Capitulo 24 e 25  evangelho segundo o espiritismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Capitulo 24 e 25 evangelho segundo o espiritismo

on

  • 1,879 views

Cartilha simplificada para crianças

Cartilha simplificada para crianças

Statistics

Views

Total Views
1,879
Views on SlideShare
1,879
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
21
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Capitulo 24 e 25 evangelho segundo o espiritismo Document Transcript

  • 1. Capítulo 24 A lâmpada sobre o velador
  • 2. Você já ouviu o ditado que “O que é bonito é pra se mostrar?” Na sua casa tem energia elétrica? A partir da energia elétrica, o que temos em nossa vida? E a luz solar, porque ela é importante? O que a luz solar nos proporciona? E ninguém, acendendo uma candeia, a cobre com algum vaso, ou a põe debaixo da cama; mas põe-na no velador, para que os que entram vejam a luz. Porque não há coisa oculta que não haja de manifestar-se, nem escondida que não haja de saber-se e vir à luz. Lucas 8:16-17 Quando alguém acendia uma candeia era com o propósito de iluminar, razão porque Jesus afirma que não era prática alguém esconder a candeia, mas deixá-la visível em local que iluminasse a todo o ambiente. Temos aqui uma lição prática. Cristo é nossa Candeia, não devemos nos envergonhar do Evangelho, nossa vida deve refletir o Sol da Justiça Imagine que você se encontra com um grupo de amigos em oração no monte a noite, é prática as pessoas levarem lanternas para iluminar o caminho. Acontece que aquele que vai à frente vai iluminando o caminho para os demais, o que vem atrás faz a mesma coisa. Então, no plano espiritual, nós somos esta lâmpada que ilumina a vida das pessoas. O Evangelho tem o poder de trazer para a luz as coisas que estão ocultas, colocando em evidência os fatos. Isto vale para a igreja sadia, que ora, que tem propósito de crescimento sadio, pecados e transgressões não ficam encobertos, pois Deus revela e faz saber ao pastor da igreja a situação.
  • 3. O cristão não deve viver na sombra ou se abrigar na sombra de outros, ele tem ser a luz que irradia, que ilumina. Considere que você é um potente farol que está firmado em uma Rocha. Sua função é conduzir as embarcações de forma segura no mar escuro e bravo. O Mestre Jesus, com suas sublimes orientações, forneceu-nos meios para adquirirmos a luz e fazê-la brilhar. Quais atitudes fazem essa luz brilhar nas pessoas? Como você vem fazendo a SUA luz interior brilhar? Nesta Parábola contada por Jesus, podemos entender que a luz é necessária, tanto na vida material quanto na vida espiritual e todos aqueles que já possuem a luz do conhecimento espiritual não devem escondê-lo e nem negá-lo para os que ainda vivem na ignorância. Um dos ditados populares mais conhecidos é aquele que se refere a uma pessoa chata que é nominada de “mala sem alça”, isto devido à dificuldade de ser carregada. A vida do cristão tem de haver uma alça chamada “FÉ”, esta o conduz a pátria celestial, deixando-o firme, como vendo o invisível
  • 4. "Todo aquele que me confessar e reconhecer diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai. Que está nos Céus e o que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai." (MATEUS) "Porque se alguém se envergonhar de mim e de minhas palavras, também o filho do homem se envergonhará dele, quando vier na sua majestade e na de seu Pai e na dos santos anjos." (LUCAS) Nesse trecho, Jesus quis dizer que se você se envergonhar Dele, Ele também se envergonhará de você. É como se você sempre tivesse vergonha do seu time, mas um dia, você quer ir assistir o jogo do seu time no estádio, e os policiais te barrarem na porta. O mesmo acontece com a palavra de Deus. Temos que valorizar o que aprendemos senão não seremos valorizados para Deus. O sentido da frase “não se coloca a candeia sob o alqueire”, significa que, da mesma forma que a gente acende uma luz para iluminar o ambiente, aquele que conhece bem as leis divinas não deve guardá-las para si, mas divulgá-las através da palavra e, sobre tudo, do exemplo. Não espalhar os nossos conhecimentos espirituais é esconder egoisticamente a luz que poderia beneficiar a muitos. Verdade ou Mentira? Se Kardec, de posse dos conhecimentos do espiritismo, guardasse todo o conhecimento só pra ele, agiria ao contrário do que Jesus disse, sobre a luz estar na visão de todos. Verdade ou Mentira? Não é justo ter que espalhar o conhecimento pra todo mundo, porque muitos não sabem como usar o conhecimento e podem usar ele pro mal então é melhor evitar né?! Verdade ou Mentira?Devemos espalhar os conhecimentos que possuímos em beneficio de todos, pois a verdade não é para ser escondida de ninguém Verdade ou Mentira? A Campanha da Fraternidade Auta de Souza, a de Esclarecimento Humberto de Campos NÃO são formas de divulgar a luz do espiritismo! Verdade ou Mentira?
  • 5. Capítulo 25
  • 6. Quando os primeiros seres humanos viveram no planeta as coisas eram muito diferentes. O corpo físico do homem era muito primitivo. Os homens e mulheres das cavernas não sabiam falar, não tinham sentimentos como nós, não possuíam nenhuma tecnologia para ajudá-los a viver. Aos poucos foram aprendendo a usar o fogo e desenvolvendo uma linguagem de grunhidos e sinais para se comunicarem. Assim era a vida no início da civilização da Terra:
  • 7. A antiguidade – Aos poucos, os homens foram evoluindo. Deus nos deu a inteligência e o impulso à evolução, através de duas leis: lei do progresso e lei do trabalho. Na antiguidade, os homens já tinham aprendido a viver em sociedade, construir casas e cidades, e passaram a desenvolver o trabalho – quase sempre usando os próprios braços ou com o auxílio de animais. Nessa época, ainda não conhecíamos a eletricidade, os motores, as máquinas nem os carros. A medicina estava começando.
  • 8. 4) Aos poucos a humanidade, com muita dedicação, trabalho e auxílio da espiritualidade, passou a desenvolver os rudimentos da tecnologia. Jesus nos ensinou: “Ajuda-te e o Céu te ajudará”. Ao sentir o impulso de descobrir novas tecnologias para melhorar a qualidade de vida, o ser humano passou a se esforçar, e, com muito trabalho, dedicação, pesquisa e auxílio do plano espiritual através de intuições e sonhos, surgiram as primeiras grandes invenções: a eletricidade, os motores, os trens, carros, máquinas, telecomunicações. Assim era a vida entre 1800 e meados de 1900 no Brasil:
  • 9. Numere cada equipamento, conforme sua evolução
  • 10. Mas Jesus nos ensinou também que não devemos nos preocupar muito em juntar bens materiais, devemos nos ocupar em juntar bens que nos tornem ricos em paciência, em amor, em caridade. Essa riqueza sim, tem valor para Deus. Afinal, são esses que nos fazem verdadeiramente felizes. Vocês podem e devem lutar por uma vida melhor, estudando muito, e, quando for adulto, trabalhando com amor e honestidade. Não é errado trabalharmos para ter o nosso carrinho, nossa bicicleta, nosso videogame, nosso tablet, nosso computador...Viver de miséria também não é legal. Mas não podemos nos esquecer de trabalharmos o nosso coração através da religião, seja ela qual for, do trabalho social no bem Ajuda-te e o céu te ajudará Uma das características lamentáveis do ser humano, fruto de sua imaturidade, é a tendência ao acomodamento. Se algo não dá certo, impaca e pede ajuda de Deus, mas esquece que também deve fazer um esforcinho de sua parte! Não é Inspira uma interpretação equivocada da Lei de Causa e Efeito, que induz à inércia em situações difíceis. Não podemos deixar de correr em busca do que queremos e ficar só pedindo pra Deus nos ajudar, se não nos ajudarmos e irmos atrás, não será só Deus que nos ajudará