Your SlideShare is downloading. ×
Bacharelado interdisciplinar em artes
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Bacharelado interdisciplinar em artes

2,543
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,543
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM ARTES E a problemática do Mercado de trabalho.
  • 2. BACHARELADO INTERDISCIPLINAR Na visão geral o BI é um curso de formação universitária interdisciplinar, com terminalidade própria que habilita o estudante para atuar no setor público, no segmento empresarial e no campo não-governamental associativo, podendo também servir como requisito para a formação profissional de graduação (em outros cursos da própria Universidade), além da formação científica, humanística ou artística de pós-graduação.
  • 3. BI DE ARTES Segundo o site do IHAC, O BI em Artes oferece ao aluno uma formação ampla na cultura das artes, podendo concentrar-se no aprendizado de uma linguagem artística dentre música, dança, cinema ou criação literária. O diferencial deste curso em relação aos demais bacharelados na área de artes é o trânsito entre as diversas linguagens artísticas, em componentes curriculares mistos. Este é o caso dos componentes de Ação Artística, que funcionam como ateliers coletivos de criação. O egresso do curso é Bacharel em Artes, com ou sem concentração nas referidas áreas. A formação pode ter uma terminalidade em si mesma ou pode servir também como início para uma formação profissional especializada nas linguagens artísticas, nos demais cursos oferecidos pela UFBa – música, dança, teatro, artes plásticas, letras – ou pode, ainda, servir de início para a formação acadêmica em nível de pós-graduação.
  • 4. MERCADO DE TRABALHO. Por ser um curso novo na UFBA, muitas pessoas e empresas desconhecem o sentido do bacharelado, seus objetivos e principalmente, seu campo de atuação. Incluindo os próprios alunos. Diante desse problema fizemos uma pesquisa, não com o intuito de esclarecer, pois as respostas para a questão do mercado de trabalho ainda são desconhecidas, mas com o objetivo de apontar umas das principais problemáticas que os estudantes do BI de artes - e no geral - enfrentam ao ingressar nessa “nova” universidade.
  • 5.  As entrevistas foram feitas com alunos do Bacharelado em Artes, um total de quinze pessoas foram entrevistadas. Algumas não quiseram ser filmadas. Satisfeitos com o BI de Artes. 27% Sim Não 73%
  • 6. O QUE ESPERAM DO BI. 13% Graduação Inserção no Mercado de 54% 33% Trabalho CPL
  • 7. DÚVIDAS: MERCADO DE TRABALHO. Área de 53% 47% Atuação Indiferente Possuir apenas o diploma do BI de Artes. 38% 62% Sim Não
  • 8. ENTREVISTA: RAIMUNDO SANTOS (BIDA) Artista Plástico, 50 anos, mais de 44 exposições nacionais e internacionais. Seu Ateliê encontra-se na Ladeira do Carmo, no Pelourinho e é estudante do quarto semestre de Artes Plásticas, resolveu entrar na graduação depois de exercer a profissão por mais de vinte anos.
  • 9. 1) O senhor conhece sobre o BI de Artes? - Sim, tenho dois amigos que fazem o BI e pegam algumas matérias em Belas Artes. Acho a proposta bastante interessante, pois você tem a oportunidade de estudar diversas áreas, o que te faz sentir mais seguro em relação ao que você realmente deseja exercer.2) Como estudante de um curso tradicional (CPL) o senhor já presenciou alguma forma de preconceito em relação aos do BI? - Que eu presenciei, não, mas eu sei que existe. Um, desses dois amigos, falou que estava sendo muito cobrado em relação ao professor e aos colegas. Que sofria uma pressão justamente por ser do BI e ter que se destacar, do contrário, ser do bacharelado era motivo pra que duvidassem de sua capacidade. Ele quase desistiu.
  • 10. 3) Contrataria para o seu Ateliê alguém que tivesse apenas o diploma do BI?- Certamente, a universidade para mim serve para lapidar uma pessoa, mas ela já possui o dom, já tem uma predisposição. E nas áreas artísticas é muito mais fácil exercer uma profissão sem precisar da graduação. Eu, por exemplo, fiquei vinte anos trabalhando como artista plástico, fiz exposições e todas antes de entrar em Belas Artes.- 4) Possui alguma dúvida, critica, elogio em relação ao Bacharelado de Artes?- Elogios sim, como já disse, a proposta é interessante, da oportunidades de abranger os conhecimentos, eu só espero que o curso torne-se completamente organizado e cumpra com todas as propostas inovadoras que prometeram até então.
  • 11. CONCLUSÃO Baseado em nossa pesquisa, podemos concluir que, apesar dos esforços para o crescimento do Bacharelado interdisciplinar, muitos não possuem esclarecimento e não confiam na proposta que o curso esta oferecendo. Observamos que o maior receio dos estudantes é a falta de expectativas e área de atuação no mercado de trabalho, após concluírem o curso. Sentem-se mais seguros com o diploma do Curso de Progressão Linear, pós-graduação ou técnico para complementar a sua formação acadêmica. A divulgação, organização e união dos estudantes e da universidade são os únicos meios para o crescimento do Bacharelado.
  • 12. REFERÊNCIAS http://paulolotufo.blogspot.com/2006/12/um- proposta-excelente-bacharelado.html http://www.vestibular.ufba.br/reuni/BI.pdf http://blogln.ning.com/profiles/blogs/universidade- nova-o-modelo-da http://www.ihac.ufba.br/portugues/
  • 13. EQUIPE Abel Marcelino Aline Barros Daiane Reis David Vieira Savitri Ramaiana Contemporaneidade II Prof – Denise Lemos. Data: 02/12/2011