Your SlideShare is downloading. ×
0
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Geografia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Geografia

9,196

Published on

TEMAS …

TEMAS
GUERRAS MUNDIAIS
GUERRA FRIA
GLOBALIZAÇÃO

Published in: Education
2 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
9,196
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
476
Comments
2
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. GEOGRAFIA
    WGG
  • 2. GEOGRAFIA
    GUERRA MUNDIAIS
    GUERRA FRIA
    GLOBALIZAÇÃO
  • 3. GEOGRAFIA
    E AS GUERRAS MUNDIAIS
  • 4. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    ESQUEMA
    CAPITALISMO
    GRANDES NAVEGAÇÕES – NOVAS TERRAS
    REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
    NECESSIDADE DE FONTE DE MATÉRIA PRIMA
    PARTILHA DA ÁFRICA BENEFICIANDO POUCOS
    RAIVA POR NÃO TER BENEFÍCIOS NA PARTILHA
    PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
  • 5. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    ESQUEMA
    REVOLUÇÃO RUSSA
    DEPENDÊNCIA DOS EUA
    DEPRESSÃO DE 1929
    NEWDEAL
    REESTRUTURAÇÃO ALEMÃ
    SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
  • 6. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    CONCEITOS
    TERRITÓRIO- é o espaço limitado, formado por diversas paisagens, controlado e apropriado por pessoas, grupos econômicos ou Estados. Esses possuem um domínio em relação ao seu território.
    Espaço geográfico- é a combinação de elementos da natureza, do meio técnico e tecnológico. Atualmente, o espaço geográfico se diferencia muito menos em função das suas características naturais do que das condições técnicas e organizacionais presentes em cada área. O espaço geográfico constantemente é mudado pela ação humana.
  • 7. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    CAPITALISMO
    O capitalismo é um modo de produção que começou a se estruturar na Europa após o renascimento cultural. A produção passou a ser destinada ao mercado visando o lucro. O capitalismo tem por base a propriedade privadas. A primeira fase deste sistema ficou conhecida como capitalismo comercial que teve inicio com as grandes navegações. Outro fator importante em relação as grandes navegações foi o aperfeiçoamento de técnicas,transporte e instrumentos.
    CAPITALISMO
    PROPRIEDADE PRIVADA / LUCRO ACIMA DE TUDO
  • 8. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    CAPITALISMO
    Motivos importantes para o surgimento do sistema capitalista:
    • Retomada do comércio visando o lucro
    • 9. Fortalecimento da vida urbana
    Mudanças no trabalho:
    • Relações assalariadas
    • 10. Patrão versus empregado
    • 11. Divisões de classes sociais
  • GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    CAPITALISMO
    Embora o capitalismo tenha sofrido várias transformações, alguns de seus princípios ainda permanecem:
    • Sistema produtor de mercadorias e serviços que destina ao consumo das pessoas;
    • 12. Propriedade privada sendo um direito das pessoas e a possibilidade de passar essa propriedade aos descendentes
    • 13. Salário assalariado e o valor da remuneração depende da qualificação profissional ou menor oferta de mão-de-obra
    • 14. As atividades econômicas tem como objetivo o capital investido, obter lucro .
  • GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    IMPERIALISMO E DISPUTAS GEOGRÁFICAS
    Na segunda metade do século XIX, a industrialização e o desenvolvimento tecnológico já eram realidade em vários países. Devido ao crescente processo de industrialização, aumentava a necessidade de aumentar as fontes de matérias primas e de mercados consumidor de fora das fronteiras. Assim, os países desenvolvidos lançaram-se e conquistaram novas colônias (neocolonialismo) a fim de terem maior mercado consumidor e matérias primas.
    É evidente que essas conquistas ocorreram sem conflitos. Alguns países como a Alemanha não aceitam a parte que lhe fora cabível. Tais fatos foram o motivo das duas guerras
  • 15. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    PARTILHA DA ÁFRICA
    A áfrica foi o continente mais marcado pela ocupação do imperialismo. Seu território foi partido conforme os interesses das potencias européias nos recursos naturais, sem que fossem respeitado os espaços comunitário e as diferenças culturais. Em resumo, tribos inimigas ficaram juntas e as aliadas separadas.
  • 16. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914-1918)
    Itália, Alemanha e Japão tiveram uma industrialização tardia e acabaram participando apenas no final da disputa neocolonialista e ficando com a pior parte.
    UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA (1871) – OTTO BISMARCK
    VITÓRIA DA ALEMANHA NA GUERRA FRANCO-PRUSSIANA
    FRANÇA OBRIGADA A CEDER A ALSÁCIA-LORENA A ALEMANHA
    FORMAÇÃO DE BLOCOS
    1882 – TRÍPLICE ALIANÇA 1907- TRÍPLICE ENTENTE
  • 17. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914-1918)
    BLOCOS NA GUERRA
    TRÍPLICE ALIANÇA
    ÁUSTRIA
  • 18. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914-1918)
    BLOCOS NA GUERRA
    TRÍPLICE ENTENTE
  • 19. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914-1918)
    TRÍPLICE ENTENTEversus TRÍPLICE ALIANÇA
    Itália declarou neutralidade
    Japão e Itália entram na Entente
    Retardação Industrial
    Dependência dos EUA economicamente
    Entrada dos EUA na guerra do lado da Entente
    DESCULPA PARA O INICIO DA GUERRA:
    MORTE DE FRANCISCO FERDINANDO
    DESCULPA PARA OS EUA ENTRAREM NA GUERRA:
    A ALEMANHA AFUNDOU NAVIOS DOS EUA
  • 20. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914-1918)
    TRÍPLICE ENTENTEversus TRÍPLICE ALIANÇA
    Rússia cansada de perder assinou o tratado de paz e saiu da guerra
    Entente vence a aliança
    FIM: 3 milhões de mortos; 20 milhões de mutilados
    TRATADO DE VERSALHES
    Alemanha devolveu a Alsácia-Lorena à França e foi impedida de avançar militarmente
  • 21. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    SOCIALISMO
    Durante a primeira guerra, a Rússia saiu muito derrotada. Assim, o pais aderiu a Revolução Russa (1917), que ocorreram modificações no regime de propriedade, nas formas de produção e comercialização de mercadorias e novas relações de poder foram definidas. Constitui-se na primeira grande ruptura e ameaça a supremacia do capital internacional. No final de 1922 foi formado a URSS. Em 1928 foi criada o sistema de planificação econômica. A planificação almejava o fim ou a redução de importações a fim de que a URSS conseguisse suprir suas necessidades sozinha. Além de privilegiar os investimentos em pesquisas e produção de armamentos.
  • 22. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    CRISE NO CAPITALISMO
    EUA ULTRAPASSOU ECONOMICAMENTE A INGLATERRA
    EXPANSÃO DAS BOLSAS DE VALORES
    AMPLIAR A ECONOMIA COM A VENDA DE AÇÕES
    CAPITAL NÃO ACOMPANHOU O MERCADO CONSUMIDOR
    SUPERPRODUÇÃO
    GRANDE DEPRESSÃO DE 1929
  • 23. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    O período subseqüente da crise de 29 obrigou os países a reorganizarem suas políticas econômicas. Uma das mediadas para reconstrução foi a participação do Estado no planejamento das atividades econômicas. A outra medida foi ampliar a distribuição de renda para gerar mais consumo. O NewDealficou conhecido como o programa de reestruturação econômica.
  • 24. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)
    NACIONALISMO ALEMÃO APOIO A ADOLF HITLER
    RUPTURA DO TRATADO DE VERSALHES QUE LIMITAVA O CRESCIMENTO ALEMÃO
    FORMAÇÃO DO EIXO COM PAÍSES QUE NÃO GOSTARAM DO QUE GANHARAM NO FIM DA PRIMEIRA GUERRA.
    EXÉRCITO ALEMÃO FORTE E INVESTIMENTO EM ARMAS
    FORMAÇÃO DOS ALIADOS
  • 25. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)
    BLOCOS NA GUERRA
    EIXO
  • 26. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)
    BLOCOS NA GUERRA
    ALIADOS
  • 27. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)
    ENTRADA EM 1941 DOS EUA E DA URSS
    DOMINAÇÃO DE TERRITÓRIOS DA ALEMANHA
    DERROTA E ENFRAQUECIMENTO DO EIXO
    ITÁLIA ASSINOU O ACORDO DE PAZ E SAIU
    BATALHA DE STALINGRADO (VITÓRIA SOVIÉTICA)
    DERROTA DO EIXO
  • 28. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)
    GRANDE GANHADOR DA GUERRA FOI A URSS
    PARA NÃO SAIR COMO PERDEDOR OS EUA LANÇARAM AS BOMBAS ATÔMICAS NO JAPÃO DECLARANDO O FIM DA GUERRA
    EUA AJUDARAM O JAPÃO A SE REERGUER
  • 29. GEOGRAFIA E AS GUERRAS
    MUNDIAIS
    MÚSICA
    O capitalismo visa o lucro e o mercado
    E seu capital em maioria é privado.
    Já o socialismo tudo é planificado,
    Um só poder “detona” e tudo mais é do estado
    No capitalismo tem classes sociais
    Muitos ganham pouco e pouco ganham mais
    Já no socialismo não tem classes sociais
    Perante ao seu sistema todo mundo é igual.
  • 30. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
  • 31. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    MUNDO APÓS SEGUNDA GUERRA
    Logo após o fim da segunda guerra mundial os EUA já haviam apresentado um grande crescimento econômico e transformou-se na maior potencia capitalista. Assim, passaram a exercer grande influencia sobre os países capitalistas e passou a reorganizar o Japão.
    PLANO MARSHALL
    Os EUA forneciam empréstimos e assistência tecnológicas aos países destruídos pela guerra. O plano Marshall contribuiu para a expansão dos ideias das sociedade de consumo, base do americanwayoflife.
  • 32. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    MUNDO APÓS SEGUNDA GUERRA
    Em 1944, na conferencia de Breton Woods, foi estimulado à retomada do desenvolvimento econômico e a aceitação do dólar como moeda universal. Criação de bancos para a maior integração econômica.
  • 33. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    MUNDO APÓS SEGUNDA GUERRA
    FMI (FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL)
    Tinha como função garantir a estabilidade do sistema financeiro para favorecer a expansão e o desenvolvimento do comércio mundial. Posteriormente, surge com a função de supervisionar as dividas externas dos países.
  • 34. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    MUNDO APÓS SEGUNDA GUERRA
    BIRD (BANCO MUNDIAL)
    Tinha como objetivo captar fundos para reconstrução européia após o termino da guerra. Posteriormente, transformou-se numa instituição que fornecia recursos necessários a criação de infra estrutura nos países subdesenvolvidos : construção de estradas, usinas de energia.
    OMC (Antigo GATT)
    Dá ajuda aos países mais industrializados. Tem como regra promover maior fluxo de economia e serviços aos participantes dela.
    SE EU DISSE QUE VOU COMPRAR FRANGO SEU E NÃO QUERO DEPOIS, O GATT OBRIGA-ME A COMPRAR.
  • 35. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    MUNDO APÓS SEGUNDA GUERRA
    ONU (Organização das Nações Unidas)
    A ONU foi fundada em 1945, substituindo a Liga das Nações. Entre seus objetivos estão a resolução de controvérsias por meios pacíficos, a manutenção da paz e da segurança do mundo. Atualmente o poder de veto para discordar de alguma proposta da ONU está entre cinco países.
  • 36. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    GUERRA FRIA
    URSS PREOCUPOU EM RECONSTRUIR-SE, MAS DEPOIS VEIO A ALCANÇAR GRANDES DESENVOLVIMENTOS.
    VISAVA A EXPANSÃO SOCIALISTA, AFIM DE GARANTIR SUAS CONQUISTAS INTERNAS E ALIADOS.
    OS EUA BUSCAVAM MANTER MERCADOS MUNDIAIS E ASSEGURAR A EXPANSÃO DO CAPITALISMO.
    ESSA DISPUTA POR ÁREAS DE INFLUENCIA FICOU CONHECIDA COMO GUERRA FRIA. FICOU MARCADO PELA HOSTILIDADE ENTRE DUAS SUPERPOTÊNCIAS.
  • 37. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    GUERRA FRIA
    EM 1945, OS EUA MOSTRARAM SEU PODER AO LANÇAR AS BOMBAS O JAPÃO.
    EM 1949, A URSS FEZ SEU PRIMEIRO TESTE NUCLEAR
    EM 1949, OS EUA CRIARAM A OTAN, UMA ORGANIZAÇÃO QUE REUNIA A FORÇA MILITAR DOS EUA, DO CANADÁ E DE PARTE DA EUROPA.
    EM 1955, OS PAÍSES SOCIALISTAS FORMARAM O PACTO DE VARSÓVIA COM A MESMA FINALIDADE
    CURIOSIDADE: EM 2002 A RÚSSIA ENTROU NA OTAN SEM DIREITO A VOTO.
  • 38. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    GUERRA FRIA
    EM 1949 A ALEMANHA FOI DIVIDIDA EM DUAS PARTE: DEMOCRÁTICA E FEDERALISTA. O MURO DE BERLIM FOI CONSTRUÍDO PELA ALEMANHA SOCIALISTA EM 1961. ELE SEPARAVA BERLIM EM DIAS PARTES IMPEDINDO O LIVRE TRÂNSITO DA POPULAÇÃO.
    OS EUA LIDERARAM UMA POLÍTICA DE COMBATE AO COMUNISMO UTILIZANDO MEIOS DE COMUNICAÇÃO, QUE DIVULGAVA O MODO DE VIDA CAPITALISTA.
    AS DUAS POTÊNCIAS COMEÇARAM A DISPUTA DO CONHECIMENTO. DISPUTAVAM OS AVANÇOS NO ESPAÇO SIDERAL (CORRIDA ESPACIAL) E NO CAMPO BÉLICO.
  • 39. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
  • 40. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    FIM DO MUNDO BIPOLAR
    A PARTIR DE 1970 OS DOIS MODELOS COMEÇARAM A ENTRAR EM CRISE.
    NO CAPITALISMO A CRISE FOI DECORRENTE NOS CRESCENTES DÉFICITS COMERCIAIS O QUE GEROU A DESVALORIZAÇÃO DO DÓLAR PERANTE AS OUTRAS MOEDAS PARA QUE OS PRODUTOS TIVESSEM MAIOR VALOR NA EXPORTAÇÃO.
    NO MUNDO SOCIALISTA, A CRISE ERA RESULTANTE DO ESGOTAMENTO DO PRÓPRIO MODELO ECONÔMICO, BASEADO NO PLANEJAMENTO ESTATAL. A FALTA DE CRIATIVIDADE E AGILIDADE LEVOU O FIM DO SISTEMA.
  • 41. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    COLAPSO DO SOCIALISMO
    O MODELO DA URSS NÃO ACOMPANHOU O RITMO ACENTUADO DOS EUA. A INEXISTÊNCIA DE UMA CONCORRÊNCIA, ACARRETOU A BAIXA PRODUTIVIDADE , PÉSSIMA QUALIDADE E O AUMENTO DO CUSTO DE PRODUÇÃO, PROVOCANDO O ATRASO TECNOLÓGICO DA URSS.
  • 42. GEOPOLÍTICA
    NA GUERRA FRIA
    COLAPSO DO SOCIALISMO
    EM 1985, TEVE INICIO NA URSS UMA ONDA DE PROFUNDAS MUDANÇAS POLÍTICAS E ECONÔMICAS
    PERESTROIK- REFORMULAÇÃO DA ECONOMIA QUE TINHA COMO OBJETIVO O APRIMORAMENTO DO SISTEMA DE PRODUÇÃO E A REFORMA DA PROPRIEDADE PARTICULAR (RECONSTRUÇÃO)
    GLASNOST-CONJUNTO DE REFORMAS POLÍTICAS QUE PERMITIAM AS LIBERDADES DE EXPRESSÃO E DE INFORMAÇÃO. (TRANSPARÊNCIA)
    A PARTIR DE 1991, COMEÇOU A CEI (COMUNIDADE DOS ESTADOS INDEPENDENTES). NESSE PROCESSO OUTRAS NAÇÕES ABANDONARAM O SOCIALISMO E ADOTARAM A PROPRIEDADE PRIVADA.
  • 43. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
  • 44. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    CONCEITOS
    TÉCNICAS: são os conhecimentos, instrumentos e habilidade empregados intencionalmente para a realização de uma finalidade.
    TECNOLOGIA: são aplicações de conhecimento científico à produção de objetos úteis.
    TELEMÁTICA:é a comunicação à distância de um conjunto de serviços informáticos fornecidos através de uma rede de telecomunicações. Telemática é o conjunto de tecnologias de transmissão de dados resultados da junção entre os recursos de telecomunicações (telefonia,satélite) e da informática (computadores e softwares), que possibilitou o processamento e armazenamento de grandes quantidades de dados, em um curto prazo de tempo, entre qualquer usuário do planeta.
  • 45. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    A GLOBALIZAÇÃO ECONÔMICA
    A palavra globalização significa um fenômeno de caráter mundial. É um processo que caracteriza a nova fase do capitalismo financeiro e envolve, além da economia, a política, o social e a cultura.
    FATORES:
    • A terceira revolução tecnológica, que trouxe inovações e barateamento das tecnologias, permitindo a interligação acelerada dos mercados.
    • 46. A flexibilidade da produção e do capital
    • 47. As transnacionais
    PROBLEMAS: A popularização dos meios de comunicação de massa induz a cultura de massa , substituindo culturas tradicionais.
  • 48. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    ONG’s(organizações não governamentais)
    Desde as últimas décadas do século XX, surgiram novas formas de mobilização social, representadas por organizações que mantém independência dos estados e partidos políticos. Essas associações apresentam uma grande diversidade de objetos e em ajuda humanitária, na defesa dos direitos humanos, no desenvolvimento da paz e do meio ambiente. Exemplo: Cruz Vermelha.
  • 49. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    RUMO À ERA DAS REDES
    INTEGRAÇÃO E EXCLUSÃO
  • 50. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    RUMO À ERA DAS REDES
    INTEGRAÇÃO E EXCLUSÃO
    As regras de comunicações do meio técnico são de rádio, telefonia e televisão analógicos. A tecnologia de compreensão digital proporciona o aumento assombroso da velocidade e da qualidade de informações transmitidas. As multinacionais,ou transnacionais atraem-se por áreas com grandes potências e infra-estrutura as redes.
  • 51. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    RUMO À ERA DAS REDES
    INTEGRAÇÃO E EXCLUSÃO
    Desde o final do séc. XX, tem ocorridos algumas mudanças nos padrões da divisão da produção, com o crescimento da participação dos países em desenvolvimento nas exportações de manufaturados.
    SUBDESENVOLVIDOS DESENVOLVIDOS
    Matéria prima
    Tecnologia
  • 52. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO
    As redes virtuais são acessadas cotidianamente pelos habitantes de uma classe média dos países desenvolvidos. O acesso é menos intenso nospaíses subdesenvolvidos, principalmente naqueles carentes de infra-estrutura de comunicação. Esses grupos são excluídos da era digital.
  • 53. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    TRANSNACIONAIS
    Os produtos que chagam a mão dos consumidores são apenas a parte final de um longo processo de industrialização. As empresas possuem sede em um pais desenvolvido e “filias” eu subdesenvolvidos.
    Os escolhidos para serem as “filiais” são os que oferecem matéria prima, mão de obra barata, incentivos fiscais.
  • 54. GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    O PAPEL DO ESTADO E O NEOLIBERALISMO
    O neoliberalismo é uma proposta em que os Estados realizem reformas estruturais e haja liberdade de mercado. Essas medidas formam tomadas no Consenso de Washington em 1989. O Estado faz algumas mudanças:
    -Não pode mais intervir na economia (Estado mínimo)
    • Faz reformas econômicas com ajustes fiscais e controle da inflação
    • 55. Privatização das empresas.
  • GEOGRAFIA
    E GLOBALIZAÇÃO
    BLOCOS ECONÔMICOS
    INTERESSES PARA UNIÃO DE PAÍSES EM BLOCOS ECONÔMICOS:
    ZONA DE LIVRE COMÉRCIO- eliminação ou redução de taxas alfandegárias entre os países.
    UNIÃO ADUANEIRA- criação de regras comuns de comércio com países externos ao bloco e abertura de mercado interno.
    MERCADO COMUM- liberta do capital, mão de obra e serviços entre os países do bloco
    UNIÃO MONETÁRIA- moeda única.

×