Your SlideShare is downloading. ×

Analise de Valor Agregado - EVA

8,152

Published on

Apresentação sobre EVA em projetos executivos

Apresentação sobre EVA em projetos executivos

Published in: Economy & Finance
0 Comments
16 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
8,152
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
16
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Análise de Valor Agregado Roberty Pires Engenharia de Produção Faculdade Santo Agostinho
  • 2. Gerenciamento de Valor AgregadoHistóricoo Foi utilizado pela primeira vez na década de 60 pela Força Aérea dos EUA no projeto do míssil “Minuteman”;o Em 1998 foi reconhecido pelo ANSI sendo divulgado fortemente entre segmentos industriais;o Ainda é considerado como um dos métodos mais simples e práticos para se analisar a evolução dos custos e prazos de um projeto.2/53
  • 3. IntroduçãoO que é Valor Agregado?o Dá-se o nome de “valor agregado” ao valor orçado para realizar o trabalho de um determinado período de tempo do horizonte do projeto.o Uma metodologia de gerenciamento usada para integrar o escopo, o cronograma e os recursos e para medir objetivamente o desempenho e o progresso do projeto. O desempenho é medido pela comparação entre o valor agregado e o custo real. O progresso é medido pela comparação entre o valor agregado e o valor planejado. 3/53 PMBOK 2008
  • 4. Introdução Valor Agregado:  Avaliação entre o que foi obtido em relação ao que foi realmente gasto e ao que se planejava gastar  O valor a ser agregado inicialmente por uma atividade é o valor orçado para ela  A cada atividade ou tarefa realizada, o valor inicialmente orçado para a mesma passa a constituir o valor agregado do projeto Método para relato do status do projeto em termos de custo e tempo Permite uma visão mais precisa do progresso do projeto 4/53
  • 5. IntroduçãoMedidas IntegradasEscopo – O que e como será feito.Custo – O custo necessário para fazer.Tempo – O tempo necessário para fazer. Juntamente com a Tempo Qualidade formam Escopo os Objetivos do Custo Projeto 5/53
  • 6. IntroduçãoLinha de Base• É o planejamento aprovado para os itens de projeto. Ositens do projeto podem ser Escopo, Custo e Tempo ouainda parâmetros Técnicos e de Qualidade. De umaforma geral as linhas de base são criadas após aaprovação de um planejamento ou de umreplanejamento.Linha de Andamento• Linha de Andamento ou Data de Andamento é geradapor meio da coleta de informação de execuçãorealizadado projeto em um determinado momento para ositens estabelecidos. 6/53
  • 7. Introduçãoo A Linha de Base e a Linha de Andamento servem paraauxiliar o controle do projeto por meio da comparação dosparâmetros de planejamento contra os de execução ecom isso verificar se ocorreram desvios entre o previsto eo realizado.o Ocorrendo desvios é necessários efetuar uma análisepara descobrir a causa desse desvio e assim tomar umaação corretiva adequada para corrigir o problema. A P C D 7/53
  • 8. IntroduçãoCurva do ProjetoA Curva do Projeto é obtida por meio da distribuição dasatividades ao longo do ciclo de vida do projeto e pelaaplicação de recursos, durações, custos e relacionamentoscom outras atividades. Atividades 8/53
  • 9. Elementos Básicos A Análise de Valor Agregado está fundamentada em 3 Dimensões Chave:  VP (Valor Planejado ou Planned Value)  VA (Valor Agregado ou Earned Value)  CR (Custo Real ou Actual Cost) 9/53
  • 10. VP-Valor Planejado É o custo orçado do trabalho agendado, referente às atividades a serem executadas ao longo do tempo. O VP indica a parcela do orçamento que deveria ser efetivamente gasta ou incorrida, considerando o custo da linha de base da atividade. O VALOR PLANEJADO é a LINHA DE BASE de CUSTO do projeto. Ele representa o orçamento do projeto distribuído ao longo do Ciclo de Vidado projeto. 10/53
  • 11. CR-Custo Real Mostra os custos reais decorrentes do trabalho já realizado por um recurso ou atividade, até a data de status, ou data atual do projeto, provenientes dos dados financeiros É quanto você já gastou! 11/53
  • 12. VA-Valor AgregadoÉ o custo planejado referente às atividades ou aos pacotes de trabalho docronograma, que foram realizados ou entregues, até um determinadomomento do projeto, ou seja, a data de andamento do projeto.O valor agregado indica quanto deveria ter sido efetivamente gasto para oque foi efetivamente realizado no projeto e não considera quanto o projetodesembolsou para realizar as atividades ou entregar os pacotes de trabalho.Ele considera o valor que realmente foi agregado ao projeto. 12/53
  • 13. Informações RelevantesONT –Orçamento no términoQuanto foi orçado para o esforço total do projeto?TP –Tempo PlanejadoQual o tempo de duração total do projeto?TA –Tempo AtualQuanto tempo o projeto já decorreu? 13/53
  • 14. IndicadoresCom as informações das três dimensões chaves épossível cálcular:o Projeções: Informam a tendência do projeto;o Variações: Informam a relação de variação entre o planejadoe o realizado do projeto;o Índices: Informam o desempenho de custo e tempo doprojeto. 14/53
  • 15. Indices de DesempenhoIDC – Índice de Desempenho de CustoO índice expressa a eficiência do desempenho dos custos em umprojeto, medido em termos de coeficiente. Demonstra a taxa deconversão entre os valores realizados e os valores agregados aoprojeto até o momento. IDC = VA / CR IDC% = (VA / CR) x 100Resultado Significado>1 (maior) O desempenho do projeto é positivo.= 1 (igual) O desempenho do projeto está de acordo com o esperado.<1 (menor) O desempenho do projeto é negativo 15/53
  • 16. Indices de DesempenhoQuanto estou agregando para cada valor investido 16/53
  • 17. Indices de DesempenhoIDP – Índice de Desempenho de PrazoO índice expressa a eficiência do desempenho dos prazos em umprojeto, medido em termos de coeficiente. Demonstra a taxa deconversão entre os valores planejados e os valores agregados aoprojeto até o momento. IDP = VA / VP IDP% = (VA / VP) x 100Resultado Significado>1 (maior) O desempenho do projeto é positivo.= 1 (igual) O desempenho do projeto está de acordo com o esperado.<1 (menor) O desempenho do projeto é negativo 17/53
  • 18. Indices de DesempenhoQuanto estou progredindo para cada valor investido 18/53
  • 19. Indice de DesempenhoIDPT – Índice de Desempenho para TérminoÉ a projeção calculada do desempenho de custos quedeve ser atingido no trabalho restante para alcançar umobjetivo de gerenciamento especificado, como o ONT ou aENT. É a proporção entre o “trabalho restante” e os“recursos financeiros restantes”.IDPT baseada no ONT: IDPT = (ONT – VA) / (ONT – CR)IDPT baseada na ENT: IDPT = (ONT – VA) / (ENT – CR)
  • 20. Variações Fornecem informações a respeito do desempenho e do progresso do projeto a partir dos elementos chave. VPR = Variações de Prazo VC = Variações de custo 20/53
  • 21. VariaçõesVPR – Variação de PrazoÉ a diferença entre o valor do trabalho realizado e o valor do queestava planejado em um determinado momento do projeto, ouseja, a data de andamento do projeto. É medido em termos decusto e demonstra o quanto de escopo foi realizado. VPR = VA – VP Resultado Significado Negativo - O projeto está atrasado. Zerado - O projeto está no prazo planejado. Positivo - O projeto está adiantado 21/53
  • 22. Variações O projeto está adiantado ou atrasado? Qual a tendência do projeto? 22/53
  • 23. VariaçõesVC – Variação de CustoÉ a diferença entre o valor do trabalho realizado e ocusto realizado em um determinado momento doprojeto, ou seja, a data de andamento do projeto. VC = VA – CR Resultado Significado Negativo - O projeto gastou mais do que o planejado. Zerado - O projeto gastou o que estava planejado. Positivo - O projeto gastou menos do que o planejado. 23/53
  • 24. Variações O projeto está com os gastos realizados acima ou abaixo do orçamento? 24/53
  • 25. VariaçõesVNT –Variação no TérminoÉ a previsão mais provável da variação entre custo totalestimado do projeto e o orçamento previstooriginalmente. VNT = ONT – ENTResultado SignificadoNegativo Ao final do projeto estaremos acima do orçamento.Zerado Ao final do projeto estaremos no orçamento planejado.Positivo Ao final do projeto estaremos abaixo do orçamento 25/53
  • 26. Variações 26/53
  • 27. VariaçõesVT –Variação de TempoÉ a previsão mais provável da variação entre o tempototal estimado para o projeto e o tempo previstooriginalmente VT = TP – tENTResultado SignificadoNegativo O projeto vai atrazar.Zerado O projeto vai terminar no prazo planejado.Positivo O projeto vai ser antecipado. 27/53
  • 28. Variações O projeto vai atrasar ou ser antecipado? 28/53
  • 29. VariaçõesPercentuaisVPR% -Percentual de Variação de Prazo. VPR% = (VPR / VP) x 100VC% -Percentual de Variação de Custo. VC% = (VC / VA) x 100VT% -Percentual de Variação do Tempo. VT% = (VT / TP) x 100 29/53
  • 30. ProjeçõesEPT – Estimativa para TerminarÉ o total das estimativas de custos das atividades ou dos pacotes detrabalho que ainda serão realizados no projeto. É o quanto falta gastar noprojeto para realizá-lo. EPT = ENT – CRQuanto ainda estima-segastar com o projeto apartir desse momento? 30/53
  • 31. ProjeçõesENT – Estimativa no TérminoÉ a previsão mais provável do custo total do projeto nofuturo, baseado no seu desempenho e nos seus riscos atéo momento. É a soma do custo realizado até o momentomais a nova estimativa para todo o restante do trabalho.A ENT Possui diversas variações dependendo daspremissas adotadas para o projeto. Veremos 4 delas: 31/53
  • 32. Projeções: ENT –Estimativa no TérminoPremissa 1 - Usada se não ocorrerem variações no ONT ou se vocêmanterá a mesma taxa de gastos. ENT = ONT / IDCExemplo: O projeto está sob controle, pois não ocorreram variaçõessignificativas ou inesperadas no projeto. A tendência é que o projetomantenha esse mesmo índice de performance.Premissa 2 - É usada quando a estimativa original não é mais válida ou porter erros essenciais ou por consequência de uma mudança. É a soma docusto realizado até a data mais uma nova estimativa para o trabalho restante. ENT = CR + EPTExemplo: É adotada uma nova tecnologia que irá mudar completamente ométodo de trabalho do projeto, alterando toda orçamentação e esforço doprojeto. 32/53
  • 33. Projeções: ENT – Estimativa no TérminoPremissa 3 - É usada quando se considera que as variações atuais sãoatípicas e não ocorrerão no futuro. É a soma do custo realizado mais oorçamento restante do trabalho a ser realizado. ENT = CR + (ONT – VA)Exemplo: Um importante membro da equipe de projeto ficou doente e para oserviço não atrasar foi contratado outro recurso para substituí-lotemporariamente.Premissa 4 - É usada quando se considera que as variações atuais serãotípicas no futuro. É a soma do custo realizado mais o orçamento restantemodificado com base no desempenho. ENT = CR + (ONT –VA) / (IDC * IDP)Exemplo: Um equipamento comprado e utilizado no projeto quebrou e oconcerto é inviável. Um novo equipamento foi alugado para substituí-lo eserá usado até o fim do projeto 33/53
  • 34. ProjeçõestENT –Tempo Estimado no TérminoO tempo estimado (data provável) para a finalização dostrabalhos do projeto. tENT= (ONT / IDP) / (ONT / TP) Quando provavelmente os trabalhos irão finalizar? 34/53
  • 35. Projeções TPT –Tempo para Terminar O tempo estimado que ainda falta para a finalização dos trabalhos do projeto TPT = tENT–TAQuanto tempoprovavelmente aindafalta para os trabalhosserem finalizados? 35/53
  • 36. ExercíciosEscopo Muro com 4 paredes.Tempo 10 dias.Custo R$10.000,00 por parede distribuído de forma linear. 1º Dia Linhade Base Linhade Andamento Atividade % Planejado $ Planejado %Realizado $ Realizado Parede 1 10% R$ 1.000,00 30% R$ 4.000,00 Parede 2 10% R$ 1.000,00 20% R$ 2.000,00 Parede 3 10% R$ 1.000,00 0% R$ 0,00 Parede 4 10% R$ 1.000,00 0% R$ 0,00 36/53
  • 37. ExercíciosVamos Calcular:VP ValorPlanejado? VT TP –tENTCR CustoReal? ENT ONT/ IDCVA ValorAgregado? EPT ENT –CRONT OrçamentonoTérmino? VPR VA –VPTP TempoPlanejado? VC VA –CRTA TempoAtual? VNT ONT –ENTtENT (ONT / IDP) / (ONT / TP) IDC VA / CRTPT tENT–TA IDP VA/ VP 37/53
  • 38. ExercíciosCálculos Iniciais Auxiliares:Valor Planejado:VP = $1.000,00 + $1.000,00 + $1.000,00 + $1.000,00VP = $4.000,00Valor Agregado:VA = ($10.000,00 * 30%) + ($10.000,00 * 20%)VA = $3.000,00 + R$2.000,00VA = $5.000,00Custo Real:CR = $4.000,00 + R$2.000,00CR = $6.000,00Orçamento no Término:ONT = 4 * $10.000,00 38/53ONT = $40.000,00
  • 39. ResultadosVP R$ 4.000,00 VT TP –tENTCR R$ 6.000,00 ENT ONT/ IDCVA R$ 5.000,00 EPT ENT –CRONT R$ 40.000,00 VPR VA –VPTP 10 Dias VC VA –CRTA 1 Dias VNT ONT –ENTtENT 8 Dias IDC VA / CRTPT 7 Dias IDP VA/ VP 39/53
  • 40. Resultados 40/53
  • 41. Conclusão O GP deve monitorar a baseline de custos para identificar variações do planejamento original Medidas de performance devem ser utilizadas como auxílio na identificação dos desvios e no fornecimento de informações aos stakeholders É importante entender as causas das variações de custo e tomar as medidas corretivas O GP nunca deve esquecer de incluir as informações de variação de custo nas lições aprendidas do projeto 41/53
  • 42. FIM OBRIGADO!!! 42/42

×