• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Dor Neuropática
 

Dor Neuropática

on

  • 4,093 views

Dr. Rafael Higashi, médico neurologista, explica sobre dor neuropática. Aula ministrada em 2003 para os médicos residêntes da Santa Casa do Rio de Janeiro. www.estimulacaoneurologica.com.br

Dr. Rafael Higashi, médico neurologista, explica sobre dor neuropática. Aula ministrada em 2003 para os médicos residêntes da Santa Casa do Rio de Janeiro. www.estimulacaoneurologica.com.br

Statistics

Views

Total Views
4,093
Views on SlideShare
3,990
Embed Views
103

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 103

http://www.estimulacaoneurologica.com.br 93
http://estimulacaoneurologica.com.br 9
http://farmaceuticoclinico.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Dor Neuropática Dor Neuropática Presentation Transcript

    • DOR NEUROPÁTICA Dr. Rafael Higashi Médico Neurologista www.estimulacaoneurologica.com.br
    • “ Dor é uma expressão sensorial ou emocional desagradável que é associada ou descrita em termos de lesão tecidual ” “ Comitê de taxonomia da Associação Internacional para Estudo da Dor”
    • Componente típico do nervo cutâneo
    • Vias aferentes primárias
    • Sensibilização do receptor nociceptivo
    • Mecanismo segmentar de sensibilização e de supressão de dor
    • Sistema de transmissão de mensagem nociceptiva
    • Tratos de projeção rostral da sensibilidade dolorosa
    • Sistema supressor de dor
    • Interação entre as unidades nociceptivas e supressoras de dor
    • Características semiológicas da dor
      • Localização
      • Irradiação
      • Caráter ou qualidade
      • Intensidade
      • Duração
      • Evolução
      • Relação com as funções orgânicas
      • Fatores desencadeantes ou agravantes
      • Fatores atenuantes
      • Manifestações concomitantes
    •  
    • Tipos de dor ( Harrison`s 15th edition)
      • Dor somática ( pele, articulações e músculos ).
      • Dor visceral.
      • Dor neuropática(injúria do nervo, trato medular e ou tálamo).
    • Dor somática
      • Estímulo nociceptivo usualmente evidente.
      • Usualmente bem localizado
      • Similar a outras dores somáticas identificadas anteriormente pelo paciente
      • Alivia com antiinflamatórios ou analgésicos narcóticos.
      • Ex: Síndrome Dolorosa Miofascial, Tendinites, Bursites, Traumas, Osteoartrose e etc.
    • Dor visceral
      • Mais comumente ativado pela inflamação
      • Pobre de localização e usualmente referida
      • Associado com desconforto difuso, ex: náuseas , inchaços .
      • Aliviado com analgésicos narcóticos
      • Ex: infarto agudo do miocárdio, infarto mesentérico, úlcera gastroduodenal, apendicite aguda e etc.
    • Dor neuropática
      • Estímulo óbvio nociceptivo ausente
      • Associação evidente de lesão nervosa, ex: alteração da sensibilidade, fraqueza.
      • Dor atípica, diferente da dor somática, comumente como facada ou qualidade elétrica.
      • Resposta somente parcial com analgésicos narcóticos, pode responder com antidepressivos e anticonvulsivantes.
      • Causalgia e Distrofia Simpático Reflexo.
      • EX: polineuropatias dolorosas, neuralgia herpética, neuralgia do trigêmio e etc.
    • Doenças do nervo periférico : Plexopatia braquial (a)Atrofia global do braço esquerdo em uma plexopatia braquial pós traumática associado com (b) síndrome de Horner
    • Amiotrofia neurálgica Aspecto em asa da escápula direita devido à amiotrofia neurálgica do plexo braquial causando fraqueza do serrátil anterior(inervado pelo nervo torácico longo)
    • Polineuropatias dolorosas
      • Distribuição em bota e luva simétrico.
      • Causas: metábolicas, nutricionais, tóxicas, drogas, isquêmicas, hereditária, infecciosa e outras.
      • Relacionado inicialmente com as fibras finas e padrão axonal na ENMG.
    • Deformidade na articulação do calcanhar (Charcot) em um paciente com polineuropatia simétrica distal sensitiva devido à Diabetes Melitus.
    • Polineuropatia Etílico-carencial
    • Síndrome de Guillain-Barré
    • Deficiência de vitamina B12
    • Mononeuropatia Múltipla da Hanseníase
    • Mononeuropatias : Neuropatia do nervo mediano Área da pele inervada pelo nervo mediano
    • Perda da eminência tenar em mão esquerda devido a fraqueza e amiotrofia do músculo abdutor curto do polegar como resultado da neuropatia mediana a nível do punho esquerdo devido à compressão à nível do túnel do carpo(síndrome do túnel do carpo).
    • (a) Atrofia da eminência tenar com (b) incapacidade de oposição do polegar
    • Neuropatia do nervo ulnar