Your SlideShare is downloading. ×

Scrum – minha visão

1,055

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,055
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SCRUM – Minha visão
    Roberto Proviniciali Brandini
    roberto@dpsistemas.com.br
  • 2. História - MsDOS
    Comecei a desenvolver software em meados de 1986 usando a ferramenta Clipper '87.
    Levantamento de Requisitos
    Análise do Sistema
    Definir Banco de Dados (Tabelas)
    Codificar Sistema
    Testes
    Implantação
    Treinamento Usuário
    SUPORTE
  • 3. Distribuição do Tempo (DOS)
  • 4. Triplice Restrição - DOS
  • 5. Sistemas - DOS
  • 6. História - Windows
    Por volta de 1995 iniciamos o desenvolvimento para o ambiente Windows, com o uso do FoxPro.
    Reaproveitamos 99% do legado em Clipper.
    Levantamento de Requisitos
    Análise do Sistema
    Definir Banco de Dados (Tabelas)
    Compatibilizar com Legado
    Codificar Sistema
    Testes
    Implantação
    Treinamento Usuário
    SUPORTE
  • 7. Distribuição do Tempo (DOS/WIN)
  • 8. Triplice Restrição - WIN
  • 9. Sistemas - WIN
  • 10. História - WEB
    Gera Product Backlog
    Valida com Product Owner
    Gera documento
    Gera Protótipo de Tela
    Gerador CRUD
    Levantamento de Requisitos
    Análise do Sistema
    Definir Banco de Dados
    (SQL)
    Codificar Sistema
    Testes
    Implantação
    Treinamento Usuário
    Homologar com Cliente
    SUPORTE
  • 11. Exigências:
    • Formar Equipe
    • 12. Usar metodologia de desenvolvimento (SCRUM)
    • 13. Dividir o trabalho em partes
    • 14. Analise
    • 15. DBA
    • 16. Codificar
    • 17. Testar
    • 18. Usar network para comunicação
    • 19. Documentar mais e melhor os requisitos
    • 20. Controlar versões do código
    História - WEB
    Muitas Mudanças:
    • Linguagem de Programação
    • 21. Ferramenta de Desenvolvimento
    • 22. Banco de Dados
    • 23. Maiores Exigências dos Clientes
    • 24. Requisitos mais dificeis de implantar (desevolver)
    • 25. Muitas Ferramentas para o Desenvolvimento
    • 26. Complexidade de Integração das Ferramentas
    • 27. Trabalhar em Camadas
    • 28. Interface
    • 29. Negócio
    • 30. Modelo
    • 31. Dados
  • Distribuição do Tempo (DOS/WIN/WEB)
    Tecnologia
    Demora
    Complexidade
  • 32. Triplice Restrição - WEB
  • 33. Sistemas - WEB
  • 34. SOLUÇÃO ENCONTRADA
    SCRUM e XP
  • 35. Como usamos o SCRUM
  • 36. SCRUM
    ANTES DE EXECUTAR SPRINT ?
    DEPOIS DE EXECUTAR SPRINT ?
    DIARIAMENTE ?
  • 37. VISÃO SCRUM (CLASSICO)
    danielettinger.com
  • 38. VISÃO SCRUM (CLASSICO)
    gustavovilla.com.br
  • 39. DIFICULDADE
    Nossa maior dificuldade é a anotação dos Requisitos, usar User Case ou História ???
    Levantamento
    de Requisitos
    Entendimento
    Da Tarefa
    Execução
    Da Tarefa
  • 40. Anotação dos Requisitos – UC x Historia – INVEST
    User Case ou História ?
    História: Como <usuario> eu quero <cadastrar meus livros> para saber <onde estão>.
    User Case: Criar CRUD de <cadastro de livros>.
    Mas ambos tem que ser Independente, Negociavel, Valoravel, Estimavel, Dimensionavel e TESTAVEL.
  • 41. User Case x Historia
    User Case - Reservar ApartamentoFluxo básico 1. Atendente informa hotel, datas e tipo de apartamento 2. Sistema fornece disponibilidade e preço 3. Atendente informa CPF do cliente e confirma 4. Sistema exibe um identificador (R1) 5. Sistema envia a confirmação por e-mail (R1 - Regra de negócio, apenas clientes aprovados poderão reservar apartamentos) Fluxo Alternativo: Quarto não disponível (substitui passo 2) Sistema exibe mensagem de indisponibilidade. (volta passo 1) História - Um atendente pode reservar quartosCritérios de aceitação: - Testar com um cliente aprovado e com disponibilidade de quarto - Testar com cliente aprovado e sem disponibilidade de quarto - Testar envio do e-mail - Testar com um cliente não aprovado
  • 42. O que ganhamos com o SCRUM
    VISIBILIDADE OPERACIONAL
  • 43. O que ganhamos com o SCRUM
    INFORMAÇÃO ONLINE (GERENCIAMENTO A DISTÂNCIA)
  • 44. O que ganhamos com o SCRUM
    AUTONOMIA DO TIME
  • 45. O que ganhamos com o SCRUM
    MAIOR E MELHOR COMUNICAÇÃO DO PROJETO
  • 46. O que ganhamos com o SCRUM
    MAIOR PRODUTIVIDADE (projeto desenvolvido do zero em menos de 1 ano)
  • 47. O que ganhamos com o SCRUM
    MAIOR PRODUTIVIDADE (Sprint #018 - Abertura)
  • 48. O que ganhamos com o SCRUM
    MAIOR PRODUTIVIDADE (Sprint #018 – Dia 1)
  • 49. O que ganhamos com o SCRUM
    MAIOR PRODUTIVIDADE (Sprint #018 – Dia 10)
  • 50. O que ganhamos com o SCRUM
    VISIBILIDADE GERENCIAL
  • 51. CELULAS
    PROJETO NOTA FISCAL ELETRONICA DE SERVIÇO
    PROJETOS LEGADO
    PROJETO POSSEIDOM
    PROJETO SPED FISCAL
    PRODUCT OWNER (PO)
    PROJETO SECV
    PROJETO TESTE INTEGRAÇÃO
    SCRUM MASTER
    (rodízio quinzenal)
  • 52. CONCLUSÃO
    O que tenho a dizer sobre o uso do SCRUM é USE, PRATIQUE, IMPLEMENTE e acima de tudo ADAPTE, o uso de um framework como este é importante mas deve-se adaptar à realidade da "sua" empresa ou projeto.
    Não espere milagres, você terá informações, e o uso destas informações é que faz a diferença.
  • 53. DÚVIDAS

×