Your SlideShare is downloading. ×
Inseminação artificial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Inseminação artificial

595
views

Published on

Inseminação artificial, tudo sobre o assunto.

Inseminação artificial, tudo sobre o assunto.

Published in: Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
595
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Inseminação Artificial
  • 2. Introdução O método de fertilização consiste na injeção de espermatozoides dentro do útero da mulher, no seu período fértil, ou seja, quando ela está ovulando, facilitando assim a união das gametas para a formação do embrião.
  • 3. O primeiro teste O primeiro teste de inseminação artificial foi feito nos Estados Unidos em 1978. Por muito tempo, ela foi a única alternativa de gravidez para casais com algum problema de infertilidade. Aqui no Brasil ele já existe desde a década de 1984.
  • 4. O papel do homem Primeiramente homem terá que coletar uma porção de sêmen em casa ou no laboratório por meio de masturbação. O espermatozoide também pode ser obtido em um banco de sêmen, caso a doação seja necessária.
  • 5. O papel da mulher Á mulher, poderá tomar medicamentos para indução da ovulação, que podem ser via oral ou através de injeções. Durante a estimulação, são realizadas ultrassonografias seriadas para acompanhamento do crescimento dos folículos (local onde se encontram os óvulos).
  • 6. Finalização do processo Quando os folículos estão prontos, é administrado um medicamento que permite a liberação dos óvulos. No momento em que a mulher estiver ovulando é inserido um bico de pato na vagina da mulher e depois um cateter bem fino, por onde passam os espermatozoides.
  • 7. Sucesso ou fracasso O período entre o início do tratamento e a confirmação ou não da gravidez dura em torno de um mês. A mulher começa a medicação no início do ciclo menstrual por cerca de 15 dias e a inseminação é realizada. Após 12 dias é feito o teste de gravidez para verificar o sucesso.
  • 8. Indicação Esse método normalmente é indicado para casais com alguma leve alteração nos espermatozoides (como gametas lentos ou com dificuldades de movimentação), para casos de alteração no útero, como uma endometriose leve ou mesmo quando não há uma razão aparente para a infertilidade.
  • 9. Soropositivo (HIV) Homens infectados com o HIV já têm uma esperança de ter filhos livres do vírus, descobriram uma técnica para "lavar" o esperma destes homens antes de realizar a fertilização artificial em mulheres que não são soropositivas.
  • 10. O que esperar A taxa de sucesso por ciclo gira em torno de 20%. No caso de inseminação artificial quanto mais idade tem a mulher, menores são as chances de engravidar. Após os 35 anos, as chances de sucesso desse método ficam cada vez mais reduzidas .Em caso de fracasso, é sugerido geralmente até duas novas tentativas para esse tratamento.
  • 11. Um ou mais de um Nesse método há uma chance de 15% de uma gravidez gemelar. Isso é considerado um risco, pois gestações com mais de um bebê envolvem um maior cuidado pré-natal e normalmente resultam em partos prematuros, que são perigosos tanto para a mãe quanto para o feto.
  • 12. Riscos A Síndrome da Hiperestimulação do Ovário (SHO), quando há uma produção maior do hormônio estradiol, sintetizado nos ovários, o que aumenta o inchaço e as chances da mulher ter trombose durante a gravidez. Porém esse risco é menos frequente na inseminação dependendo da dose que a mulher precisa.
  • 13. contraindicações As contraindicações são as mesmas de uma gravidez comum, é preciso que mulheres com problemas de saúde sérios consultem seu médico antes do procedimento. E quando há algum risco de doença hereditária ou infecciosa, torna-se essencial um parecer prévio especializado.
  • 14. Acesso ao tratamento A maior parte das clínicas de fertilização realiza a inseminação artificial. Mas é preciso verificar se o médico que vai realizá-la tenha especialização em medicina reprodutiva. Optar por lugares com indicações de conhecidos ou ligados a grandes centros de medicina.
  • 15. Custo da inseminação ● A IA pra casos de mulheres que nao tem trompa(Laqueada) ou alguma doenca. = R$ 1.000 à 1.500 ● A ICSI quando o homem fez Vasectomia ou tem azoospermia na hora do ato. = R$1.000 á 3.000 ● A FIV quando ele tem pouco espermatozóide ou lentos. = 8.000 á 12.700
  • 16. Bônus Lina Vanessa Medina (Peruana 1933) a mãe mais jovem já confirmada na história da medicina. Teve um filho aos cinco anos de idade, sete meses e 21 dias. Além do feito, a menina ficou conhecida por também nunca revelar o nome do pai da criança.