Centro de atenção Psicossocial em álcool e drogas- CAPS AD

2,461 views
2,276 views

Published on

Serviço substitutivo aos hospitais psiquiátricos, que visa a inserção e tratamento dos usuários de drogas em sua comunidade local.

Published in: Health & Medicine
1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
2,461
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
138
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Centro de atenção Psicossocial em álcool e drogas- CAPS AD

  1. 1. Rúbia Estefanie Soares
  2. 2.  É um lugar em que oferece atendimento diário a pacientes que fazem uso prejudicial de álcool e outras drogas, cuja severidade ou persistência justifiquem sua permanência num dispositivo de cuidado intensivo, comunitário, personalizado e promotor da saúde.
  3. 3.  Pessoas que apresentam intenso sofrimento psíquico, que lhes impossibilita de viver e realizar seus projetos de vida. São pessoas com transtornos mentais severos ou persistentes, ou com comprometimento psiquico relacionados ás substâncias psicoativas (álcool e outras drogas).
  4. 4.  Condições clínicas:  Fx.0 – Intoxicação aguda (lesão corporal, delirium, coma, convulsões, etc.)  Fx.1 – Uso nocivo  Fx.2 – Síndrome de dependência (uso contínuo)  Fx.3 – Estado de abstinência (sem uso)  Fx.4 – Estado de abstinência com delírio  Fx.5 – Transtorno psicótico  Fx.6 – Síndrome Amnéstica (comprometimento da mémoria)  Fx.7 – Transtorno psicótico residual e de início tardio.  Fx.8 – Outros transtornos mentais e de comportamento.  Fx.9 – Transtorno Mental e de comportamento não especificado.
  5. 5.  Transtornos Mentais e de Comportamento decorrentes do uso de substâncias Psicoativas:  F10 – uso de álcool  F11 – uso de opióides  F12 – uso de canabinóides  F13 – uso de cocaína  F14 – uso de estimulantes, incluindo caféina  F15 – uso de alucinógenos  F16 – uso de tabaco  F17 – uso de solventes voláteis  F18 – uso de múltiplas drogas e de uso de outras substâncias psicoativas.
  6. 6.  Procurar diretamente esse serviço ou ser encaminhado pelo programa de Saúde da Família ou por qualquer serviço de saúde.
  7. 7.  Cada usuário do CAPS AD deve ter um projeto terapêutico individual, isto é, um conjunto de atendimentos que respeite a sua particularidade, que personalize o atendimento e proponha atividades durante a permanência diária no serviço, segundo suas necessidades.
  8. 8.  Atendimento intensivo: trata-se de um atendimento diário, oferecido quando a pessoa se encontra em sofrimento grave, em situação de crise ou dificuldades intensas no convívio familiar, precisando de atenção contínua. (22 procedimentos)  Atendimento Semi-Intensivo: quando o sofrimento e a desestruturação diminuíram, melhorando as possibilidades de relacionamento, mas a pessoa necessita ainda de atenção direta da equipe para se estruturar e recuperar sua autonomia. (12 procedimentos)  Atendimento Não-Intensivo: a pessoa não precisa de suporte contínuo da equipe para viver em seu território e realizar suas atividades na família ou no trabalho. (03 procedimento)
  9. 9.  Acolhimento  Atendimento psicológico  Atendimento médico e psiquiátrico  Oficinas terapêuticas  Oficinas de alfabetização  Atendimento em grupo  Terapia medicamentosa  Reunião familiar  Assembléias usuários  Visitas domiciliares
  10. 10.  Funciona das 7 às 17 horas De segunda a sexta-feira. “ A frequência dos usuários no CAPS AD dependerá do seu projeto terapêutico”
  11. 11.  Política Nacional de Saúde para Atenção Integral a Usuários de Álcool e Outras Drogas/ Ministério da Saúde, Secretaria Executiva, Secretaria de Atenção a Saúde, CN-DST/AIDS. _1º ed._ Brasília Ministério da Saúde. 2003

×