Desafio redes de escolas solidárias Márcia Moussalen

  • 204 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
204
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. O voluntariado educativo possibilita que alunos, professores, funcionários, pais e demais agentes se envolvam com a escola, Desafio vivenciando valores tais como solidariedade, comprometimento, respeito às diferenças, por meio da atuação em projetos e ações articuladas com o currículo escolar; dáRede de Escolas Solidárias novos significados aos conteúdos curriculares e potencializa a formação de cidadãos envolvidos com a solução de saúde, ambientais, entre outros. Neste contexto, a cidadania, entendida como efetiva participação social e política, observância de direitos e deveres, é exercida plenamente por meio de atuações voluntárias que assumem caráter educativo. Uma vez que estas experiências possam ser vivenciadas desde a infância, há enorme probabilidade que este tipo de atuação e compromisso social e político perpetuem-se ao longo da vida dessas pessoas.
  • 2. Propostas inovadoras
  • 3. Selo Escola SolidáriaProjeto que identifica, reconhece e fortalece asescolas brasileiras como núcleosde cidadania em suas próprias comunidades.Criado em 2003, o Selo Escola Solidária reconheceu23.688 escolas de educaçãobásica, públicas e particulares,em todos os Estados brasileiros.Objetivos do Selo Escola Solidária:• Reconhecer e fortalecer a escola como núcleo de cidadania em sua própriacomunidade;• Propiciar a troca de experiências e articulações entre Escolas Solidárias;• Divulgar as ações e os projetos de voluntariado educativo desenvolvido pelasEscolas Solidárias;• Incentivar a prática do voluntariado educativo;• Manter a Rede de Escolas Solidárias.
  • 4. ParceirosO Selo Escola Solidária é uma realização do Instituto Faça Parteem parceria com:
  • 5. O voluntariado educativo possibilita que alunos, professores, funcionários, pais e demais agentes se envolvam com a escola, vivenciando valores tais como solidariedade, comprometimento, respeito às diferenças, por meio da atuação em projetos e ações articuladas com o currículo escolar; dá Desafio novos significados aos conteúdos curriculares e potencializa a formação de cidadãos envolvidos com a solução de saúde, ambientais, entre outros.Rede de Escolas Solidárias Neste contexto, a cidadania, entendida como efetiva participação social e política, observância de direitos e deveres, é exercida plenamente por meio de atuações voluntárias que assumem caráter educativo. Uma vez que estas experiências possam ser vivenciadas desde a infância, há enorme probabilidade que este tipo de atuação e compromisso social e político perpetuem-se ao longo da vida dessas pessoas.
  • 6. PropostaLançamento de um Desafio, para a Rede de Escolas Solidárias, com oobjetivo de:• Transformar os projetos de Voluntariado Educativo, desenvolvido pelasescolas da Rede, em uma metodologia/tecnologia social;• Estimular a articulação e a troca de informações (projetos) entre asescolas;• Servir de referencial para novos projetos e ações;• Fortalecer e otimizar, nacionalmente, a atuação da Rede de EscolasSolidárias.
  • 7. Premissas para os projetosTodos os projetosdeverão:•ser articulados e dar novos significados aos conteúdos do currículoescolar;• gerar aprendizados e transformação social;• potencializar a formação de cidadãos envolvidos com a solução deproblemas de suas realidades, sejam eles sociais, educacionais, desaúde, ambientais, entre outros;• Atentar ao uso da linguagem/língua portuguesa;•Utilizar linguagens artísticas (teatro, fotografias, exposições,intervenções urbanas, literatura e poesia, entre outras) como meio paraa sua implementação.
  • 8. TemasO temas selecionados, relacionados à Sustentabilidade, fazem parte docontexto educacional nacional:1- Preservação•Ambiental: Água, Energia, Solo, Florestas, Consumo Consciente•Patrimônio Cultural: material e imaterial (artesanato, danças, comidas,literatura..)2- Diversidade•Inclusão Social de pessoas com deficiência•Diversidade (gênero, raça, etnia,etc)
  • 9. Por que a Arte como meio?•Boa parte das escolas da Rede de Escolas Solidárias já implementam seusprojetos por meio de uma linguagem artística, como literatura, teatro,desenhos;• A arte é disciplina obrigatório no currículo escolar;• Tema totalmente alinhado a proposta do Selo de Escolas Solidárias;• Poucos professores da Rede Pública de ensino possuem formação específica emarte;• Acordo recente entre Ministério da Cultura e Ministério da Educação com oobjetivo de tornar a escola um ambiente de produção e circulação da culturabrasileira.“Aeducação é fundamental para o preparo e formação do cidadão, mas faltam os valoresculturais. A cultura leva a criança a adquirir reflexão crítica, a conquistar um entendimentomaior do que ocorre ao seu redor, a desenvolver o seu olhar, o seu entendimento. A culturaoferece as ferramentas para a criança se expressar, estimula o raciocínio, a observaçãocrítica e também leva à emancipação do ser”. (Ana de Hollanda – Ministra da Cultura)
  • 10. Etapas1- Inscrições e CapacitaçõesRede Sinapse2- Desenvolvimento do Projetos e AvaliaçãoRede de Escolas SolidáriasEquipe Especializada3- PremiaçãoCongresso Internacional sobre Voluntariado EducativoParticipação em Documentário4- DifusãoDesenvolvimento de publicação exclusiva
  • 11. Etapa 1: Inscrição e CapacitaçãoDinâmica• Seleção do Tema•Inscrição •Na Rede Sinapse (www.redesinapse.com) • Todos os envolvidos poderão participar das capacitações e do desenvolvimento dos projetos (professores, funcionários, aluno, familiares). Porém, todos deverão pertencer a uma única escola inscrita, pertencente a Rede de Escolas Solidárias.•Capacitações: •Conteúdo Temático: capacitação por meio da metodologia Sinapse, uma abordagem com vídeos e textos para aprofundamento do tema e desenvolvimento de tarefas práticas. Linguagem acessível a professores e alunos. • Objetivo: instigar, provocar, gerar reflexão e reação. •Conteúdo Instrumental (ARTE): capacitação sobre como aperfeiçoar ou construir os projetos (independente da temática) nas escolas utilizando como meio, a cultura brasileira e as linguagens artísticas.
  • 12. Rede SinapseConceito: oferecer modelos educacionais inovadores para odesenvolvimento da Educação para Sustentabilidade, aliando tecnologiaweb, conteúdos e atividades práticas e presenciais.
  • 13. Etapa 2: DesenvolvimentoDinâmicaParticipação de todos os envolvidos• Diferencial: ferramenta de crowdfunding para promoção dos projetos emobilização de recursos, principalmente pelos alunos do ensino médio(protagonismo juvenil). •Os recursos podem ser mobilizados por meio de parcerias, produtos e dinheiro• Avaliação •Equipe especializada
  • 14. Etapa 3: PremiaçãoDinâmica:•Participação em Congresso sobre Voluntariado Educativo • Conceito “formativo” • Presença de renomados especialistas da área de educação • Visitas guiadas e passeios culturais • Participam professores e equipes de gestão das escolas e das Secretarias de Educação•Participação em Documentário • Conceito: reconhecimento e promoção do trabalho • Participam todos os envolvidos • Forte promoção e divulgação nacional (via web)
  • 15. Etapa 4: DifusãoDinâmica•Publicação Inédita •Desenvolvimento de uma publicação, com a metodologia e descritivo dos projetos vencedores; • Relacionamento junto às Secretarias de Educação para promoção do projeto vencedorno seu Município.
  • 16. Parceiros / Capacitação Perfil das Organizações Parceiras para o processo de “Capacitação” • Preferencialmente com presença nacional; • Manter relações com o Ministério da Educação; • Desenvolver trabalhos alinhados aos PCNs e à LDB; • Ampla Rede de professores e canais de comunicação; • Ter parceiros como: Consed, UNDIME e demais parceiros de áreas afins.ParceirosConsumo Consciente: Instituto AkatuInclusão Social: Instituto Rodrigo MendesDemais: a aprovarParceiro Instrumental – Capacitação de professores em ArteInstituto Arte na Escola
  • 17. CBVE Como o CBVE pode participar • Apoio financeiro; •Expertise do CBVE ao voluntariado profissional, que causa impacto e que seja tangível; • Possibilidade de articulação das duas redes para o fomento de voluntariado.
  • 18. Exemplos (colinha)Projeto de prevenção contra doenças (saúde pública): a disseminação do projetonas escolas e comunidade poderia ser realizada por meio do teatro.Projeto de reforço escolar e de língua portuguesa: início do projeto poderia serrealizado por meio de rodas de leitura e o encerramento, por meio da construção deum livro de estórias ou concurso de poesias.Projeto de preservação dos Rios: o projeto poderia ser disseminado por meio deuma exposição de fotografias.Projeto de preservação da cultura local: o projeto poderia ser iniciado por umapesquisa em museus e pontos de história da cidade para retomada da identidadecultural local...