• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
 

Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond

on

  • 678 views

 

Statistics

Views

Total Views
678
Views on SlideShare
672
Embed Views
6

Actions

Likes
1
Downloads
8
Comments
0

2 Embeds 6

http://www.slideee.com 4
http://www.google.com.br 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond Document Transcript

    • PROJETO: EXPRESSÃO E ARTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS OBRAS DE ROMERO BRITTO Simone Helen Drumond Ischkanian AREA ESPECIFICA: ARTE (PINTURA, DESENHO, TEATRO, MÚSICA E DANÇA ) PÚBLICO ALVO: Ensino Infantil, turma do maternal – 3 anos JUSTIFICATIVA Ensinar Artes na Educação Infantil significa ir além da mera produção de desenhos, pinturas, e colocar uma musica simplesmente para ouvir, mexer o corpo, ou dramatizar, por que há uma data comemorativa por vir. A arte na Educação Infantil, não é o tempo de aula, onde a criança é deixada a deriva, simplesmente como uma hora do descanso, para a professora desenvolver outra atividade enquanto as crianças pintam, modelam, dançam ou ouvem músicas. Artes é linguagem e como tal é fundamental para desenvolver aspectos cognitivos, sensíveis e culturais, sendo assim o ensino das Artes significa articular os três campos conceituais: fazer artístico, apreciação e reflexão fundamentada no desenvolvimento cultural da criança. A arte também pode promover uma maior independência das crianças, melhorar a sua autoestima, despertar e desenvolver os seus potenciais em diversos sentidos através de uma comunicação introspectiva, além de ajudar crianças com dificuldades diferenciadas, por ser um instrumento de expressão e comunicação do inconsciente. As crianças, em geral, têm uma grande criatividade e sensibilidade expressiva, e nós, professores, temos uma imensa responsabilidade por trabalhar dia a dia com esse emocional. O desenvolvimento da criança apresenta direta relação entre o conhecimento e a compreensão que este venha a ter do mundo das artes, uma vez que só o ser humano é capaz de produzir cultura, deixar legado histórico e cultural para outras gerações. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais para a Educação Básica 1997: “O ser humano que não conhece arte tem uma experiência de aprendizagem limitada, escapa-lhe a dimensão do sonho, da força comunicativa dos objetos à sua volta, da sonoridade instigante da poesia, das criações musicais, das cores e formas, dos gestos e luzes que buscam o sentido da vida.” O contexto retratado nesta disciplina, evidencia a importância das diversas formas de arte e cultura no contexto infantil. Segundo Vigotsky (2009) quanto mais veja, ouça e experimente, quanto mais aprenda e assimile, quanto mais elementos reais disponha em sua experiência, quanto mais será considerável e produtiva a imaginação infantil. A conclusão pedagógica segundo o autor é que dessa forma poderemos ampliar as experiências e a capacidade
    • criadora suficientemente sólida das crianças. Com esse entendimento é que o Projeto: expressão e arte na educação infantil e as obras de Romero Britto. OBJETIVO GERAL: Despertar nas crianças o gosto pelo desenho e pintura, a partir da releitura das obras do artista plástico Romero Britto. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Conhecer a biografia de Romero Britto, uma vez, que ele começou a demonstrar já na infância o gosto, talento e interesse pelas artes. Pintava em jornais e papelão sempre usando muitas cores em suas pinturas. Seu estilo infantil ou estilo icónico “emana calor, otimismo e amor”. Fazer leitura de imagem. Desenvolver oralidade, interação e socialização. Aprofundar conhecimentos sobre cores, linhas e formas. Identificar cores primárias e secundárias. Trabalhar coordenação motora fina e ampla. Perceber traços da natureza em suas obras. Desenvolver raciocínio lógico matemático por meio de trabalho concreto. Desenvolver a imaginação, criatividade, atenção, concentração, expressão artística, percepção visual, noção espacial. Trabalhar conceito de releitura de uma obra artística de acordo com o entendimento infantil a partir de materiais diversos. Utilizar materiais recicláveis como caixas de papelão, jornal, revistas, para reproduzir trabalhos do autor. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DA ÁREA ESPECIFICA: As crianças da Educação Infantil devem pintar desenvolvendo técnicas variadas, específicas e diferenciadas, respeitando sempre a individualidade expressiva de cada um, e o seu tempo de desenvolvimento artístico. Esse trabalho não objetiva resultados de técnicas em construções perfeitas e sim o prazer de explorar e conhecer diversos materiais. Esta postura de ensino, incuti habilidades, competência, valorização e interpretação do mundo por
    • intermédio da observação das cores, imagens, harmonia dos sons, apreciação de suas próprias produções, constituindo assim sua própria linguagem artística, afinal, o desenvolvimento artístico de uma criança jamais pode ser comparado com o de outra. Cada aluno tem seu tempo, e não cabe a nós, professores, interferir nessa particular evolução. A criança é constantemente movida por meio de estímulos, e o que podemos fazer na educação com arte é oferecer-lhe ferramentas encorajadoras desse processo, mas sem interferência na sua expressão artística. As artes visuais pelo sentido de um tempo histórico nos permite dá sentidos e significados sobre o mundo, apropriando-nos de modos de ser, pensar e sentir. Constituindo um acervo pessoal de valores, concepções e sentimentos que de certa forma orientam a atribuição de significados e sentidos ao vivido (MARTINS; PICOSQUE; GUERRA, 1998, p. 21). Nesse sentido a apreciação das esculturas de Romero Britto, pode ser utilizada no cotidiano, infantil como experiências reais e simbólicas. SEQUÊNCIA DIDATICA: 1 - Roda de Conversa (educandos e educadora). 2 - Quem é Romero Britto? Apresentar às crianças, imagens (telas) e vídeo no Data Show sobre a vida e algumas telas do autor. Ex: “borboleta”, “peixe”, “cachorro”, “flor”, “bola”, outras. Prática: Desenho livre; criar um desenho a partir da obra de Romero Britto. AREA DE DESENVOLVIMENTO: MÚSICA, DANÇA E DRAMATIZAÇÃO (TEATRO) Tela: Borboleta (cantar e dançar a música borboletinha) Borboletinha(Cantigas Populares) Borboletinha tá na cozinha fazendo chocolate para a madrinha Poti, poti perna de pau olho de vidro e nariz de pica-pau pau pau Obs. Dramatizar o movimento sequencial da canção e dança no vídeo da Galinha Pintadinha.
    • Tela: Cachorrinho (cantar e dançar a música borboletinha) Cachorrinho - Cantigas Populares Cachorrinho está latindo lá no fundo do quintal Cala a boca, Cachorrinho, deixa o meu benzinho entrar Refrão - Ó Crioula lá ! Ó Crioula lá, lá ! Ó Crioula lá ! Não sou eu quem caio lá ! Atirei um cravo n'água de pesado fou ao fundo Os peixinhos responderam, viva D. Pedro Segundo. Refrão 3. Fazer leitura de imagem de algumas telas do autor. Observar, trabalhar conceitos de formas e cores e o desenvolvimento da oralidade (na sala de aula). Prática: Pintar com lápis de cor as telas em preto e branco do autor em folha de papel A4. Técnica: Mosaico com a obra O PEIXE. Peixe Vivo - Palavra Cantada Como pode um peixe vivo viver fora da água fria Como poderei viver Como poderei viver Sem a tua, sem a tua, Sem a tua companhia Os pastores dessa aldeia fazem prece noite e dia Como poderei viver Como poderei viver Como pode um peixe vivo viver fora da água fria... 1.Cantar, dramatizar e dançar a canção do peixe. 2. Fazer releitura da obra “Peixe”. Prática: usando a técnica Mosaico. Usar pedacinhos de EVA coloridos e cola.
    • 4. Estudo das cores primárias e secundárias. Assistir ao vídeo: Doki Descobre as Cores (Discovery Kids). Explorar as cores que o cachorrinho apresenta no vídeo. Prática: Formar outras cores usando tinta guache, retome as informações do vídeo do Doki. Pintar telas em preto e branco (xerox papel A4) do autor Romero Britto tendo as telas coloridas como referência. Doki Descobre as Cores 5. Releitura da Obra do autor Romero Britto. Realizar com as crianças trabalhos de releitura de uma obra do autor. Sugestão: “Flor”. Professor: selecionar materiais com antecedência. Materiais: telas, pincel (individual) e tinta guache várias cores. Obra: Canção: Sou UmaFlorzinhade Jesus Música Infantil Gospel Sou uma florzinha... Eu sou uma florzinha... Sou uma florzinha... Sou uma florzinha de jesus Abro a boquinha para cantar, Fecho os olhinhos para orar. Releitura: 6. Organização e seleção de Materiais para a Exposição - junto com as crianças, selecionar e organizar os desenhos que serão apresentados no dia da Exposição de Arte na escola. Também expor material nas salas para visitação de outros colegas. 7. Exposição de Arte - finalizar o projeto com uma linda exposição de arte para toda a escola e pais dos alunos. RECURSOS MATERIAIS TV, DVD Máquina fotográfica/filmadora Xerox coloridas de algumas telas do autor Romero Britto: borboleta, peixe, gato, cachorro, flor, bola. Xerox preta e branca de algumas telas do autor (outras)
    • Fita gomada Tinta guache, lápis de cor, giz de cera Papel 40kg diversas cores Cartolina colorida Retalhos de EVA Revistas para recorte Cola branca Pincel de maior espessura Tesoura Papel crepom diversas cores Caixas de papelão médias CULMINÂNCIA Exposição de Arte – Releituras da Obra de Romero Britto na visão das crianças da Educação Infantil. Apresentação do vídeo mostrando as atividades realizadas pelas crianças durante o projeto. AVALIAÇÃO Observar e compreender o dinamismo presente no desenvolvimento infantil é fundamental para redimensionar o fazer pedagógico. Essa compreensão influenciará diretamente na qualidade da interação dos professores com a infância, uma vez que conhecimento de uma criança é construído em movimento de idas e vindas, portanto, é fundamental que os envolvidos no projeto, assumam seu papel de mediadores na ação educativa; mediadores que realizam intervenções pedagógicas no acompanhamento da ação e do pensamento individualizado infantil. Nesse processo, todos devem, sentir-se comprometidos com o ato avaliativo. A avaliação deverá ser realizada durante todo o processo e transcorrer das atividades e com as construções de cada criança de acordo com suas percepções artísticas e seu desenvolvimento.
    • REFERÊNCIAS GOBB, Márcia. Múltiplas linguagens de meninos meninas no cotidiano da educação infantil Disponível em: http://cefort.ufam.edu.br/posinfantil/mod/resource/view.php?id=477. Acessado em 08/08/2013 Vídeo: Música na educação infantil - a expressão musical e a criança de 0 a 5 anos. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=hhpmug58abc. Acessado em 07/08/2013 Vídeo: Grafismo infantil - leitura e desenvolvimento. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=dpzyg6zw8w8. Acessado em 09/08/2013 http://danipsicopedagogia.blogspot.com.br/2013/02/projeto-de-artes-para-educacao- infantil.html. Acessado em 23/08/2013 BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. Brasília: MEC/SEF, 1997. VIGOTSKY, Lev Semenovich. La imaginación y el arte en la infância. Madrid: Akal, 2009.
    • ANEXOS ALGUMAS TELAS DO AUTOR EM PRETO E BRANCO PARA AS CRIANÇAS TRABALHAREM. "A arte é muito importante para não ser compartilhada" Romero Britto
    • A FLOR DE ROMERO BRITTO
    • O CACHORRINHO DE ROMERO BRITTO
    • O GATO DE ROMERO BRITTO
    • A BORBOLETA DE ROMERO BRITTO
    • O GATO DE ROMERO BRITTO
    • O PEIXE DE ROMERO BRITTO
    • O BOI DE ROMERO BRITTO