Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
RPCendo na Dental Pro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

RPCendo na Dental Pro

  • 687 views
Published

Artigo da revista DentalPro, dedicado neste mês à formação em medicina dentária.

Artigo da revista DentalPro, dedicado neste mês à formação em medicina dentária.

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
687
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. DENTALpro nº 69 39 rVisitewww.dentalpro.pto A DentalPro marcou presença na última etapa do 20º Curso de Endodontia RPCendo – Porto, que decorreu de 6 a 7 de julho, nas instalações da 32 Senses Academy. Os participantes foram atraídos pelo programa científico de grande qualidade que prometeu levar a prática clínica da Endodontia mais além. ARPCendo tem vindo a organizar cursos de formação pós-graduada dedicados à En- dodontia há já oito anos. Este é o quinto curso deste género no Porto e, segundo a equipa organizadora, composta pelos médicos dentis- tas Rui Pereira da Costa, José Sacramento, Sérgio Quaresma, Luís Côrte-Real e António Roma Tor- res, é um curso dedicado a toda a Endodontia, e não só à instrumentação mecanizada ou à obturação termoplástica, que desde a sua exis- tência atraiu já mais de 300 médicos dentistas. Rui Pereira da Costa afirma que os participan- tes, após o curso, sentem “que a prática clínica endodôntica se torna mais simples, mais agra- dável e mais previsível” e assim ficam com uma “melhor perceção e maior controle dos resulta- dos que vão obter” na prática profissional. “A área é muito difícil e com muitas especificida- des. Os médicos dentistas sentem-me muitas vezes inseguros na abordagem dos tratamentos que lhes aparecem na área, por não os consegui- rem dominar ou porque não conseguem ter previsibilidade relativamente aos resultados. No fundo, o que o curso acaba por fazer é uma es- quematização muito grande dos procedimentos que lhes permite (aos profissionais) encarar os casos” com a segurança e o à vontade desejados. Sérgio Quaresma revela mesmo que há quem, depois de terminado o curso, se interesse ainda mais por esta subespecialidade e que enverede pelo aprofundamento académico em pós-gradu- ações universitárias”. O curso foi assim projeta- do para desmistificar a Endodontia. Segundo Rui Pereira da Costa, a Endodontia é hoje em dia muito mais valorizada e já lá vão os tempos em que era considerada como o 'primo pobre' das áreas relacionadas com a saúde oral. Atualmen- te, há um reconhecimento da especialidade de- vido a um maior entendimento científico na matéria. “Subimos o patamar da Endodontia em Portugal”, que de acordo com José Sacramento, é o verdadeiro objetivo do curso. Um curso completo O curso está dividido em quatro módulos com- plementares, que englobam toda a área endo- dôntica, desde o diagnóstico até à resolução de fracassos, de forma a criar um fio condutor para os participantes não se perderem na matéria. O primeiro é dedicado ao início do tratamen- to, focando especialmente o diagnóstico e as urgências, o acesso endodôntico, o isolamento absoluto e a irrigação em Endodontia; o se- gundo centra-se em várias técnicas de “Subimos o patamar da Endodontia em Portugal” 20º Curso de Endodontia RPCendo >>
  • 2. DENTALpro nº 6940 Reportagem rVisitewww.dentalpro.pto instrumentação mecanizada; o terceiro está ligado à obturação; e o quarto dedicado à reso- lução de fracassos em Endodontia, abordagem de casos complexos e reabilitação de dentes endodonciados. Para celebrar esta 20ª edição, a RPCendo foi antes do curso anunciando algumas surpresas como as residências clínicas, que são um novo projeto onde o participante pode acompanhar o dia-a-dia de uma clínica especializada em Endo- dontia. A iniciativa já está ativa há três meses, mas para quem completou o Curso de Endo- dontia deste ano terá a oportunidade de fazer a residência clínica de forma gratuita, facilitando ainda mais o contacto direto com a área e com os equipamentos de trabalho no consultório. Os vários projetos da equipa RPCendo têm também passado pelo multimédia, através de seminários 'web' no seu ‘site’, como também a transmissão de casos clínicos em direto, via 'web broadcasting'. O início das edições também na cidade do Porto ajudou a este curso atingir uma grande popu- laridade, mas José Sacramento ressalta também que o sucesso baseia-se na formação completa que os cursos proporcionam, pois há poucos profissionais que dominam esta área. O balan- ço positivo do curso dá a Rui Pereira da Costa vontade para fazer mais iniciativas do género, sempre com as máximas do rigor científico e do perfecionismo clínico. Segundo António Roma Torres, “o segredo de todo este êxito baseia-se na nossa paixão pela Endodontia”. Já estão disponíveis outros cursos mais avançados, ligados à microcirurgia eªà resolução de casos complexos, que têm também tido bom sucesso. No entanto, o Curso de Endodontia é a joia da RPCendo. A 21.a edição, que começa já em se- tembro, está esgotada desde junho, estando já aberta para inscrição uma nova edição a partir de janeiro de 2014. A RPCendo Team, como carinhosamente é chamada, promete, cada vez mais, melhorar as edições tendo sempre em vista a melhor formação dos participantes e, claro, a valorização da Endodontia como área de prestígio na saúde oral. ●