Gerenciamento de tempo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição

7,767 views

Published on

Gerenciamento de tempo
Ano 2013
PMBOK 5 edição

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,767
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
409
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gerenciamento de tempo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição

  1. 1. 1 R O D R I G O L O P E S 24/9/2013 rdsilvalopes@gmail.com br.linkedin.com/in/rodrigoslopes G E R E N C I A M E N T O D E TEMPO A N O 2 0 1 3 Através de processos, fornece meios para que o gerente de projetos cumpra com os prazos definidos em um cronograma de atividades. Com suas Definições, Sequenciamento, Estimativas até o Desenvolvimento do Cronograma.
  2. 2. • Rodrigo da Silva Lopes – MBA Gerenciamento de Projetos – MBA Especialização em Engenharia de Produção – Gestão de Processos Empresariais • Certificações – PMP – Project Management Professional – ITIL V2 e V3 – COBIT – ISO 20.000 e 27.000 • Empresas – Petrobras, Tata (Indiana), Globo.com e Bradesco Seguros. br.linkedin.com/in/rodrigoslopes/
  3. 3. Gerenciamentode Tempo Planejamento Planejar o gerenciamento do cronograma Iniciação Execução M&C Encerramento Controlar o cronograma Definir as atividades Sequenciar as atividades Estimar os recursos das atividades Estimar a duração das atividades Desenvolver o cronograma GRUPO DE PROCESSOS
  4. 4. Área de Conhecimento • Segundo o Guia PMBOK®, o gerenciamento do tempo inclui os processos requeridos para assegurar a conclusão do projeto no prazo previsto. Gerenciamento de Tempo
  5. 5. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do projeto • Termo de abertura do projeto • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Plan. o Geren. do Cronograma – Entrada Gerenciamento daTempo Planejamento Planejar o gerenciamento do cronograma
  6. 6. Área de Conhecimento • Opinião Especializada • Técnicas analíticas – As técnicas analíticas são usadas em gerenciamento de projeto para prever possíveis resultados simulando cenários e valores das variáveis do projeto. – Algumas das técnicas analíticas usadas: – Análise de causa-raiz; – Análise de reservas; – Análise de tendências; – Método do caminho crítico; – Método da corrente crítica; – Análise e-se. • Reuniões Gerenciamento de Tempo – Plan. o Geren. do Cronograma – Ferra. e Téc.
  7. 7. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do cronograma – Segundo o Guia PMBOK®, o plano de gerenciamento do cronograma estabelece os critérios e as atividades para o desenvolvimento e o controle do cronograma do projeto. – Ele faz parte ou é um plano auxiliar do plano de gerenciamento do projeto. Gerenciamento de Tempo – Plan. o Geren. do Cronograma – Saídas
  8. 8. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do cronograma • Linha de base do escopo – A Linha de base do escopo é composta pelos artefatos que servem para orientar a equipe do projeto em relação as entregas e o resultado esperado do projeto. – Composta pelos seguintes artefatos: • Declaração do Escopo – EAP – Dicionário da EAP. • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Definir as Atividades – Entrada Gerenciamento deTempo Planejamento Definir as atividades
  9. 9. Área de Conhecimento • Decomposição – Decomposição é a divisão de um componente maior em componentes menores. – No processo Criar a EAP, divide-se as entregas do projeto em componentes menores e mais gerenciáveis, até que as entregas do trabalho estejam definidas no nível de pacotes de trabalho. • Planejamento em ondas sucessivas – Utilizado quando temos eventos desconhecidos no projeto. • Opinião especializada Gerenciamento de Tempo – Definir as Atividades – Ferram. e Técnicas
  10. 10. Área de Conhecimento • Lista das atividades • Atributos das atividades – Os atributos das atividades descrevem as particularidades de cada atividade. • identificador da atividade; • código da atividade; • descrição da atividade ; • atividades predecessoras; • atividades sucessoras; • relacionamentos lógicos; • antecipações e atrasos; • recursos necessários; • Lista dos marcos Gerenciamento de Tempo – Definir as Atividades – Saídas
  11. 11. Área de Conhecimento • Sequenciar as Atividades tem como objetivo, identificar e documentar as relações de dependência entre as atividades. Gerenciamento de Tempo
  12. 12. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do cronograma • Lista das atividades • Atributos das atividades • Lista dos marcos • Declaração do escopo do projeto • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Sequenciar as Atividades – Entrada Gerenciamento deTempo Planejamento Sequenciar as atividades
  13. 13. Área de Conhecimento • Método do diagrama de precedência (MDP) – (MDP) é usado para representar graficamente todas atividades de seu projeto, com suas respectivas dependências. • Determinação de dependência – Dependência obrigatória (exigidas contratualmente ou são inerentes à natureza do trabalho) – Dependência arbitrada (definida pela equipe) – Dependência externa (Normalmente não estão sob o controle da equipe do projeto) • Antecipações e esperas – Lead Time ou Tempo de antecipação é a antecipação do início de uma atividade sucessora. Gerenciamento de Tempo – Sequenciar as Atividades – Ferram. e Téc.
  14. 14. Área de Conhecimento • Diagramas de rede do cronograma do projeto – Apresentam graficamente as dependências/relações entre as atividades. • Atualizações dos Documentos do projeto Gerenciamento de Tempo – Sequenciar as Atividades – Saídas
  15. 15. Área de Conhecimento • Estimar os recursos da atividade é estimar TODOS os recursos necessários para a execução de cada atividade determinando o tipo e a quantidade de material, pessoas, equipamentos ou suprimentos. Gerenciamento de Tempo Gerenciamento deTempo Planejamento Estimar os recursos
  16. 16. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do cronograma • Lista das atividades • Atributos das atividades • Calendários dos recursos • Registro dos riscos Estimativas de custos das atividades • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Estimar os Recurs. das Ativid. – Entrada
  17. 17. Área de Conhecimento • Opinião especializada • Análise de alternativas – O gerente de projetos deve analisar todas as diferentes alternativas para executar as atividades do projeto. – Algumas das alternativas mais comuns a serem analisadas: – Fazer x Adquirir x Alugar; – Recurso Sênior x Recurso Júnior. • Dados publicados para auxílio a estimativas • Estimativa “bottom-up” – É uma das técnicas mais usadas para estimar as atividades. • Software de gerenciamento de projetos Gerenciamento de Tempo – Estimar os Rec. Ativid. – Ferram. e Técnicas
  18. 18. Área de Conhecimento • Requisitos de recursos das atividades • Estrutura analítica dos recursos • Atualizações dos Documentos do projeto Gerenciamento de Tempo – Estimar os Recurs. das Ativid. – Saídas
  19. 19. Área de Conhecimento • Estimar a duração da atividade é estimar a quantidade de períodos de trabalho necessários para completar cada atividade considerando os recursos estimados no processo Estimar os Recursos da Atividade. Gerenciamento de Tempo Gerenciamento deTempo Planejamento Estimar a duração
  20. 20. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do cronograma • Lista das atividades • Atributos das atividades • Requisitos de recursos das atividades • Calendários dos recursos • Declaração do escopo do projeto • Registro dos riscos • Estrutura analítica dos recursos • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Estimar a Duração das Ativid. – Entrada
  21. 21. Área de Conhecimento • Opinião especializada • Estimativa análoga – É baseada na experiência da pessoa que faz a estimativa. • Estimativa paramétrica – Usada quando existe uma quantidade limitada de informações detalhadas sobre o projeto. (informações sobre Proj. anterior) • Estimativas de três pontos – Três pontos – Otimista, Mais provável – Pessimista. (exemplo) • Análise de reservas • Técnicas de tomada de decisão em grupo Gerenciamento de Tempo – Estim. a Duraç. das Ativid. – Ferram. e Téc.
  22. 22. Área de Conhecimento • Estimativas de duração das atividades • Atualizações dos Documentos do projeto Gerenciamento de Tempo – Estimar a Duração das Ativid. – Saídas
  23. 23. Área de Conhecimento • Desenvolver o Cronograma é um processo iterativo que envolve analisar a sequência das atividades, sua duração, seus requerimentos de recursos e suas restrições para criar o cronograma do projeto e determinar as datas de início e término de cada atividade. Gerenciamento de Tempo Gerenciamento deTempo Planejamento Desenvolver o cronograma
  24. 24. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do cronograma • Lista das atividades • Atributos das atividades • Diagramas de rede do cronograma do projeto • Requisitos de recursos das atividades • Calendários dos recursos • Estimativas de duração das atividades • Declaração do escopo do projeto • Registro dos riscos • Designações do pessoal do projeto • Estrutura analítica dos recursos • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Desenvolver o Cronograma – Entrada
  25. 25. Área de Conhecimento • Análise de rede do cronograma • Método do caminho crítico • Método da corrente crítica • Técnicas de otimização de recursos • Técnicas de modelagem • Antecipações e esperas • Compressão de cronograma • Ferramenta de elaboração de cronograma Gerenciamento de Tempo – Desenvolver o Cronograma – Ferram. e Téc.
  26. 26. Área de Conhecimento • Linha de base do cronograma – A linha de base do cronograma é como uma fotografia retirada no momento da aprovação do que foi planejado, similar a um congelamento do cronograma planejado. • Cronograma do projeto • Dados do cronograma • Calendários do projeto • Atualizações do Plano de gerenciamento do projeto • Atualizações dos Documentos do projeto Gerenciamento de Tempo – Desenvolver o Cronograma – Saídas
  27. 27. Área de Conhecimento • Controlar o cronograma é atualizar o progresso do projeto, monitorar as variações entre o real com o planejado (linha de base) e gerenciar as mudanças ocorridas. Gerenciamento de Tempo Gerenciamento deTempo Planejamento Controlar o cronograma
  28. 28. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do projeto • Cronograma do projeto • Dados sobre o desempenho do trabalho • Calendários do projeto • Dados do cronograma • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Controlar o Cronograma – Entrada
  29. 29. Área de Conhecimento • Análise de desempenho • Software de gerenciamento de projetos • Técnicas de otimização de recursos • Técnicas de modelagem • Antecipações e esperas • Compressão de cronograma • Ferramenta de elaboração de cronograma Gerenciamento de Tempo – Controlar o Cronograma – Ferram. e Téc.
  30. 30. Área de Conhecimento • Informações sobre o desempenho do trabalho • Previsões do cronograma • Solicitações de mudança • Atualizações do Plano de gerenciamento do projeto • Atualizações dos Documentos do projeto • Atualizações dos ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Tempo – Controlar o Cronograma – Saídas

×