• Save
Sexualidade e Envelhecimento - Rui Grilo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sexualidade e Envelhecimento - Rui Grilo

on

  • 3,859 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,859
Views on SlideShare
3,857
Embed Views
2

Actions

Likes
8
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 2

https://twitter.com 1
https://www.linkedin.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sexualidade e Envelhecimento - Rui Grilo Sexualidade e Envelhecimento - Rui Grilo Presentation Transcript

  • Rui GriloPsicólogo
  • EnvelhecimentoBiológico – Alterações fisiológicas especialmente quanto a resistência física.Social – Alterações dos papeis que o idoso tem na sociedade, impostos pela mesma.Psicológico – A forma como cada um se percebe – com base em suas próprias crenças e vivências anteriores – a sua identidade.
  • SEXUALIDADE• A SEXUALIDADE É UMA ENERGIA QUE NOS MOTIVA A PROCURAR AMOR, CONTACTO, TERNURA, INTIMIDADE, QUE SE INTEGRA NO MODO COMO NOS SENTIMOS, MOVEMOS, TOCAMOS E SOMOS TOCADOS; É SER-SE SEXUAL• ELA INFLUENCIA PENSAMENTOS, SENTIMENTOS, ACÇÕES INTERACÇÕES E, POR ISSO INFLUENCIA TAMBÉM A NOSSA SAUDE FÍSICA E MENTAL”
  • A dificuldade para falar sobre sexualidade éum problema frequente entre os idosose, quando um casal não é capaz de conversarsobre sexo a resolução dos problemas torna-se impossível. • Woods (1995)
  • • Na velhice, é fundamental que exista uma boa perspectiva relacionada com a sexualidade e que se tenha a consciência de que esta é muito mais do que um acto físico ou a simples relação pénis-vagina (relação sexual).• A Sexualidade não deve, portanto, ser confundida com relação sexual, que é apenas uma das componentes da sexualidade.
  • A sexualidade possui várias formas demanifestação:• Inclui afeto;• Abraços;• Carícias;• Beijos;• Amor;• Carinho;• Contato ...
  • • Enquanto o Homem viver, seja qual for a sua idade, é capaz de sentir impulsos eróticos, não existindo nenhuma idade em que a actividade sexual, os pensamentos sobre o sexo ou o desejo acabem.• Como em qualquer outra idade, na velhice, o Homem também sente desejo de amar, de se sentir amado, de continuar a ser objecto de atenção e de afecto. (Lopes, 1993)
  • O que a sociedade faz com aSexualidade do Idoso• País de Jovem- enfatiza o belo• O papel da mídia• Mitos e Preconceitos• Mito da Velhice Assexuada• Violência Sexual• Falta de campanha uso de preservativo
  • • Muitas vezes, os tabus sociais são os principais castradores da qualidade de vida dos idosos, sobretudo quando se fala de sexualidade.• Segundo os especialistas, o preconceito e a falta de informação atrapalham o desenvolvimento da sexualidade na terceira idade.• Há mudanças físicas, sim, mas elas não são as responsáveis pelo fim da intimidade entre o casal
  • O que a família faz com a Sexualidadedo Idoso• Mito da velhice assexuada• Inversão de Papéis• Os filhos passam a controlar a afetividade dos seus idosos.• Muitos idosos passam a morar com os filhos, perda da privacidade• Passam a cuidar dos netos
  • Termos e Definições • Orgasmo: é a conclusão do ciclo de resposta sexual que corresponde ao momento de maior prazer sexual. Pode ser experimentado por ambos os sexos; • Ejaculação: uma sensação muito intensa, representando assim o clímax do orgasmo masculino, sendo extremamente agradável; • Masturbação: é o acto da estimulação dos órgãos genitais, manualmente ou por meio de objectos, com o objectivo de obter prazer sexual;
  • O que atrapalha?• Problemas Emocionais - Depressão• Medicamentos• Doenças Degenerativas• Viuvez• Baixo auto-estima• Vergonha e sentimento de culpa• Mudança Corporal• Vivenciar a sexualidade conforme a estrutura da personalidade
  • PROBLEMAS EMOCIONAIS QUE PODEMAFETAR A RESPOSTA SEXUAL- Causas Emocionais:• tédio sexual = relações rotineiras, ausência de fantasias sexuais etc;• antigos problemas mal resolvidos;• mudanças de atitudes e interesses;• enfermidade que incapacite um dos parceiros (acarretando irritação, exaustão ou ressentimento em perder coisas divertidas);• dificuldades (ou até aversão) em lidar com a aparência física do outro;• baixa estima (sentem-se pouco atraente).- Viuvez e Luto:• gera incapacidade de retornar novamente a vida;• “parte de mim morreu com ele (a)”.- Culpa Sexual e Vergonha:• cresceram em uma época de puritanismo, ausência de informações sobre sexualidade, gerando culpa;• masturbação; ejaculação; orgasmo• intimidade / afeto etc.- Vida Sexual nas Instituições:• pode ser negada a oportunidade de vida sexual;• visitas observadas (companheiros de quarto, funcionários etc.) – ausência de privacidade;• masturbação = risco de serem descobertas;• negação da sexualidade.-Perda de privacidade, como por exemplo, viver na casa dos filhos.
  • DOENÇAS E SEXUALIDADEDoença Cardíaca• Ataques coronários: muitas pessoas desistem do sexo supondo que seja um risco para as suas vidas. Na maioria dos casos há poucas razões para se abster.• Recomendação médica: que a relação seja interrompida por algumas semanas ou meses (dependendo de cada caso).Derrames (AVC)• Necessariamente não exigem interrupção do sexo. Havendo paralisia deverão ser escolhidas outras posições.Diabetes• São vários os tipos de diabetes.• Disfunção eréctil ocorre com uma certa frequência. Não há interferência no desejo sexual.Doença de Parkinson/ Alzheimer• A depressão comumente associada à doença pode levar a disfunção eréctil (homens) e a inibição de desejo (homens e mulheres).Artrite• A dor pode limitar a resposta sexual.Mastectomia• Não altera a resposta sexual. Os fatores emocionais ou psicológicas é que podem interferir.
  • Relato de sentimentos da MULHER queestá envelhecendo• Perda da feminilidade• Perda da capacidade de seduzir• Medo do ridículo• Medo de não lubrificar• Fantasia em relação a cavidade vaginal• Dificuldade em expor seus sentimentos• Vergonha do corpo envelhecido• Incontinência Urinária
  • Disfunções Sexuais na MULHER Idosa• Dispareunia – dor na relação sexual• Diminuição da lubrificação vaginal• Falta de Desejo Sexual• Anorgasmia – inibição do orgasmo
  • Na mulher, as alterações biofisiológicas naMULHER• Diminuição do tamanho e perda de elasticidade da vagina;• Diminuição do tamanho dos seios e perda da sua firmeza;• Lentificação e diminuição em quantidade da lubrificação vaginal;• Alterações na figura corporal;• Os ovários diminuem progressivamente de tamanho;• As Trompas de Falópio se fazem filiformes;• O útero regride a seu tamanho pré-púbere;• O endométrio e a mucosa do colo uterino se atrofiam;• A vagina se faz mais curta e menos elástica;• A mucosa vaginal se faz mais delgada e friável.
  • Relato de sentimentos do HOMEM queestá envelhecendo• Temor de Desempenho• Acha que ele é responsável pelo orgasmo da mulher• Não sabe viver a sexualidade sem os genitais.• Falta de Comunicação sobre as mudanças ocorridas• Incontinência Urinária
  • Disfunção Sexual no HOMEM• Disfunção Erétil (orgânica, psicológica/ situacional ou geral)• Ejaculação Retardada – medo de cansar a parceira.• Ejaculação Precoce
  • As alterações biofisiológicasno Homem:• Diminuição da produção de esperma;• Diminuição da produção de testosterona;• Lentificação da erecção, que necessita de uma maior estimulação;• Ejaculação mais retardada e menos vigorosa;• Elevação menor e mais lenta dos testículos;• Redução da tensão muscular durante a relação;• Alargamento do período refractário;• É necessário mais tempo para alcançar o orgasmo, que é de menor duração• Diminui o número de ereções noturnas involuntárias
  • Ciclo de Resposta Sexual* Desejo – Fase do ciclo sexual na qual ocorre a atração sexual; pode resultar em uma troca afetivo-sexual.* Excitação – A capacidade de troca afetivo-sexual encontra-se elevado; apresenta-se a ereção nos homens e a lubrificação nas mulheres.* Jogo– O jogo amoroso atinge um grande nível de excitação.* Orgasmo – Os indivíduos atingem o mais elevado grau de excitação, chegando ao clímax da relação sexual.* Resolução – Os indivíduos ao atingirem o orgasmo entram em relaxamento.
  • O que pode acontecer com o ciclo daresposta sexual de uma pessoa idosa?* Desejo – Continua presente e pode até mesmo apresentar um aumento devido à diminuição das preocupações familiares e sociais.* Excitação – No homem, a ereção pode demorar, tornando o tempo de troca amorosa maior. Na mulher, teoricamente a fase da excitação pode ser mais rápida devido à maturidade sexual (conhecimento do próprio corpo) que facilita a sua excitação.* Jogo – No homem apresenta-se mais longo, facilitando assim o aumento dos jogos sexuais com sua parceira. Na mulher essa fase pode ser mais curta devido ao conhecimento de seu corpo e de suas partes mais sensíveis.* Orgasmo – No homem manifesta-se normalmente, porém a possibilidade de mais de um orgasmo numa única relação torna-se remota. A mulher mantém a capacidade de ter vários orgasmos em uma única relação.* Resolução – Tanto no homem quanto na mulher mantém-se um clima de relaxamento
  • REGRAS DE OURO manter durante toda a vida uma prática contínua. O sexo não se desgasta enem acaba, ao contrário, o seu exercício mantém adequadamente o fluxosangüíneo nos órgãos e sistemas encarregados da resposta sexual;cuidar do estado de saúde geral e evitar ou controlar os fatores de riscos deenfermidades vasculares e neurológicas: o tabaco, o álcool, o colesterol etc.;explorar novas práticas sexuais e procurar uma certa variedade para não cairna monotonia e no tédio sexual;conhecer as variações fisiológicas que ocorrem com a idade, assumir osproblemas que isto envolve e manter uma boa comunicação com o parceiropara que estas mudanças sejam aceitas e não mal interpretadas;
  • Assim sendo devemos compreender que na sexualidade dos idosos: A actividade sexual não tem de conduzir obrigatoriamente á penetração; A principal prioridade deve ser a companhia; Atentar aos desejos e necessidades do parceiro/a Investir na ternura e no carinho; Dialogar abertamente sobre medos e expectativas; Perceber e respeitar as alterações que ambos estão a enfrentar. Usar novas estratégias (tempos de acção, posições; carícias, estimulantes, etc.); Respeitar o caso de um ou ambos necessitarem de mais tempo para estarem aptos a desempenharem o acto sexual Não esquecer que a comunicação é um factor crucial Procurar ajuda especializada sempre que houver necessidade
  • Recursos Terapêuticos• Atendimento individual e ou casal em psicoterapia sexual• Trabalhar o relacionamento do casal• Trabalho Corporal – diminuir a ansiedade• Encaminhar para a fisioterapia• Encaminhar para ginecologia e andrologia
  • CONCLUSÃO “Uma atividade sexual mantida regularmente, associada a um bem estar físico apropriado e uma orientação mental sadia no processo do envelhecimento, combinados, pode proporcionar um clima sexual estimulante e uma capacidade sexual, capaz de estender-se além do limite dos 80 anos”.NADAMARCA O FIM DA VIDA SEXUAL, A NÃO SER A PRÓPRIA MORTE.