Distúrbios da Linguagem Sheila de Paula Nascente CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA DO IPA CURSO DE PEDAGOGIA
São problemas relacionados às habilidades lingüísticas (fala, leitura, escrita, escuta), especialmente na fase de formação...
Causas  <ul><li>Disfunções neurofisiológicas;  </li></ul><ul><li>Distúrbios emocionais;  </li></ul><ul><li>Déficits sensor...
Os problemas na área da linguagem podem ser retardo na fala ou emissões das primeiras palavras (demora para falar e expres...
Algumas áreas do cérebro envolvidas no processamento da linguagem:. Área de Broca (Azul), Área de Wernicke (Verde), Giro s...
O que é a Dislalia? <ul><li>A dislalia é um distúrbio da fala ,  caracterizado pela dificuldade em articular as palavras. ...
Alguns fonoaudiólogos consideram que a dislalia não seja um problema de ordem neurológica, mas de ordem funcional. Segundo...
Discalculia é definido como uma desordem neurológica específica que afeta a habilidade de uma pessoa de compreender e mani...
Alguns sintomas: <ul><li>Dificuldades freqüentes com os números, confundindo as operações de adição, subtração, multiplica...
<ul><li>A inabilidade de compreender o planejamento financeiro ou incluir no orçamento, nivelar às vezes em um nível básic...
O que é a dislexia? <ul><li>Definida como um distúrbio ou transtorno de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletra...
<ul><li>Sinais de Alerta </li></ul><ul><li>Como a dislexia é genética e hereditária, se a criança possuir pais ou outros p...
<ul><li>Haverá sempre:   -Dificuldades com a linguagem e escrita ;   -Dificuldades em escrever;   -Dificuldades com a orto...
<ul><li>Haverá muitas vezes : </li></ul><ul><li>-Disgrafia (letra feia);   -Discalculia, dificuldade com a matemática, sob...
<ul><li>Haverá às vezes:   - Dificuldades com a linguagem falada;   -Dificuldade com a percepção espacial;   -Confusão ent...
<ul><li>Fique alerta se a criança apresentar alguns desses sintomas:   -Dispersão;   -Fraco desenvolvimento da atenção;   ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentação distúrbios da linguagem

30,373

Published on

Published in: Education, Technology, Business
2 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
30,373
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
501
Comments
2
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação distúrbios da linguagem

  1. 1. Distúrbios da Linguagem Sheila de Paula Nascente CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA DO IPA CURSO DE PEDAGOGIA
  2. 2. São problemas relacionados às habilidades lingüísticas (fala, leitura, escrita, escuta), especialmente na fase de formação escolar. Os distúrbios de linguagem, assim como outros distúrbios de aprendizagem, não são considerados doença. Tratam-se de dificuldades que podem ser contornadas com acompanhamento adequado, direcionado às condições de cada caso. O que são?
  3. 3. Causas <ul><li>Disfunções neurofisiológicas; </li></ul><ul><li>Distúrbios emocionais; </li></ul><ul><li>Déficits sensoriais (surdez devido à infecções perinatais como sífilis, rubéola, toxoplasmose; prematuridade e baixo peso; asfixia perinatal severa; meningite); </li></ul><ul><li>Distúrbios orofaciais como lábio leporino, fenda palatina, má oclusão dentária; </li></ul><ul><li>Distúrbios neurológicos como deficiência mental, paralisia cerebral, tumores, traumatismos e infecções. </li></ul>
  4. 4. Os problemas na área da linguagem podem ser retardo na fala ou emissões das primeiras palavras (demora para falar e expressar-se), deficiência na formação de frases - (fala frases de forma incompleta ou mal consegue terminá-las); omissões e acréscimos de sons na fala (pula palavras ou frases inteiras); troca de fonemas (troca palavras) ; gagueira (pode ser de origem nervosa, psicológica ou motora), entre outros.
  5. 5. Algumas áreas do cérebro envolvidas no processamento da linguagem:. Área de Broca (Azul), Área de Wernicke (Verde), Giro supramarginal (Amarelo), Giro angular (Laranja) ,Cortex auditivo primário (Rosa)
  6. 6. O que é a Dislalia? <ul><li>A dislalia é um distúrbio da fala , caracterizado pela dificuldade em articular as palavras. Basicamente consiste na má pronúncia das palavras, seja omitindo ou acrescentando fonemas, trocando um fonema por outro ou ainda distorcendo-os ordenadamente. </li></ul>
  7. 7. Alguns fonoaudiólogos consideram que a dislalia não seja um problema de ordem neurológica, mas de ordem funcional. Segundo eles, o som alterado pode se manifestar de diversas formas, havendo distorções, sons muito próximos mas diferentes do real, omissão, ato em que se deixa de pronunciar algum fonema da palavra, transposições na ordem de apresentação dos fonemas (trocar máquina por mánica). Dificuldade na linguagem oral, que pode interferir no aprendizado da escrita. A criança omite, faz substituições, distorções ou acréscimos de sons. Exemplos: Omissão : não pronuncia sons - &quot;omei&quot; = &quot;tomei&quot;; Substituição : troca alguns sons por outros - &quot;balata&quot; = &quot;barata&quot;; Acréscimo : introduz mais um som - &quot;Atelântico&quot; = &quot;Atlântico&quot;.
  8. 8. Discalculia é definido como uma desordem neurológica específica que afeta a habilidade de uma pessoa de compreender e manipular números. A discalculia pode ser causada por um déficit de percepção visual. O termo discalculia é usado frequentemente ao consultar especificamente à inabilidade de executar operações matemáticas ou aritméticas, mas é definido por alguns profissionais educacionais como uma inabilidade mais fundamental para conceitualizar números como um conceito abstrato de quantidades comparativas. O que é discalculia?
  9. 9. Alguns sintomas: <ul><li>Dificuldades freqüentes com os números, confundindo as operações de adição, subtração, multiplicação e divisão. </li></ul><ul><li>Problemas de diferenciar entre esquerdo e direito. </li></ul><ul><li>Falta de senso de direção (para o norte, sul, leste, e oeste). </li></ul><ul><li>A inabilidade de dizer qual de dois números é o maior. </li></ul><ul><li>Dificuldade com tabelas de tempo, aritmética mental, etc. </li></ul><ul><li>Melhor nos assuntos tais como a ciência e a geometria, que requerem a lógica mais que as fórmulas, até que um nível mais elevado que requer cálculos seja necessário. </li></ul><ul><li>Dificuldade com tempo conceitual e julgar a passagem do tempo. </li></ul><ul><li>Dificuldade com tarefas diárias como verificar a mudança e ler relógios analógicos. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>A inabilidade de compreender o planejamento financeiro ou incluir no orçamento, nivelar às vezes em um nível básico, por exemplo, estimar o custo dos artigos em uma cesta de compras. </li></ul><ul><li>Tendo a dificuldade mental de estimar a medida de um objeto ou de uma distância (por exemplo, se algo está afastado 10 ou 20 metros). </li></ul><ul><li>Inabilidade de apreender e recordar conceitos matemáticos, regras, fórmulas, e seqüências matemáticas. </li></ul><ul><li>Dificuldade de manter a contagem durante jogos. </li></ul><ul><li>Dificuldade nas atividades que requerem processamento de seqüências, do exame (tal como etapas de dança) ao sumário (leitura, escrita e coisas sinalizar na ordem direita). Pode ter o problema mesmo com uma calculadora devido às dificuldades no processo da alimentação nas variáveis. </li></ul><ul><li>A circunstância pode conduzir em casos extremos a uma fobia da matemática e de dispositivos matemáticos (por exemplo números). </li></ul>
  11. 11. O que é a dislexia? <ul><li>Definida como um distúrbio ou transtorno de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração, a dislexia é o distúrbio de maior incidência nas salas de aula. Pesquisas realizadas em vários países mostram que entre 05% e 17% da população mundial é disléxica. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Sinais de Alerta </li></ul><ul><li>Como a dislexia é genética e hereditária, se a criança possuir pais ou outros parentes disléxicos quanto mais cedo for realizado o diagnóstico melhor para os pais, à escola e à própria criança. A criança poderá passar pelo processo de avaliação realizada por uma equipe multidisciplinar especializada, mas se não houver passado pelo processo de alfabetização o diagnóstico será apenas de uma &quot;criança de risco&quot;. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Haverá sempre: -Dificuldades com a linguagem e escrita ; -Dificuldades em escrever; -Dificuldades com a ortografia; -Lentidão na aprendizagem da leitura; </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Haverá muitas vezes : </li></ul><ul><li>-Disgrafia (letra feia); -Discalculia, dificuldade com a matemática, sobretudo na assimilação de símbolos e de decorar tabuada; -Dificuldades com a memória de curto prazo e com a organização’; -Dificuldades em seguir indicações de caminhos e em executar seqüências de tarefas complexas; -Dificuldades para compreender textos escritos; -Dificuldades em aprender uma segunda língua. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Haverá às vezes: - Dificuldades com a linguagem falada; -Dificuldade com a percepção espacial; -Confusão entre direita e esquerda. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Fique alerta se a criança apresentar alguns desses sintomas: -Dispersão; -Fraco desenvolvimento da atenção; -Atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem; -Dificuldade em aprender rimas e canções; -Fraco desenvolvimento da coordenação motora; -Dificuldade com quebra cabeça; -Falta de interesse por livros impressos; </li></ul><ul><li> O fato de apresentar alguns desses sintomas não indica necessariamente que ela seja disléxica; há outros fatores a serem observados. Porém, com certeza, estaremos diante de um quadro que pede uma maior atenção e/ou estimulação. </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×