O Cérebro em Mudança na Era da Informação - Teresa Silveira

  • 2,624 views
Uploaded on

Documento apresentado no V

Documento apresentado no V

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
2,624
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8

Actions

Shares
Downloads
36
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 11-12-2012 Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal V Encontro de Serviços de Apoio às Bibliotecas Escolares "Biblioteca Pública e Bibliotecas Escolares: um SABE(R) em Construção" Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco 6 e 7 de Dezembro de 2012 Relatório do GRUPO DE PERITOS DE ALTO NÍVEL SOBRE LITERACIA DA UE (2012) relata:ABORDAR O PROBLEMA (…) An estimated 20 % of adults lack the literacy skills they need to function fully in a modern society. An estimated 73 million European adults lack qualifications above upper secondary school level, many because their poor literacy makes educational progress impossible. The next generation of adults is on course to do no better. The latest results from PISA, the OECD’s Programme for International Student Assessment, show that in 2009, one in five EU 15-year- olds had poor reading skills. The EU has made almost no progress over the past decade in reducing this percentage. Even as literacy becomes more necessary, reading levels have stagnated (…). 1
  • 2. 11-12-2012 O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO: Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal _________________________________________________ ABORDAR O PROBLEMA (Scholastic, 2010) A curiosidade é mais importante que o conhecimento. Albert Einstein O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO: Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal _________________________________________________ MALHEIRO, Armando - Inclusão Digital e ABORDAR O PROBLEMA Literacia Informacional em Ciência da Informação [Em linha]. Portugal, 2009 [Consult. 02 de Janeiro de 2009]. Disponível em: http://prisma.cetac.up.pt/, nº7 Ciências da KUHL, P. K.; TSAO, F. M.; LIU, H. M.; ZHANGh, Y.; BOER, B. (2001). Helena Mendonça para o notícias magazine (JN) nº244/122 do dia 31 de Janeiro intitulado: Geração Copy/Paste. Educação Language/Culture/Mind/Brain: Progress at the Margins between Disciplines. In A. R. Damasio (Ed.). Unity of Knowledge: The Ciência da Informação Convergence of Natural and Human Science. New York: The New York Academy of Sciences, pp. 136-174 PRENSKY, Marc. - Digital Natives, Digital Medicina Immigrants, Part II: Do they really think differently? Ciências Sociais e Neurociências Humanas BLACKMORE, Sarah; FRITH, Uta (2010). O cérebro queCASTELLS, Manuel (2005). A Era da aprende. Lisboa: GradivaInformação: economia, sociedade e cultura. DEHAENE, Stanislas (2009). Reading in the brain.NewSANTELLA, Lúcia. A leitura fora do livro. [Em York: VIKINGlinha]. Brasil, 2010. [Consult. a 15 de Março de2010]. Disponível em: KNUDSEN,. Eric I. (2004). Sensitive Periods in thehttp://artenumerica.multiply.com/reviews/ite Development of the Brain and Behaviour. In Journal ofm/2 Cognitive Neuroscience 16:8, p. 1415. 2
  • 3. 11-12-2012 O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_________________________________________________ O que faz um leitor? Circunvolução angular; o Planum Temporal e o Lobo Temporal esquerdo. • A competência de ler é o resultado de um processo de aprendizagem contínuo no qual o cérebro assume o papel central. O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_________________________________________________ O que faz um leitor? O desenvolvimento do cérebro leitor está intimamente relacionado com a repetição da acção ou com a carga emotiva a ela associada. A repetição é assim um processo intrínseco essencial para formar rotinas de acção e torná-la verdadeiramente eficiente. Períodos sensíveis/ críticos Trata-se de um período no qual, com facilidade e rapidez, se adquirem, moldam ou se alteram determinados sistemas internos de acção. 3
  • 4. 11-12-2012 O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_________________________________________________ O que faz um leitor? O processo de “poda” O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_________________________________________________ O que faz um leitor? A neuroplasticidade A plasticidade neural permite ao cérebro organizar-se e aprender ao longo da vida, não possibilita, no entanto, activar áreas cerebrais específicas para desenvolver acções particulares como ler, escrever e contar que não o tenham sido durante os períodos sensíveis. 4
  • 5. 11-12-2012 O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO: Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal _________________________________________________ O que faz um leitor? A neuroplasticidade Fonte: fisiochiodi.blogspot.com• Em termos práticos, estas notas enquadradoras dos resultados procuram expressar que o cérebro humano tem timings muito limitados para desenhar e desenvolver toda a arquitectura que permitirá fazer do acto leitor uma prática intrínseca, natural e fluída, ou seja, a base para a aquisição e desenvolvimento das competências informacionais. 5
  • 6. 11-12-2012O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_____________________________________________________ METODOLOGIA E AMOSTRA• Investigação Quantitativa.• Aplicação de um inquérito fechado “variante directa”.• Amostra constituída por 178 raparigas e 150 rapazes, num total de 328 inquiridos.• Inquiriram-se jovens adolescentes dos 5 distritos do Norte de Portugal.• O tratamento dos dados: do geral para o particular: totalidade da amostra – confrontação de sexos – separação da amostra por geografia.• A análise das disparidades entre frequências foi feita pelo teste do Qui-quadrado.• Optou-se pela mediação ordinal. A relação desproporcional de tempo despendido com as tecnologias, mais especificamente com o computador, em detrimento do tempo com a prática da leitura contemplativa. 6
  • 7. 11-12-2012As várias horas por dia no computador e navegação na Web,utilizadas pelos adolescentes, não serão sinónimo de aumento eenriquecimento de competências informacionais, nem da suaconsciência enquanto Prossumidores. Participa ou tem um blogue Total 1% 0% Participo ou tenho um blogue 32% Não participo ou tenho um blogue Não respondeu 67% Respostas inválidas Que actividades desenvolvem em ambiente digital? E que tipo de competências são estimuladas e desenvolvidas? 7
  • 8. 11-12-2012 Que actividades desenvolvem em ambiente digital? E que tipo de competências são estimuladas e desenvolvidas? Do ponto de vista do seu comportamento tecnológico, qual éa actividade unânime e rotineiramente praticada? 8
  • 9. 11-12-2012O gosto leitor está associado a diferentes motivações para aleitura.O gosto leitor está associado a diferentes motivações para aleitura. 9
  • 10. 11-12-2012O gosto leitor está associado a diferentes motivações para aleitura. Dykeman (2008) reports that there is no doubt that the way we read the web pages have a major impact on what we read, how long we read, and how attentively we read (…).Não é a leitura em suporte digital que per se condicionapositivamente a relação com a leitura. 10
  • 11. 11-12-2012 O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO: Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal _____________________________________________________ CONCLUSÕES OS FACTOS AS INTENÇÕES OS PERIGOS• O ambiente digital e o • Moldar o cérebro para o • O fortalecimento de impacto deste no pensar, questionar, um cérebro operativo desenvolvimento responder e questionar pode enfraquecer a neuronal. sua capacidade de as respostas. exercício global e logo• A preparação e • A promoção da leitura, mais resistente a moldagem do cérebro actividades de para a resolução de especialmente do tipo contemplativa, é um dos natureza reflexiva. questões pontuais e o aprimoramento das meios possíveis que competências concretiza esta intenção. • As diferentes motoras finas. percepções e previsões • O recurso a programas de sobre a abordagem de• A concepção de gosto promoção da leitura assuntos entre leitor poderá também continuados, onde a imigrantes e nativos ser distinta, mais animação deverá ter lugar digitais. associada a uma leitura “utilitária” e antes, durante e depois menos literária. da leitura. O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO: Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal _____________________________________________________ CONCLUSÕES Tendência da evolução do comportamento leitor Leitura Sequencial Leitura fragmentada Leitura contemplativa Leitura “utilitária” Concentração exclusiva no acto “Disputa” de atenção entre leitor leituras. Leitura em profundidade Leitura superficial Adaptada de Loan, 2012 11
  • 12. 11-12-2012O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_____________________________________________________ CONCLUSÕESO CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_____________________________________________________ CONCLUSÕES Não prestar atenção é um estado cerebral que não existe. O cérebro está permanentemente a “vasculhar” o ambiente à procura de novos estímulos. A percepção e a previsão (preception / prediction), quer na conquista, quer no desvio da atenção, são basilares. PERCEPÇÃO Significado atribuído à informação quando esta é recebida pelos sentidos PREVISÃO Antecipação do que vai acontecer 12
  • 13. 11-12-2012 O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO: Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal _____________________________________________________ CONCLUSÕES PERCEPÇÃO E PREVISÃO Significado atribuído à Antecipação do que vai informação quando esta é acontecer recebida pelos sentidos PERCEPÇÃO E NÃO PREVISÃONÃO PERCEPÇÃO E NÃO PREVISÃO O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO: Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal _____________________________________________________. A animação é um todo CONCLUSÕES composto por duas partes: animação para a leitura e a animação da leitura.Animação para a leitura – PERCEPÇÃO = mais relevante gera marketing em torno do livro o enriquecimento das “estruturas com vista à criação da informativas”. necessidade/desejo de = menos relevante chegar, estar e descobrir o estimula a formação de uma livro. “subestrutura informativa”Animação da leitura – actividades que fazem a intermediação entre o que foi lido e o que se vai ler. 13
  • 14. 11-12-2012O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_____________________________________________________ CONCLUSÕESO cérebro malabarista, capaz de acolher e deatender aos vários estímulos em simultâneo,mas cada vez mais incompatível comactividades como a leitora, cujo gozo e acompensação derivam da capacidade deultrapassar a natureza de alerta do cérebro,isolando-o unicamente para a actividade leitora,tornando-se esta o estímulo per se Neste sentido… (GPANL UE,2012) 14
  • 15. 11-12-2012O CÉREBRO EM MUDANÇA NA ERA DA INFORMAÇÃO:Estudo sobre o comportamento leitor de adolescentes do Norte de Portugal_____________________________________________________ CONCLUSÕESO importante é isto: Estar pronto para, a qualquermomento, sacrificar o que somos pelo quepodemos vir a ser. Charles DuboisOs meus filhos terão computadores, sim, mas antes terãolivros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serãoincapazes de escrever - inclusive a sua própria história. Bill Gates 15