• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Seminário
 

Seminário

on

  • 842 views

 

Statistics

Views

Total Views
842
Views on SlideShare
842
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
11
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Seminário Seminário Presentation Transcript

    • 1º Seminário Internacional de  1º Seminário Internacional de Infraestrutura Aeroportuária da  Infraestrutura Aeroportuária da América Latina.
    • Paralelo à feira Airport Infra Expo, será  realizado 1º Seminário Internacional de  Infraestrutura Aeroportuária da América  Infraestrutura Aeroportuária da América Latina. O seminário fundamenta, fortalece  e complementa a exposição. A importância dos temas abordados  durante o seminário – os mais relevantes  da atualidade – e a criteriosa escolha dos  palestrantes serão os diferenciais da 1ª  edição do seminário.  ç
    • OBJETIVOS DO SEMINÁRIO Os objetivos principais do seminário são:  • Promover e defender os interesses de pessoas e organizações que operam Promover e defender os interesses de pessoas e organizações que operam  aeroportos;  • Incentivar a troca de experiências e informações entre os participantes, reunindo  especialistas da iniciativa privada, acadêmicos e representantes do governo para, por  i li t d i i i ti i d dê i t t d meio da exposição de ideias e projetos, nortear as intervenções necessárias no setor; • Estabelecer contato entre membros e entidades governamentais e/ou privadas   nacionais e internacionais e os participantes que estejam envolvidos em atividades  relacionadas aos aeroportos;  • Angariar subsídios para a ampliação dos aeroportos, concentrando toda a cadeia de  equipamentos e serviços relacionados ao universo da infraestrutura aeroportuária.
    • PROGRAMAÇÃO AUDITÓRIO CUMBICA  AUDITÓRIO CUMBICA 200 PAX 28 DE ABRIL DE 2011 29 DE ABRIL DE 2011 Welcome Coffee ‐ 9h30 às 10h Welcome Coffee ‐ 9h30 às 10h CNOLOGIA DA  AL  ÃO  O  ONJUNTURA & MERCADO 1º painel  1º painel 9º painel  9º painel INFORMAÇÃ TEMA  Coffee Break ‐ 11h30 às 12h Coffee Break ‐ 11h30 às 12h 3º painel  3º i l 11º painel  11º i l CO & TEC Almoço – 13h30 às 15h Almoço – 13h30 às 15h NTE  O E  DE  S  EROPORTOS 5º painel  5º painel 13º painel  13º painel AMPLIAÇÃO D NSTRUÇÃO O AMBIEN Coffee Break – 16h30 às 17h Coffee Break – 16h30 às 17h MEIO CON AE 7º painel  15º painel 
    • AUDITÓRIO GALEÃO  120 PAX 28 DE ABRIL DE 2011 29 DE ABRIL DE 2011 Welcome Coffee ‐ 9h30 às 10h  Welcome Coffee ‐ 9h30 às 10h  ÁFEGO AÉREO  CONTROLE DE  2º painel  10º painel  ES  OPERAÇÕE Coffee Break ‐ 11h30 às 12h  Coffee Break ‐ 11h30 às 12h  p 4º painel  12º painel  p TRÁ O Almoço – 13h30 às 15h  Almoço – 13h30 às 15h ORT 6º painel  6º painel 14º painel  14º painel GROUND SUPPO GURANÇA  Coffee Break – 16h30 às 17h Coffee Break – 16h30 às 17h SEG 8º painel  16º painel 
    • AUDITÓRIO CUMBICA DIA 27/04/11 PAINEL 1 – DAS 10H ÀS 11H30 •Quais os principais gargalos e desafios identificados pelo estudo? •Qual a visão projetada para 2030 considerando o setor aéreo no Brasil  Q p j p Tema Conjuntural & Mercado Visão e  "a pleno potencial" apresentado pelo estudo?  •Desenvolvimento do plano aeroviário para o Brasil: cooperação para  objetivos para o setor: apresentação  um desenvolvimento sustentável. do estudo do setor de transporte aéreo  p do Brasil McKinsey&Company •Como serão orquestradas as organizações que comandam a aviação  para executar o plano aeroviário? •Quais são as questões críticas a serem consideradas? PAINEL 3 – DAS 12H ÀS 13H30 •Regulação da atividade aeroportuária e política governamental para  aeroportos: esferas federal, estadual e municipal aeroportos: esferas federal estadual e municipal Tema Conjuntural & Mercado j l& d •Protagonismo do Estado e do Município com relação aos aeroportos  de suas cidades. Relacionamento e Integração  Aeroporto & Cidade A t & Cid d •Como envolver a comunidade e discutir as vantagens do aeroporto? Como envolver a comunidade e discutir as vantagens do aeroporto? •Planejamento integrado da infraestrutura aeroportuária:  multimodalidade
    • AUDITÓRIO CUMBICA PAINEL 5 – DAS 15H ÀS 16H30 •Quais modelos de negócios funcionarão melhor no futuro: público,  Tema Conjuntural & Mercado privado ou a combinação de ambos? •Como o Estado e a iniciativa privada podem trabalhar juntos e com  Qual é o modelo de negócios mais  sucesso?  adequado para o Brasil? d d B il? •Modelo Aeroporto São Gonçalo do Amarante: prós e contras. PAINEL 7 – DAS 17H ÀS 18H30 •Aviação regional e geral como fator de desenvolvimento social: prós e  Tema Conjuntural & Mercado  contras. •Descentralização do transporte aéreo: ênfase na capilaridade para  Desenvolvimento de pequenos  Desenvolvimento de pequenos aprimorar o acesso aos aeroportos pequenos. aeroportos com foco no  •Investimentos em aeroportos já existentes para atender à demanda  desenvolvimento local regional.
    • AUDITÓRIO GALEÃO DIA 27/04/11 PAINEL 2 – DAS 10H ÀS 11H30 PAINEL 2 DAS 10H ÀS 11H30 •Transparência e gestão do controle de tráfego aéreo. •Procedimentos para aeronaves, material humano e equipamentos:  Controle de Tráfego Aéreo   compatíveis com a demanda atual? compatíveis com a demanda atual? Controle de Tráfego Aéreo Brasileiro •Implementando e aprimorando procedimentos e treinamentos  eficientes para controladores de tráfego aéreo. PAINEL 4 – DAS 12H ÀS 13H30 •Avaliando a importância da eficiência no gerenciamento de tráfego  Co t o e de á ego é eo Controle de Tráfego Aéreo aéreo na melhoria da performance do aeroporto. é lh i d f d t Controle de fluxo de tráfego aéreo:  •Regulamentações sustentáveis para o uso otimizado do espaço  aéreo. como trabalhar para redução de custos com atrasos e impactos  de custos com atrasos e impactos •Sistemas e procedimentos para uso seguro e eficiente do espaço Sistemas e procedimentos para uso seguro e eficiente do espaço  navegável. ambientais. 
    • AUDITÓRIO GALEÃO PAINEL 6 – DAS 15H ÀS 16H30 •Serviços de alfândega e imigração comparados a parâmetros  Operações  internacionais: qual a qualidade do serviço brasileiro? O cliente em foco: eficácia na liberação •E Excesso de autoridade no comando dos órgãos nos aeroportos: como  d t id d d d ó ã t estabelecer equilíbrio entre segurança, qualidade e agilidade no  do passageiro atendimento? •Tecnologia a favor da eficiência: o que está sendo utilizando pelo  mundo para agilizar o processo de liberação dos passageiros e cargas? d ili d lib ã d i ? PAINEL 8 – DAS 17H ÀS 18H30 •Tecnologia para manuseio de bagagens, segurança e manuseio de  carga. Operações •Controle de segurança nas bagagens de porão: previsão para  Aplicação de tecnologias para aumento  instalação no Brasil. p ç g p ç da eficiência e segurança aeroportuária •Sistemas integrados: inteligência a favor da rentabilidade,  segurança e agilidade para o passageiro.
    • AUDITÓRIO CUMBICA DIA 28/04/11 DIA 28/04/11 PAINEL 9 – DAS 10H ÀS 11H30 •Modelo de regulamentação brasileira: como é e como funciona? Regulação    Atividade aeroportuária brasileira:  •Certificação para pequenos aeroportos: padrão nacional para redução  procedimentos de homologação e  procedimentos de homologação e de restrições de demanda de certificações e homologações? ç ç g ç certificação.  •Aspectos internacionais da regulação aeroportuária. PAINEL 11 – DAS 12H ÀS 13H30 •A dinâmica operacional de um terminal privado em um aeroporto.  Valores de aluguel, taxa de embarque, custos e amortização do  investimento, regras para receitas de locação de espaço para lojas e  Construção & Ampliação de Aeroportos propaganda nos terminais privados e outras questões relacionadas ao  Construção & Ampliação de Aeroportos  Investimento privado em aeroportos tema. •Investimentos privados pontuais. •Como definir a obrigatoriedade de aceitar aviões de outras  empresas? ?
    • AUDITÓRIO CUMBICA PAINEL 13 – DAS 15H ÀS 16H30 •Licitações turn key: Integrar várias fases da construção e/ou ampliação  de um aeroporto facilita o processo de contratação? Construção & Ampliação de  ç p ç •Sistema Nacional de Preços e Índices para Construção Civil aplicado  aos aeroportos (Sinapi Aeroportuário) e a revisão e complementação  Aeroportos das Composições Analíticas de Preços Unitários (CAPUs) serão  Licitações de sucesso: qual é o  suficientes para o andamento das obras dentro dos prazos necessários? melhor formato? •Planejamento de obras e operacional dos principais aeroportos Planejamento de obras e operacional dos principais aeroportos  brasileiros: planejamento, execução e licitações, principais entraves do  processo. PAINEL 15 – DAS 17H ÀS 18H30 •Aeroporto temporário: como explorar de forma eficiente a  alternativa? Construção & Ampliação de  Construção & Ampliação de •Experiências Alemanha e África do Sul: erros e acertos. Aeroportos     •Previsão do aumento de fluxo de passageiros: multimodalidade  Grandes Eventos planejada para atender a demanda?
    • AUDITÓRIO GALEÃO DIA 28/04/11 PAINEL 10 – DAS 10H ÀS 11H30 •Aeroportos e meio ambiente: esferas federal, estadual e municipal. Meio Ambiente   •Principais entraves ambientais: como propiciar o desenvolvimento  Legislação ambiental brasileira. De  L il ã bi t l b il i D sustentável? quem é a responsabilidade? •Como planejar aeroportos eficientes e verdes? •Adotar estratégias verdes pode aumentar a competitividade dos  aeroportos no mercado e atrair mais clientes? aeroportos no mercado e atrair mais clientes? PAINEL 12 – DAS 12H ÀS 13H30 •Quais restrições ambientais podem desacelerar o crescimento  econômico? Meio Ambiente  •Aspectos internacionais contemplados pela política brasileira de  meio ambiente. Estratégias ambientais  •Mudanças climáticas na aviação civil: política da União Européia e Mudanças climáticas na aviação civil: política da União Européia e  internacionais o papel da OACI. •Medidas mitigadoras no transporte aéreo: mecanismos de  desenvolvimento limpo; comércio de carbono; protocolo de  •Quioto pós‐2012. •Lições aprendidas por aeroportos internacionais para se tornarem  climaticamente neutros.
    • AUDITÓRIO GALEÃO PAINEL 14 ‐ DAS 15H ÀS 16H30 •Como os passageiros estão transformando o modelo de negócios  para as companhias aéreas? •Como a tecnologia da informação pode ser melhor utilizada para  melhorar os índices de satisfação do passageiro em momentos  de Tecnologia da Informação crise e em geral? •O que pode ser feito para melhorar a velocidade das informações  Evolução da comunicação com os  oferecidas aos passageiros? passageiros: o cliente no controle   •A comunicação móvel pode ser avaliada como chave do sucesso na  i li l agilidade da comunicação? •Papel dos aeroportos vs. papel das companhias aéreas na  comunicação com os passageiros. PAINEL 16 ‐ DAS 17H ÀS 18H30  •Tecnologias aplicadas em equipamentos para redução de emissões •Tecnologias aplicadas em equipamentos para redução de emissões  Ground Support e de custos. A cadeia de fornecedores a  •Interoperabilidade: cooperação entre aeroporto, companhia aérea  serviço da eficiência, rentabilidade e fornecedor para aumentar a agilidade no atendimento. serviço da eficiência rentabilidade e fornecedor para aumentar a agilidade no atendimento. e sustentabilidade dos aeroportos. •Compromisso no relacionamento: baixo custo e alta qualidade.