CURSO : FORMAÇÃO DE TUTORES PARA CURSOS ON-LINETRABALHO DA U2 – AULA 02TUTORA: ROSEMARY DOS SANTOSALUNA: SUZILEY RAMOS MAI...
base de uma nova corrente psicológica: o behaviorismo, fundado por John   Watson, em 1913.   A partir daí, a aprendizagem ...
Reforços que acontecem sobre um indivíduo separadamente, mas que têm o      poder de ação sobre todos os outros, são chama...
mecanismos mentais que o indivíduo utiliza para captar o mundo. Centrouseus estudos no pensamento lógico-matemático.Piaget...
A transferência de aprendizagem constitui um ponto alto na teoria de Piaget,pois a cada nova situação, o sujeito comparece...
apresentar-se por meio de objetos, da organização do ambiente, do mundocultural que rodeia o indivíduo.O conceito de zona ...
momento. A retenção se explica pela validade do uso da inteligência maisadequada no processo de aquisição, o que sempre pe...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Teorias da aprendizagem

7,943

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,943
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
132
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Teorias da aprendizagem"

  1. 1. CURSO : FORMAÇÃO DE TUTORES PARA CURSOS ON-LINETRABALHO DA U2 – AULA 02TUTORA: ROSEMARY DOS SANTOSALUNA: SUZILEY RAMOS MAINARDIDATA: 27/06/2012 TEORIAS DA APRENDIZAGEMA aprendizagem é algo concreto e acontece mesmo sem que se tenha a intenção deensinar. Há diferentes formas de aprendizagem e o que as diferencia é como sãoadquiridas e como se manifestam.As teorias de aprendizagem são elaboradas a partir de observações de fatos reais eprocuram facilitar e melhorar a qualidade de vida. Essas teorias se dividem em doisgrandes grupos: teorias comportamentais e teorias cognitivas.TEORIAS COMPORTAMENTAISAlgumas características e pontos relevantes apontados por seus pesquisadores: a) Ivan Pavlov (1849-1936) Médico russo descobriu os comportamentos que são reflexos condicionados. Realizou estudos no campo da fisiologia, com cães de laboratório, e provou que o “reflexo condicionado” podia ser adquirido por experiência. Esse processo passou a ser chamado “condicionamento”. Fez experiências com cães, fazendo soar uma campainha anunciando o alimento, ao que o cão respondia com salivação. A campainha, então, passou a ser um estímulo que provocava o reflexo da salivação, mesmo sem o alimento. Essa relação, estímulo – reflexo, ou seja, reflexo condicionado, exerceu uma influência importante no comportamento humano e na educação. Tornou-se a
  2. 2. base de uma nova corrente psicológica: o behaviorismo, fundado por John Watson, em 1913. A partir daí, a aprendizagem foi entendida como uma resposta obtida por estímulos condicionados, diferentes das respostas naturais que o indivíduo viesse a apresentar. A aquisição da aprendizagem pelo condicionamento é relativamente fácil, mas sua retenção é fraca. Logo, ao planejar processos de ensino e de aprendizagem através desse processo, é preciso questionar se os resultados desejados, deverão ser de curto ou longo prazo.b) B. F. Skinner (1904-1990) Norte americano, estudou o behaviorismo. Dedicou-se a experiências com ratos e pombos. Observava os animais nas “caixas de Skinner”, pequenos ambientes fechados criados especialmente para isso. Surgiu então o “condicionamento operante”, que “premia” uma determinada resposta do indivíduo, até que se torne condicionado. A diferença entre o reflexo condicionado e o condicionamento operante está no fato de que, no primeiro, o estímulo é puramente externo e no segundo, esse estímulo é gerado por uma ação do indivíduo. No comportamento respondente de Pavlov, a um estímulo segue-se uma resposta. No comportamento operante de Skinner, o ambiente é modificado, é um mecanismo de aprendizagem de novo comportamento, cujo instrumento fundamental é o “reforço”. O objetivo é fortalecer uma resposta, torná-la mais provável, mais frequente. Os processos de aprendizagem que utilizam o condicionamento operante, fazem com que o educando tenha pouca participação, não precisando de motivação própria, sendo manipulado por alguém que seleciona os reforços para conseguir a aprendizagem. O professor que utiliza esse processo, deve estar ciente de que seus alunos terão uma aprendizagem dependente dele, que vai manipular a escolha e o fornecimento de reforços, prêmios.c) Albert Bandura (1925...) Psicólogo, canadense, realizou experimentos a partir dos princípios do condicionamento operante de Skinner. Observou que o reforço oferecido ao sujeito que emitiu a resposta, pode ter efeito sobre os demais sujeitos que estão próximos, que passarão a imitar o “premiado” com o objetivo de receberem o mesmo prêmio.
  3. 3. Reforços que acontecem sobre um indivíduo separadamente, mas que têm o poder de ação sobre todos os outros, são chamados de vicariantes. É a forma de condicionamento social mais seguido ao longo da humanidade. A aprendizagem imitativa ou vicarial acontece em grupos mais homogêneos, principalmente em sala de aula, porém a retenção é pequena, uma vez que esse tipo de aprendizagem continua sob a dependência de reforços que sejam apresentados a um determinado aluno, ou a alguém que ele possa imitar. Cabe ao professor, conforme a situação, usar ou não as práticas pedagógicas restritas a condicionamentos vicariantes.TEORIAS COGNITIVAS a) Gestalt Gestalt é o nome genérico que engloba as teorias cognitivas que resultaram, principalmente, das pesquisas de Wertheimer (1880-1943), Kofka (1896- 1941), Köhler (1887-1947) e Kurt Lewin (1890-1947). Trata-se de um movimento visando buscar respostas científicas para as indagações sobre o processo de conhecimento e, ao mesmo tempo, oferecer uma reação às teorias de condicionamento, analisando os efeitos da percepção. A percepção, conceito básico da Gestalt, é a capacidade por meio da qual o indivíduo estrutura a realidade, criando uma configuração. “Insight” é o momento em que a percepção acontece e o todo se estrutura. A aplicabilidade da Gestalt na educação é importante porque recusa o exercício mecânico no processo de aprendizagem. São necessárias situações ricas e variadas para levar o indivíduo ao amadurecimento e à emergência do “insight”. Na aprendizagem, segundo as explicações da Gestalt, existem três elementos primordiais: aquisição, retenção e transferência. - Aquisição: ocorre por meio do insight. O aluno aprende a partir da emergência de uma estrutura que organiza o caos anterior que impossibilita a aprendizagem. - Retenção: é a permanência das estruturas emergentes na memória do aluno e na sua reutilização. - Transferência: a ligação entre as estruturas se dá por meio de um resíduo proveniente de uma estrutura que permite conexão com o momento seguinte em que outra estrutura deverá emergir. b) Jean Piaget (1896-1980) Biólogo, suíço, estudou o processo de construção do conhecimento e a evolução do pensamento até a adolescência, procurando entender os
  4. 4. mecanismos mentais que o indivíduo utiliza para captar o mundo. Centrouseus estudos no pensamento lógico-matemático.Piaget, a partir da observação, concluiu que as crianças não pensam como osadultos por lhes faltarem certas habilidades. Formulou a teoria dodesenvolvimento cognitivo como uma teoria de etapas, pois os sereshumanos passam por mudanças ordenadas e previsíveis.As premissas da teoria de Piaget são: o interacionismo, a idéia deconstrutivismo seqüencial e os fatores que interferem no desenvolvimento. Éa teoria que mais vem oferecendo contribuições em diferentes ambientes deensino e aprendizagem nos dias de hoje, principalmente na educação deadultos.O eixo central da teoria de Piaget é a interação organismo-meio, queacontece através de dois processos simultâneos: a organização interna e aadaptação ao meio, funções exercidas pelo organismo ao longo da vida,chamadas de “invariáveis funcionais”. A adaptação ocorre através daassimilação e acomodação. Os esquemas de assimilação vão se modificando,configurando os estágios de desenvolvimento.As “variáveis funcionais” são representadas pelas estruturas, esquemas econteúdos.- Estruturas são sistemas organizados regidos por leis de conservação,transformação e auto-regulação. Surgem da construção realizada pelo própriosujeito e vão se tornando cada vez mais complexas.- Esquemas são unidades de conhecimento geralmente construídas numa faseprimária, quando a criança ainda não consegue construir estruturas lógicas.- Conteúdos são dados da realidade ou da imaginação que se tornam oselementos do conhecimento.Segundo a teoria de Piaget, a aprendizagem ocorre por um processo contínuode construção de estruturas, obedecendo a uma seqüência fixa de acordocom a progressão dos períodos cognitivos.O processo de desenvolvimento é influenciado por fatores como a maturação,exercitação, aprendizagem social e equilibração.A teoria de Piaget explica o conhecimento por meio da interação do sujeitocom o meio ambiente físico e social, sendo a aprendizagem entendida como aprópria adaptação obtida num processo de equilibração e desequilibraçãoconstantes. As capacidades não são inatas, mas resultam da interação dosujeito com seu meio. Sendo assim, o indivíduo aprende os conteúdos eaprende a aprender.Na prática dos processos de ensino aprendizagem, o professor deve agir comofator desequilibrador. Dessa forma, ao invés de transmitir conhecimento, vaipermitir que o aluno compare, exclua, ordene categorize, classifique,reformule, comprove, formule hipóteses etc.
  5. 5. A transferência de aprendizagem constitui um ponto alto na teoria de Piaget,pois a cada nova situação, o sujeito comparece munido de todas as suasaprendizagens anteriores.Uma das implicações do pensamento piagetiano diz respeito ao fato de que osconteúdos são instrumentos que servem ao desenvolvimento evolutivonatural.c) Jerome Bruner (1915...)Psicólogo, norte americano, discípulo de Piaget. Acrescentou às ideias dePiaget, a intuição e as categorias cognitivas.Considera a intuição como uma capacidade fundamental de apreensão darealidade em todas as épocas da vida do sujeito. Segundo Bruner, a criançapode aprender qualquer coisa em qualquer momento, desde que esta coisalhe seja apresentada de forma honesta.As categorias cognitivas são grupos conceituais que aglutinam aprendizagenscom elementos em comum e que permanentemente encontram-se àdisposição para que novas aprendizagens venham a ser incorporadas.Segundo a teoria de Bruner:- Aquisição: acontece pela intuição do sujeito em relação ao mundo que orodeia.- Percepção: permite ao indivíduo captar informações e dados novos.- Categorização: corresponde à inserção do novo em categorias já existentes.- Retenção: acontece na medida em que o conteúdo intuído e incorporado auma categoria, passa a fazer parte desta, ficando disponível para ser utilizadoposteriormente.- Transferência: é realizada pela possibilidade de novas intuições provocadaspelas estruturas já existentes que, por sua vez, já resultaram de outrasintuições num sistema altamente integrado.Bruner difere de Piaget em relação à linguagem. Para ele, o pensamento dacriança evolui com a linguagem e dela depende. Para Piaget, odesenvolvimento da linguagem acontece paralelamente ao do pensamento,caminha em paralelo com a lógica.d) Lev Vygotsky (1896-1934)Psicólogo russo contemporâneo de Piaget. Sua teoria tem por base odesenvolvimento do indivíduo como resultado de um processo sócio-histórico, enfatizando nesse desenvolvimento o papel da linguagem e daaprendizagem. A questão central de sua teoria consiste na aquisição deconhecimentos pela interação do sujeito com o meio.Vygotsky enfatiza, a construção do conhecimento como uma interaçãomediada por várias relações, feita por outros sujeitos. O “outro social” pode
  6. 6. apresentar-se por meio de objetos, da organização do ambiente, do mundocultural que rodeia o indivíduo.O conceito de zona de desenvolvimento proximal corresponde ao intervaloentre a capacidade potencial de um indivíduo e a capacidade real por eledemonstrada. A passagem da capacidade potencial para a real exige aintervenção de uma outra pessoa, mas isso não significa que o indivíduo sósabe fazer com a ajuda de alguém, pois a aprendizagem vai se tornar real. Oque hoje é proximal, amanhã será real.A zona de desenvolvimento real corresponde ao nível das funções mentais dacriança, que se estabelece como resultado de ciclos de desenvolvimento jácompletados.É fundamental que o professor esteja sempre atento à importância de saber oque o aluno já sabe, a fim de evitar promover ações inúteis que só servirãopara interferir negativamente no grau de motivação e interesse por parte detoda a classe. Para Vygotsky, dizer o que o aluno já sabe, não acarretaráaprendizagem e, consequentemente, não haverá desenvolvimento, pois oindivíduo aprende para se desenvolver.Segundo Vygotsky, o processo de aquisição se faz por meio da mediaçãosimbólica, levando o sujeito a construir sua própria aprendizagem, sendo alinguagem e o pensamento elementos altamente significativos para que aconstrução ocorra.A retenção é explicada por sua vinculação total ao contexto histórico-sócio-cultural que confere a cada conteúdo uma significação profunda.A transferência, sendo constante nessa teoria, ocorre principalmente atravésda mobilidade dos conteúdos já construídos na interação que o sujeito échamado a realizar em seu meio sociocultural.e) Howard Gardner (1943...)Psicólogo, norte americano, autor da teoria das inteligências múltiplas. Paraele, assim como as inteligências são diversificadas, também a aprendizagem oé.Cada uma das formas de inteligência: linguística, musical, lógica-matemática,espacial, corporal-cinestésica, interpessoal e intrapessoal, corresponde a umacapacidade que se encontra mais aguçada no indivíduo ou a uma habilidademais bem desenvolvida pelo sujeito. A ocorrência mais evidenciada dedeterminada inteligência não significa a ausência das outras, e isto constituium aspecto fundamental para a prática do professor, que deverá estarsempre atento às manifestações das capacidades dos alunos, a fim de melhoraproveitá-las durante o processo de aprendizagem.A aquisição da aprendizagem ocorre mediante a forma de inteligência maisadequada para cada um dos conteúdos a ser trabalhado num determinado
  7. 7. momento. A retenção se explica pela validade do uso da inteligência maisadequada no processo de aquisição, o que sempre permitirá um domíniomaior desse conteúdo específico. A transferência é realizada na medida emque as múltiplas inteligências se interligam, favorecendo o intercâmbio entreas possibilidades de aprendizagem.Referências:LINS, Maria Judith Sucupira da Costa. A aprendizagem. In: A aprendizagem e atutoria. Rio de Janeiro: Senac, 2005.MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: as abordagens do processo. SãoPaulo: EPU, 1986.PIMENTA, Selma Garrido (Coord.). Pedagogia: ciência da educação. SãoPaulo: Cortez, 1996.VYGOTSKY, Lev. A formação social da mente: o desenvolvimento dosprocessos psicológicos superiores. São Paulo: Livraria Martins Fontes, 1984.Site: eadnaoformal.blogspot.com/2009/03/teoria-da-aprendizagem.html

×