O Sangue
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

O Sangue

on

  • 26,143 views

 

Statistics

Views

Total Views
26,143
Views on SlideShare
26,061
Embed Views
82

Actions

Likes
11
Downloads
452
Comments
1

1 Embed 82

http://www.slideshare.net 82

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • muito bom essa aula!.. mas quem é esse boca suja que só sabe avacalhar!?.. tem de mandar ele devolta pra escola pra ve se ele aprende bons modos!!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

O Sangue O Sangue Presentation Transcript

  • EB23/S Padre António de Andrade - Oleiros Trabalho elaborado por: Fernando Bento; nº8 João Gonçalo; nº10 Miguel Afonso; nº14
  •  
  • Glóbulo Branco (Leucócito) Plasma Glóbulos vermelhos (Hemácias) Plaquetas
    • transporte de gases, tais como oxigénio e dióxido de carbono; 
    • transporte de nutrientes;
    • transporte de resíduos metabólicos (resíduos resultantes da acção das células);
    • transporte de hormonas (substâncias secretadas por certos órgãos, distribuídas pelo sangue e capazes de modificar o funcionamento de outros órgãos do corpo);
    • intercâmbio de materiais (transporte de substâncias produzidas ou armazenadas numa parte do corpo e utilizadas em outras partes);
    • transporte de calor para todas as partes do corpo;
    • distribuição de mecanismos de defesa (transporte de anticorpos e células fagocitárias);
    • coagulação sanguínea.
    • Pseudópodes :
    • É uma projecção citoplasmática com a qual certos tipos de células locomovem-se e capturam partículas por fagocitose.
  • É um processo pelo qual certas células englobam partículas relativamente grandes, com o auxílio de pseudópodes. Diapedese:
  • Fagocitose:
    • Tem a função de capturar células ou restos de células que são destruídas em vesículas digestivas – as células que fagocitam são os fagócitos.
  • Tipos de leucócitos:
    • Leucócitos GRANULÓCITOS
    • Neutrófilos – envolvidos na defesa contra infecção bacteriana e outros pequenos processos inflamatórios. Também são chamados Micrófagos e são o tipo mais abundante no sangue humano.
    • Eosinófilos – envolvem-se nas infecções parasitárias e processos alérgicos.
    • Basófilos - são responsáveis pela resposta alérgica e liberação de histamina. Têm um núcleo celular bilobado.
  • Leucócitos AGRANULÓCITOS
    • Monócitos- destroem um número superior de agentes patogénicos. Alguns macrófagos migram ao longo do organismo, outros residem em locais específicos como o baço.
    • Linfócitos - são mais comuns no sistema linfático. Os três tipos principais são:
    • Linfócitos B: produzem anticorpos que se ligam ao patogénico para a sua destruição. São responsáveis pelo sistema de memória ("guardam resposta contra um novo ataque do mesmo agente patogénico").
    • Linfócitos T auxiliares: coordena a resposta imune.
    • Linfócitos T citotóxicos: destroem as células infectadas.
  • Veias As veias servem para levar o sangue dos órgãos de volta ao coração. Na circulação pulmonar as veias pulmonares trazem o sangue oxigenado dos pulmões para a aurícula esquerda. Constituição do tecido de uma veia
    • Artérias
    • Artérias são vasos sanguíneos que trazem sangue dos ventrículos do coração para todas as partes do nosso corpo.
    • Tipos de artérias:
    • Artérias pulmonares
    • Artérias sistémicas
    • Artéria aorta
    • Arteríolas
    Constituição do tecido de uma artéria
    • Capilares
    • Capilares sanguíneos ou vasos capilares são vasos sanguíneos com forma de tubos de tamanho pequeno. Constituem a rede de distribuição e recolhimento do sangue nas células. Podem deformar-se com muita facilidade, impedindo assim a passagem de glóbulos vermelhos. A parede dos capilares é constituída por uma única camada de células que é a túnica íntima (ou interna) das artérias. É nas paredes dos capilares que ocorrem as trocas dos gases.
    Constituição do tecido de uma artéria
    • Grande circulação é a designação dada à parte da circulação sanguínea que se inicia no ventrículo esquerdo. Dali, o sangue arterial é bombeado pela contracção do ventrículo esquerdo para a artéria aorta. Esta divide-se para os órgãos principais do nosso corpo (excepto aos pulmões). O sangue venoso ou seja, o que tem pouco oxigénio, volta ao coração pelas veias cavas, introduzindo-se assim na aurícula direita. Da aurícula direita o sangue passa para o ventrículo direito através do orifício ventricular, onde existe a válvula tricúspide.
    • A Circulação Pulmonar ou pequena circulação inícia-se na artéria pulmonar, seguindo pelos ramos das artérias pulmonares, arteríolas pulmonares, capilares pulmonares, vénulas pulmonares, veias pulmonares e desagua na aurícula esquerda do coração.
    • Na sua primeira porção, transporta sangue venoso. Nos capilares pulmonares o sangue é saturado em oxigénio, transformando-se em sangue arterial.
    • Diástole Geral
    • É o momento de relaxamento geral do coração (distensão das aurículas e ventrículos) com abertura das válvulas entre aurículas e ventrículos. O sangue entra na aurícula direita vindo das veias cavas (superior e inferior) e na aurícula esquerda através das veias pulmonares.
  • Sístole Auricular
    • Consiste na contracção das aurículas com passagem do sangue da aurícula direita para o ventrículo direito e da aurícula esquerda para o ventrículo esquerdo. As válvulas semilunares fecham-se.
    Válvula tricúspide Válvula pulmonar Válvula bicúspide Válvula aórtica Ventrículo direito Aurícula direita Ventrículo esquerdo Aurícula esquerda
  • Sístole Ventricular
    • Consiste na contracção dos ventrículos, com saída do sangue do ventrículo pela artéria pulmonar para os pulmões (sangue venoso) e saída do sangue do ventrículo esquerdo pela artéria aorta para todo o corpo (sangue arterial). Durante a sístole ventricular, as válvulas bicúspide e tricúspide fecham-se.
    Válvula tricúspide Válvula pulmonar Válvula bicúspide Válvula aórtica Ventrículo direito Aurícula direita Ventrículo esquerdo Aurícula esquerda
  • Créditos
    • Área de Projecto:
      • Professora Rosa Santos;
    • Projecto – Sou Um Aluno Inovador.