• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Act. 2
 

Act. 2

on

  • 505 views

 

Statistics

Views

Total Views
505
Views on SlideShare
502
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

2 Embeds 3

http://deafgirl77.blogspot.com 2
http://www.blogger.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Act. 2 Act. 2 Document Transcript

    • Universidade Católica Portuguesa PRO_LGP – Licenciatura em Língua Gestual Portuguesa Unidade Curricular: História da Educação de Surdos II Professor: Paulo Vaz de CarvalhoACTIVIDADE 21) Caracterize o período vivido no Instituto Nacional de Surdos de Paris durante o período entre 1822 e 1836.O período entre 1822 e 1838 corresponde a uma fase em declínio noInstituto Nacional de Surdos de Paris (INSP).O início deste período correspondeu com a morte do Abade Sicard, quedesenvolveu o trabalho iniciado pelo Abade de L’Épee que foi umgrande defensor do método gestual. Após a morte do abade Sicard, foinomeado o novo administrador do Instituto, o Barão Gerando, quedefendia fortemente o método oralista no ensino de Surdos.Esta nomeação causou surpresa no Instituto, pois todos esperavam queo sucessor de Sicard fosse Jean Massieu ou Bébian em que amboseram defensores do método gestual.O Barão Gerando convidou o médico Jean Itard, outro grande defensororalista e convidou outras pessoas, alguns eram familiares ou amigos,que nada sabiam acerca do ensino de Surdos.A qualidade do ensino estava a piorar, devido ao afastamento ouexpulsão de professores Surdos, ou então eram despromovidos paraauxiliar os professores ouvintes.O Barão Gerando despediu Bébian, que era director pedagógico doInstituto e grande opositor à administração. Mesmo despedido, Bébiancontinuou com a luta fora do Instituto, publicando ensaios sobre alinguística em defesa da Língua Gestual e expressou a sua revolta emjornais e revistas, o que resultou a proibição dos professores e alunosSurdos de contactarem Bébian. Sílvia Zúniga N.º 199009523 -1-
    • Universidade Católica Portuguesa PRO_LGP – Licenciatura em Língua Gestual Portuguesa Unidade Curricular: História da Educação de Surdos II Professor: Paulo Vaz de CarvalhoAo longo do tempo, o ensino de Surdos continuava a piorar com cadavez menos professores Surdos, que resultou numa revolta dos jovensprofessores Surdos e professores ouvintes que apoiavam o uso daLíngua Gestual.Perante este desagrado, a Administração começou a publicar circularese criou um sistema de rotatividade de professores, entre 1827 e 1836para proibir a Língua Gestual no ensino de Surdos e afastar osprofessores Surdos de forma pouco clara.Esta situação acabou por provocar uma revolta ainda maior nosprofessores Surdos que orientados por Berthier conseguiram anular osistema de rotatividade por algum tempo. Mas em 1829 a Administraçãopublicou uma segunda circular a informar que a Língua Gestual seriaeliminada gradualmente até os alunos Surdos conseguirem aprender aLíngua Francesa.Com esta segunda circular, a comunidade Surda ficou ainda maisrevoltada que formou um movimento de oposição à Administração doInstituto e chegou a pedir ao Rei Luís Filipe a readmissão de Bébian, oque provocou um enorme descontentamento à Administração quenunca quis aceitar a sua readmissão.Esta instabilidade influenciou fortemente os alunos Surdos quecomeçaram a apoiar os professores Surdos e a desprezar osprofessores oralistas. Os administradores, descontentes com estasituação, publicaram uma terceira circular em 1832, a informar novanomeação do director, Desiré Ordinaire, que também não possuíaqualquer conhecimento no ensino de Surdos.Esta terceira circular serviu também para proibir o uso da LínguaGestual e serviu para criticar os estudos de Bébian, e elogiar o ensino Sílvia Zúniga N.º 199009523 -2-
    • Universidade Católica Portuguesa PRO_LGP – Licenciatura em Língua Gestual Portuguesa Unidade Curricular: História da Educação de Surdos II Professor: Paulo Vaz de Carvalhooral, tendo sido decretado o reinício do sistema de rotatividade quepassou a funcionar durante 4 anos (1832 a 1836), apesar da oposiçãodos professores e alunos Surdos. Os professores Surdos começaram aperder o seu estatuto e forma penalizados ao nível salarial.Toda esta instabilidade e luta passou a ser conhecida noutras escolasde Surdos em França e que deram o seu apoio pela defesa do uso daLíngua Gestual.Para controlar um pouco a revolta, a Administração aceitou colocarBerthier como professor de uma turma com grandes dificuldades, emque o método oral tinha falhado, mas Berthier conseguiu obter bonsresultados, o que irritou ainda mais a Administração. Neste últimos 4anos, a comunidade Surda foi muito discriminada, resultando emprotestos cada vez maiores.2) Refira qual a importância dos banquetes de Surdos na constituição do movimento associativo Surdo.Devido ao período conflituoso no Instituto Nacional de Surdos de Paris,em 1834 a comunidade Surda decidiu organizar-se para definir osobjectivos em comum, expressar as suas opiniões e definir acções depressão sobre a administração do Instituto de Surdos de Paris.Foi Berthier que comandou um grupo de pessoas Surdas queorganizaram o primeiro Banquete em homenagem ao 122º aniversáriodo nascimento do Abade L’Épee, que acabou por ser um acontecimentoimportante e que a comunidade Surda decidiu tornar numa tradiçãoanual. Sílvia Zúniga N.º 199009523 -3-
    • Universidade Católica Portuguesa PRO_LGP – Licenciatura em Língua Gestual Portuguesa Unidade Curricular: História da Educação de Surdos II Professor: Paulo Vaz de CarvalhoNeste primeiro encontro de homenagem ao Abade de L’Épeeparticiparam Surdos de todo o país, professores de diversas escolas deSurdos, Surdos de outras profissões e Surdos estrangeiros, tambémparticiparam ouvintes com diferentes profissões (jornalistas, políticos,escritores, etc) que defendiam o uso da língua gestual. Durante estesBanquetes, foi fundada a primeira associação de Surdos em França edo mundo.Os Banquetes serviam para defender a Língua Gestual e opor ao ensinooralista, uma vez que nesta época se estava a assistir a uma grandeaceitação do método alemão (ensino oralista) em escolas em todo omundo. Também servia para revelar sonhos, planos, lutas, objectivos,discórdias das pessoas Surdas sempre com o objectivo de desenvolvera educação dos Surdos, promover o acesso ao ensino superior, lutarpelo reconhecimento da Língua Gestual Francesa, lutar pela formaçãode interpretes e pela defesa da Cultura Surda.3) Caracterize as principais associações de Surdos internacionais indicando qual o seu contributo para a defesa dos direitos das pessoas Surdas.Existem várias organizações de Surdos internacionais, sendo asprincipais as seguintes:- Royal Association for Deaf People (RAD);- National Association of Deaf (NAD);- Federação Mundial de Surdos (WFD);- União Europeia de Surdos (EUD).A RAD surgiu em 1841 em Inglaterra para ajudar e defender os direitosdas pessoas Surdas. O seu fundador foi uma pessoa ouvinte que tinha 5 Sílvia Zúniga N.º 199009523 -4-
    • Universidade Católica Portuguesa PRO_LGP – Licenciatura em Língua Gestual Portuguesa Unidade Curricular: História da Educação de Surdos II Professor: Paulo Vaz de Carvalhofilhos Surdos e que estava bastante preocupado com a sua educação eformação. Por isso fundou a RAD com o objectivo de arranjar empregopara as pessoas Surdas e dar-lhes formação religiosa, mas pordificuldades financeiras teve de encerrar durante 10 anos.Em 1854 foi recuperada por um grupo de pessoas que nomeou-a comoAssociação de Ajuda aos Surdos-Mudos, cujo objectivo era dar umamaior apoio à comunidade Surda inglesa que eram bastantesdiscriminados pela sociedade, não conseguindo trabalho ou assistência àdoença. A Associação pretendia apoiar os Surdos dando formaçãoreligiosa, formação para arranjar trabalho. Como na época, a Religiãotinha muito importância, os Surdos tentaram fundar uma igreja e tentaradaptar a cerimónia em língua gestual. Foi assim fundada a igreja St.Savions, em 1875.A NAD foi fundada em 1880 durante a realização do congresso de Milãocomo resposta às políticas de implementação da educação oral.O seu objectivo era defender os direitos das pessoas Surdas americanase a sua Língua (ASL). O seu contributo destacou-se nas áreas daacessibilidade, educação, emprego, saúde, reabilitação, tecnologia,telecomunicações e transportes.Actualmente a NAD tem defendido uma posição de oposição em relaçãoaos implantes cocleares e tem defendido um movimento de defesa doensino bilingue nas escolas de Surdos americanas. Sílvia Zúniga N.º 199009523 -5-
    • Universidade Católica Portuguesa PRO_LGP – Licenciatura em Língua Gestual Portuguesa Unidade Curricular: História da Educação de Surdos II Professor: Paulo Vaz de CarvalhoA WFD foi fundada durante o primeiro Congresso Mundial de Surdos, em1951 que é a associação internacional mais antiga de pessoas comdeficiência.A WFD é constituída por diversas associações e federações nacionais devários países, sendo que os seus objectivos são promover os direitos daspessoas Surdas, uma vez que as associações não têm força suficientepara pressionar os respectivos governos. Também tem como objectivopromover o estatuto das línguas gestuais, desenvolver a educação dosSurdos, promover o acesso à informação e lutar pelos direitos humanos.A WFD por estar representada na ONU (Organização das NaçõesUnidas) conseguiu lutar por uma nova convenção dos direitos humanosque defenda as pessoas Surdas e a sua Língua Gestual.A EUD foi fundada em 1985 e os seus objectivos são a defesa dosdireitos das pessoas surdas ao nível europeu, o poder através dainformação, promover a igualdade no emprego e o direito em utilizar aLíngua Gestual.Defende que os familiares de uma criança Surda devam aprendertambém Língua Gestual para criar um ambiente positivo para o seudesenvolvimento, defende que nas escolas deva ser promovido obilinguismo. O acesso à informação é muito importante e deve seraproveitado as tecnologias de informação e comunicação (TIC) paramelhorar a qualidade de vida das pessoas Surdas. Deve ser tambémpromovida a igualdade no emprego sendo muito importante disporformação profissional e adaptar o local de trabalho com ajudas especiaise com ajuda dos intérpretes. Sílvia Zúniga N.º 199009523 -6-