Aulas logística 1

8,176 views
7,963 views

Published on

Logística aplicada ao Agronegócio

Published in: Education

Aulas logística 1

  1. 1. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA ETECNOLOGIA DO PIAUÍCURSO TÉCNICO CONCOMITANTE /SUBSEQUENTE EMAGRONEGÓCIOCAMPUS – CORRENTE - PIEngº. Agrº. M.Sc. Sebastião P. do NascimentoLOGÍSTICA APLICADA AOAGRONEGÓCIOCorrente, 16 de março de 2010
  2. 2.  Poucas são as áreas de estudo que apresentamimpactos significativos no padrão de vida daspessoas – A LOGÍSTICA é uma dessas áreas. Todas as áreas da atividade humana sãoafetadas, direta e indiretamente pelo processologístico.
  3. 3. Como seria comprar uma camisa de seda feita na China emuma loja em São Paulo?Porque um Kg. de tomate, é tão barato no campo e custatão caro no supermercado?Qual deve ser a embalagem ideal para um iogurte?Jóias...?Porque o transporte de carga aérea é muito mais caro que osoutros modais, está tendo um crescimento tão grande noBrasil e no mundo?
  4. 4. Muitas são as versões para a origem da palavralogística: Originada do Francês: LOGER - que significa:ACOMODAR, ALOJAR. Originada do Grego: LOGOS (Razão) que significa ARTE DECALCULAR ou MANUTENÇÃO DE DETALHES DE UMAOPERAÇÃO
  5. 5. Muitas são as versões para a origem da palavralogística: Sobre a origem MILITAR significa:POSICIONAMENTO DE TROPAS, AGILIDADE NOSDESLOCAMENTOS, PROVISÕES E MUNIÇÕES,ENTREGA DE CORRESPONDÊNCIAS...Na área COMERCIAL: é usada para exprimir: OPLANEJAMENTO E A GESTÃO DOS SERVIÇOS RELATIVOS ÀDOCUMENTAÇÃO, MANUSEIO, ARMAZENAGEM ETRANSFERÊNCIA DOS BENS DE UMA OPERAÇÃO DECOMÉRCIO.
  6. 6. O Comércio e a Literatura dos Negócios deram aLogística uma grande variedade de nomes:• Distribuição Física• Logística Empresarial• Logística de Distribuição• Logística de Marketing• Gerenciamento de Materiais• Gerenciamento de Cadeia de Distribuição• Logística Industrial• Logística de Transporte• ...Todos os nomes significam a mesma coisa:Gerenciamento do fluxo de materiais do pontode origem ao ponto de consumo
  7. 7. "LOGÍSTICA é processo de PLANEJAR, IMPLEMENTAR eCONTROLAR de maneira EFICIENTE e EFICAZ o fluxo deARMAZENAGEM de Produtos, bem com os SERVIÇOS eINFORMAÇÕES associados, cobrindo desde o PONTO DEORIGEM até o PONTO DE CONSUMO, com o objetivo deatender os requisitos do CONSUMIDOR."Council of Logistics Management, 1991
  8. 8. EFICIÊNCIA - É a relação entre o resultado alcançado e os recursosutilizados; BATALAS (2001).EFICÁCIA - É a extensão na qual as atividades planejadas sãorealizadas e os resultados planejados são alcançados.EFICIÊNCIA - É fazer bem as coisas, referindo-se a processos;EFICÁCIA – É fazer a coisa certa, referindo-se a resultados.Sou eficaz por que sou eficiente...
  9. 9. – Foi desenvolvida com o intuito deabastecer, transportar e alojar tropaspropiciando que os recursos certosestivessem no local certo e na horacerta.– O primeiro general a utilizar essetermo, foi o general Von Claussen deFrederico da Prússia, e foi desenvolvidomais adiante pela Inteligência Americana– CIA, juntamente com os professoresde Harvard, para a Segunda GuerraMundial.
  10. 10. • Logo depois, em meados de 1950, a logística,surge como matéria na Universidade de Harvard,nas cadeiras de Engenharia e Administração deEmpresas.• O Termo mais Utilizado até aDécada de 80 era:– Distribuição Física.
  11. 11. Segundo Figueiredo e Arkader (2001) a logística teve cincoeras, do século XX até os dias atuais:1.Início do Século XX – Fase do “Campo ao Mercado”• Preocupação com o escoamento da produção agrícola.2. De 1940 até o início da década de 1960 – Fase das“Funções Segmentadas”• Continuou com grande influência militar;• Preocupação com a movimentação de materiais,principalmente armazenagem e transporte de bens
  12. 12. 3. Início da década da década de 70 - Fase das “FunçõesIntegradas”:• Incluiu custo total e abordagem de sistemas;• Fluxo mais amplo: transporte, distribuição, armazenagem,estoque e manuseio de materiais;4. A partir de 1970 até meados dos anos 80 - Fase do “Focono Cliente”:• Ressaltando produtividade e custos de estoques;• Incluída nos cursos de Administração de Empresas.5. Atualmente – “Fase Logística como elemento diferenciador”• Destaca-se a tecnologia de Informação, a responsabilidadeSocial e a ecologia
  13. 13.  Levar a quantidade exata do produto certo ao lugaradequado na hora correta pelo preço justo; Diminuir o hiato entre produção e demanda de modoque os consumidores tenham bens e serviços quando eonde quiserem, e na condição que desejarem; Elevar o Nivel de Serviços; Reduzir Custos.
  14. 14. 1. Suprimentos, que gerencia a matéria-prima e oscomponentes: o pedido ao fornecedor, o transporte, aarmazenagem e a distribuição (de matérias-primas einsumos);2. Produção, que administra o estoque do produto semi-acabado no processo de fabricação: o fluxo de materiaisdentro da fábrica, os armazéns intermediários, oabastecimento do posto de trabalho e a expedição doproduto acabado;3. Distribuição, que administra a demanda do cliente e oscanais de distribuição: o estoque do produto acabado, aarmazenagem, a programação de entrega, o transporte ea entrega ao cliente.
  15. 15. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA ETECNOLOGIA DO PIAUÍCURSO TÉCNICO CONCOMITANTE /SUBSEQUENTE EMAGRONEGÓCIOCAMPUS – CORRENTE - PIEngº. Agrº. M.Sc. Sebastião P. do NascimentoLOGÍSTICA APLICADA AOAGRONEGÓCIOCorrente, 15 de abril de 2010
  16. 16. LOGÍSTICA INTEGRADA Visão estratégica destaca a integração dasáreas de: abastecimento, produção e distribuição; Visão tática destaca o comprometimento entreas gerências da logística e de marketing/vendas; Visão operacional destaca as operaçõeslogísticas, seu relacionamento com a cadeia desuprimentos, o inter-relacionamento entre as áreasoperacionais.Na guerra da competitividade a logísticarepresenta vantagem competitiva entreempresas concorrentes
  17. 17. LOGÍSTICA INTEGRADA- OBJETIVOS Reduzir custos operacionais; Atender as necessidades dos consumidorescom maior eficácia; Melhorar a qualidade a um menor custo aocliente;I - Colocar o produto certo, na hora certa, no localcerto e ao menor custo possívelII - É necessário aumentar o fluxo de informaçõesentre seus integrantes e maior precisão nosresultados.
  18. 18. LOGÍSTICA INTEGRADAPlanejamentoComprasInteração coma ProduçãoArmazenagemde ProdutoAcabadoExpediçãoArmazenagem deMaterias-primas eInsumosProgramaçãoda ProduçãoRecebimentode MateriaisCLIENTEPRODUÇÃOCOMERCIALPCPProgramaçãode EntregaTransporteFORNECEDORES
  19. 19. - A cadeia logística é o canal de movimento doproduto ao longo do processo industrial até osclientes.- Pode-se dizer simplesmente que é a sucessãode manuseios, movimentações e armazenagenspelas quais o produto passa desde que é matéria-prima, conjuntos semi-elaborados, até chegar aocliente final.CADEIA DE SUPRIMENTOS
  20. 20. Fornecedor FabricanteVarejistaConsumidorAtacadistaORGANIZAÇÕES QUE INTERAGEM NALOGÍSTICAFonte: BERTAGLIA “Logística egerenciamento da cadeia de abastecimento”Ed. SaraivaFornecedor FabricanteVarejistaConsumidorAtacadista
  21. 21.  Excesso de capacidade e de oferta; Fornecimento em escala global; Fornecimento de sistemas, módulos esoluções; Fornecimento com preços decrescentes eexigências crescentes; Ruptura em processos.OS DESAFIOS DAS CADEIAS PRODUTIVAS
  22. 22. Centro deDistribuiçãoConsumidorFalta de InformaçãoPlanejamentoIneficiente TransporteIneficiente Espera paraDescarga Níveis elevadosde Estoque Custo Alto ServiçosRuins:– Tempo– QualidadeCadeia de AbastecimentoFabricanteTransporteLoja doVarejoCD do varejoTransporteTransporteFunção na Cadeia Decisões de PlanejamentoProduçãoEmpacotamentoArmazenagemRecebimentoArmazenagemSeparaçãoArmazenagemSeparaçãoTransporteLojasEstoque PulmãoGôndola&PrateleiraProduçãoEmpacotamentoArmazenagemNíveis de EstoquePlanejamentoProgramação deRecursosPlanejamento eRoteirização deVeículosPortfolio de ProdutosTécnicas deAcondicionamento emGôndolasConsumoINEFICIÊNCIA DA CADEIA DESUPRIMENTOS
  23. 23. “SCM é a integração dos processos industriaise comerciais, partindo do consumidor final eindo até os fornecedores iniciais, gerandoprodutos, serviços e informações que agreguemvalor para o cliente”.SUPPLY CHAIN MANAGEMENTFórum de SCM ( Ohio State University, 2000)FornecedoresMatéria PrimaServiçosLogísticos FornecedoresFabricantesConsumidor/ClienteEfficient, High Velocity Material FlowVarejo/AtacadoServiçosLogísticosServiçosLogísticosFluxo da cadeiaÓtica do ClienteFonte: BERTAGLIA “Logística e gerenciamentoda cadeia de abastecimento” Ed. Saraiva
  24. 24. Objetivos da SCM Melhorar o atendimento ao cliente com omenor custo total possível; Desenvolver e utilizar tecnologias deinformações; Promover a tomada de decisões com baixamargem de risco; Operar com maiores níveis de eficiência; Melhorar a comunicação com clientes efornecedores da melhor maneira possível
  25. 25.  Redes de cooperação; Competição entre as cadeias de suprimentos; Unidades virtuais de negócio; O processo de vender, produzir e atender aocliente na fábrica do futuro.O que caracteriza a SCM
  26. 26. A implementação da SCM Adoção de práticas de global sourcing; Parcerias com fornecedores/cliente (redes); Sincronização da produção; Redução de estoques em toda a cadeia; Revisão dos processos; Melhoria dos sistemas de comunicação einformação; Gestão da demanda.
  27. 27. TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO EINFORMAÇÃOA importância das tecnologias de comunicação einformação são essenciais para o sucesso dasoperações logísticas. Entre elas: Transferência eletrônica de dados (EDI); Sistemas de codificação standard (cód. de barras); Sistemas de identificação automática (estoques); RFID – Radio Frequency IDentification; Soluções baseadas na Internet; Comunicação GSM; Sistemas de posicionamento (GPS).
  28. 28. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃODECISÕESQue mix de canais até ao cliente final deve umaempresa utilizar. Poucos, muitos, de que tipo e quecombinação?Por exemplo: Para materiais de construção qual o mix maiscorreto entre cadeias de varejo especializado,armazenistas e direto ao cliente; Nas bebidas, qual o mix mais correto entre grandedistribuição, armazenistas, lojas especializadas,pequeno comércio tradicional, restaurantes e bares,direto aos clientes finais.
  29. 29. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃODECISÕES Qual a configuração mais adequada da cadeialogística? Canais distintos exigem configuraçõesdistintas dos sistemas logísticos? Qual a estratégia de produção mais adequada parao mix de canais? Que tipo de relacionamento deve ser implementadocom os parceiros de um dado canal? Cansas distintosexigem formas de relacionamento distintos. Segmentação por marcas vx. por canais vs. porclientes.
  30. 30. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃOANÁLISE E SELEÇÃO DE CANAISComo é que uma dada empresa deve distribuir osseus produtos através de múltiplos canais/cadeiasde abstecimento?A seleção dos canais depende de:• Características do mercado (ex: urbano vs rural);• Características do produto (ex: valor,complexidade, tempo de vida);• Características competitivas (commodity vc.exclusividade);• Recursos da empresa.
  31. 31. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃOANÁLISE E SELEÇÃO DE CANAISA análise econômica dos canais deve incluir umaavaliação dos proveitos e custos associados a cadacanal, por ex: Vendas; Custos de distribuição; Custos de vendas; Custos de marketing (publicidade, promoções,decontos, etc.)Naturalmente alguns destes custos mesmo quando osseus drivers são perfeitamente identificados não sãoindependentes do mix de canais utilizados devidos àseconomias de escala atingidas
  32. 32. Manufatura Distribuidores eConsumidoresManufaturaEra IndustrialEmpurrarPuxarEra da InformaçãoPresentePassadoDistribuidores eConsumidoresEVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA
  33. 33. FASES DE EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICAO objetivo principal do ECR é otimizar a cadeia de valor.Trata-se de uma iniciativa conjunta entre varejo e produção com o propósito deotimizar e sincronizar a Cadeia de Valor, desde o produtor até o consumidor.
  34. 34. As estratégias logísticas estão evoluindo comgrande rapidez. São vários os fatores quefacilitam e contribuem a esta mudança:Profissionalização e Especialização: a gestãologística se considera como uma fonteimportante de oportunidades competitivas e sedestinam recursos a ela. A visão tradicional damera gestão burocrática de estoques, armazénse transporte está em vias de extinção.Mudanças na LOGÍSTICA
  35. 35. Empresas Especializadas: frutoda profissionalização da logística moderna,tem aparecido no mercado empresas queoferecem serviços logísticos integrais:análise, projeto, implementação egerenciamento das necessidades logísticasda empresa.Com ela se abriu a possibilidade da sub-contratação de toda ou parte da cadeialogística.Mudanças na LOGÍSTICA
  36. 36. Mudanças na LOGÍSTICANovos Modelos de Organização: há tempostem se introduzido uma mudança substancialnos conceitos logísticos a partir da teoria deque o estoque é sempre sinal de problemas aserem resolvidos.As novas estratégias logísticas são muitas evariadas, e dependem em grande parte, dosetor industrial.
  37. 37. "A memória é o sentinela do cérebro."(William Shakespeare - dramaturgo e poeta)“Não há investimento mais rentável doque o do conhecimento."(Benjamin Franklin – filósofo, político e cientista)
  38. 38. matoeiro@hotmail.comEng. Agr. M.Sc. Sebastião NascimentoThe End!!!

×