Your SlideShare is downloading. ×
0
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Toxico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Toxico

914

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
914
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PARAR PARA PENSAR…
  • 2. Índice: <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>Os Toxicodependentes </li></ul><ul><li>A Dependência/ Habituação </li></ul><ul><li>As Consequências Provocadas pelo </li></ul><ul><li>Consumo de Droga </li></ul><ul><li>Causas de Procura da Droga </li></ul><ul><li>Formas de Prevenção </li></ul><ul><li>A Escola na Prevenção da Toxicodependência </li></ul><ul><li>Apoio Familiar ao Toxicodependente </li></ul><ul><li>Toxicodependência – Anexo </li></ul><ul><li>Conclusão </li></ul>
  • 3. Toxicodependência Lutemos com todas as forças por uma vida saudável, dizendo sempre NÃO ÀS DROGAS.
  • 4. Toxicodependência Introdução A prevenção ao uso das drogas não deve ser apenas associada às drogas, deve também, chamar o Ser Humano para a importância de uma vida saudável através de uma formação social com responsabilidade. Adquirir conhecimentos sobre o grande mal provocado pelo uso das drogas, faz com que o Ser Humano fixe a sua consciência em ideias sólidas para não se deixar levar por mentiras, ilusões passageiras, enganos… para que tenha uma opinião firme tanto no combate ao uso, como no distanciamento das drogas.
  • 5. Os Toxicodependentes <ul><li>Como é que se consegue perceber se uma pessoa é toxicodependente? </li></ul><ul><li>Há indícios reveladores de consumo de drogas ( mas que na adolescência podem ser confundidos com problemas frequentes desta fase): </li></ul><ul><li>Perda de apetite; </li></ul><ul><li>Sonolência ou incapacidade de dormir à noite; </li></ul><ul><li>Verborreia, excitação ou hiperactividade; </li></ul><ul><li>Irritabilidade, agressividade e comportamento violento; </li></ul><ul><li>Mentir ou actuar às escondidas; </li></ul><ul><li>Perda de interesse pelo trabalho, faltas sem motivos que as justifiquem </li></ul><ul><li>Desaparecimento de dinheiro ou de objectos valiosos; </li></ul><ul><li>Comportamento rebelde ou desordenado. </li></ul>
  • 6. A Dependência/ Habituação A pessoa que usa droga tem uma necessidade absoluta de a tomar, geralmente em quantidades sempre maiores. A pessoa fica dependente dos efeitos psíquicos e físicos que a droga produz. Se retira a droga, há uma reacção orgânica muitas vezes violenta, que provoca, quando a habituação é grande, um conjunto de sintomas conhecidos por “síndroma de carência”: vómitos, naúseas, cãimbras e convulsões.
  • 7. As Consequências Provocadas pelo Consumo de Droga <ul><li>  Que efeitos provocam nas pessoas o uso da droga? </li></ul><ul><li>Umas perturbam a pessoa, podendo mesmo fazê-la ter alucinações, ter ideias de perseguições, ficar angustiada ou em pânico: são drogas perturbadoras ou psicodislépticas. </li></ul><ul><li>Outras adormecem a pessoa, que fica assim sedada, não se capaz de estar activa: são drogas sedativas ou psicodislépticas. </li></ul><ul><li>Outras estimulam momentaneamente a pessoa, dão sensação de ter muita energia: são drogas estimulantes ou psiconalépticas. </li></ul>
  • 8. As Consequências Provocadas pelo Consumo de Droga <ul><li>Consequências psíquicas: </li></ul><ul><li>Dificuldades ou paragem no crescimento, </li></ul><ul><li>Perturbação do comportamento; </li></ul><ul><li>Perdas afectivas, solidão; </li></ul><ul><li>Perda da capacidade lúdica; </li></ul><ul><li>Sensações de ansiedade; </li></ul><ul><li>Depressão e até suicídio; </li></ul><ul><li>Psicoses. </li></ul>
  • 9. As Consequências Provocadas pelo Consumo de Droga <ul><li>  Consequências físicas: </li></ul><ul><li>Doenças infecto-contagiosas (sida, hepatites, tuberculose, doenças sexualmente transmitidas, septicémias ); os toxicodependentes partilham as seringas, pelo que há contactos de sangue que provocam o contágio de algumas destas doenças. </li></ul><ul><li>Doenças cardiovasculares; </li></ul><ul><li>Doenças pulmonares; </li></ul><ul><li>Doenças relacionadas com a locomoção; </li></ul><ul><li>Overdoses, que é a morte provocada pela ingestão de excesso da quantidade de droga. </li></ul>
  • 10. Causas da procura da droga A “curiosidade”: As pessoas são curiosas e querem descobrir muita coisa. É bom ter alguém com quem conversar sobre as nossas curiosidades e que nos possa dar bons conselhos, sobretudo o de não experimentar a droga! A ideia de que “só uma vez” ou “ poucas vezes” não faz mal é errada. Esta ideia é dita por muitos consumidores, antes de se reconhecerem como dependentes. Trata-se de uma atitude de “abrir a porta” ao uso. É bom que a pessoa nunca se interesse por estas experiências.
  • 11. Causas da Procura da Droga   O prazer produzido pelo consumo:   A vida tem coisas boas e más e ás vezes o sofrimento. É preciso saber lidar com estas coisas. Devemos procurar outras maneiras de prazer quando nos sentimos mal em certas alturas menos boas da nossa vida. Sobretudo devemos dar valor à nossa própria pessoa, o que é uma forma de viver com prazer…
  • 12. Causas da Procura de Droga   A facilidade de acesso: Hoje em dia é fácil ter acesso às drogas por causa de ser difícil o combate ao tráfico. É necessário que a pessoa queira dizer não à droga e se sinta bem com essa atitude. É importante que a pessoa tenha outros interesses com os quais se sinta valorizada.
  • 13. Formas de Prevenção <ul><li>  </li></ul><ul><li>É preciso criar condições na família que ajudem à não tentação do consumo da droga. Por isso, eis alguns conselhos aos membros da família: </li></ul><ul><li>Dialogar com os filhos: saber os seus gostos e necessidades; </li></ul><ul><li>Conhecer os amigos dos filhos e os locais que frequentam; </li></ul><ul><li>Partilhar com os filhos os momentos da vida: de divertimento ou de tristeza; </li></ul><ul><li>Não mentir aos filhos: dizer o que se passa; </li></ul><ul><li>Evitar a chantagem; </li></ul><ul><li>Dar o exemplo; </li></ul><ul><li>Ouvir e tentar perceber as ideias dos filhos e explicar por que não se aceitam algumas delas. </li></ul>
  • 14. Formas de Prevenção <ul><li>Valorizar os seus progressos na escola ou no trabalho; </li></ul><ul><li>Dar carinho; </li></ul><ul><li>Ajudá-los a assumir responsabilidades e a fazer opções; </li></ul><ul><li>Dar-lhes oportunidades de tomar decisões; </li></ul><ul><li>Definir as regras e os limites familiares: ensiná-los a reconhecer que, em casa, há regras e limites a cumprir tanto para pais como para filhos; </li></ul><ul><li>Responsabilizá-los pelo cumprimento de determinadas tarefas; </li></ul><ul><li>Não exigir mais nem menos do que aquilo que um filho é capaz de fazer; </li></ul><ul><li>Ensiná-los a controlar o seu comportamento, as suas emoções a dor, a ansiedade, as frustrações; </li></ul>
  • 15. Formas de Prevenção <ul><li>Viver em família: partilhar opiniões, estados de ânimo; fazer, se possível, refeições e férias juntos. </li></ul><ul><li>Procurar alternativas que dêem prazer: desporto, cultura, cinema, passeios e outros. </li></ul><ul><li>Evitar andar com dinheiro desnecessário e comprar prendas desnecessárias e supérfluas. </li></ul>
  • 16. A Escola na Prevenção da Toxicodependência A escola é um local onde os alunos passam a maior parte do tempo. É nela que começam a socializar-se. As funções da escola são: ENSINAR OU SABER-FAZER. EDUCAR OU SABER SER. SOCIALIZAR OU SABER ESTAR . Desta forma a escola estará a desempenhar as suas funções e a prevenir a marginalização, o abandono escolar e todas as suas consequências negativas, sendo a toxicodependência uma delas.
  • 17. Apoio Familiar ao Toxicodependente A família tem um papel principal na motivação para o toxicodependente se tratar e recuperar. A família deve mostrar-se disponível para apoiar o seu familiar no tratamento, dar-lhe afecto e compreensão, mas sempre recusando a ajudá-lo a consumir droga. Falar e pensar em conjunto é a melhor forma, aplaudindo os pequenos sucessos, mesmo que pareçam insignificantes. Consultar um psicólogo e/ou um psiquiatra, assim como o médico de família, serão também outras ajudas preciosas, que ajudarão com conselhos e tratamentos.
  • 18. Toxicodependência - Anexo <ul><li>As coisas simples da vida como a família, os amigos, dão segurança e dão vida ao corpo e à alma. </li></ul><ul><li>Não é precisa levantar os olhos para além dos horizontes, basta olhar em redor... </li></ul><ul><li>Portanto, sê adolescente, lute por um viver com saúde. </li></ul>
  • 19.   Conclusão <ul><li>Ao longo deste trabalho, vimos que as drogas são muito prejudiciais à saúde e que provocam dependência, física e/ou psíquica, e que se sofre muito, quer num caso, quer noutro. Também vimos que o sofrimento psicológico é tão grande que é a principal dificuldade no tratamento das pessoas dependentes, sendo-lhes muito difícil deixar a droga. </li></ul><ul><li>Por isso, é preciso dizer que: </li></ul><ul><li>Há que rejeitar a “primeira” que nos é oferecida. </li></ul><ul><li>O consumo começa pela 1ª vez. </li></ul><ul><li>Só fica dependente quem consome. </li></ul><ul><li>Não nos devemos deixar manipular. </li></ul><ul><li>A droga não é inocente. </li></ul><ul><li>A droga é criminosa. </li></ul><ul><li>A droga mata. </li></ul>
  • 20. 8º ano Turma A <ul><li>Trabalho realizado por: </li></ul><ul><ul><li>João santos Nº9 </li></ul></ul><ul><ul><li>Micael braz Nº15 </li></ul></ul><ul><ul><li>Ruben carvalheiraNº20 </li></ul></ul>

×