Originalmente proposto peloengenheiro químico KaoruIshikawa em 1943, e aperfeiçoadonos anos seguintes, o Diagrama deIshika...
Estudo de Caso IshikawaA empresa em questão está situada no Centro Oeste de Minas, ondetem como processo e produto a usina...
Uso da FerramentaNa realização do estudo de análise de causa, utilizou-se o diagrama deIshikawa, para análise do problema,...
Com a obtenção da causa raiz, a equipe trabalhou em cima da soluçãoproblema, aonde chegou-se a conclusão de que a área de ...
O termo Pareto ficou conhecido depois que Juran começou a utilizá-lo. O nome se originou no trabalho de Vilfredo Pareto, d...
Estudo de Caso ParetoO objeto do estudo de caso trata-se de uma Instituição de Ensinofundamental e médio na cidade de Belé...
Uso da FerramentaUtilizando o Gráfico de Pareto, uma ferramenta muito importante naanálise defreqüência de problemas, fico...
As propostas de soluções que foram consideradas como mais viáveis e quecorresponderão a maior satisfação dos alunos.1º - D...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

CEP na Qualidade

454

Published on

CASE com uso de diagrama de Ishikawa e de Pareto

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
454
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "CEP na Qualidade"

  1. 1. Originalmente proposto peloengenheiro químico KaoruIshikawa em 1943, e aperfeiçoadonos anos seguintes, o Diagrama deIshikawa, é uma ferramenta gráficautilizada pela Administração para ogerenciamento e o Controle daQualidade (CQ) em processosdiversos.Também conhecido como:"Diagrama de Causa e Efeito","Diagrama Espinha-de-peixe" ou"Diagrama 6M“,
  2. 2. Estudo de Caso IshikawaA empresa em questão está situada no Centro Oeste de Minas, ondetem como processo e produto a usinagem de peças em ferro fundidocinzento e nodular, para veículos pesados. A produção é realizadaatravés de tornos e centros de usinagem, todos tipo CNC, ou seja,máquinas de processo totalmente automáticas, e é onde será realizadoo controle estatístico através da coleta de dados amostrais deprodução. A empresa tem a capacidade produtiva diária deaproximadamente 10.000 peças dia, onde foi realizado um estudoamostral de 125 peças por produto estudado.
  3. 3. Uso da FerramentaNa realização do estudo de análise de causa, utilizou-se o diagrama deIshikawa, para análise do problema, o mesmo sendo debatido por umaequipe multifuncional, a qual formada por colaboradores e técnicos ligadosdiretamente ao processo produtivo, facilitando assim o almejo dasmelhorias com ações direcionadas na causa raiz do problema.
  4. 4. Com a obtenção da causa raiz, a equipe trabalhou em cima da soluçãoproblema, aonde chegou-se a conclusão de que a área de apoio da fixaçãodo Tambor de Freio no torno, era insuficiente para conter sua variação eestabeleceu um novo sistema para fixação do mesmo, com maior área decontato entre a castanha de fixação e o tambor de freio.
  5. 5. O termo Pareto ficou conhecido depois que Juran começou a utilizá-lo. O nome se originou no trabalho de Vilfredo Pareto, durante seusestudos na área de economia sobre distribuição de renda, e descobriuque 80% da riqueza estava concentrada em cerca de 20% dapopulação. O Princípio é também conhecido como a regra dos 80/20.No ambiente empresarial, este tipo de análise encontra a suaaplicação verificando-se que 80% (ou um percentual alto) dosproblemas são originados por 20% (ou um percentual baixo) dascausas. Em termos práticos, significa afirmar coisas como:20% do tempo gasto com itens importantes são responsáveis por80% dos resultados;20% dos itens em estoque respondem por 80% dos custos;20% do tempo gasto em planejamento economiza até 80% do tempode execução; ou20% dos clientes representam 80% do faturamento do negócio; 20% dos defeitos são responsáveis por 80% das reclamações
  6. 6. Estudo de Caso ParetoO objeto do estudo de caso trata-se de uma Instituição de Ensinofundamental e médio na cidade de Belém-Pa. O estudo de caso foirealizado em um período de seis semanas. Definiu-se claramente oproblema e reconheceu-se sua importância, através de questionáriosentregues aos alunos. Com base na coleta dos questionários e suaanálise aprofundada, verificou-se que há um grande número deinsatisfação dos alunos na organização e infra-estrutura relacionadaao recreio.
  7. 7. Uso da FerramentaUtilizando o Gráfico de Pareto, uma ferramenta muito importante naanálise defreqüência de problemas, ficou evidenciado o grau de importância que osclientes (alunos) atribuem ao Recreio e Esportes (52,62% do total depedidos de melhoria), a partir deste percentual, priorizou-se a investigaçãopara as melhorias do recreio primeiramente.
  8. 8. As propostas de soluções que foram consideradas como mais viáveis e quecorresponderão a maior satisfação dos alunos.1º - Dividir o recreio em grupos da mesma faixa etária e manter os grupos emnúmeros proporcionais. Após cuidadosa avaliação e análise psico-didata foiproposto o agrupamento de 1ª - 4ª séries, 5ª - 7ª séries, 8vª - convênio.2º - Ampliar a área de cobertura encapsulando toda a área de recreio. O coeficientede calor diminuirá em 25% no horário de maior incidência solar, proporcionandoum ambiente adequado ao descanso, lanche, momento de quietude esociabilização. Entre outras.

×