Geologia 3ºperíodo

4,335 views
4,069 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,335
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
94
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Geologia 3ºperíodo

  1. 1. O Homem como agente de mudanças ambientais Exploração de minerais e de materiais de construção e ornamentais
  2. 2. Recursos Naturais <ul><li>Material que existe na Natureza e serve para satisfazer as necessidades da Humanidade. Podem se dividir em: </li></ul><ul><li>Recursos Minerais </li></ul><ul><li>Recursos Biológicos </li></ul><ul><li>Recursos Hídricos </li></ul><ul><li>Recursos Energéticos </li></ul><ul><li>Estes ainda de podem diferenciar em renováv eis e não ren ováveis </li></ul>
  3. 3. Recursos renováveis <ul><li>São recursos obtidos de fontes naturais capazes de se regenerar, e portanto praticamente inesgotáveis. </li></ul><ul><li>-Energia eólica; </li></ul><ul><li>-Energia hidroelétrica; </li></ul><ul><li>-Energia das ondas; </li></ul><ul><li>-Energia solar. </li></ul>
  4. 4. Recursos não renováveis <ul><li>Recursos não renováveis são recursos cuja velocidade de esgotamento é superior á velocidade de renovação; </li></ul>Recursos não renováveis Energia nuclear Combustíveis fósseis
  5. 5. Co ns e qu ên c ias <ul><li>O uso excessivo de recursos não renováveis pode ter grave consequências para o ambiente, assim como para a saúde humana. </li></ul><ul><li>-Exemplos: </li></ul><ul><li>Chuva acida </li></ul><ul><li>Efeito de estufa </li></ul>
  6. 6. Recursos hídricos <ul><li>Águas superficiais ou subterrâneas disponíveis para qualquer tipo de uso, para o ser humano, animais ou até plantas. </li></ul><ul><li>Disponibilidade de recursos hídricos: </li></ul><ul><li>-97% Oceanos e mares </li></ul><ul><li>-2% Calotes polares </li></ul><ul><li>-0,7% Águas subterrâneas </li></ul><ul><li>-0,2% Lagos e rios </li></ul><ul><li>-0,1% Atmosfera </li></ul>
  7. 7. Consequências <ul><li>A água é um elemento indis pensável na vida de todo e qualquer ser vivo, com o exces so de exploração des te recurso existe um certo risco de dim inuição de biodi versidade e de extinção de espécies mais sensíveis a alteração de habitats e de conc entração de água no organismo. </li></ul>
  8. 8. Recursos biológicos <ul><li>Recursos biológicos englobam um conjunto de materiais e energia que o Homem pode obter a partir de outros seres vivos.  </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Agricultura </li></ul><ul><li>-É um recurso biológico do qual depende a existência da humanidade, geralmente, praticada a través de máquinas agrícolas, em vastos campos de monocultura. </li></ul><ul><li>Pecuária: </li></ul><ul><li>-Este sector representa recursos biológicos muito diversificados, já que o homem utiliza os animais para diversos fins, como, a alimentação, o vestuário, o calçado, o mobiliário, a medicina entre outros. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Florestas: </li></ul><ul><li>-Este recurso biológico engloba uma série de produtos, como a produção de madeira para as indústrias de papel. Além do papel, os recursos florestais são utilizados para vários fins exemplos: A cestaria, a construções com aplicações em madeira. </li></ul><ul><li>Pesca: </li></ul><ul><li>-Consiste na extracção de organismos aquáticos do meio onde se desenvolveram para diversos fins, tais como a alimentação, a ornamentação, ou para fins industriais, incluindo o fabrico de rações para o alimento de animais em criação e a produção de substâncias com interesse para a saúde </li></ul>
  11. 11. Consequências <ul><li>Os recursos biológicos são considerados inesgotáveis, pois a sua renovação é possível. No entanto, constata-se, que devido ao aumento demográfico e à sobre exploração dos recursos, é cada vez mais difícil manter o equilíbrio dos ecossistemas naturais </li></ul>
  12. 12. Recursos Minerais ● Concentrações de rochas e minerais que constituem a crusta terrestre; ● Ao existir um interesse económico rentável para o homem sobre esses recursos, designam se jazidas minerais; ● Podem ter várias utilizações como jóias, produção de chips e automóvel; ● São recursos naturais não renováveis.
  13. 13. Genese do carvão <ul><li>  Fases da génese: </li></ul><ul><li>->  Acumulação dos restos vegetais </li></ul><ul><li>->  Incarbonização </li></ul>
  14. 14. A acumulação pode ser:     Autóctone  –  Os restos vegetais acumulam-se no próprio local. . Alóctone   –   quando os restos vegetais são transportados para outro local onde se depositam. 
  15. 15. Incarbonização <ul><li>->   Fase externa- Ocorre próximo á superfície. É um processo bioquímico produzido por microrganismos, em condições anaeróbias em que vai originar a turfa. </li></ul><ul><li>->  Fase intern a  Ocorre em profundidades diversas. As alterações químicas que ocorrem são essencialmente geológicas. A pressão e temperatura são factores importantes, pois a pressão é responsável pelas alterações físicas.  </li></ul>
  16. 16. Exploração mineira <ul><li>A exploração mineira é uma actividade que explora os recursos minerais do solo ou subsolo , bem como o seu tratamento e transformação. Existem quatro tipos de exploração: </li></ul><ul><li>Subterrânea </li></ul><ul><li>Céu aberto </li></ul><ul><li>Através de perfurações </li></ul><ul><li>Hidráulica </li></ul>
  17. 17. <ul><li>A exploração subterrânea caracterizada por escavações que não estão em contacto com o ar livre, encontrando-se rodeados pelo subsolo. </li></ul>Minas Subterrâneas
  18. 18. Minas de céu aberto A mineração a céu aberto é usada quando depósitos de minerais ou rochas comercialmente úteis encontram-se perto da superfície . Estas são ampliad as tipicamente até que o recurso mineral se esgote. <ul><li>Materiais extraídos em minas de céu aberto : </li></ul><ul><li>Argila </li></ul><ul><li>Carvão </li></ul><ul><li>Granito </li></ul><ul><li>Gravilha </li></ul><ul><li>Gesso </li></ul><ul><li>Calcário </li></ul><ul><li>Mármore </li></ul><ul><li>Metais : cobre , ferro ; </li></ul><ul><li>Areia e cascalho </li></ul><ul><li>Arenito </li></ul>
  19. 19. A exploração por perfuração acontece quando o jazigo, sendo subterrâneo, é explorado, sem se abandonar a superfície, a partir de sondagens, no caso de algumas explorações de sal-gema e petróleo. Perfurações Mineiras
  20. 20. A exploração hidráulica tanto pode ser subterrânea como a céu aberto, que consiste em utilizar a força hidráulica, essencialmente água, nas frentes de trabalho para o desmonte do minério. Exploração mineira hidráulica
  21. 21. Consequências - Poluição ambiental, com alterações profundas da paisagem da região onde é inserida; - Corte da vegetação; - Remoção da cobertura do solo; - Contaminação de cursos de água por minerais que não são removidos; - Destruição de ecossistemas; - Alteração da paisagem.
  22. 22. A exploração mineira tem consequências negativas para o ambiente. <ul><li>a destruição de habitats (desflorestação, alterações das condições hidrogeológicas e da qualidade da água); </li></ul><ul><li>a deposição de escombreiras (contaminadas com metais pesados); </li></ul><ul><li>o ruído das explosões; </li></ul><ul><li>impacto visual; </li></ul><ul><li>derrame do mineral </li></ul><ul><li>destruição de habitats </li></ul><ul><li>contaminação dos solos e lençóis freáticos </li></ul>Minas de céu aberto Perfurações mineiras Exploração hidráulica
  23. 23. Existem 8 fases passar para se conseguir uma exploração mineira com sucesso: <ul><li>  </li></ul><ul><li>Pesquisa (determinar o locar da extracção) </li></ul><ul><li>Prospecção (Determinar o valor da extracção) </li></ul><ul><li>Estimativa dos recursos </li></ul><ul><li>Planeamento (avaliação da parte mais rentável do depósito) </li></ul><ul><li>Estudo da viabilidade (determinar se compensa a extracção) </li></ul><ul><li>Desenvolvimento do acesso ao depósito </li></ul><ul><li>Exploração </li></ul><ul><li>Recuperação da zona afectada </li></ul>

×