Hidrografia

12,732

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
12,732
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
213
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Hidrografia

  1. 1. GeografiaProfª Roberta http://geoprofessora.blogspot.com/
  2. 2. Distribuição das águas Imagens: COC
  3. 3. Distribuição das águas Imagens: COC
  4. 4. Reflexão... O corpo humano é composto por 60% de água. Veja, 02/09/2009 Volume de toda água do planeta: 1,39 bilhão de km3. Se dividíssemos a água que existe entre os 6,7 bilhões de seres humanos, cada um receberia 570 litros de água por dia, durante 75 anos. Atualidades: Vestibulares + Enem. O Líquido mais precioso.
  5. 5. Essa massa líquida está em constante movimento entre os continentes, os oceanos e a atmosfera; é o que chamamos de ciclo hidrológico.
  6. 6. Ciclo Hidrológico
  7. 7. IMPORTÂNCIA DOS RIOS
  8. 8. Navegação e Transporte
  9. 9. Energia Elétrica
  10. 10. Eclusas
  11. 11. Agricultura, Terras Férteis, Pesca,Condições para sobrevivência
  12. 12. Lazer, Aventura, Competições,Crenças
  13. 13. Poluição dos Rios
  14. 14. Problemas atuais aumento da população mundial ocupação desenfreada para industrialização moradia de terrenos ribeirinhos retirada da mata ciliar surgiu um problema grave no meio ambiente: a poluição fluvial, que pode provocar danos irreversíveis ao rio, provocando a morte e até a extinção por completo de espécies de peixes.
  15. 15. Como Contribuir para evitar aPoluição dos Rios Não jogue lixo nas águas dos rios. Cuidar da Mata Ciliar Não canalize esgoto diretamente para os rios. Não desperdice água, em casa ou em qualquer outro lugar. Observe se alguma indústria está poluindo algum rio e avise as autoridades sobre a ocorrência.
  16. 16. Bacia HidrográficaTodo rio percorre um curso da sua nascente até a sua desembocadura ou foz. Nesse caminho pode captar mais água de outras nascentes (centros dispersores) e se avolumar. Essa área do trajeto feito por vários cursos de água, vindos de regiões diferentes, mas convergindo para um mesmo ponto, é o que chamamos de bacia hidrográfica.
  17. 17. Bacia Hidrográfica
  18. 18. Bacia Hidrográfica
  19. 19. PERFIL LONGITUDINAL DE UM VALE FLUVIAL DIVISORES DE ÁGUAS DIVISORES DE ÁGUAS CRISTA OU INTERFLÚVIO CRISTA OU INTERFLÚVIO VERTENTE MARGEM VERTENTE MARGEM RIO LEITO TALVEGUE
  20. 20. PERFIL LONGITUDINAL DE UM VALE FLUVIAL 1.Rio: é uma corrente natural de água que flui com continuidade. Possui um caudal considerável e desemboca no mar num lago ou noutro rio. 2.Margens: são os lados do leito fluvial. 3.Leito: é a superfície por onde correm as águas do rio. 4.Vertentes: são as partes do vale que se estendem desde as margens até as cristas. 5.Cristas ou interflúvios: partes mais altas do vale fluvial. 6.Talvegue:linha formada pela intersecção das duas superfícies formadoras das vertentes de um vale. É o local mais profundo do vale, onde correm as águas de chuva, dos rios e riachos. Vem do alemão talweg e significa: "caminho do vale".
  21. 21. ELEMENTOS DE UM RIO NASCENTE OU CABECEIRA  local onde o rio nasce LEITO  local onde o rio “corre” MARGENS  partes laterais de um rio
  22. 22. ELEMENTOS DE UM RIO BACIA HIDROGRÁFICA  área banhada por um rio principal e seus afluentes DIVISOR DE ÁGUAS  Região elevada que separa duas ou mais bacias hidrográficas
  23. 23. FOZ DELTA  múltiplos canais em forma de leque  dificulta o acesso ao continente ESTUÁRIO  único canal  facilita acesso ao continente MISTA  Possui características de estuário e delta
  24. 24. ELEMENTOS DE UM RIO MONTANTE  parte de um rio em direção à nascente JUSANTE  parte de um rio em direção à foz TALVEGUE  parte mais profunda do leito do rio
  25. 25. ELEMENTOS DE UM RIO MEANDROS  “curvas” de um rio ALTO CURSO  Próximo à nascente MÉDIO CURSO  Porção intermediária BAIXO CURSO  Próximo à foz
  26. 26. ELEMENTOS DE UM RIO DRENAGEM EXORRÉICA  rios que deságuam “fora” dos continentes DRENAGEM ENDORRÉICA  rios que deságuam dentro dos continentes ARRÉICA e CRIPTORRÉICA
  27. 27. REGIME FLUVIAL Regime de um rio é o termo que se emprega para se referir à origem da água que o alimenta. PLUVIAL  dependem das chuvas TÉRMICO OU NIVAL  derretimento de geleiras COMPLEXO OU MISTO  queda de chuvas e derretimento de geleiras
  28. 28. TIPOS DE RIOS PERENE REGULAR  pouca variação da vazão PERENE IRREGULAR  grande variação de volume entre cheia e vazante TEMPORÁRIO OU INTERMITENTE  secam durante a estiagem
  29. 29. Tipos de Rios Quando um rio de uma bacia hidrográfica percorre uma área de relevo muito acidentado e por este motivo apresenta muitas quedas de água, dizemos que é um rio de planalto. Os rios de planalto possuem como qualidade fundamental o seu elevado potencial hidrelétrico. quando atravessa uma área com poucosdesníveis, geralmente formando meandros, é chamado de rio de planície. Esses riosapresentam como característica fundamental a sua navegabilidade.
  30. 30. Evolução dos RiosAs três fases de evolução dosrios:juventude (a)maturidade (b)senilidade (c).
  31. 31. Vale Fluvial
  32. 32. Vale em V
  33. 33. Vale em U
  34. 34. AQUÍFERO GUARANI
  35. 35. REFERÊNCIAS Material didático COC – 1ºano EM.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×