Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Estudo nos planejamento4
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Estudo nos planejamento4

  • 25 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
25
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Estudo nos planejamentos 1. Leitura do texto. 2. Debate contextualizando a pratica do professor em sala de aula. 3. Planejar o que foi estudado. Histórias para ilustrar Saudade de casa Elefante foge para terra natal Simone Helen Drumond JOANESBURGO - Madiba quer voltar para casa. Batizado em homenagem ao clã de onde veio o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, um velho elefante está dando muita dor-de-cabeça aos pesquisadores. Por duas vezes transferido para uma nova reserva, distante quase 500 km a oeste da atual, ele voltou para casa depois de quebrar as cercas. "Nas duas vezes Madiba simplesmente virou a cabeça para o leste e voltou para casa", conta o chefe da unidade de capturas do Parque Kruger, Douw Grobler. A aventura começou no dia 24 de agosto, quando o elefante foi capturado no parque e imediatamente transferido para a região de Buffelshoek, uma área particular de 12 mil hectares. Uma semana mais tarde, o animal - que deve ter em torno de 45 anos de idade, mede 3,50 metros de altura e pesa cerca de 7 toneladas - usou o corpo para romper as cercas da nova reserva e partiu. Avisado, Grobler conseguiu localizar Madiba no dia seguinte, ainda a 12 Km de distância do parque e derrubou-o com um tiro de dardo tranqüilizante. O animal foi então içado e transportado de volta à reserva. O velho elefante não se deu por vencido: uma semana depois fugiu novamente, usando a mesma tática. Como o setor de capturas não foi avisado, Madiba ganhou uma dianteira razoável, cerca de 37 Km, até ser novamente localizado. E só o foi porque feriu um trabalhador de uma fazenda no caminho. "O sujeito viu alguma coisa cruzar a estrada a uma certa distância, mas a neblina o impediu de ter certeza. Quando se aproximou, deu de cara com o elefante, que o jogou longe como se fosse um boneco", contou o chefe das capturas do Parque Kruger. O funcionário da fazenda sofreu apenas ferimentos leves. O incidente levou Grobler e sua equipe a aceitar o desejo de Madiba. Eles desistiram de mantê-lo em Buffelshoek e o trouxeram de volta ao antigo endereço, um parque com 20 mil quilômetros quadrados. "O comportamento dele é um mistério total. Pode ter sentido o afastamento do grupo que tinha aqui, apesar de ter uma nova, com oito animais, no outro parque", analisa Douw Grobler, antes de completar. "Mas de qualquer forma tem um extraordinário instinto de casa". A transferência de elefantes do parque foi necessária porque a população atual (9 mil animais) é excessiva para a área da reserva.