Influencia social
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Influencia social

on

  • 16,751 views

 

Statistics

Views

Total Views
16,751
Views on SlideShare
16,686
Embed Views
65

Actions

Likes
2
Downloads
280
Comments
0

8 Embeds 65

http://animaeducapiaget.blogspot.pt 40
http://descobrir-a-psicologia.blogspot.com 10
http://www.descobrir-a-psicologia.blogspot.com 6
http://animaeducapiaget.blogspot.com 3
http://kjzhcv.blogspot.com 2
http://descobrir-a-psicologia.blogspot.pt 2
http://kjzhcv.blogspot.pt 1
http://kjzhcv.blogspot.com.br 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Influencia social Influencia social Presentation Transcript

  • PROCESSOS DE INFLUÊNCIA SOCIAL
  • O QUE SÃO PROCESSOS DE INFLUÊNCIA SOCIAL? EM QUE CIRCUNSTÂNCIAS É QUE PODEM SER VERIFICADOS? QUAIS OS FACTORES QUE INFLUENCIAM OSDIFERENTES PROCESSOS DE INFLUÊNCIA SOCIAL?
  • PROCESSOS DE INFLUÊNCIA SOCIAL “acontecem quando o comportamento de uma pessoa faz com que outra pessoa mude de opinião ou execute uma acção que, de outro modo, não executaria” MichenerNão se pode entrar num campo sociale estar livre dos seus efeitos.
  • PROCESSOS DE INFLUÊNCIA SOCIAL Conjunto de fenómenos pelos quais as pessoas, em interacção umas com as outras, são capazes de modelar, manter, difundir e modificar os seus modos de pensar e de agir. Existe influência entre indivíduos sempre que o comportamento ou a presença de uma pessoa é capaz de provocar alterações no comportamento de outras pessoas.
  • Processos de influência social • Normalização • Conformismo • Obediência • Inovação
  • Normalização
  • Normalização• Nas sociedades existe: • Uniformidades na sociedade a respeito de interesses, ideais, atitudes, condutas. • Partilha de formas de pensar, sentir e agir comuns às pessoas de um grupo.
  • Normalização• As normas são úteis?• Regras sociais básicas que estabelecem o que as pessoas podem ou não podem fazer em determinadas situações que implicam o seu cumprimento.
  • Normalização• Como se consegue esta uniformidade? • Através das NORMAS
  • Normalização• As normas promovem a estabilidade nos relacionamentos sociais e permitem prever os comportamentos.
  • Normalização• Experiência de Milgram • P. 185 do manual
  • • Experiência de Muzafer Sherif • Sherif (1936) conduziu uma experiência com base no efeito auto cinético, para mostrar experimentalmente como ocorre o processo de formação de normas. Este efeito foi pela primeira vez identificado em astronomia e consiste num fenómeno perceptivo bastante fácil de reproduzir. De facto, basta colocar um indivíduo numa sala totalmente às escuras e acender uma luz fraca durante um momento e este verá a luz mover-se. Contudo, a verdade é que a luz mantém- se imóvel.
  • • Assim, os indivíduos tinham que avaliar, numa sala completamente às escuras, a deslocação de um ponto luminoso, efectivamente fixo, e efectuar estimativas. Numa primeira condição experimental, os sujeitos são estimulados individualmente e, portanto, criam um quadro de referência (norma) individual. Posteriormente, são colocados numa situação de grupo e fazem convergir as normas individuais para as normas de grupo. Numa segunda condição experimental é criado, inicialmente, um quadro de referência a nível grupal e, posteriormente, os indivíduos são colocados isolados na mesma situação. Neste caso, os quadros de referência continuaram a ser utilizados mesmo na ausência de um grupo, o que nos leva a concluir que os grupos são geradores de quadros de referência para a relação dos indivíduos com o meio que os envolve.
  • Normalização• contacto dos indivíduos entre si• formação de quadros de referência comuns• normas sociais, tais como os estereótipos, as modas, as convenções, os costumes e os valores
  • Normalização Estabelecimento de normas sociais com base na influência recíproca dos membros de um grupo de indivíduos hesitantes quanto aos modos de pensar e de agir.
  • Conformismo
  • 1 2 3
  • 1 2 3
  • ConformismoÉ fácil seguir a opinião da maioria. Séneca
  • Conformismo• Até que pontos somos pressionáveis por um grupo para mudar comportamento ou atitudes?
  • Conformismo• A experiência de Asch• http://www.youtube.com/watch?v =iRh5qy09nNw
  • Conformismo• Tendência das pessoas para aproximarem as suas atitudes e os seus comportamentos às atitudes e aos comportamentos dos outros elementos do grupo.
  • Conformismo - factores
  • Conformismo - factores• Unanimidade do grupo• Natureza da resposta• Ambiguidade da situação• Importância do grupo• Auto-estima
  • Conformismo - factores
  • Obediência
  • Obediência • Experiência de Milgram • http://www.youtube.com/watch?v =VT3wKbBNo64
  • Factores que influenciam a obediência • A proximidade com a figura de autoridade • A legitimidade da figura de autoridade • A proximidade da vítima • A pressão do grupo
  • Inconformismo
  • Inconformismo e desobediência • O conformismo é essencial para manter a ordem e a coesão sociais. • O inconformismo, a desobediência são comportamentos normalmente objecto de censura social, através de críticas e sanções.
  • “Todo o mundo é composto de mudança.” Camões
  • A outra face do inconformismo… Galileu
  • Inconformismo e inovação• Qual a influência que as minorias podem ter enquanto geradoras de inovação?• Ver experiência de Moscovici no manual pág. 195
  • As minorias podem ter influênciasobre as maiorias se… • …já existem divergências não manifestas num dado grupo social; • …os membros do grupo minoritário forem unânimes; • …forem coerentes e consistentes; • …forem persistentes e mantiverem o mesmo sistema de resposta de forma prolongada no tempo.