• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Estudo de mercado - Baixa Lisboeta
 

Estudo de mercado - Baixa Lisboeta

on

  • 753 views

 

Statistics

Views

Total Views
753
Views on SlideShare
753
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
11
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Estudo de mercado - Baixa Lisboeta Estudo de mercado - Baixa Lisboeta Document Transcript

    • 2012Projecto Interdisciplinar Herick Pinto nº 2633 Ricardo Amaral nº 2670 David Gonçalves nº 2628 16-03-2012
    • Estudo de Mercado – Projecto InterdisciplinarÍndiceI.Introdução ................................................................................................................................................. 2  Problema ......................................................................................................................................... 2  Objectivos ........................................................................................................................................ 3I.Desenvolvimento ...................................................................................................................................... 4  Interpretação de Gráficos ................................................................................................................ 4III. Conclusão ............................................................................................................................................ 14 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar I. I. Introdução  Problema A implementação desta ideia dos placares electrónicos, surge baseado no projecto-interdisciplinar da escola, que pretende fazer uma dinamização da baixa lisboeta, no que toca aocomércio. Sendo a turma de informática de gestão chegou-se á ideia que deveria ser feito algoque enquadra-se nesse ramo, e por isso foi pensado a introdução de placares electrónicos, talcomo já acontece nas grande superfícies comerciais, mas neste caso na baixa lisboeta, quecontivesse uma serie de informações importantes para os consumidores e fosse uma forma depublicidade para todos os comerciantes que aderissem ao projecto. O projecto interdisciplinar passa pela dinamização da baixa, pois esta nos últimos tempos ocomércio tradicional tem tido alguma dificuldade em competir com na Baixa, visto que nãoestimularam alterações físicas e funcionais nos seus estabelecimentos, começando a serperceptíveis sinais de clivagem entre a oferta proporcionada e as expectativas da procura.Primeiro surgiram os hipermercados com galerias de comércio especializado, sem repercussãona Baixa; depois ocorreu um período de maior dinamismo, indutor de transformações estruturaisda rede comercial da cidade e da área metropolitana: ● Em Lisboa emergiram e/ou consolidaram-se centros secundários alternativos para a ofertamais habilitada: o Amoreiras Shopping Center e o eixo Avenida de Roma-Guerra Junqueiroforam os primeiros a destacar-se, mas perderam relevância na sequência da reconfiguração dotecido comercial nos anos 1990,com a multiplicação de centralidades de hierarquia diversa; ● Na periferia, durante a década de 1990, ocorreu a proliferação dos centros regionais ousub-regionais e dos outlet, comprometendo em definitivo a supremacia da Baixa no contextometropolitano.A desqualificação de parte do comércio tradicional, a fraca capacidade deadaptação dos empresários às novas condições de concorrência, a deslocalização de serviços eo quase desaparecimento da habitação contribuíram para enfraquecer a atractividade depessoas e de actividades In Reabilitação Urbana Baixa Pombalina: base para uma intervenção de salvaguarda2 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar  Objectivos Para servir os clientes (comerciantes da baixa) de forma eficiente, foi necessárioefectuar um estudo a uma amostra dos comerciantes da baixa, este que foi feito nodia 8 deMarço de 2012, acompanhados pela Dra. Ana Paula Alturas. Foram elaborados estesquestionários para estar certo de quais são as múltiplas necessidades do cliente, qual a melhormaneira de as satisfazer, e como comunicar eficazmente a natureza dos bens ou serviços queoferece, através dos placares electrónicos. Os objectivos deste estudo de mercado são: Permitir reduzir o risco nas decisões degestão, como por exemplo até que ponto valerá a pena implementar os placares e caso seexecute onde coloca-los; Controlar e avaliar o grau de introdução deste produto nabaixa lisboetabem como a sua imagem e notoriedade.O projecto da turma consiste em painéis de informações que facilitam as pessoas a informarem-se das novidades, dos posicionamentos das lojas pretendidas, etc. Até mesmo quando as lojasestiverem fechadas as pessoas poderão se informar sobre qualquer informação que desejarsobre a loja, as informações variam de produtos em destaque, produtos em saldo, um mapasobre onde podemos encontrar as lojas, etc. Também pretende-se modernizar a baixa da cidadede lisboa.3 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar I. II. Desenvolvimento Este questionário foi elaborado pela turma para posteriormente ser aplicado, tendo issoocorrido no dia 8 de Março, na baixa pombalina, onde se a população em estudo foram oscomerciantes desta área. No dia seguinte houve uma contagem das respostas dadas e obteve-se uma amostra e obteve-se os seguintes resultados:  Interpretação de Gráficos Ramo de actividade 8% 28% Vestuário Calçado 36% Restauração Ourivesaria 9% Electronico 5% 11% Outro NS/NR 3%Gráfico nº 1 1. Qual o ramo de atividade da loja? De acordo com o gráfico podemos dizer que o comércio na baixa pombalina, tem umvariado leque de ramos de actividade. Apesar do vasto leque existente, existem dois que sedestacam, o vestuário (28%) e “outro” (36%), que englobam todos os ramos que não estãodescritos nas outras opções de resposta. No que toca aos restantes estes vão se dividindo entre variadas respostas: Electrónico(3%), calçado (5%), restauração (9%) e ourivesaria (11%). Nesta pergunta 8% dos inquiridos nãosouberam ou não quiseram responder.4 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Existência da loja 1% 14% 8% < 2 Anos 2 a 4 Anos > 4 Anos 77% NS/NRGráfico nº 2 2. Há quanto tempo tem a sua loja na baixa-chiado? Na segunda pergunta foi questionada há quanto tempo existia a loja inquirida, para serpossível obter um retrato temporal do comércio da baixa pombalina.De acordo com a observação do gráfico pode-se concluir que a maioria das lojas existe há maisde 4 anos (77,07%), neste grupo podemos ter loja relativamente recentes com mais se 4 anos,como se pode incluir as lojas mais históricas da baixa. Comprovou-se igualmente que, uma fatia importante tem menos de 2 anos deexistência, concluindo-se então que existe uma renovação do tecido comercial, corroboradotambém com as lojas que têm entre 2 e 4 anos de existência. Somente 1% dos inquiridos não retorquiu ou não sabia a resposta a esta pergunta.5 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Idade do público-alvo 1% 1% 13% Até aos 12 anos inclusive 49% 13 aos 18 anos 19 aos 29 Anos 32% 30 aos 54 anos 4% >55 anos NS/NRGráfico nº 3 3. Qual a idade do público-alvo? Nesta pergunta pretendia-se saber qual o público-alvo do comércio da baixa, analisandoo gráfico pode-se concluir que cerca de metade das lojas (48,38%), tem como público-alvo osadolescentes entre os 13 e os 18 anos. Estes juntamente com os “jovens adultos” (entre os 19 e29 anos) e com as pessoas entre os 34 e os 54 anos, que ocupam respectivamente 13% e32%perfazem ao todo 93,38%, ou seja, quase a totalidade dos inquiridos. O restante é ocupado pelas pessoas com mais de 45 anos (4,38%), sendo que orestante foram os auscultados que não quiseram ou não souberam responder.6 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Possui pagamento eletrónico 0% 14% Sim Não NS/NR 86%Gráfico nº 4 A interpretação dos resultados a esta pergunta revela-se bastante fácil, pode-se concluirpelos resultados obtidos, que uma larga maioria (86%) tem a opção de pagamento electrónico,enquanto somente (14%) não possui este método de pagamento. Esta pergunta foi daspoucasexistentes nos questionários, aquela que teve 100% de resposta por parte de todos osinquiridos7 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar 4. O espaço possui modo de pagamento electrónico? Possui factura eletronica 0% 26% Sim Não 74% NS/NRGráfico nº 5 5. O espaço possui faturaeletrónica? Da mesma forma que na pergunta anterior, pode-se fazer uma interpretação fácil, visto que certa¾ do gráfico é ocupado pela resposta sim, enquanto o restante pela resposta oposta (26%). Tal como napergunta anterior houve por parte dos inquiridos 100% de resposta.8 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Divulgação da loja (Publicidade) Internet (newsletter, rede sociais, entre outros) Flyers 29% 50% Muppies/outdoors 3% Revistas/Catalogos 9% 5% Media (Tv,Rádio) 2% 2% OutrosGráfico nº 6 6. Quais os principais meios de comunicação que utiliza paraa divulgação? Ao analisar o gráfico existe uma fatia importante no que toca há divulgação da loja,através dos média(50%). A restante metade é dividida em diferentes tipos de meios de divulgação, sendo quedesta se destaca a obvia internet e as redes socias (29%). A restante percentagem (29%),édistribuída entre vários tipos de meios de divulgação muppies, flyres, revistas/catálogos e outros. Tal como nas perguntas anteriores houve por parte dos inquiridos 100% de resposta .9 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Se considera importante a implantação do painel 2% 9% Sim Não NS/NR 89%Gráfico nº 7 7. Considera importante um painel informativo na baixa de Lisboa? Esta a pergunta já vai mais de encontro com o cerne da questão do nosso projecto-interdisciplinar, visto que já tem como assunto a implementação ou não de um painel informativona baixa. Analisando este gráfico podemos concluir que uma larga maioria (89%) dos inquiridosconsideram importante a implantação de um painel, 9% consideram que não enquanto quesomente 2% não sabiam ou não responderam.10 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Qual a informação que deve estar no painel 1% 2% 22% Platium 42% Silver Gold 33% Outras NS/NRGráfico nº 8 8. Relativamente à pergunta anterior, se a resposta foi sim, que tipo de informação gostaria que contivesse: Esta pergunta tinha como objectivo analisar o tipo de informação que os inquiridosgostariam de ver no painel informativo. De acordo com o gráfico podemos concluir que dosinqueridos42%, escolheram a opção Gold (Nome, morada, ramo de actividade, fotografiasescolhidas pelo gerente e um spot publicitário da loja), 33% escolheram a opção Silver (Nome,morada, ramo de actividade e fotografias escolhidas pelo gerente), 22% escolheram a opçãoPlatinum (Nome, morada e ramo de actividade),2% não respondeu ou não sabe, 1% escolheu aopção“outras”.11 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Quanto pagaria pelo serviço 10% 17% 6% Menos de 25€ Mais de 30€ 44% 23% Entre os 25€ a 30€ Não estou disposto a pagar NS/NRGráfico nº 9 9. Quanto estaria disposto a pagar por este serviço? Nesta questão o objectivo seria saber quanto cada comerciante estaria desposto a pagarpelo serviço proposto. Com este gráfico pode-se observar que 44% não estaria disposto a pagar, enquanto amaioria (apesar de curta) estarão dispostos a pagar um determinado valor. Cerca de 23%pagaria mais de 30€, 17% paria menos de 25€, 6% pagaria mais de 30€, enquanto que10% nãosabia ou não respondeu.12 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinar Publicidade relativa ao paniel 1% 4% 4% Formas de pagamento Acesso a deficientes 51% 30% Horário Produto Chave 10% Outro NS/NRGráfico nº 10 10. Gostaria que houvesse mais informação acerca da sua loja relativamente a: Esta pergunta tinha como objectivo saber se os inquiridos gostariam de ter informaçãoadicional no painel a cerca da sua loja em especial como publicidade, horário de funcionamentoentre outros. Com este gráfico pode-se concluir que 51% dos inquiridos não respondeu ou não sabia,30% escolheu a opção produto chave, 10% seleccionou a opçãooutro, 4% escolheu a opçãohorário, 4% responderam a opção acesso a deficientes e 1% responderam foras de pagamento.13 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto InterdisciplinarIII. Conclusão Com a implementação deste estudo na baixa de lisboa, pode-se tirar algumas conclusõesfundamentais para se saber até ponto será fiável este projecto interdisplinar da turma. Desde o início não houve grande consenso no que toca às perguntas á aplicar noquestionário. Mesmo depois de feito de revisto muitas vezes quando aplicado na práticaobtiveram-se algumas dificuldades como a falta de concisão em algumas perguntas. Como provadisso mesmo, tem se como exemplo a pergunta nº2 onde se pergunta: Há quanto tempo tem asua loja na baixa-chiado?Esta tem como respostas possíveis, menos de dois anos, entre dois equatro anos e mais de quatro anos. As respostas a estas perguntas revelam-se pouco concisas,pois uma loja com mais de quatro anos tanto pode ser uma loja recente, com 5 anos, como podeincluir as lojas mais históricas da cidade, e até as centenárias, e comparando uma loja com maisde 4 anos com uma com mais cem, é inevitavelmente diferente, dando aos resultados finais umaperspectiva distorcida do retrato temporal do comércio da baixa e para apurar se é viável aimplementação deste projecto. Outro ponto menos forte passa pela falta de desenvolvimento deque seria composto esta aplicação do projecto, e essa falha é observável nos resultados obtidosna pergunta nº10,pois foi nesta pergunta onde se obteve a maior percentagem de inquiridos quenão souberem ou não quiseram responder (51%), e este resultado acontece muitoprovavelmente pela má explicação do teor deste projecto, que os inquiridores passaram aoscomerciantes, e como resultado disso mesmo obteve-se uma resposta pouco frutuosa para auma futura implementação desta aplicação. Em relação ao que mais importa, interpretação dos gráficos, existe uma serie de resultadosmuitos importantes e que levam a querer que o projecto é fiável, visto a aceitação que houve porgrande parte dos comerciantes. Prova disso mesmo, são resultados á pergunta Consideraimportante um painel informativo na baixa de Lisboa?,na qual 89% dos inquiridos considerouque seria importante a existência deste painel. Para oferecer ainda mais validade ao projecto háque também destacar os resultados da perguntaQuanto estaria disposto a pagar por esteserviço?,na qual grande parte dos inquiridos (56%) estaria disponível pagar uma determinadaquantia, demonstra não só aceitação por parte dos comerciantes da ideia como estaria dispostosa “apoia-la”. De acordo com os gráficos pode-se fazer um retrato ao comércio da baixa, concluiu-se queexiste um variado número de ramos de actividade, com uma pequena maioria do vestuário14 Matemática – 1ºAIG
    • Estudo de Mercado – Projecto Interdisciplinarconclui-se também que tem havido nos últimos anos a abertura de várias lojas como se podecomprovar nas respostas á pergunta Há quanto tempo tem a sua loja na baixa-chiado?. Ao avançar para a implementação deste projecto, como se pode ver com os resultadossobre a idade do público-alvo, teria de ser feito algo mais virado para o público jovem, visto queé este que ocupa a maior fatia de clientes da baixa lisboeta, mas não podendo descorar tambémaqueles que têm entre os 30 e os 54 anos, pois estes também ocupam um papel importantenesta questão. Fazendo uma conclusão geral deste estudo de mercado pode-se dizer que houve algunsprontos fracos, já destacados em cima, mas existiram igualmente outros pontos fortes que jáforam identicamente referidos. Sem dúvida que a aplicação deste questionário foi útil para se obter uma retrato do comérciona baixa mas também para se saber até que ponto será aceite o projecto da turma e se este emcaso de implementação se será apoiado ou não.15 Matemática – 1ºAIG