Design de Interação
Disciplina: Gestão do Projeto
de Design de Interação
18/05/2015
Prof. Ricardo Wagner
VENDA
• Definição do escopo do projeto
– Questionário padrão (exemplo de um site)
VENDA
1. Quais são as seções (páginas) previstas para o site?
2. Qual o volume de informações para cada uma das seções e q...
VENDA
6. Se não há um site, já foi realizada a contratação de um servidor e domínio
(endereço do site)? Quais são?
7. O co...
VENDA
11. Qual é a abrangência de atuação do negócio da empresa – no estado, nacional,
etc.?
12. Qual o valor está sendo r...
VENDA
Planejamento, integração com outras ações de comunicação, testes de usabilidade,
produção de conteúdo dependendo de ...
VENDA
• Entendimento do problema x demanda apresentada
– Qual é o real problema a ser resolvido?
– Qual o público-alvo?
– ...
VENDA
• Entendimento do problema x demanda apresentada
– Qual é o real problema a ser resolvido?
– Qual o público-alvo?
– ...
VENDA
• Expertise da empresa (foco de atuação)
– Este tipo de trabalho faz parte do nosso foco de atuação?
– Temos fornece...
VENDA
• Oferecendo outros serviços e as possibilidades para o designer de
interação
VENDA
• Precificação
– Detalhamento do problema para melhor visão do custo
– Etapas envolvidas
– Tempo estimado gasto por ...
VENDA
• Precificação
– Planilha com custos por profissionais
– Considerar custos fixos, custos variáveis e margens de lucr...
VENDA
• Modelo de proposta
– Apresentação da empresa (breve ou não?)
– Objetivo e introdução
– Escopo do projeto com detal...
VENDA
• Alguns motivos para não aprovação de uma proposta
– Falta de informações importantes para a decisão do cliente
– T...
VENDA
• Considere sempre (internamente)
– O nível de clareza do texto
– O real tempo de produção e as margens necessárias ...
VENDA
• Considere sempre (externamente)
– O conhecimento técnico do seu cliente
– As experiências anteriores com o cliente...
VENDA
• A Proposta como documento de aceite
– Peça sempre aprovação por escrito. Proposta assinada ou pelo menos por email...
VENDA
• Sugestões de ferramentas para criação de propostas
– http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php
– htt...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 2

173

Published on

Curso Design de Interação - IEC Puc Minas

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
173
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 2

  1. 1. Design de Interação Disciplina: Gestão do Projeto de Design de Interação 18/05/2015 Prof. Ricardo Wagner
  2. 2. VENDA • Definição do escopo do projeto – Questionário padrão (exemplo de um site)
  3. 3. VENDA 1. Quais são as seções (páginas) previstas para o site? 2. Qual o volume de informações para cada uma das seções e que tipo de conteúdo (textos, fotos, vídeos, etc.) de cada uma. 3. O site terá demanda de atualização de conteúdo frequente (todo ou somente uma seção) e com qual frequência? 4. A empresa já possui um site no ar que possamos olhar para ter alguma referência? Caso exista outra informação importante para acrescentar aqui é só dizer. 5. Existe algum outro site que é considerado referência para a criação deste trabalho?
  4. 4. VENDA 6. Se não há um site, já foi realizada a contratação de um servidor e domínio (endereço do site)? Quais são? 7. O conteúdo será entregue pronto para ser inserido no site? Fotos tratadas, texto redigido e revisado, vídeos editados e finalizados, etc. Caso negativo, qual o conteúdo deverá ser produzido/tratado? 8. Há um prazo para a execução do trabalho ou uma data específica em função de algum evento, por exemplo, para a entrega? 9. Quais são os públicos do site em ordem de importância? 10. A empresa realiza hoje algum outro trabalho de comunicação – digital ou off- line. Se sim, qual o trabalho é feito?
  5. 5. VENDA 11. Qual é a abrangência de atuação do negócio da empresa – no estado, nacional, etc.? 12. Qual o valor está sendo reservado pela empresa para a realização deste projeto?
  6. 6. VENDA Planejamento, integração com outras ações de comunicação, testes de usabilidade, produção de conteúdo dependendo de fatores como maturidade do cliente, tempo de entrega do projeto, verba disponível, entre outros.
  7. 7. VENDA • Entendimento do problema x demanda apresentada – Qual é o real problema a ser resolvido? – Qual o público-alvo? – Qual o ambiente onde o produto/serviço será utilizado? – Qual a área da empresa está responsável pela demanda (área cliente)?
  8. 8. VENDA • Entendimento do problema x demanda apresentada – Qual é o real problema a ser resolvido? – Qual o público-alvo? – Qual o ambiente onde o produto/serviço será utilizado? – Qual a área da empresa está responsável pela demanda (área cliente)? – Evita retrabalhos – Reuniões desnecessárias – Esperdício de tempo seu e do cliente – Mostra eficiência na identificação da demanda
  9. 9. VENDA • Expertise da empresa (foco de atuação) – Este tipo de trabalho faz parte do nosso foco de atuação? – Temos fornecedores para nos ajudar na entrega deste projeto? – Vale a pena a qualquer custo?
  10. 10. VENDA • Oferecendo outros serviços e as possibilidades para o designer de interação
  11. 11. VENDA • Precificação – Detalhamento do problema para melhor visão do custo – Etapas envolvidas – Tempo estimado gasto por profissional – Expertise de cada profissional envolvido interfere no custo e tempo
  12. 12. VENDA • Precificação – Planilha com custos por profissionais – Considerar custos fixos, custos variáveis e margens de lucro desejadas – Tabelas especiais de clientes – Sugestão de leitura http://webinsider.com.br/2004/06/27/monte-a-sua-planilha-de-custos/ PROFISSIONAL TOTAL DE HORAS CUSTO DA HORA CUSTO DO PROFISSIONAL VALOR FINAL
  13. 13. VENDA • Modelo de proposta – Apresentação da empresa (breve ou não?) – Objetivo e introdução – Escopo do projeto com detalhamento das atividades – Argumentação / defesa – Custo do projeto (separado por etapas ou não) – Prazo estimado de produção – Forma de pagamento – Apêndices: documentos enviados pelo cliente, contrato, etc.
  14. 14. VENDA • Alguns motivos para não aprovação de uma proposta – Falta de informações importantes para a decisão do cliente – Texto sem clareza – Textos longos e que impedem a leitura do que realmente é importante – Textos muito curtos (cada caso deve ser tratado separadamente) – Falta de um diferencial (concorrentes!) – O texto não vende bem o trabalho – O custo – Falta de contato presencial
  15. 15. VENDA • Considere sempre (internamente) – O nível de clareza do texto – O real tempo de produção e as margens necessárias para a definição do prazo – A pauta estimada – Os custos extras que o projeto pode gerar (viagens, custos com profissionais extras, locação ou compra de equipamentos, salas, etc.) – Para a definição dos itens da proposta é preciso envolver outros profissionais da equipe?
  16. 16. VENDA • Considere sempre (externamente) – O conhecimento técnico do seu cliente – As experiências anteriores com o cliente – O que é diferencial para o cliente ou para aquele projeto em específico – Seu cliente pode não ter tempo para ler a proposta completa num primeiro momento. Pensar isto é importante na hora de organizar as informações na proposta. – Cada venda terá suas próprias características. – Sua proposta será seu contrato de trabalho com o cliente. Portanto tudo o que estiver nela deverá ser comprido por você e pelo cliente – Se não tiver informações suficientes não faça uma proposta. Se não houver saída, faça uma “Estimativa de custo” – Você também faz parte da sua proposta. Desde sua maneira de escrever a proposta, até sua maneira de se vestir. – O ideal é conseguir apresentar a proposta para quem vai aprová-la. Assim você terá condições de ouvir as dúvidas e esclarecê-las
  17. 17. VENDA • A Proposta como documento de aceite – Peça sempre aprovação por escrito. Proposta assinada ou pelo menos por email. – Considere fazer um contrato
  18. 18. VENDA • Sugestões de ferramentas para criação de propostas – http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php – http://houaiss.uol.com.br/ – http://www.conjugacao.com.br/ – http://www.sinonimos.com.br Uma proposta mal escrita ou com erros de português acaba com a credibilidade e certamente irá atrapalhar a aprovação da proposta.

×