0
GUIA DE ORIENTAÇÃO
DO MONITOR DE INFORMÁTICA EDUCATIVA
PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
2013
Volume
OLÁ MONITOR (A).
Neste material você terá o apoio didático da
equipe de produção do Setor de Tecnologia
Educacional (STE) ...
O QUE É TECNOLOGIA?
Antes de falarmos de TIC na
Escola é importante termos
claro o conceito de
tecnologia e dar visibilida...
AS TECNOLOGIAS
EXISTENTES NA ESCOLA
Agora que você já tem claro o conceito de
tecnologia, identifique no seu contexto de t...
TECNOLOGIAS DIGITAIS NA
EDUCAÇÃO.
Agora que você já identificou os recursos
tecnológicos da sua escola será necessário dar...
A TELEVISÃO NA SALA DE AULA
O uso da televisão como recurso didático-
pedagógico não é uma pratica nova. Podemos citar
var...
SOM... 1,2, TESTANDO...
Os equipamentos de áudio existentes na escola,
ser dúvida são os mais utilizados, pois geralmente,...
TRABALHO COM TIC
Mostraremos aqui algumas possibilidades de
trabalho que você monitor poderá utilizar como
referência para...
JOGO: DESCOBRINDO O
ALFABETO
Público: Anos iniciais do ensino
fundamental, disciplina:
Língua Portuguesa.
Momento 1- Como ...
JOGO: DESCOBRINDO O
ALFABETO.
Momento 4- Combinação de jogos no computador com
o jogo recreativo. Neste momento, as ativid...
JOGO: DESCOBRINDO O
ALFABETO.
Momento-7 O monitor deverá recolher as letra do
alfabeto móvel do aluno vencedor e solicitar...
ste.cabedelo@gmail.com
CONTATO
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Guia de orientação dos monitores. Vol. 2.

193

Published on

Guia de orientação dos monitores. Vol. 2.
Setor de Tecnologia Educacional - STE Cabedelo-PB.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
193
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Guia de orientação dos monitores. Vol. 2."

  1. 1. GUIA DE ORIENTAÇÃO DO MONITOR DE INFORMÁTICA EDUCATIVA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO 2013 Volume
  2. 2. OLÁ MONITOR (A). Neste material você terá o apoio didático da equipe de produção do Setor de Tecnologia Educacional (STE) para efetivar as suas ações na escola. Este volume tratará dos aspectos conceituais das tecnologias da informação e comunicação, bem como suas formas de abordagem no contexto escolar. A nossa intenção é promover o uso de tecnologias digitais na sala de aula, além de consolidar a compreensão da comunidade escolar de que não tão somente o uso do computador se resume o nosso trabalho na tecnologia educacional. O nosso desafio é bem maior e precisamos conquistar este espaço! Qualquer dúvida, entre em contato conosco pelo ste.cabedelo@gmail.com e juntos trabalharemos a construção dos nossos ideais. Bom trabalho! APRESENTAÇÃO
  3. 3. O QUE É TECNOLOGIA? Antes de falarmos de TIC na Escola é importante termos claro o conceito de tecnologia e dar visibilidade a ele entre os seus membros. Para isso, disponibilizamos no blog do STE um material que lhe ajudará a cumprir essa missão, entre os educadores. Para levar aos alunos o conceito de tecnologia temos o material “ O Mito da Tecnologia – kids”. Esta á uma versão ilustrativa da compreensão do tema tratado e que sugerimos aqui a possibilidade de utilização deste slide para uma futura oficina de produção com a meninada. Só para reforçar esta iniciativa é importante que você pesquise sobre o assunto e leia os artigos linkados no material “Tecnologias da Informação e Comunicação na Escola”. Acesse: http://goo.gl/7bD44
  4. 4. AS TECNOLOGIAS EXISTENTES NA ESCOLA Agora que você já tem claro o conceito de tecnologia, identifique no seu contexto de trabalho os recursos tecnológicos disponíveis para a realização de projetos didáticos pedagógicos no laboratório de informática. Para uma melhor organização do seu trabalho sugerimos que você catalogue os recursos existentes, enfatizando as áreas de conhecimento em que podem ser utilizados e ainda identifique o local em que estão armazenados. Esse documentos servirá para toda a equipe pedagógica da escola, como instrumento de consulta para o planejamento de atividade e eventos educativos. Portanto, capriche na criação do catálogo de tecnologia da escola e não esqueça que ao finalizar o documento o mesmo deve ser convertido em PDF. Caso necessite, não deixe de procurar os nossos técnicos e formadores no STE; eles podem dar uma mãozinha na elaboração do seu trabalho. Para isso é só agendar um horário no laboratório de produção do STE e mãos a obra!
  5. 5. TECNOLOGIAS DIGITAIS NA EDUCAÇÃO. Agora que você já identificou os recursos tecnológicos da sua escola será necessário dar a eles uma finalidade educacional, pois temos que sempre deixar muito claro para os alunos que tais instrumentos na sala de aula não são considerados elementos de entretenimento, apesar dos educadores evidenciarem o caráter lúdico dos seu uso. Todos os recursos digitais a serem utilizados devem fazer parte do planejamento das atividade que serão aplicadas aos alunos. Não aconselhamos o uso dos equipamento sem uma relação direta com algum conteúdo curricular . Para que as atividades com o apoio de tecnologia digitais dêem certo no contexto escolar, que tal você desenvolver sequências didáticas? E se precisar de uma mãozinha, conte conosco no STE.
  6. 6. A TELEVISÃO NA SALA DE AULA O uso da televisão como recurso didático- pedagógico não é uma pratica nova. Podemos citar varias iniciativas de sucesso que marcaram a história da tecnologia educacional no Brasil; a mais famosa delas sem dúvida é o modelo de educação à distância do telecurso implementado pela Fundação Roberto Marinho. Mas existem varias outras que inclusive são utilizados no ensino presencial. Você por acaso conhece a TV Escola? Quando você estiver navegando na internet, dê uma olhada no site tvescola.mec.gov.br e veja a infinidade de conteúdos existentes neste canal de educação. Depois procure na sua escola as caixas de DVD’s do TV Escola. Nelas você encontrará uma coletânea de recursos audiovisuais que podem ser reproduzidos na televisão durante a formação em serviço dos educadores e também na sala de aula com os alunos. Percebendo o poder da televisão como uma ferramenta pedagógica, você já pode pensar em organizar a videoteca da sua escola. E não esqueça de catalogar os títulos existentes e depois divulgar para os professores coordenadores pedagógicos.
  7. 7. SOM... 1,2, TESTANDO... Os equipamentos de áudio existentes na escola, ser dúvida são os mais utilizados, pois geralmente, microfones e caixas amplificadoras de som são indispensáveis para o trabalho com um número grande de aluno em ambiente aberto. Mas fica um questionamento... os equipamento de áudio só servem para isso na escola? Precisamos, antes de tudo, apontar os objetivos pedagógicos no uso dos equipamentos de áudio e quais os equipamentos que vários necessitar. Uma excelente proposta para o uso desses recursos é a criação de podcasts com os alunos; A contração de histórias, a radio escolar, leitura com música, etc. Você só precisa aguçar a sua criatividade e colocar em prática as suas ideias. E não esqueça, a equipe de produção do STE pode pensar junto com você. Acesse: http://goo.gl/EyIW8
  8. 8. TRABALHO COM TIC Mostraremos aqui algumas possibilidades de trabalho que você monitor poderá utilizar como referência para a sua prática. Antes disso, vale dizer que todos os recursos digitais utilizados devem ser previamente testados e experimentado para que na hora da aula tudo corra bem e as atividades propostas sejam um sucesso! Vamos sugerir aqui, primeiramente, o uso de um jogo educacional no formato SWF (Flash). Esse exemplo apontará a metodologia para aplicação da atividade, portanto pode ser utilizado para qualquer outro jogo que você escolher.
  9. 9. JOGO: DESCOBRINDO O ALFABETO Público: Anos iniciais do ensino fundamental, disciplina: Língua Portuguesa. Momento 1- Como forma de acolhida apresente uma animação sobre o alfabeto, sugerimos o vídeo ’ ....’. Acesse em http://www.youtube.com/watch?v=IE61bi--yoQ Momento 2- Apresente o jogo “Descobrindo o Alfabeto” e lance um desafio. Momento 3- O desafio será previamente organizado utilizando o alfabeto móvel como percurso de suporte. Antes de iniciar a aula esconda em locais estratégicos as peças do alfabeto móvel. Explique aos alunos as regras do desafio chamado caça ao tesouro. Mas, como jogar caça ao tesouro? É simples... O objetivo é encontrar, num espaço pré- determinado, objetos ( neste caso, as peças do alfabeto móvel) num tempo cronometrado.
  10. 10. JOGO: DESCOBRINDO O ALFABETO. Momento 4- Combinação de jogos no computador com o jogo recreativo. Neste momento, as atividades devem ser combinadas da seguinte forma: Ao som do comando do monitor os alunos procurarão no jogo descobrindo o alfabeto a letra “A”, quando encontra-la sairão de frente do computador para procurar a letra do alfabeto móvel, escondida previamente. Aquele que encontrar a letra do alfabeto móvel, marcará um ponto. E assim será feito até a letra ”Z”. Observação importante! Como forma de variação e diminuição do tempo de realização da atividade o monitor poderá definir a busca das letras de 3 em 3 ou mais de acordo com o nível da turma. Momento-5 Ao termino da atividade vence aquele que encontrar o maior numero de letras do alfabeto móvel. Momento-6 É importante a retomada do jogo no computador para que todos encontrem as letras escondidas no cenário.
  11. 11. JOGO: DESCOBRINDO O ALFABETO. Momento-7 O monitor deverá recolher as letra do alfabeto móvel do aluno vencedor e solicitar que todos escrevam uma palavra ou frase no editor de texto (writer) com as mesmas essa ultimo momento será o feedback da atividade. Agora que você já tem uma ideia concreta de como sistematizar e aplicar uma oficina utilizando as tecnologias da informação e comunicação é só colocar a criatividade para funcionar e mãos a obra! Busque apoio no blog STE www.stecabedelo.blogspot.com para que surjam novas possibilidades seu trabalho. E conte sempre com a colaboração da nossa equipe para construir com qualidade o seu material pedagógico . Até o Próximo Módulo!
  12. 12. ste.cabedelo@gmail.com CONTATO
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×