Voluntariado, Saúde e Humanização
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Voluntariado, Saúde e Humanização

on

  • 1,176 views

Voluntariado, Saúde e Humanização. Palestrante Valdir Cirmino. Palestra apresentada na Conferência Internacional do Voluntariado, em dezembro de 2011, em SP.

Voluntariado, Saúde e Humanização. Palestrante Valdir Cirmino. Palestra apresentada na Conferência Internacional do Voluntariado, em dezembro de 2011, em SP.

Statistics

Views

Total Views
1,176
Views on SlideShare
1,176
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Voluntariado, Saúde e Humanização Voluntariado, Saúde e Humanização Presentation Transcript

  • Voluntariado, Saúde e Humanização Valdir Cimino vivaedeixeviver.org.br [email_address]
  • Voluntariado
  •  
    • O trabalho voluntário em hospitais é um dos fatores fundamentais para a humanização do atendimento. Ele dá suporte emocional aos pacientes, além de ser facilitador do trabalho dos departamentos clínicos e administrativos dos hospitais.
    Duarte, E. (2005). Humanização voluntária. Disponível em: http://www.unifesp.br/dpisiq/arquivo,psicomp2.html .
  • SER HUMANO MEIO DE COMUNICAÇÃO Responsabilidade Pessoal
    • democratização do informar, entreter e saber;
    • Pensar o sujeito como um ser histórico;
    • Possibilidades de interação com o mundo;
    • Informação para educação como uma prática social;
    • Envolvimento e construção de uma relação mundo e
    • ser humano mais saudáveis.
    Sujeitos que Produzem Comunicação
  • Assistencialismo x Profissionalismo Valorização e Valoração da hora voluntária
  • Saúde
  • AIDS (HIV) Gripe suina Estreptococcias Estafilococcias Gripe Doença meningocócica Tuberculose Encefalite Varicela Sars Antraz Difteria Tétano Caxumba Rubéola Sarampo Poliomielite Cólera Febre tifóide Hepatite E Hepatite A Leptospirose Febre amarela Dengue Malária SAÚDE Anemia Glaucoma Acromatopsia Anorexia nervosa Síndroma de Shy-Drager Beribéri Hipotiroidismo Escorbuto Hipercolesterolemia Gota Bulimia Bócio endêmico Raquitismo Sindrome do lobo mau Depressão Asma Ansiedade Doença de Huntington Transtornos alimentares Síndrome de Tourette Epilepsia Silicose Asbestose Argiria Osteoporose Catalepsia patológica Acantose nigricans Acrocianose Artrite psoriática Artrose Cancro ou Câncer Cirrose hepática Diabetes insipidus Diabetes mellitus Doença de Creutzfeldt-Jakob Enurese Esôfago de Barrett Hipertiroidismo Leucemia Leucemia mielóide aguda Mal de Alzheimer Esquisofrenia Acalvaria Acondroplasia Anemia falciforme Doença de Von Gierke Fenilcetonúria Fibrose cística Hemofilia Hiperparatiroidismo Hipertensão arterial Mal de Parkinson Psoríase Talassemia Síndrome de Alport Artrite reumatóide Doença celíaca Lúpus eritematoso sistêmico Pênfigo Síndrome de Sjögren Vitiligo Acalasia Esclerose múltipla
  •  
  • SER Humano
    • Para que isso dê certo, o trabalho deve ser de toda a equipe, envolvendo profissionais e voluntários todos comprometidos com a dignidade do ser humano e com a promoção do bem-estar.
  • Humanização
  • RESPONSABILIDADE SOCIAL GLOBAL ECO 1992 Habitantes 1830 – 1 Bilhão 2001 – 6 Bilhões 2011 – 7 Bilhões 2017 – 8 Bilhões Água Humanos/Valores Planejamento para Prevenções 8 Metas do milênio
  • HUMANIZAÇÃO DA SAÚDE Equipe de Profissionais Princípios Científicos e Técnicos Capacidade de comunicação e compreensão Habilidade e Técnica Prevenção e Higiene Ambiência Arquitetura Solidariedade Compaixão Outros O Paciente Individualidade e Integralidade História de vida O Ser Humano
  • Ambiente Política Cidadão Social Econômico Tecnológico Sustentabilidade Consciente Compromisso Constante
  • Você Como Meio de Comunicação Pode Mudar o Mundo Consumidor Produtor de Conteúdo Redes Sociais
  • Criação de novas políticas de relacionamento, com valores éticos, princípios e principalmente diálogo. Aproximação com a sociedade, detectando necessidades e lideranças para manter o sistema viável e em equilíbrio entre a demanda e oferta dos serviços sociais Co-responsável no desenvolvimento da sociedade, apoiando com recursos técnicos científicos, intelectual e financeiros REDE REDE SOCIAL (todos nós) 2º Setor PRIVADO 3º Setor SOCIAL 1º Setor GOVERNO
  •  
  •  
  •  
  • Conferência Internacional do Voluntariado Valdir Cimino vivaedeixeviver.org.br [email_address]