Gabarito   1º ano - global - literatura - 1ª etapa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Gabarito 1º ano - global - literatura - 1ª etapa

on

  • 8,631 views

 

Statistics

Views

Total Views
8,631
Views on SlideShare
8,617
Embed Views
14

Actions

Likes
0
Downloads
80
Comments
0

2 Embeds 14

http://profaxavier.blogspot.com 9
http://www.profaxavier.blogspot.com 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Gabarito 1º ano - global - literatura - 1ª etapa Document Transcript

  • 1. AVALIAÇÃO GLOBAL DE LITERATURA – 1ª ETAPA – 2011 Nome: GABARITO OFICIAL Nº: TE: EO: NOTA: Série: 1º Turma: Turno: Data: ___/___/___ Prof: Rebeca  CONTEÚDO DA AVALIAÇÃO: Gêneros literários / O Trovadorismo / Paradidático: Dom Casmurro.  OBSERVAÇÕES SOBRE A PROVA: A prova é um documento de sua vida estudantil, portanto, NÃO a amasse ou rasure. Leia ATENTAMENTE os enunciados antes de passar sua resposta para caneta, lembramos que só serão corrigidas as provas respondidas à caneta de tinta AZUL ou PRETA tradicionais, não sendo aceitas tintas de outras cores. As questões de múltipla escolha que estiverem rasuradas NÃO serão corrigidas, nessas questões, o uso do corretivo NÃO é aceito.01 Caracterize, segundo a perspectiva aristotélica o gênero dramático.Caracteriza-se pela linguagem em 3ª pessoa, por tratar de temas universais e sociais,como as relações entre as pessoas em sequências de fatos; são escritos para seremdramatizados.02 O que são gêneros narrativos modernos e por que surgiu a necessidade de acrescentá-los aos já conceituados gêneros clássicos de Aristóteles e Platão?Os gêneros modernos são o que, hoje, conhecemos como romance, conto, crônica (etc.) esurgiram devido ao constante movimento do pensamento humano e da necessidade de secriar novas formas de transmiti-lo com diferentes finalidades e para diferentes públicos.Foi para suprir essa necessidade que, ao longo dos anos, os três gêneros clássicossofreram mutações e fusões, dando origem aos modernos.03 Que aspecto constitutivo do gênero em verso pode ser identificado abaixo?III.......................................................Mas o modo como olhava para as casasE o modo como reparava nas ruasE a maneira como dava pelas coisas,É o de quem olha para árvores,E de quem desce os olhos pela estrada por onde vai andandoE anda a reparar nas flores que há pelos campos.........................................................CAEIRO, Alberto. O guardador de rebanhos. a. Paronomásia b. Aliteração c. Rima d. Assonância e. Paralelismo
  • 2. Observe o poema abaixo para responder às questões 04 e 05:SONETO DE SEPARAÇÃODe repente do riso fez-se o prantoSilencioso e branco como a brumaE das bocas unidas fez-se a espumaE das mãos espalmadas fez-se o espanto.De repente da calma fez-se o ventoQue dos olhos desfez a última chamaE da paixão fez-se o pressentimentoE do momento imóvel fez-se o drama.De repente, não mais que de repenteFez-se de triste o que se fez amanteE de sozinho o que se fez contenteFez-se do amigo próximo o distanteFez-se da vida uma aventura erranteDe repente, não mais que de repente. (Vinícius de Morais)04 Classifique os versos quanto ao número de sílabas e informe o esquema de rimasutilizado pelo poeta.Os versos são decassílabos e o esquema de rima é ABBA (interpolada), na primeira estrofe,CDCD (alternada), na segunda estrofe, EFE FFE (alternada e interpolada), na quarta equinta estrofes.05 Agora, releia com atenção a última estrofe:Fez-se de amigo próximo o distanteFez-se da vida uma aventura erranteDe repente, não mais que de repente.Tomemos a palavra AMIGO. Todos conhecem o sentido com que esta forma linguística éusualmente empregada no falar atual. Contudo, na Idade Média, como se observa nascantigas medievais, a palavra AMIGO significou:a. Colegab. Companheiroc. Namoradod. Simpáticoe. Acolhedor06 Assinale a afirmação falsa sobre as cantigas de escárnio e mal dizer: a. A principal diferença entre as duas modalidades satíricas está na identificação ou não da pessoa atingida. b. O elemento das cantigas de escárnio não é temático, nem está na condição de se omitir a identidade do ofendido. A distinção está no retórico do “equívoco”, da ambiguidade e da ironia, ausentes na cantiga de maldizer.
  • 3. c. Os alvos prediletos das cantigas satíricas eram os comportamentos sexuais (homossexualidade, adultério, padres e freiras libidinosos), as mulheres (soldadeiras, prostitutas, alcoviteiras e dissimuladas), os próprios poetas (trovadores e jograis eram frequentemente ridicularizados), a avareza, a corrupção e a própria arte de trovar. d. As cantigas satíricas perfazem cerca de uma quarta parte da poesia contida nos cancioneiros galego- portugueses. Isso revela que a liberdade da linguagem e a ausência de preconceito ou censura (institucional, estética ou pessoal) eram componentes da vida literária no período trovadoresco, antes de a repressão inquisitorial atirá-las à clandestinidade. e. Algumas composições satíricas do Cancioneiro Geral e algumas cenas dos autos gilvicentinos revelam a sobrevivência, já bastante atenuada, da linguagem livre e da violência verbal dos antigos trovadores.07 Assinale a alternativa INCORRETA a respeito das cantigas de amor. (05 esc) a. O ambiente é rural ou familiar. b. O trovador assume o eu-lírico masculino: é o homem quem fala. c. Têm origem provençal. d. Expressam a "coita" amorosa do trovador, por amar uma dama inacessível. e. A mulher é um ser superior, normalmente pertencente a uma categoria social mais elevada que a do trovador. Sobre o paradidático Dom Casmurro, responda:08 Dom Casmurro é uma obra de grande importância para a literatura brasileira. Elarepresenta que movimento literário brasileiro?Realismo.09 Justifique a atemporalidade dessa obra.Trata de assuntos que não se prendem a um momento histórico, ou a uma região, como oadultério, os vícios humanos e a escalada social sem esforço ou merecimento.10 Leia o seguinte texto:- Toma outra xícara, meia xícara só.- E papai?- Eu mando vir mais; anda, bebe!Ezequiel abriu a boca. Cheguei-lhe a xícara, tão trêmulo que quase a entornei, masdisposto a fazê-la cair pela goela abaixo, caso o sabor lhe repugnasse, ou a temperatura,porque o café estava frio... Mas não sei que senti que me fez recuar. Pus a xícara em cimada mesa, e dei por mim a beijar doidamente a cabeça do menino.- Papai! papai! exclamava Ezequiel.- Não, não, eu não sou teu pai! (ASSIS, Machado de. "Dom Casmurro." 27• ed. São Paulo: Ática, 1994, p. 173.)A cena criada por Machado de Assis está relacionada a:a. abuso de autoridade paterna.b. excesso de carinho paterno.
  • 4. c. reflexo de conflito interior.d. violenta rejeição à criança.e. cuidado com a alimentação da criança. Boa prova!!!