A importância da Psicologia da Educação na
práxis da Pedagogia.
Simone Helen Drumond Ischkanian
simone_drumond@hotmail.com...
A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia por Simone Helen Drumond Ischkanian
aprendizagem tenha suce...
A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia por Simone Helen Drumond Ischkanian
relevância fantástica, ...
A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia por Simone Helen Drumond Ischkanian
REFERÊNCIAS
Matta, I. (...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia

28,925

Published on

Published in: Education
2 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • academicamente perfeito
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Excelente texto e de grande importância para professores que deverão ler, e saber que só conhecendo o ser humano, para educá-lo e desenvolver suas potencialidades...
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
28,925
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
413
Comments
2
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia"

  1. 1. A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia. Simone Helen Drumond Ischkanian simone_drumond@hotmail.com A psicologia estuda a forma como nos desenvolvemos ao longo da vida e centra-se nas mudanças qualitativas e quantitativas presentes ao longo da vida. Por isso é importante estudar a forma como o comportamento e os processos mentais mudam ao longo da vida. A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia é de mediar aos educadores conhecimentos embasados na estrutura psicologia, uma vez que, a Psicologia é o estudo do comportamento e da subjetividade humana, preocupa-se com as manifestações de nosso inconsciente. Ela é o estudo do ser humano em todas as suas expressões sejam nosso comportamento que são visíveis a todos ou a subjetividade de nossos sentimentos. A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia revela um conjunto de conhecimentos psicológicos e pedagógicos sobre as bases do desenvolvimento e da aprendizagem do ser humano. Na práxis a psicologia nos permite compreender e respeitar as fases do desenvolvimento do ser humano e nos permite traçar métodos e técnicas pedagógicas que atendas as particularidades de cada individuo, por isso a psicologia é bastante relevante na práxis da pedagogia, pois ela nos revelará o que as teorias e nossa didática pedagogia ainda não nos revelam, a importância de ver o educando como um ser único e também de como a educação influência na formação da subjetividade deste individuo, visto que são seres humanos em desenvolvimento e que a interação com o outro, e sua vivencia social formará a sua subjetividade, pois a sua subjetividade é a relação do sujeito com o seu meio. A subjetividade do ser humano é o que nos torna únicos. Na práxis cotidiana das ações pedagógicas a psicologia permite: compreender a vivencia da arte de aprender; reconhecer a função e o significado da educação; fundamentar, aprofundar, e operacionalizar a compreensão como a vivencia de fazer-aprender a conviver, a ver a ouvir, a falar, a respeitar, a pensar a criticar, a agir, a dialogar-relacionar, a sentir, a conhecer, a escrever, a amar e a ser. Quando um profissional da educação possui conhecimentos do enredo das áreas da psicologia, esse faz toda a diferença no exercício da sua pratica profissional. Fatores físicos, biológicos, cognitivos, afetivos e sociais influenciam as várias fases do crescimento e do desenvolvimento. É fundamental que os professores tenham essa consciência e desenvolvam competências ao nível do ensino para que a
  2. 2. A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia por Simone Helen Drumond Ischkanian aprendizagem tenha sucesso. Compreender que cada aluno tem a sua especificidade e a sua forma de aprender, não existe apenas uma inteligência, mas vários tipos de inteligências, e é na interação entre aluno, professor, escola, família e meio envolvente que se desenvolve e se constrói o conhecimento. A ação pedagógica do contexto escolar dos educadores de ser ativo e dinâmico. Esses devem ter a percepção, a consciência da sua importância no processo do desenvolvimento e aprendizagem dos educandos. A psicologia permite desenvolver nos professores a reflexão, o espírito crítico e autocrítico da sua atividade, avaliar cada tipo de educando e ação pedagógica na sua totalidade. Tendo em vista que educadores e profissionais da saúdem tem atuam num século, onde a escola, cada vez mais tem assumido o papel da família por meio dos projetos das politicas públicas. Dentro dessa perspectiva pedagógica inserida nas politicas públicas é possível refletir e considerar a relevância da psicologia para o contexto pedagógico, pois ela representa o desenvolvimento das competências dos atuantes no contexto escolar para significar as ferramentas de informação e comunicação e assim, permitem ao contexto adaptar os currículos pedagógicos ao ensino do século atual, utilização de ferramentas de informação e comunicação, dinamizando a atividades educativas tornando-a mais atrativa, nessa perspectiva o papel do professor passa a ser o de um mediador do ensino e os alunos passam a ter um papel mais ativo na aprendizagem, eles serão os “construtores” do conhecimento. A psicologia na práxis pedagógica permite a adaptação e criação de novos currículos para o ensino atual, evidencia conhecimentos de como aprendemos, como nos desenvolvemos, e já sabemos que é ao longo da vida, o desenvolvimento e aprendizagem não param com a adolescência. Estão-se estamos em evolução e em mudança também a educação terá que acompanhar essas mudanças. Atualmente muitos materiais didáticos disponíveis nas mais diversas livrarias do pais, nos revelam que a psicologia na práxis da pedagoga, tem desmistificado conceitos de teorias antigos da aprendizagem, por exemplo a concepção da inteligência como um dom inato e hereditário determinado biologicamente, assim, desresponsabilizavam-se todos os fatores externos do fracasso social e do insucesso escolar. A concepção construtivista e interacionista, focada no sujeito que desenvolve e constrói a sua inteligência, através do processo de interações que estabelece com o meio. A escolha de uma ou outra concepção influenciará a metodologia e o currículo pedagógico. Nesse aspecto a psicologia possui uma
  3. 3. A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia por Simone Helen Drumond Ischkanian relevância fantástica, pois ela fundamenta as teorias implícitas e explícitas da inteligência. Os exemplos pedagógicos para explicar esses fatores são: a teoria implícita é a representação que os professores têm da inteligência e do desenvolvimento e que irá influenciar favorável ou desfavoravelmente as interações pedagógicas. A teoria explícita é já uma construção teórica e explicativa dos investigadores acerca da inteligência. A psicologia na práxis pedagógica também permeia pela metacognição, esta confere á inteligência um carácter multidimensional (motivação, emoções, desânimo aprendido, autorregulação). O educando é aprendiz tem um papel ativo na sua aprendizagem. O educador deverá ensinar os educandos a utilizarem a metacognição, técnicas de autoregulação, ajudando-os a monitorizar as estratégias de aprendizagem. Assim, o educador desenvolve a comunicação e propicia os métodos pedagógicos que promovam a autonomia cognitiva e metacognitiva dos alunos. Valendo-se de uma pedagogia construtiva, interativa, eficaz e de sucesso, onde o (desenvolvimento intelectual e aprendizagens são construídas pelos próprios alunos). Em suma “A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia”, é mediar uma educação fincada em conhecimentos amplos do ser humano. É transformar educando e educador em pesquisadores dos caminhos da humanização dessa prática, mas que além disso, tenha os olhos voltados para outras instâncias sociais onde a educação transita e para tanto saiba coordenar processos emancipatórios de reflexão sobre a prática; saiba analisar e incorporar criativa e coletivamente os produtos do processo reflexivo; saiba perceber a complexidade de sua ação científica, saiba decidir na diversidade e em contexto; saiba trabalhar integrando afetividades, sentimentos e cognição; saiba pautar-se por compromissos éticos claramente transparentes e discutidos; saiba formar pesquisadores, para saber analisar os condicionantes históricos de cada contexto social, integrar-se na questões coletivas da humanidade; que seja um leitor e consumidor de cultura; que saiba trabalhar dentro dos princípios do planejamento participativo; que saiba lidar e gerenciar projetos e processos educativos
  4. 4. A importância da Psicologia da Educação na práxis da Pedagogia por Simone Helen Drumond Ischkanian REFERÊNCIAS Matta, I. (2001). Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem. Lisboa: Universidade Aberta. Paiva Campos, B. (1990). Psicologia do Desenvolvimento e Educação de Jovens. Lisboa: Universidade Aberta. Pacheco, J. (1996). Currículo: Teoria E Práxis. Porto: Porto Editora Tavares et al. (2007). Manual de Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem. Porto: Porto Editora Tedesco, J. C. (1999). O Novo Pacto Educativo: Educação, Competitividade e Cidadania na Sociedade Moderna. Porto: Fundação Manuel Leão

×