Projetos expoinfantil- ji vicomar
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Projetos expoinfantil- ji vicomar

on

  • 1,932 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,932
Views on SlideShare
1,932
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
25
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Projetos expoinfantil- ji vicomar Projetos expoinfantil- ji vicomar Document Transcript

  • “O desafio de construir e partilhar saberes” - 2012JARDIM DE INFÂNCIA VI COMARDiretora: Andrea Nara Cunha BarbosaVice-diretora: Izabel Cristina Barbosa de CarvalhoPROJETOS DE EMPREENDIMENTO:Todos os professores da escola desenvolvem esses projetos deempreendimentoProjeto 1: “Vivendo nossa Pátria”Resumo:Sendo a escola, um local de formação de cidadãos, desde pequenos, direção eprofessores decidiram desenvolver atividades que incentivassem o amor e orespeito pela Pátria, bem como seus bens públicos e naturais.Objetivo:- Despertar em nossas crianças sentimentos de amor e respeito à Pátria- Valorizar os Símbolos Nacionais- Conhecer e respeitar o Hino Nacional- Desenvolver o cuidado aos bens públicos- Desenvolver o respeito e cuidado com a naturezaDesenvolvimento:● Toda sexta-feira, na hora da entrada, todas as crianças, professores eservidores cantam o Hino Nacional. Uma dupla de crianças , com o auxílio dadiretora, vice-diretora ou uma professora hasteia a bandeira ao som do Hino.Vale ressaltar, que a dupla é escolhida por turma e é preciso que estejadevidamente uniformizada.
  • ● Na rotina escolar existem conversas formais e informais sobre o cuidado comos bens públicos e a natureza, em que se direciona a atenção maior ao amor àPátria.Projeto 2- “Circuito e Movimento”Resumo do Projeto:Responsáveis:O projeto surgiu da necessidade em se trabalhar o corpo e suas diferentesexpressões, limites e possibilidades. Quinzenalmente, existe uma integraçãoentre as turmas e professoras, que participam de atividades diversificadas nopátio da escola. Neste dia, as crianças são divididas em três grupos e cada umdeles realiza uma atividade direcionada ao desenvolvimento psicomotor. Dessemodo, cada aluno participa de três atividades.Objetivo:_ Proporcionar o desenvolvimento psicomotor do aluno, por meio dasatividades físicas. Além de promover a integração entre os alunos eprofessoras da escola._ Oportunizar às crianças à participação em diferentes brincadeiras,trabalhando a expressão corporal.
  • PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO:Projeto: “Descobrindo Vinícius de Moraes”1° períodosProfessoras responsáveis: Cláudia Maria M. R. Ferreira – 63253-8, Jacilene de Jesus S. Queiroz - 9998210-1, Mareny Mendes R. F. Rosa - 57384-1 e Débora Cristina L. Farias - 42328-9Justificativa:Ao trabalharmos uma poesia de Vinícius de Moraes com as turmas deprimeiros períodos as professoras notaram grande interesse e satisfação porparte das crianças.Constatado este fato, as professoras em coordenação coletiva, acharamconveniente e importante uma maior exploração de poesias enfatizando opoeta brasileiro tão consagrado, Vinícius de Moraes. Além disso, o poetacompleta seu centenário ano que vem.Objetivos:- Conhecer e recitar poesias.- Conhecer e valorizar as obras de um poeta brasileiro.- Vivenciar poesias por meio de atividades práticas que estimulem a expressãoverbal.Desenvolvimento:- Pesquisar na internet junto às crianças em sala de aula a biografia e fotos deVinícius de Moraes.
  • - Conversa informal sobre o que é poesia, poetas, músicos ressalando aimportância dos sentimentos e das emoções nestas artes.- Desenhos sobre as poesias.- Escrita das poesias em papel pardo sendo a professora a escriba e ascrianças responsáveis pela sua ornamentação utilizando desenhos, recortes ecolagens com materiais diversos.- Confecção de uma caixa de poesias onde as crianças desenharão opersonagem ou tema principal da poesia e a recitarão em um momentoposterior: CAIXA DOS POEMAS DE VINÍCIUS DE MORAES Durante a rodinha as crianças disputavam entre elas quem iria recitar apoesia no dia. Assim, tivemos a ideia de criarmos uma caixa dos poemas deVinícius de Moraes. Pintamos uma folha de papel pardo com guache e encapamos umacaixa. Dividimos a sala em quatro grupos. Cada grupo representou opersonagem ou objeto principal dos poemas já trabalhados. Todos colocaram asua criação dentro da caixa de poemas. As crianças escreveram também seusprenomes em pedaços pequenos de papel que foram colocados dentro de umacaixa menor. Agora, três vezes por semana, na hora da rodinha, quatro crianças sãosorteadas pelos ajudantes do dia que retiram os nomes da caixa pequena. Após o sorteio, as quatro crianças retiram, uma de cada vez, da caixa depoema a representação de um personagem ou objeto e recitam o poema deacordo com a figura retirada. O RELÓGIO Após a apresentação do poema Relógio e da música com o poema,brincamos com chocalhos dando o ritmo do relógio.
  • Cada criança confeccionou um relógio com pratos de papelão onde, como auxílio da professora, escolheu e registrou uma hora em seu relógio. A professora amarrou barbantes nos relógios que foram pendurados nocorpo de cada criança. Voltamos a recitar e cantar a música do poema com os chocalhos erelógios pendurados. Um aluno teve a ideia de apresentarmos o poema para a turma da outraprofessora do 1° período. No outro dia, a apresentação aconteceu e foi muito animada einteressante para todos. FANTOCHES: POEMA AS BORBOLETAS O poema “As Borboletas” foi um dos preferidos das crianças. Após trabalharmos o poema, as crianças confeccionaram dobraduras deborboletas as quais foram coladas em um palito de churrasco montando assimvários fantoches de vara. No outro dia montamos um cenário com uma caixa de papelão com umburaco no centro e colagem de papéis coloridos. As crianças foram divididas em grupos de quatro de acordo com a cordas borboletas presentes no poema. Assim, elas recitavam o poema e mostravam no cenário a sua borboleta. JOGO: ACERTE O ALVO (POEMA: O LEÃO) Antes de ser apresentado o poema O Leão as crianças imitaram váriosanimais, dentre eles o leão. O poema foi apresentado com e sem música. As crianças cantaram edançaram ao som desta. Em um papel cartão foi feito uma face do leão de tamanho grandeutlilizando desenho com canetinha e colagem de lã.
  • As crianças brincaram de acerte o alvo jogando bolas coloridas na bocado leão. A professora, junto com as crianças, registrou os pontos de cada um eao final da brincadeira foram comparados os pontos descobrindo o ganhador. CARTAZ COM O POEMA “A FOCA” O poema “A Foca” foi apresentado depois de observarmos a figura deuma foca na internet e conhecermos suas características. Recitamos várias vezes o poema e ouvimos a música feita com este. Foi apresentado pela professora às crianças o poema escrito em papelpardo, porém neste faltavam as últimas palavras que foram representadasatravés de desenhos feitos pelas crianças. A PORTA Como o poema “A Porta” era muito extenso para a faixa etária do 1°período, apenas trabalhamos com as crianças as duas primeiras estrofes. Após trabalharmos a letra e seus significados confeccionamos uma portautilizando papelão e tinta guache com as duas primeiras estrofes, escritas pelaprofessora, pregadas nela. Na porta, no entanto, recortamos um círculo que serve para as criançasao recitarem, colocarem o seu rosto dando a impressão que a porta é quemestá falando.Projeto 3: “Faculdade de balão”2° PeríodoProfessora: Marina Costa - 31741-1Resumo:O projeto surgiu de um balão avistado no céu. As crianças estavam no pátioandando sobre a letra “B”, quando um balão apareceu no céu. Algumas
  • perguntas foram feitas pelas crianças, revelando o interesse em descobrircuriosidades sobre o voo do balão. A partir do questionamento das crianças,foram realizadas atividades de pesquisa, comparação de pesos, registrosindividuais e coletivos, experiência, confecção do balão, dramaticidade com ocorpo e vídeos assistidos sobre a temática.Objetivos:- A partir do conhecimento prévio da criança e suas indagações, desenvolver aconstrução do conhecimento.- Realizar atividades em que a criança visualize, manipule e perceba diferentespesos- Desenvolver a oralidade e o pensamento científico- Oportunizar às crianças à diferentes registros, seja por desenhos e escritasistematizada realizada pela professora, com o intuito de trabalhar afuncionalidade da linguagem escrita- Participar de atividades em que a expressão corporal seja vivenciada- Desenvolver a criatividadeDesenvolvimento:● Conversa informal com as crianças sobre o tema em questão para saber oque e com as crianças pensam sobre o assunto, o que elas desejam descobrir.As crianças deverão estar sentadas em roda.NOME DO PROJETO● As crianças em roda, junto com a professora, pensam um nome para oprojeto. Anteriormente, a professora explica o que é um projeto e como sedesenvolve. As crianças dão algumas sugestões, as quais entram em votação.O nome mais votado é o escolhido.PESO DO BALÃOTrazer uma balança antiga para a sala de aula e colocá-la em cima de umamesa no centro da roda. As crianças deverão estar em roda, sentadas nacadeira, de forma que possam visualizar a balança.
  • ● Em um primeiro momento, conversa-se sobre a balança e qual suafuncionalidade. Deixar que as crianças falem também sobre o que pensam doinstrumento apresentado.● A professora pega alguns balões e pede para alguns alunos encherem comdiferentes elementos: ar, areia e água. A partir de então, a turma pesa cada umdeles realizando comparações, inclusive com um balão vazio.● Registro coletivo das conclusões das crianças pela professora e escrita donome de cada aluno ao final ( cada um faz o seu).● Fixação do registro coletivo em sala de aula.● Exploração do registro coletivo: cada aluno recebe uma folha com o registro.A professora e os alunos “ leem” juntos. Logo depois, as crianças circulam apalavra “balão”. Ao término , cada criança desenha com cola colorida.PESQUISA● Envia-se um “dever de casa” para as crianças e para a família, em que aatividade é pesquisar sobre como os balões sobem e outras informações sobreo tema em questão, que achem interessante.● As crianças trazem as pesquisas, que são lidas pela professora para asdemais. Nesse momento o conhecimento é socializado.BALONISMO● Após as pesquisas, pode ser que algum assunto se destaque, indo além dapergunta feita no início do projeto. No caso trabalhado, surgiu o tema dobalonismo e assim, a professora propôs a turma assistir diferentes vídeos noyoutube. Além disso, disponibilizou algumas fotografias.● Após essa vivência, cada criança registra em uma folha o seu próprio balão,utilizando-se da tinta, tesoura, cola, canetinha e um pedaço de cartão-postalque será usado como o cesto de vime do balão.EXPRESSÃO CORPORAL● Cada criança se transforma em um balão e realiza com o corpo movimentosque esse balão faz, a partir da mediação da professora. Ou seja, a professoranarra como o vento está e as crianças “voam”.
  • ● Depois da dinâmica, a professora e as crianças sentam em roda. Os alunosque desejarem contam em que lugares estiveram, as sensações que tiveram,etc.MOLÉCULAS● O fato de o balão subir ou descer está relacionado à densidade e a força doempuxo. Nesse projeto, as crianças concluíram que o balão de ar quenteapresenta as moléculas separadas, o que aponta como uma das razões dobalão subir. Assim, as crianças registram as moléculas juntas e separadas.● As moléculas juntas, os alunos registraram com giz de cera quente na vela.Em uma mesa, de dois em dois, junto com a professora, os alunos queimavamo giz de cera na vela acesa e pintavam as ”moléculas” juntas em um círculo depapel camurça, cortado pela professora.● As moléculas separadas foram registradas por lantejoulas coladas pelospróprios alunos, no círculo de camurça cortado pela professora.EXPERIÊNCIA● Realização de uma experiência com as crianças e a professora, para verificara diferença entre o ar quente e o ar frio.● As crianças se sentam em roda. A professora pega os matérias: um sacoplástico e um secador. Pede que uma das crianças segure o saco, enquantoela liga o secador. Uma outra criança, junto com a professora enche o saco dear quente com o secador. A professora fecha o saco e a turma observa o queacontece em seguida.O saco de ar quente sobe, pois o ar quente dentro do saco é mais leve que o arfrio fora do saco.● A experiência é registrada por fotos.(fonte da experiência: http://cmais.com.br/x-tudo/experiencia/01/exbalao.htm)CONCLUSÃO● As crianças sentam em roda junto com a professora e conversam sobre oprojeto. Os alunos relatam suas conclusões, enquanto a professora as escreveem uma folha de papel pardo. Posteriormente, fixa o papel na parede da sala.
  • ● Em outro momento, a professora entrega uma folha para cada criança comas conclusões anotadas e cada uma faz um desenho sobre o conhecimentoconstruído e compartilhado. Termina o projeto.Obs: Todas as etapas do projeto foram fotografadas. As fotografias foramgravadas em um DVD para cada criança. Os registros realizados pelascrianças foram agrupados, resultando em um livro do projeto “ Faculdade deBalão”.Projeto 4: “Vem brincar e aprender o ABC”Professora responsável: Alessandra Macedo Avelino2° PeríodoResumo: No decorrer do desenvolvimento infantil, vários aspectos de ordemfísica, afetiva, cognitiva, ética, de relação interpessoal e de inserção socialfavorecem as crianças às primeiras experiências necessárias para acompreensão do meio em que vivem e das pessoas com quem convivem. A partir de então, surgirá a construção das diferentes linguagens.Justificativa: O presente trabalho, aqui em desenvolvimento oportunizar situações quefavoreçam o processo de construção, reelaboração e ressignificação doconhecimento, levando em consideração os interesses, as necessidades e asdiferenças dos indivíduos envolvidos nesse processo, com o objetivo de quecada um participe das tomadas de decisões, mutuamente respeitando-se epercebendo-se como parte integrante do trabalho desenvolvido. Cada atividade elaborada e desenvolvida nesse projeto tem seusobjetivos bem específicos, todavia todas elas foram pensadas com o objetivogeral de estimular as crianças a exercitar a coordenação motora, a criatividade,o desenvolvimento da oralidade, a elaboração de planos de ação e regras, aincitar a liderança, e o espírito de coletividade.
  • Objetivos:- Conhecer o alfabeto- Compor mural do alfabeto- Trabalhar com músicas e poesias- Descobris o som das letras do alfabeto- Desenvolver a oralidade- Confeccionar jogos (alfabeto)- Produzir e compor o caderno das letras (alfabeto) individual- Produzir mural gigante de poesias e músicas (coletivo) para a sala de auia- Compor livrinhos para a sala (vogais)- Trabalhar a percepção visual e a criatividade- Ouvir e recontar histórias, músicas e poesias- Construir histórias e realizar interpretação das mesmas (coletivo e individual)-Estimular as artes visuais e plásticas- Conhecer outros tipos de alfabeto, outras formas de comunicação- Trabalhar regras de organização da sala, materiais e jogosDesenvolvimento:Mural de Fonemas
  • A toda semana é apresentado às crianças um cartaz com uma letra donosso alfabeto, sorteada de acordo com o tema trabalhado na semana. A partirdeste cartaz, trabalhamos a escrita correta desta letra de forma lúdica:  Pisar em letras gigantes feitas com fita crepe no piso e/ou escritas no pátio com giz;  Escrever letras do alfabeto com o dedo na caixa de areia molhada;  Moldar as letras apresentadas com massa de modelar;  Moldar as letras apresentadas com o corpo, em dupla e/ou grupo de crianças;  Brincar de massagear as costas do colega escrevendo letras já visualizadas; e outros.Caderno das Letras/ AlfabetoOu Caderno Dicionário Após apresentação do cartaz de fonemas é realizado oralmente umaTempestade de palavras iniciadas com o fonema do dia. Estas palavras, amedida que vão surgindo, são grafadas no quadro e depois numeradas paraque seja feita uma leitura oral em grupo pelas crianças. Cada criança elege um grupo de 4 palavras para realizar a cópia/registro no caderno de desenho e ilustração com giz de cera dos mesmos (umaespécie de Dicionário personalizado).(atividade individual – cada criança tem o seu próprio caderno)
  • Atividade de Caça-fonema e interpretaçãode Músicas e Poesias A Atividade de Caça-fonema e interpretação de Músicas e Poesias,também é realizada no Caderno das Letras ao lado da Atividade anterior (dolado esquerdo), as crianças recebem um pequeno texto, poesia ou músicaimpressos em folha colorida, em que é feita uma dinâmica de leitura einterpretação, caça-letra, caça-palavra e ilustração com giz de cera e/ou outratécnica de artes.Mural de Poesias e Músicas(Posteriormente – Livrão das Letras em Folhas A3) Esta atividade acontece simultaneamente com a anterior, o mesmo textoque as crianças recebem é impresso em fonte maior e fixado no quadro negroa frente das crianças ou local apropriado (rodinha). Realizamos coletivamente acaçada de palavras/ letras do dia e, desse modo, é escolhido um grupo de
  • crianças para ilustração da página em papel branco no tamanho A3, quedeverá compor mural coletivo de apoio na parede da sala de aula. Jogos de Apoio, confeccionados com materiais impressosartesanalmente:Bingo de Fonemas e Bingo de Numerais: Regras básicas do jogo de bingo ou outras estipuladas em grupo. Dentrode uma caixa surpresa colocar objetos que inicie com as Letras da cartela, oucartões com letras grafadas, cartões ilustrados ou ainda pequenas palavras.Jogo da Memória de Fonemas
  • Regra comum para jogo da memória, aonde os cartões sãoembaralhados e organizados lado a lado virados para baixo e cada criança vaivirando de dois em dois cartões, podendo repetir a vez caso encontre o parcorrespondente a figura que virou. Também pode ser jogado como o Jogo dosIguais, veja regra a seguir.Jogo dos Iguais com palavras iniciadas por vogais: São dispostas várias cartas com figuras e palavras correspondentesiniciadas por vogais em cima da mesa ou rodinha no chão da sala ou pátio daescola, ao lado são empilhadas cartas com vogais grafadas coloridas. Em cada rodada uma criança vira uma carta e todos caçam umafigura/palavra iniciada por vogal. Todos fazem a conferência passando odedinho em cima da palavra, logo abaixo da figura impressa na carta.
  • Todos participam da conferência e ajudam o colega para que pegue ouencontre a palavra certa. São 16 cartas diferentes ilustradas e grafadas paracada vogal = 80 cartas e 20 cartões de vogais repetidas = 6X grupos das 5vogais.