Captação de Recursos para o Turismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Captação de Recursos para o Turismo

on

  • 461 views

Palestra do Prof. e Consultor Paulo França sobre "Captação de Recursos para o Turismo" na Feira das Américas (www.feiradasamericas.com.br) da Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV) ...

Palestra do Prof. e Consultor Paulo França sobre "Captação de Recursos para o Turismo" na Feira das Américas (www.feiradasamericas.com.br) da Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV) em 6 de setembro de 2013, no Anhembi, em São Paulo, SP.

Statistics

Views

Total Views
461
Views on SlideShare
461
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Captação de Recursos para o Turismo Captação de Recursos para o Turismo Presentation Transcript

  • Palestra sobre Captação de Recursos para o Turismo Palestrante: Prof. e Consultor Paulo França Data: 6 de setembro de 2013
  • Agenda da Palestra 1) Experiência como consultor e palestrante; 2) Cenários para a Economia do Turismo; 3) Fontes de Recursos Financeiras Pública, Privada e Não-Reembolsável para Agências de Viagem e para Empresas dos mais de 50 Segmentos do Turismo; 4) Metodologia para Captação de Recursos e o Banco de Patrocínios;
  • Paulo França é Autor do Livro “Captação de Recursos para Projetos e Empreendimentos” Livro considerado nota 10 por Professores da Universidade Mackenzie. A inovadora e prática Metodologia 3A para Captação de Recursos, criada pelo consultor econômico Paulo França, foi adotada pela Universidade de Barcelona e por mais de 3.000 organizações do Brasil e do Exterior.
  • Consultorias para mais de 100 Clientes do Brasil e do Exterior
  • Comunicação (Mídia, Assessoria de Comunicação e Media Training) Veículos Próprio e Parceiros, e Redes Sociais Anunciantes da Agência Soeconomia
  • Paulo França ministrou 126 Palestras, Workshops e Cursos para mais de 2397 participantes Algumas das Organizações Clientes
  • Conselho Consultivo PAULO FRANÇA: Presidente LÍGIA BRAZ: Conselheira de Assuntos Internacionais em Stuttgart (Alemanha). Jornalista, Escritora e Radialista. Consultora da Cáritas Internacional. FRANCISCO JARDIM: Conselheiro de Investimento e Empreendedorismo. Gestor em São Paulo do CRIATEC Fundo Capital Semente (funding do BNDES). IRINEU TOLEDO: Conselheiro de Comunicação e Educação Empresarial. Diretor Executivo da ÔNION Mìdia. Foi âncora do Primeiro Programa na Rede Transamérica de Comunicação. MARCO GALVÃO: Conselheiro de Marketing e Estratégia. CEO da Empresa Football Marketing e da Revista Football. Foi CEO das Empresas Hertz do Brasil, da Sothebys International Realty e da Carlson Wagonlit Travel. DENISE CORTONA: Conselheira de Assuntos Jurídicos. Formação pela São Francisco (USP) e mais de 20 anos de experiências profissionais como advogada. MAURICIO BERNIS: Conselheiro de Assuntos Institucionais. Engenheiro e astrólogo empresarial. Comentarista da Jovem Pan online. Palestrante da ExpoMoney. Presidente da AstroBrasil e autor de 6 livros.
  • Equipe da PFC International, da Agência Soeconomia e do Banco de Patrocínios  Mariana Veltri  (Assessora de Imprensa, Jornalista e Produtora de Vídeo)  Carlos Augusto (Correspondente e Consultor parceiro em Brasília - DF)  Dr. Wellington Queiróz (WQueiroz Construtora e Queiróz Advogados – Brasília – DF)  Guido Scardua e José Mario – SRD Consultoria  (Consultores em Salvador)  Eng. Eletrônico Antonio De Lucca e Eng. de Computação Henrique Romeo (Marketing Digital, E-commerce, Webdesign e Construção Sites)  Rogéria Corrêa – Gestora e Fundadora do www.vembrasil.com (Consultora parceira no Rio de Janeiro – RJ)  Luiz Henrique Miranda – Diretor-Executivo da Agência AMIgo! (Assessoria de comunicação parceira) (
  • PFC Internacional Branding – Responsabilidade Social - Sustentabilidade Marcas Registradas Ações de Responsabilidade Social e Sustentabilidade  Eduqvida Instituto Rio de Janeiro - RJ  Fundação Dorina Nowill para Cegos São Paulo - SP  Caminhada com Segurança Instituto Ortopedia & Saúde - Parque Trianon São Paulo – SP
  • Economia do Turismo Fatores Favoráveis Setor de Turismo passou a ser estratégico para o Brasil segundo o ministro Gastão Vieira, o que traz mais recursos governamentais para essa atividade; Grandes eventos com repercussão intenacional, como Copa 2014 e Olimpíadas 2016, que ocorrerão no Brasil; Disputa pela ExpoMundial 2020 em São Paulo; Ainda há milhões de consumidores das classes D e E para se tornarem turistas. Fatores Desfavoráveis Elevação da taxa do dólar: favorece a vinda de turistas estrangeiros para o Brasil e prejudica o turismo emissivo para o exterior; Desvalorização do real provoca aumento nos custos de combustíveis e do leasing das companhias aéreas, o que leva essas empresas diminuirem frequências de voos para destinos turísticos; Tensão no Oriente Médio, com a previsão de ataque dos Estados Unidos, cria clima de insegurança internacional, o que pode diminuir temporariamente o fluxo de turistas entre países.
  • Brasil perde investimento para outros emergentes – Folha 14/1/13 • Fundos estrangeiros trocam o Brasil por mercados como México, Rússia e Turquia, devido aos impostos mais altos e à maior interferência do governo na economia; • Essa tendência inclui fundos com grande patrimônio, como o americano BlackRock, e reduziu a capacidade de financiamento das empresas brasileiras, por meio da Bovespa, e do governo, via mercado de títulos públicos.
  • Taxas de Juros de Referência em Alguns Países – ao ano • Europa - BCE: 0,75% (desde 5/7/2012); • Estados Unidos – FED: 0,25%; • Grã-Bretanha: 0,5%; • Canadá: 1,0%; • Japão: 0,1%; • China: 6%; • Brasil – taxa Selic: 9% (desde 9/08/2013); • Rússia: 8,25%; • África do Sul: 5%;
  • Endividamento das Familias com os bancos • Notícia do Portal da Globo (G1) em 23/08/2013; • Endividamento das famílias vai a 44,8% em junho e bate recorde; • No primeiro semestre, endividamento avançou 1,4 ponto percentual; • Junho foi o sexto mês consecutivo de alta no endividamento das famílias. A elevação do endividamento das famílias está relacionada com o fraco crescimento da economia brasileira, que gera menos renda; com o aumento da inflação, que ao corroer o poder de compra da população impulsiona a busca por novos empréstimos; e, também, com a procura pelo crédito imobiliário.
  • Comprometimento da Renda O comprometimento mensal da renda das famílias brasileiras com pagamento de empréstimos para instituições financeiras registrou pequena alta no mês de junho, para 21,52%, contra 21,50% em maio deste ano. Em 2005, este indicador estava em 15,61%, atingindo a barreira dos 20% em junho de 2011.
  • Previsão para Indicadores da Economia do Brasil em 2013 PIB 2.5% Inflação – IPCA - IBGE 6% Desemprego 6,0% Taxa de Juros – Selic – média - % ao ano 8,5% Evolução do turismo no Brasil aumento de 7,3% - 4% do PIB Investimento Estrangeiro Direto US$ 60 bilhões Câmbio - média Entre R$ 2,30 e R$ 2,35
  • Fontes de Recursos Financeiras  BNDES  Prodetur  Fungetur  Oportunidades para Maioria – BID  Orçamentos Federal, Estadual e Municipal; Emendas Parlamentares;  Investidores de Risco;  Sistema de Convênios do Governo Federal - SICONV;
  • Programa BNDES de Turismo para Copa do Mundo • BNDES financia com R$ 87 milhões implantação de hotel no Riocentro - 06.05.13; • BNDES aprova R$ 417 milhões para dois novos hotéis no Rio de Janeiro - 12.12.2012; • Ampliado para R$ 2 bilhões o orçamento do BNDES ProCopa Turismo - 26.09.2012; • BNDES ProCopa Turismo aprova R$ 14 milhões para reforma de hotel na Bahia - 16.07.12; • BNDES ProCopa Turismo aprova R$ 32 milhões para ampliação e modernização de 3 hotéis em PE - 14.03.2012; • BNDES ProCopa Turismo aprova R$ 10 milhões para Hotel íbis em Natal (RN) - 22.11.2011.
  • Programa do BNDES de Turismo expirado em 30 de junho de 2013  Eventual prorrogação está sendo analisada pelo BNDES;  Objetivo: Financiar a construção, reforma, ampliação e modernização de hotéis, de forma a aumentar a capacidade e qualidade de hospedagem em função da Copa do Mundo de 2014.  Empreendimentos apoiáveis: Investimentos em construção, reforma, ampliação e modernização; investimentos socioambientais.
  • BNDES prevê desembolso de R$ 190 bilhões em 2013 • Folha de São Paulo - 14/08/2013; • Banco não descarta aporte do Tesouro; • Em 2012 foram desembolsados R$ 152 bilhões; • O banco registrou no primeiro semestre do ano o seu melhor resultado para um primeiro semestre, desembolsando empréstimos de R$ 88,3 bilhões.
  • PRODETUR – Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo Os investimentos do Programa são operacionalizado pelo Ministério do Turismo (MTur), que orienta tecnicamente as propostas estaduais e municipais; em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e com a Corporação Andina de Fomento que atuam como financiadores internacionais. O Programa inclui ações nos âmbitos regional, estadual e municipal.
  • Fundo Geral de Turismo - Fungetur Objetivo: fomento a renovação do aparelhamento da infraestrutura turística existente, mediante processos de reforma, modernização e ampliação dos meios de hospedagens; Destinatários: empresas de qualquer porte, com faturamento há mais de 36 meses consecutivos, que atuem no setor de turismo. • Limite: Tem valor mínimo de R$ 400.000,00 e o máximo de R$ 10.000.000,00 por grupo econômico. • Prazo: O período de carência é de no mínimo 90 dias e no máximo 60 meses e o tempo limite para o financiamento é de até 240 meses.
  • Oportunidades para Maioria - BID  Aplicação de estratégias sustentáveis, com base no mercado, para levar os benefícios do desenvolvimento econômico e social à maioria da população da América Latina e do Caribe.  A iniciativa promove e financia modelos de negócios emergentes que mobilizam empresas do setor privado, governos locais e comunidades para o planejamento e a execução de produtos e serviços de qualidade, a criação de empregos e a participação de produtores e consumidores de baixa renda na economia formal.
  • Renda de menos de US$ 300,00 por mês A “maioria” do BID se refere a aproximadamente 360 milhões de pessoas — cerca de 70% da população da América Latina e do Caribe — que vivem com menos de US$300 por mês. Esse setor de baixa renda não foi substancialmente beneficiado pelo recente crescimento econômico da região, e atender às suas necessidades requer novos enfoques de investimento, tanto do setor público quanto do privado, a fim de produzir um impacto positivo que beneficiará a todos.
  • Bloqueio de R$ 28 bilhões no orçamento do de 2013 • O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão informou em 21 de maio de 2013 que o bloqueio de R$ 28 bilhões no orçamento de 2013 provocou uma redução de R$ 1,96 bilhão no orçamento do Ministério do Turismo. • Cerca de R$ 15,6 bilhões em emendas individuais e coletivas dos parlamentares foram bloqueadas. Do valor total de R$ 22,7 bilhões em emendas, aprovadas pelo Congresso Nacional, apenas R$ 7,1 bilhões foram mantidas.
  • Metodologia 3A para Captação de Recursos • Em desenvolvimento há 20 anos; • Aplicada na prática, com sucesso, pelo consultor econômico Paulo França, em mais de 100 organizações (Destinos Turísticos, Empresas Privadas e Públicas, Governo Federal, Governo Estadual, Prefeituras e Organizações do Terceiro Setor); • Metodologia transmitida pelo palestrante Paulo França para mais de 6.000 empresários, executivos e gestores públicos.
  • Como a Metodologia é implantada? • Implantação inicial através de uma consultoria econômica express; • Carga horária de 7 horas; • Redação de um relatório; • Elaboração do Pré-Diagnóstico para Captação de Recursos ou do Plano de Negócios; Adicionalmente pode ser feito o Plano de Captação de Recursos; • Montagem do Sumário Executivo;
  • Campanha para Captação de Recursos  A campanha tem duração média de 6 meses;  O instrumento de captação de recursos a ser apresentado, depende do público-alvo:  No caso de investidores de risco, fundos de pensão e/ou financiadores: apresenta-se um Sumário Executivo;  Se a captação for junto a patrocinadores ou doadores, apresenta-se um Proposta para Obtenção de Patrocínios e/ou Doações;
  • Como é feita a campanha para captação de recursos • Reuniões; • Contatos por telefone; • Envio de e-mails; • Contatos em eventos; • Participação em Grupos de Networking; • Acompanhamento de sites de investidores, financiadores, patrocinadores e doadores; • Clipping de Notícias da Imprensa;
  • Funções do Captador de Recursos • Colaborar com o empresário, dirigente de entidade do terceiro ou gestor público, para que ele defina bem suas metas para captação de recursos, e como os recursos financeiros serão posteriormente alocados; • Elaborar os instrumentos para captação de recursos; • Conduzir a campanha para captação de recursos juntos a investidores, financiadores, patrocinadores, anunciantes, e/ou doadores.
  • O Banco de Patrocínios • Criação do Paulo França em 2011; • Um banco de dados, que registra as prioridades do patrocinadores em termos de alocação de patrocínios; • São recebidos projetos e proposta de patrocínios de diversas naturezas (eventos, cultura, audiovisual e esportes); • Garantia de sigilo para patrocinadores e patrocinados.
  • Contrapartidas para Patrocinadores • Conceito Triple Bottom Line; • Contrapartidas Comerciais • Contrapartidas Sociais; • Contrapartidas Ambientais; • Importância da Prestação de Contas; • Elaboração de Relatórios Mensais para Patrocinadores ou por Evento; • Auditoria de Eventos ou de outras ações;
  • Novidades para Captação de Recursos • MBA em Captação de Recursos; • Palestras de 1h e 30 minutos; Cursos de curta duração (a partir de 8h); e Cursos de Especialização (60 horas); • Campanha para captação de recursos para o livro Fundraising: O Segredo para Captação de Recursos”. Crowdfunding.
  • Agradecimentos • Para Dra. Ana Carolina M. de Souza, Vice-Presidente de Capacitação e Certificação da ABAV Nacional e para toda diretoria da ABAV Nacional; • Para o jornalista Luiz Henrique Miranda, Diretor- Executivo e toda equipe da Agência AMIgo!; • Para todos clientes da PFC Internacional, da Agência Soeconomia e do Banco de Patrocínios. • Para todos os participantes na palestra de 6 de setembro de 2013 na Feira das Américas.
  • A palestra continua... www.slideshare.com/soeconomia presidencia@pfcint.com.br 55.11.7826-5620 (Nextel) – ID:55*121*39725 (Rádio Nextel) 55.11.3672-9614 - www.pfcint.com.br twitter.com/soeconomia – youtube.com/soeconomia www.facebook.com.br/soeconomia br.linkedin.com/in/paulofrancasoeconomia skype: paulo.franca.soeconomia presidencia@bancodepatrocinios.com.br