• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Engenharia de trânsito apresentação
 

Engenharia de trânsito apresentação

on

  • 11,793 views

 

Statistics

Views

Total Views
11,793
Views on SlideShare
11,663
Embed Views
130

Actions

Likes
3
Downloads
182
Comments
0

1 Embed 130

http://transitoeducabrasil.blogspot.com 130

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Engenharia de trânsito apresentação Engenharia de trânsito apresentação Presentation Transcript

    • Mobilidade
      Planejamento
      Monitoramento
      Engenharia de Trânsito
      Acessibilidade
      Segurança
      Qualidade de Vida
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Garantir que o deslocamento de veículos e pedestres seja realizado de forma racional.
      Isto é, com segurança, rapidez (fluidez) e comodidade.
      OBJETIVO:
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      A SEGURANÇA está relacionada com os índices de acidentes, onde a meta obviamente é reduzir a ocorrência dos mesmos.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      A RAPIDEZ está associada ao deslocamento com esperas normais, sem excessiva lentidão ou congestionamentos e cabe à Engenharia utilizar todas as estratégias para minimizar a frequência desses fatos.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      A COMODIDADE corresponde à existência de condições de deslocamento com conforto para pessoas e bens.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      RAMOS DA ENGENHARIA COM ATIVIDADES APLICADAS AO TRÂNSITO:
      ENGENHARIA VIÁRIA
      =
      INFRAESTRUTURA
      HARDWARE;
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      ENGENHARIA DE TRÁFEGO
      =
      OPERAÇÃO
      SOFTWAREdo sistema de movimentação;
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      ENGENHARIA AUTOMOTIVA
      =
      VEÍCULO
      Projeto,manutenção, segurança, conforto, desempenho, estética, etc.;
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      ENGENHARIA ELETRÔNICA
      =
      CONTROLE DO TRÁFEGO
      Informações detectadas automaticamente através do desenvolvimento de dispositivos eletrônicos de controle, sem intervenção humana.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      TRÁFEGO OU TRÂNSITO?
      TRÁFEGO: afã; trabalho; convivência; transporte de mercadorias em linhas férreas; repartição ou pessoal que se ocupa desses transportes.
      TRÂNSITO: ato ou efeito de caminhar; marcha; passagem; trajeto; o movimento dos pedestres e dos veículos nas cidades, considerado em seu conjunto.
      Fonte: Dicionário Aurélio Buarque de Hollanda
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      ENGENHARIA DE TRÁFEGO:
      Trata principalmente, do SISTEMA DE CIRCULAÇÃO e ESTACIONAMENTO, da SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO e da GESTÃO DA SEGURANÇA no trânsito.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Uma importante distinção:
      A Engenharia de Trânsito não trata apenas de problemas físicos. Ela inclui comportamento humano e suas interrelações com a complexidade do ambiente.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      ELEMENTOS DO TRÁFEGO:
      • O usuário
      • O veículo
      • A via
      • Motoristas
      • Passageiros
      • Pedestres
      • Ciclistas
      • Moradores
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      • Engenharia
      • Arquitetura
      • Urbanismo
      • Paisagismo
      • Sociologia
      Interfaces:
      • Economia
      • Psicologia
      • Pedagogia
      • Direito
      • ...
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      • O usuário
      • O veículo
      • A via
      • Motoristas
      • Passageiros
      • Pedestres
      • Ciclistas
      • Moradores
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      O usuário de sistemas de tráfegos pode ser analisado como um sistema que, recebendo uma entrada, processa-a e produz uma saída.
      ENTRADA
      SAÍDA
      A
      T
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      A
      entrada é o estímulo sofrido pelo usuário, a saída são suas reações correspondentes e o delta é o tempo entre as duas.
      T
      Composto de
      quatro parcelas e conhecido como PIEV:
      Perception - PERCEPÇÃO
      Emotion - DECISÃO
      Identification - IDENTIFICAÇÃO
      Volition - AÇÃO
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      VELOCIDADE
      (km/h)
      VISÃO PERIFÉRICA
      (graus)
      DISTÂNCIA FOCAL
      (metros)
      40
      100
      180
      50
      90
      230
      75
      60
      365
      100
      40
      500
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      VEÍCULO VISIBILIDADE
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Um exemplo técnico:
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      O TRIÂNGULO DE VISIBILIDADE DO VEÍCULO   Y =
      v (t1 + t2 + t3), onde:
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Em resumo, o tempo total de reação (PIEV) é uma grandeza de valor variável de
      pessoa para pessoa e cresce com o aumento tanto do número de alternativas possíveis
      de serem adotadas pelo usuário como da complexidade do julgamento necessário.
      Sob condições reais, o PIEV total varia dentro da faixa de 0,5 a 4 s, dependendo, da complexidade da situação.
      O PIEV aumenta com a idade, a fadiga, o teor de álcool ou outras drogas no organismo, deficiências físicas etc.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      SISTEMA DE CIRCULAÇÃO E ESTACIONAMENTO:
      PRINCIPAIS ATIVIDADES:
      Hierarquia do Sistema Viário;
      Forma de Operação nos Cruzamentos;
      Limites de Velocidade;
      Normas para Estacionamento;
      Planos de Circulação Alternativos;
      Ações para Redução de Velocidade (lombadas, sonorizadores,etc.);
      Dispositivos de Fiscalização de Velocidade (radares, fotosensores,etc.).
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO:
      Classificada Em:
      Vertical;
      Horizontal;
      Semafórica;
      E Dispositivos de Sinalização Auxiliar.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Marcas de Canalização
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Ordem de PrevalênciadaSinalização:
      • Ordens do agente de trânsito sobre normas de circulação e outros sinais;
      • Indicações do semáforo sobre demais sinais;
      • Indicações dos sinais sobre demais normas de trânsito.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Objetivos do Controle de tráfego:
      • Gerenciamento de conflitos
      • Gerenciamento da capacidade
      • Gerenciamento da saturação
      • Gerenciamento de situações especiais
      • Gerenciamento de prioridades
      • Gerenciamento da demanda
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      O ENFOQUE, É A SEGURANÇA!
      A adoção de melhorias de segurança, seja pela educação, engenharia ou aplicação das leis ou mesmo por combinações destes, necessita sempre ser avaliada duas vezes (estágios anterior e posterior à adoção), visando conhecer sua eficácia e economicidade. Daí, a importância das estatísticas e das pesquisas médico-hospitalares, como elemento de suporte ao conhecimento das reais consequências dos acidentes sobre as condições físicas de suas vítimas.
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      QUESTÃO QUE A ENGENHARIA PERCEBEU, MAS AINDA NÃO CONSEGUIU SOLUCIONAR:
      A transição semafórica!
      “ZONA DO DILEMA”
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Nos cruzamentos, mais motoristas são atingidos por trás quando tentam parar no sinal, porém colisões mais graves ocorrem quando os motoristas prosseguem e são atingidos lateralmente, por um carro que entra no cruzamento.
      Por que e quando as pessoas assumem o risco mais alto de uma colisão menos grave e o risco mais baixo de uma colisão mais grave?
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Engenharia de Trânsito
      Citar e comentar sobre os principais ramos da Engenharia que incluem atividades aplicadas ao trânsito.
      Comentar sobre a relação entre a segurança viária e o desenvolvimento econômico e social dos países.
      No que consiste o sistema de circulação e estacionamento?
      Profª. SONALY BEATRIZ
    • Em busca da diminuição da convergência
      De fatores de risco, associados à ocorrência
      De acidentes!
      Engenharia de Trânsito
      OBRIGADA,
      Profª. SONALY BEATRIZ FRAZÃO SILVA