Oportunidades para o Terceiro Setor no Mundo Digital
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Oportunidades para o Terceiro Setor no Mundo Digital

on

  • 1,200 views

Palestra apresentada na Conferência Internacional do Voluntariado em dezembro de 2011, em SP. Palestrante Vanessa Aguiar de Jesus, consultora de Comunicação para o Terceiro Setor.

Palestra apresentada na Conferência Internacional do Voluntariado em dezembro de 2011, em SP. Palestrante Vanessa Aguiar de Jesus, consultora de Comunicação para o Terceiro Setor.

Statistics

Views

Total Views
1,200
Views on SlideShare
1,200
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
32
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Oportunidades para o Terceiro Setor no Mundo Digital Oportunidades para o Terceiro Setor no Mundo Digital Presentation Transcript

  • Como usar a internet e redes sociais a favor de sua causa social Vanessa Aguiar de Jesus Consultora de Comunicação e Marketing
    • Vanessa Aguiar de Jesus – Consultora de comunicação para o Terceiro Setor, especializada em planejamento, relacionamento e negócios em mídias digitais
    • Profissional multidisciplinar, com experiência nas áreas de comunicação, marketing e internet. Jornalista com especialização em ciências sociais (Globalização e Cultura) pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Possui 10 anos de experiência em marketing digital e comunicação corporativa. Trabalhou em empresas como Banco Real, Agência Interativa e CDN, produzindo campanhas e estratégias digitais para marcas como TIM, Wal-Mart, Peugeot, Oi, Bradesco, Febraban entre outras. Atualmente é coordenadora acadêmica da Clear Educação e Inovação (professora em Fpolis do IMBA em Negócios Digitais) e consultora de comunicação para o Terceiro Setor, desenvolvendo estratégias para o Instituto Voluntários em Ação e Instituto Comunitário Grande Florianópolis.
    Quem eu sou?
  • Nunca estivemos tão perto daquilo que desejamos. Não existe mais distância entre os continentes entre os problemas entre as soluções entre as pessoas
  • Ela é a conexão nunca vista entre a distância, o tempo, e a sociedade. { Afinal, hoje o mundo é pequeno e plano. é responsável por isso. E o homem, por meio da tecnologia,
  • E unir o que era inimaginável ao completamente possível Capaz de transformar quilômetros em segundos
  • Essa é a tecnologia feita de pessoas para pessoas e que estarão juntas como nunca pelos nossos sonhos pelos nossos valores pelos nossos direitos pelo nosso futuro. E fazer juntos é sempre melhor. juntos é melhor.
  • A internet abre caminhos, transforma.
  • E por que estamos aqui hoje? Impulsionados por um desejo de mudança, transformação e vontade. Logo, internet e redes sociais tem tudo a ver com organizações sem fins lucrativos.
  • O que assistimos hoje não é uma revolução somente advinda da tecnologia, mas sim uma mudança de comportamento das pessoas em seus mais diversos papéis na sociedade. Vivemos numa época de Transição...
  • Por que a Internet existe?
  • Reflita: tecnologia é o principal? A Tecnologia deixa de ser a questão principal. Ela só deu um formato novo e gerou amplificação de comportamento. O ponto central passa a ser comportamental. Pessoas , relacionamento , influência , comunidades , customização , coautoria , participação, curti…
  • O mundo muda... A sociedade se transforma... As formas de engajamento mudam... E surgem novas oportunidades...
  • Como as Mídias Sociais ajudam as ONGs? Fornecendo várias ferramentas estratégicas para engajamento Criando um meio para construção de relacionamento com stakeholders e comunidade Promoção de redes e captação de recursos . Permitindo maior espaço para disseminação de informações com baixo custo Atingindo a geração jovem com mais chances de envolvê-los. Possibilitando contar uma história de forma transparente através de som e imagem Compartilhando suas mensagens com o grande público através de ferramentas GRÁTIS
  • E afinal, o que é mídia social?
  • Conversas e compartilhamento de informações Numa escala global e numa velocidade nunca antes vista... Comunicação boca a boca Mídia social Internet | Web 2.0
  • Por que estar preparado?
    • Pessoas, pessoas, pessoas...
    • O Terceiro Setor lida com relacionamentos. Relacionamentos entre pessoas que sentem necessidade de ter um papel ativo na transformação da sociedade e as que são beneficiadas por essas ações sociais.
  • Por que estar preparado?
    • Quem são elas?
    • Comunidade;
    • Beneficiários;
    • Voluntários;
    • Imprensa;
    • Parceiros;
    • Apoiadores;
    • Financiadores;
    Onde estão? Também na internet!
  • Sua Organização está preparada?
    • Como ela está sendo vista na web?
    • Como ela será vista por futuros investidores?
    • A presença digital reflete o que ela é?
  • ONGs Conectadas
    • São fáceis de entrar e sair.
    • Elas engajam as pessoas para definir e compartilhar seu trabalho com intuito de conscientizar sobre questões sociais e organizar comunidades. No longo prazo, estão ajudando a fazer do mundo um lugar mais seguro, mais justo e mais saudável para se viver.
    • ONGs Conectadas são organizações simples e transparentes.
  • ONGs Conectadas
    • ONGs Conectadas não se esforçam mais que outras organizações, mas sim trabalham diferentemente. Elas se envolvem em conversas com pessoas além de suas paredes — muitas conversas — para construir relacionamentos que propagam seu trabalho através da rede. Incorporar a construção de relacionamentos como responsabilidade fundamental de todos os colaboradores transformou a perspectivas de seus afazeres. Trabalhar desta forma só foi possível com o advento das mídias sociais.
    As ONGs Conectadas se sentem confortáveis usando o novo ferramental de mídias sociais como e-mail, blog, Facebook. Ferramentas que encorajam a conversa de duas vias, entre pessoas e entre pessoas e organizações, ampliam seus esforços de forma rápida, fácil e barata.
  • Por que estar preparado?
    • Por que sua ONG também precisa estar na rede?
    • Tornar-se ou manter-se referência para seus públicos;
    • Fidelizar seus stakholders;
    • Incrementar a captação de recursos e investimentos;
    • Ampliar a rede de atuação e o capital social;
    • Captar voluntários qualificados;
    • Prestar contas à sociedade = Transparência;
    • Engajar pessoas para sua causa social.
  • Como estar preparado?
    • As ONGs já possuem o principal:
    • uma boa causa + pessoas engajadas.
    Buscando: visibilidade; Influência; Engajamento .
    • Ferramentas gratuitas:
    • Portal Voluntários Online
    • www.voluntariosonline.org.br
    • Portal Social
    • www.portalsocial.org.br
    • Portal Transparência
    • http://www.portaltransparencia.org.br/
    • Google Grants
    • http://www.google.com.br/grants/details.html#apply
    Como estar preparado?
    • Techsoup
    • http://www.techsoupbrasil.org.br/
    • Ecentry
    • http://www.emailmanager.com/
    • WordPress
    • http://br.wordpress.org/
    • Blogspot
    • http://www.blogger.com/
    Como estar preparado?
  • Como estar preparado? Exemplos de Livros e Referências:
  • 4 passos importantes para planejar ações em mídia social
  • I – Investigue e monitore qual é a percepção atual sobre sua Organização
    • Monitore , de preferência por um mês, o que é falado sobre sua organização nos principais canais de mídia social.
    • Você pode escolher, de início: Orkut, YouTube, Twitter, Facebook e alguns blogs referentes aos seus temas relevantes.
    • Procure por seu nome, pelos seus temas e pelos nomes de outras organizações da área. Com isso, você entende a situação que já existe hoje.
  • I – Investigue e monitore qual é a percepção atual sobre sua entidade
    • Se não houver verba para contratar um serviço de monitoração profissional, use as ferramentas gratuitas :
    • Free:
    • YouTube Insight
    • Twitter Counter
    • TwitterAnalyzer
    • Google Alerts
    • Google Blogsearch
    • Google Analitycs
    • Kluntch
    • How Sociable
  • I – Investigue e monitore qual é a percepção atual sobre sua organização
    • O importante é que depois esses resultados devem ser analisados de modo qualitativo .
    • Monitorando você conseguirá saber:
    • Quem é seu público na web: onde e como ele se relaciona com sua causa;
    • Temas e discussões em evidência, sobre sua causa e sobre seus pares;
    • Canais e redes sociais mais acessados e por qual tipo de público;
  • II - Analise as percepções, mapeie oportunidades e pontos de atenção
    • Depois de tudo monitorado e anotado, é hora de montar uma planilha quantitativa e analisar :
      • Comentários negativos;
      • Comentários neutros;
      • Comentários positivos;
      • Oportunidades;
      • Pontos de atenção.
  • II - Analise as percepções, mapeie oportunidades e pontos de atenção
    • Tente entender:
    • quais as motivações geraram esses comentários?
    • quais oportunidades de ações de relacionamento,
    • divulgação , geração de buzz e/ou de informação didática sobre suas causas?
    • se existe alguma crise de imagem, de reputação, que precisa de atenção.
    • se existem sugestões de inovação , novas pautas e parcerias.
  • III – Crie sua identidade editorial e uma estratégia de ação
    • Como sua organização quer ser vista? Se ela fosse um
    • personagem, como seria?
    • Que linguagem ela usaria para se comunicar com seus
    • vários públicos?
    • Não adianta ser nas mídias sociais o que não somos de verdade...
    • Tudo isso precisa estar condizente com seus planos estratégicos , com seus objetivos como organização.
  • III – Crie sua identidade editorial e uma estratégia de ação
    • Decida:
    • Em quais canais de mídia social é importante a organização estar?
    • As ações serão mais reativas ou vamos estimular esse relacionamento?
    • Processo e estrutura : vocês têm condições de fazer
    • tudo internamente ou terão ajuda de empresas ou voluntários?
    • Defina os assuntos em cada canal, pelo menos os iniciais.
  • III – Crie sua identidade editorial e uma estratégia de ação
    • Cada canal precisa ter uma pauta e você deve pensar
    • em integrá-los;
    • ONGs dão boas páginas de Slideshare ;
    • Com o tempo , os posts e comentários mostrarão os assuntos mais interessantes;
    • Escreva quais são as diretrizes de relacionamento nas mídias sociais e as alçadas de cada pessoa envolvida nesse trabalho.
  • Para prestar atenção:
    • Cada etapa requer uma gestão de comunicação
    • diferenciada nas mídias sociais.
    • Essa gestão envolve:
    • Estratégia;
    • Ações;
    • Métricas.
  • IV – Interaja: coloque seu plano em prática e estabeleça indicadores
    • Crie seus canais próprios, faça contatos .
    • Não existe uma regra. Encontre sua melhor medida :
    • participe de conversas com seus públicos e estimule
    • conversas entre eles.
    • Mobilize advogados da causa e dê ferramentas para
    • que eles possam persuadir outras pessoas: fãs, recomendações, seguidores etc.
    • Crie indicadores : analise e reoriente as ações sempre
    • que necessário!
  • Principais métricas do Social Media
    • Comentários;
    • Visitas;
    • Interações;
    • Visualizações de vídeo/ uploads;
    • Seguidores/participantes/ fãs;
    • Cadastros;
    • Trackbacks (referências), retuites;
    • Mídia espontânea;
    • Quais são seus indicadores e metas ?
    • Esteja atento ao crescimento da:
    • Visibilidade;
    • Engajamento;
    • Influência;
      • Projeto de identidade de marca e planejamento estratégico bem definido: passos fundamentais para que uma ONG possa se projetar dentro da sociedade (e da web) e ter seu trabalho reconhecido, confiado e apoiado.
    Como?
      • Comece com a transformação interna. Cultura do digital presente na equipe .
      • Não veja mais obstáculos do que oportunidades: HÁ MUITAS POSSIBILIDADES .
      • Para construir movimentos que funcionem é necessário organizar pessoas em todos os elementos da cadeia produtiva.
    Como?
    • Stakeholders indicam os caminhos a serem tomados:
      • Quem é o onde estão as pessoas ou grupos que têm relação direta ou indireta com a organização?
      • O que temos e o que queremos dizer para eles?
      • Essas pessoas, atualmente, encontram minha organização rapidamente na web?
    Como?
    • Relevância do discurso de uma causa social:
      • Pessoas e empresas que adotaram sua causa passaram a tê-la como parte de suas vidas, seus negócios e estarão endossando e multiplicando seu discurso.
      • Continuidade, motivação e prestação de contas são pontos fundamentais . Web como reflexo do posicionamento da ONG na sociedade.
    Como?
    • Diminuir a lacuna entre intenção e ação . Os seres humanos respondem muito mais rapidamente em situações de crise ou quando estimulados. Quebre essa barreira!
    • Faça um compromisso de longo prazo para construir um movimento . Seja corajoso! Uma estratégia de sucesso social requer um compromisso de longo prazo. Precisa perdurar para além de um impulso momentâneo.
    Como?
  • Vanessa Aguiar de Jesus Consultora de Mídias Digitais http://www.slideshare.net/voluntariosonline www.voluntariosonline.org.br www.facebook.com/portalvoluntariosonline [email_address] Twitter: @vaneaguiar Twitter: @sejavoluntario
  • Obrigada!