Your SlideShare is downloading. ×
Pcr Na DetecçãO De Salmonella Spp. Em Amostras De Peito De Frango Artificialmente Contaminadas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Pcr Na DetecçãO De Salmonella Spp. Em Amostras De Peito De Frango Artificialmente Contaminadas

1,320

Published on

Minhas publicações na II Mostra UFF em Higiene e Tecnologia de Alimentos …

Minhas publicações na II Mostra UFF em Higiene e Tecnologia de Alimentos
2009

Published in: Technology, Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,320
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PCR NA DETECÇÃO DE Salmonella spp. EM AMOSTRAS DE PEITO DE FRANGO ARTIFICIALMENTE CONTAMINADAS RAQUEL GOUVÊA1*, LEANDRO DOS SANTOS MACHADO2, SAMIRA PIROLA SANTOS MANTILLA2, VIRGINIA LÉO DE ALMEIDA PEREIRA3, ROBSON MAIA FRANCO4, ELMIRO ROSENDO DO NASCIMENTO3 1 Mestre em Medicina Veterinária - Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal - UFF, Niterói, RJ 2 Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária - Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal - UFF 3 Departamento de Saúde Coletiva Veterinária e Saúde Pública – MSV – UFF 4 Departamento de Tecnologia de Alimentos. Faculdade de Veterinária – MTA – UFF. RESUMO A PCR consiste na síntese de ciclos repetidos de oligo-nucleotídeos de DNA para conduzir à replicação de sequências definidas, formando a base para a amplificação e detecção de sequências específicas de ácido nucléico. Por detectar uma região única do genoma bacteriano, a PCR é mais específica do que os métodos convencionais de diagnóstico. A aplicação da PCR é uma estratégia atualmente utilizada, eficiente e rápida, na detecção de bactérias em alimentos contaminados, tais como Listeria monocytogenes, Campylobacter spp., Escherichia coli e Salmonella spp. O objetivo deste trabalho foi avaliar a frequência de detecção de Salmonella spp. em 34 sub- amostras de 25g de peito de frango artificialmente contaminados com S. Enteritidis e determinar o tempo demandado para análise pela PCR. Para o preparo do inóculo, uma suspensão bacteriana foi preparada pela adição de solução salina peptonada 0,1% em cultivo de S. Enteritidis ATCC 13057 em ágar nutriente inclinado até obtenção de turvação igual à do padrão nº1 na escala de McFarland. Alíquotas de 1mL da suspensão bacteriana foram adicionadas às diluições das sub-amostras de 25g de peito de frango em 225mL de água peptonada 1%. Após a incubação das amostras pré-enriquecidas a 37ºC por 24 horas, alíquotas de 1mL foram colocadas em microtubos de polipropileno para a realização da extração do DNA bacteriano. A extração do DNA foi realizada pelo método do fenol-clorofórmio, segundo Sambrook et al. (1989). Para a PCR, foi utilizado um par de “primers” que amplificam 284 pares de bases, com a sequência de oligonucleotídeos derivada do gene invA, segundo Rahn et al. (1992). O ciclo de amplificação utilizado foi desnaturação inicial a 94ºC por 5 minutos, 35 ciclos de desnaturação a 94ºC por 30 segundos, pareamento a 54ºC por 30 segundos e amplificação a 72ºC por 30 segundos, com extensão final a 72ºC por sete minutos. Como resultado, todas as amostras foram positivas na PCR e o tempo total da análise foi de 48 horas. A PCR é um método rápido e eficaz na detecção de Salmonella spp. em peito de frango.

×