Professor Ramon Chieppe da Silva
A antecipação da maioridade de Pedro de Alcântara,
deu início ao Segundo Reinado no Brasil.
O chamado Golpe da Maioridade ...
*
Por subir Pedrinho ao trono,
Não fique o povo contente.
Não dever ser boa coisa,
Servindo pra mesma gente.
*

Liberais e...
Ao assumir o poder o Imperador formou seu ministério
para auxiliá-lo no governo.
Composto por políticos liberais que havia...
Reagindo aos acontecimentos o Partido Conservador
exigiu que o Imperador anulasse as eleições.
Pressionado, dissolveu a Câ...
Em 1847 foi criado no Brasil o cargo de Presidente do
Conselho de Ministros: o Primeiro-Ministro.
Tinha por função formar ...
Durante o II Reinado houve 36 gabinetes ministeriais.

Conservadores e liberais
alternavam-se no
poder já que não
haviam d...
Irrompida em 1848 na província de Pernambuco, foi a
ultima grande revolta interna enfrentada pelo império.
A economia pern...
A grande massa da população pernambucana vivia a
mercê dos interesses das oligarquias locais e dos
As camadas médias urban...
Quando um candidato do grupo dominante foi
nomeado novo Presidente, os praieiros recusaram a
aceitar a nova autoridade ini...
O governo reagiu rapidamente pondo fim a revolta, que não
durou um ano.

Política externa no segundo
reinado
Dom Pedro II ...
O Brasil sempre fora um grande aliado comercial da
Inglaterra. As nações mantinham estreitas relações.
Tal fato fica claro...
Frente a tal situação o governo inglês pressionava a
monarquia brasileira para findar com a escravidão.
 os escravos não ...
1850 movido por novas pressões inglesas o governo
brasileiro promulgou a Lei Eusébio de Queiroz.
Proibição do trafico negr...
O governo inglês exigiu uma indenização de 3200 libras
e a punição dos oficiais que prenderam seus oficiais.
O governo bra...
O Brasil envolvera-se ainda em outros confrontos
internacionais, mas desta vez não cruzaram o oceano.
Os confrontos irromp...
Em 1828 é formada a República Oriental do Uruguai e o
poder político no país passa a ser disputado por dois
partidos polít...
Os brasileiro do Sul acusavam os Blanco de invasão de
suas terras e causar conflitos na região.
O governo Brasileiro resol...
O conflito interno no Uruguai se estendeu mesmo após
a guerra contra o Brasil.
1850 – Atanásio Aguirre era o presidente ur...
No inicio de 1864 as forças brasileiras avançaram em
ofensiva contra o Uruguai.
Por terra liderados pelo general Mena
Barr...
Desde que se tornara independente o Paraguai tornouse um país singular na América do Sul. 1811
Teve seu governo voltado pa...
A região do Prata despertou o interesse dos países que
estavam ao seu entorno.
O Brasil queria legitimar seu poderio na Am...
Frente ao posicionamento do governo brasileiro na
região, o presidente paraguaio Solano López se
posicionou. Apreendeu um ...
A guerra prolongou-se até 1870.
O exército brasileiro dizimou a população paraguaia e o
conflito chega ao fim com a morte ...
O eixo produtivo do Brasil deslocou-se do Nordeste para
o Sudeste.
O café tornou-se o principal produto de exportação bras...
Sociedade no II Reinado
O desenvolvimento industrial e o crescimento das
cidades assistiu ao surgimento da classe média ur...
A população urbana aos poucos tentava participar do
cenário político nacional.
Continuava dominado pelos grandes fazendeir...
Brasil Segundo Reinado
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Brasil Segundo Reinado

675

Published on

Material utilizado como ferramenta metodológica pelo professor Ramon Chieppe da Silva.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
675
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Brasil Segundo Reinado

  1. 1. Professor Ramon Chieppe da Silva
  2. 2. A antecipação da maioridade de Pedro de Alcântara, deu início ao Segundo Reinado no Brasil. O chamado Golpe da Maioridade aprovado pela Assembléia Nacional era a única forma de sufocar as revoltas do Período Regencial e manter a integridade política do país. Com 15 anos. Fazendeiros e comerciantes apoiavam a subida do Imperador, pois teriam, assim, a manutenção de seus privilégios. Teriam segurança para Donos de 95% das propriedades do país continuariam tendo seus privilégios. desenvolver suas atividades econômicas.
  3. 3. * Por subir Pedrinho ao trono, Não fique o povo contente. Não dever ser boa coisa, Servindo pra mesma gente. * Liberais e conservadores A política do II Reinado foi dominada por dois partidos políticos: Partido Liberal e Partido Conservador. Representantes dos grandes proprietários de terras e donos de escravos. Tinham interesses comuns, mas movidos por interesses pessoais disputavam com unhas e dentes as eleições.
  4. 4. Ao assumir o poder o Imperador formou seu ministério para auxiliá-lo no governo. Composto por políticos liberais que haviam lutado pela antecipação de sua maioridade. Entre eles os Irmãos Andrada e os Irmãos Cavalcanti. Ministério dos Irmãos As eleições para compor a Câmara dos Deputados foram marcadas para o dia 13 de Outubro de 1840. No dia da eleição, grupos de capangas invadiram os locais de votação e espancaram os candidatos Contratados por conservadores. políticos liberais. Houve, também, fraude e os liberais acabaram Urnas foram substituídas e votos vencendo as eleições. Eleições do Cacete foram falsificados.
  5. 5. Reagindo aos acontecimentos o Partido Conservador exigiu que o Imperador anulasse as eleições. Pressionado, dissolveu a Câmara e convocou novas eleições. 1842 políticos mineiros e paulistas do Partido Liberal revoltaram-se contra a medida tomada pelo imperador. O governo central sufocou a revolta e prendeu seus Tobias de Aguiar e líderes. Diogo Antônio Feijó. Teófilo Otoni
  6. 6. Em 1847 foi criado no Brasil o cargo de Presidente do Conselho de Ministros: o Primeiro-Ministro. Tinha por função formar o gabinete ministerial. Realizadas as eleições Dom Pedro II indicava um líder político do partido vencedor nas eleições para o cargo. Este por sua formava o Gabinete e o apresentava a Câmara dos Deputados para a aprovação. O Imperador, detentor do Poder Moderador, poderia caso houvesse alguma discordância entre as partes demitir o Gabinete ou dissolver a Câmara. Criado em 1824 Ao contrário de outras nações parlamentares era o grande detentor do poder político no Brasil. por seu pai.
  7. 7. Durante o II Reinado houve 36 gabinetes ministeriais. Conservadores e liberais alternavam-se no poder já que não haviam discordâncias ideológicas entre os partidos.
  8. 8. Irrompida em 1848 na província de Pernambuco, foi a ultima grande revolta interna enfrentada pelo império. A economia pernambucana era baseada na produção e cana-de-açúcar e controlada por poucas famílias donas de grandes latifúndios. Dentre elas Os Herança do período Colonial Cavalcanti. Essas famílias dominavam a política local. A segunda fonte de renda da região – o comércio – era dominado pelos portugueses residentes em Pernambuco.
  9. 9. A grande massa da população pernambucana vivia a mercê dos interesses das oligarquias locais e dos As camadas médias urbanas e a portugueses. população de maneira geral vivia em constantes dificuldades econômicas. Explode o conflito Através do jornal Diário Novo o Partido da Praia propagava suas idéias contrárias a desigualdade social. Partido de cunho liberal. A sucessão do Presidente de Pernambuco acirrou os ânimos dos Praieiros. Antônio Pinto Chichorro da Gama, homem não comprometido com as oligarquias e comerciantes.
  10. 10. Quando um candidato do grupo dominante foi nomeado novo Presidente, os praieiros recusaram a aceitar a nova autoridade iniciando um movimento no dia 07 de novembro de 1848. Revolução Praieira Pedro Ivo e Borges Fonseca, lideres do movimento, divulgam um documento do partido: o Manifesto ao Mundo. Que propunha:  voto livre e universal;  total liberdade de imprensa;  garantia de trabalho aos brasileiros;  extinção do poder moderador;  o comércio deveria ser uma exclusividade dos brasileiros;  garantia de direitos individuais aos cidadãos;
  11. 11. O governo reagiu rapidamente pondo fim a revolta, que não durou um ano. Política externa no segundo reinado Dom Pedro II preocupou-se em afirmar a autonomia brasileira no cenário internacional, entretanto, levou o Império a entrar em confronto com nações estrangeiras.
  12. 12. O Brasil sempre fora um grande aliado comercial da Inglaterra. As nações mantinham estreitas relações. Tal fato fica claro quando pensamos a respeito da Proclamação de Independência do Brasil. Processo totalmente intermediado pela Inglaterra. O desenvolvimento capitalista inglês gerado pela Industrialização, pressionou o governo brasileiro. A nação industrial necessita de mercado consumidor para sobreviver. O governo brasileiro mantinha o regime de mão-de-obra escravocrata.
  13. 13. Frente a tal situação o governo inglês pressionava a monarquia brasileira para findar com a escravidão.  os escravos não recebiam salários e, portanto, não participavam do mercado consumidor;  o dinheiro gasto na compra de escravos pelos fazendeiros poderia ser remetido na compra de produtos industrializados; 1831 o governo inglês pressionou o governo brasileiro a aprovar uma lei que declarava livres todos os escravos importados pelo Brasil a partir daquela data. Lei pra Inglês Ver. 1845 em represália o governo britânico baixou a Lei Bill Aberdeen. Conferia poderes a navios britânico para atacar e apreender todo e qualquer navio negreiro no Atlântico ou nos portos brasileiros.
  14. 14. 1850 movido por novas pressões inglesas o governo brasileiro promulgou a Lei Eusébio de Queiroz. Proibição do trafico negreiro no Brasil e expulsão dos traficantes do território brasileiro. O governo inglês aumentava a pressão para o fim da escravidão, quando dois fatos acirraram os ânimos entre os governos: Representado em solo brasileiro pelo embaixador William Christie. Grande responsável pela delação do descumprimento da leis baixadas.  o furto da carga do Príncipe de Gales, naufragado em 1861 na costa brasileira;  a prisão de três oficiais britânicos no Rio de Janeiro em 1862; Embriagues e desordem.
  15. 15. O governo inglês exigiu uma indenização de 3200 libras e a punição dos oficiais que prenderam seus oficiais. O governo brasileiro não atende às reivindicações. Christie ordena à marinha britânica que apreenda todos os navios mercantes brasileiro. Reagindo a ação inglesa o governo brasileiro romper relações diplomáticas em 1863. A contenda foi intermediada por Leopoldo I, que ficou favorável ao governo brasileiro após o pagamento da indenização, exigindo, por isso, a retratação do governo britânico. 1865 após negociações os britânicos apresentam desculpas formais ao governo brasileiro reatando relações.
  16. 16. O Brasil envolvera-se ainda em outros confrontos internacionais, mas desta vez não cruzaram o oceano. Os confrontos irromperam na parte sul do território, na região fronteiriça entre Brasil, Uruguai, Paraguai e Buscava garantir o direito de Argentina. Guerra contra Oribe e Rosas. Guerra contra Aguirre. Guerra do Paraguai. navegação sobre o Rio da Prata; Impedir o avanço dos criadores de gado uruguaios sobre as fazendas gaúchas; Impedir que a Argentina anexasse o Uruguai, formando assim uma grande e rica nação.
  17. 17. Em 1828 é formada a República Oriental do Uruguai e o poder político no país passa a ser disputado por dois partidos políticos rivais:  Partido Blanco: formado por criadores de gado. Liderados por Manuel Oribe.  Partido Colorado: formado por comerciantes de Montevidéu. Liderados por Frutuoso Rivera. Ligados aos brasileiros. Os confrontos iniciam-se em 1834 quando Oribe vence as eleições e alia-se a Juan Manuel Rosas. Presidente da Argentina.
  18. 18. Os brasileiro do Sul acusavam os Blanco de invasão de suas terras e causar conflitos na região. O governo Brasileiro resolveu intervir militarmente. Pretendia com isto garantir seus interesses econômicos e políticos na região. Concede apoio ao Partido Colorado e derrubam Oribe. Em resposta a Argentina alia-se a Oribe contra o Brasil. Irrompem revoltas internas lideradas por Urquiza e apoiadas pelo governo brasileiro. Como conseqüências do conflito:  com a queda de Oribe o governo brasileiro conseguiu assegurar seus interesses sobre a região.  o general Urquiza assume o governo da Argentina apoiado pelo governo brasileiro.
  19. 19. O conflito interno no Uruguai se estendeu mesmo após a guerra contra o Brasil. 1850 – Atanásio Aguirre era o presidente uruguaio. Partido Blanco Os Blancos eram acusados pelos fazendeiros do sul do Brasil de invadirem suas fazendas e roubarem seu gado. Atendendo aos interesses dos brasileiros, o governo faz reclamações junto ao governo uruguaio... Que nada fez. Aliando-se ao Partido Colorado o governo imperial declara guerra ao Uruguai. Liderado por Venâncio Flores.
  20. 20. No inicio de 1864 as forças brasileiras avançaram em ofensiva contra o Uruguai. Por terra liderados pelo general Mena Barreto. Pelo mar sob o comando do almirante Tamandaré. Contando com o apoio brasileiro Venâncio Flores derrota a Aguirre assumindo o poder no Uruguai. Frente a derrota o ex-presidente uruguaio recorre ao apoio do presidente paraguaio Solano López. ... Começava assim a maior e mais sangrenta guerra enfrentada pelo Brasil...
  21. 21. Desde que se tornara independente o Paraguai tornouse um país singular na América do Sul. 1811 Teve seu governo voltado para os interesses e necessidades da população. Em 1840 não haviam analfabetos no Paraguai. Os governos que se seguiram buscaram transformar o Paraguai em um país autônomo e livre da exploração capitalista estrangeira. Principalmente da Inglaterra.
  22. 22. A região do Prata despertou o interesse dos países que estavam ao seu entorno. O Brasil queria legitimar seu poderio na América do Sul. A Argentina buscava formar um grande país, herdeiro do Vice Reino do Prata. O Paraguai temia que os interesses de seus vizinhos fossem um entrave em seu desenvolvimento. O domínio da bacia representaria uma supremacia econômica na região, quem controlasse a foz do rio teria poder.
  23. 23. Frente ao posicionamento do governo brasileiro na região, o presidente paraguaio Solano López se posicionou. Apreendeu um navio mercante brasileiro que navegava o rio Paraná e invadiu o Mato Grosso. Reagindo, a Tríplice Aliança declara guerra ao Paraguai e o confronto se inicia em 1865. Aliança militar composta por Brasil, Argentina e Uruguai. Pego de surpresa, não contava com um exército forte e preparado. O governo de Dom Pedro II recorreu aos Voluntários da Pátria.
  24. 24. A guerra prolongou-se até 1870. O exército brasileiro dizimou a população paraguaia e o conflito chega ao fim com a morte do Presidente Solano Lopes. Composto por fazendeiros, homens livres e negros escravos. De aproximadamente 800 mil pessoas a população paraguaia foi reduzida a 194 mil pessoas. Morro com minha Pátria. Consequências do Confronto O império teve um grande rombo na economia e o exército brasileiro passou a assumir papel de destaque Recorrendo cada vez mais a no cenário nacional. empréstimos junto a Inglaterra. Passaram a simpatizar com a causa republicana.
  25. 25. O eixo produtivo do Brasil deslocou-se do Nordeste para o Sudeste. O café tornou-se o principal produto de exportação brasileiro. Nas fazendas paulistas a mão de obra escrava foi, gradativamente , sendo substituída. Imigrantes europeus, sobretudo italianos passaram a ocupar as fazendas. O dinheiro obtido na venda do café aos poucos foi sendo investido na industrialização do país. Industrias de tecidos, alimentos e produtos provenientes da madeiras foram as pioneiras. Aos poucos os centros urbanos começaram a se desenvolver formando uma nova estrutura social no Brasil.
  26. 26. Sociedade no II Reinado O desenvolvimento industrial e o crescimento das cidades assistiu ao surgimento da classe média urbana e do operariado. Composta por comerciantes, funcionários públicos, militares, advogados, médicos... Composto majoritariamente pelos imigrantes europeus recém chegados ao Brasil.
  27. 27. A população urbana aos poucos tentava participar do cenário político nacional. Continuava dominado pelos grandes fazendeiros. Política Os grandes fazendeiros continuavam ditando os rumos da política. Entretanto as idéias republicanas começaram germinar Defendidas principalmente pelo grupo em solo brasileiro. militar brasileiro.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×