOCO não Esta mais nos MEIOS, mas nos fins e resultados. Esta mais em CARGOS INDIVIDUALIZADOS, separados e confinados, mas no trabalho conjunto feito em equipes autônomas e multidisciplinares. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 51. RH DE HOJE: O que é um PROCESSO? Com a ABORDAGEM SISTÊMICA, a velha tradição cartesiana de dividir, segmentar e separar foi substituída por uma nova maneira de organizar a empresa. A ênfase agora está em juntar e não mais em separar: Está mais nas TAREFAS – que são detalhes – mas nos processos que transitam de ponta a ponta. O FOCO não Esta mais nos MEIOS, mas nos fins e resultados. Esta mais em CARGOS INDIVIDUALIZADOS, separados e confinados, mas no trabalho conjunto feito em equipes autônomas e multidisciplinares. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 52. RH DE HOJE: O que é um PROCESSO? Com a ABORDAGEM SISTÊMICA, a velha tradição cartesiana de dividir, segmentar e separar foi substituída por uma nova maneira de organizar a empresa. A ênfase agora está em juntar e não mais em separar: Está mais nas TAREFAS – que são detalhes – mas nos processos que transitam de ponta a ponta. O FOCO não Esta mais nos MEIOS, mas nos fins e resultados. Esta mais em CARGOS INDIVIDUALIZADOS, separados e confinados, mas no trabalho conjunto feito em equipes autônomas e multidisciplinares. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 53. RH DE HOJE: O que é um PROCESSO? Com a ABORDAGEM SISTÊMICA, a velha tradição cartesiana de dividir, segmentar e separar foi substituída por uma nova maneira de organizar a empresa. A ênfase agora está em juntar e não mais em separar: Está mais nas TAREFAS – que são detalhes – mas nos processos que transitam de ponta a ponta. O FOCO não Esta mais nos MEIOS, mas nos fins e resultados. Esta mais em CARGOS INDIVIDUALIZADOS, separados e confinados, mas no trabalho conjunto feito em equipes autônomas e multidisciplinares. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 54. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 55. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 56. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 57. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 58. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 59. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 60. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 61. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 62. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 63. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 64. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 65. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 66. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 67. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 68. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 69. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 70. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 71. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 72. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 73. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 74. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 75. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 76. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 77. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 78. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 79. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 80. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 81. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 82. RH DE HOJE: O que é um processo? É o HOLISMO: focar o todo e não as suas partes. Os movimentos de reorganização empresarial como a reengenharia e o downsizing, (enxugamento de pessoas) provocaram a substituição da organização funcional pela organização em rede de equipes focadas em processos. E isto também está ocorrendo na Gestão de Pessoas. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 83. O CONHECIMENTO E O POTENCIAL HUMANO Aspecto fundamental para se manter no mercado As empresas já estão praticando ou adequando a Gestão de Pessoas, de maneira tanto horizontal como vertical, onde todos os colaboradores (fornecedores, clientes, funcionários) são vistos como parceiros. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 84. A Gestão de Pessoas em um AMBIENTE DINÂMICO E COMPETITIVO As Mudanças e Transformações no Cenário Mundial. As Mudanças e Transformações na Função de RH. Os Desafios do Terceiro Milênio. Os Novos Papéis da Função da Gestão de Pessoas. A Administração de Talentos Humanos e do Capital Intelectual. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 85. Mudanças e Transformações no Cenário Mundial Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 86. Mudanças e Transformações no Cenário Mundial Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 87. Mudanças e Transformações no Cenário Mundial Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 88. O desenho Mecanístico típico da Era Industrial Clássica Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 89. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 90. O desenho matricial típico da Era Industrial Neoclássica. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 91. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 92. O desenho orgânico típico da Era da Informação. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 93. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 94. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 95. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 96. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 97. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 98. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 99. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 100. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 101. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 102. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 103. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 104. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 105. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 106. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 107. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 108. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 109. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 110. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 111. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 112. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 113. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 114. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 115. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 116. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 117. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 118. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 119. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 120. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 121. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 122. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 123. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 124. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 125. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 126. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 127. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 128. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 129. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 130. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 131. Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.
  • 132. CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à moderna gestão de pessoas. O novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1999. P.3.25 Professor Especialista Ricardo J. J. Laub Jr.

×