Programa nrdm latim america 2012 port
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Programa nrdm latim america 2012 port

on

  • 560 views

 

Statistics

Views

Total Views
560
Views on SlideShare
557
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

1 Embed 3

http://www.linkedin.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Programa nrdm latim america 2012 port Programa nrdm latim america 2012 port Document Transcript

  • Chega ao Brasil NRDM Latin America 2012, a primeira conferência dedicada ao debate das tendências tecnológicas aplicadas ao gerenciamento de dados de exploração e produção em Recursos NaturaisNATURAL RESOURCES DATA MANAGEMENT LATIN AMERICA 2012Contribuindo para o desenvolvimento do gerenciamento de dadosnos setores de Mineração e Óleo & Gás, no Brasil e na América Latina Confira os insights de 40 representantes do mercado. Conheça as empresas palestrantes: • Anglo American • Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis - ANP • BEMISA – Brasil Exploração Mineral • Chevron • Comisión Calificadora de Competencias en Recursos y Reservas Mineras • Conselho Nacional de Defesa Ambiental • CPRM - Serviço Geológico do23-25 de Julho de 2012 Brasil • Data ManagementHotel Rio Othon Palace Association - Brasil ChapterCopacabana, Rio de Janeiro, Brasil. • Escola Politécnica da Universidade de São Paulo • FAPERJ / UERJDia de Workshops: Compartilhe experiências com os principais • GMX8 Mineração eplayers do mercado e acesse perspectivas sobre os maiores gargalos Participaçõese principais oportunidades para o gerenciamento de dados técnicos • IAG - USP • IFF - MacaéWorkshop 1 Workshop 3 • Instituto de Geociências daData quality & governance: Repositórios históricos: como e Universidade de São Pauloestabelecendo processos e estratégias por que gerenciar dados históricos • Magnesita • OGX, EBX GROUPpara assegurar qualidade na gestão do de geologia, com a tecnologia atual, • OGC - Open Geospatialgrande volume de dados técnicos no de modo a aproveitar estes dados Consortiumsetor de Recursos Naturais integralmente? • PETROBRÁS • PluspetrolWorkshop 2 Workshop 4 • Shell Oil CompanyInteroperabilidade: promovendo Data Security: debata sobre as • UFRGa integração dos diferentes sistemas melhores práticas para garantir a • Vale Óleo&Gásutilizados para obter integridade nos segurança dos dados de exploração • Viscenza Mineraldados técnicos e facilitar o acesso a eles e produção de recursos naturais • Votorantim Metais organização: Inscreva-se Já: Rosana Silva | Tel: (11) 3468-0124 Email: rosana.silva@wbresearch.com 1
  • Um agradecimento especial ao Advisory Board da NRDM Latin America 2012. A colaboração de todos foi essencial para o desenvolvimento da agenda do evento: Caro profissional, O Brasil inicia nova etapa de desenvolvimento no mercado de Recursos Naturais. A descoberta Sérgio Henrique Almeida de grandes reservas de petróleo na camada do Pré-sal e o fato de o país, juntamente com Superintendente de Dados Técnicos a América Latina, estar entre os maiores produtores de minérios do mundo, representa Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e grandes possibilidades de crescimento econômico para a região. Biocombustíveis- ANP Com o intuito de auxiliar o desenvolvimento das melhores práticas tecnológicas no processo de exploração e produção, chega ao Brasil a NRDM Latin America 2012, a primeira Marcos Semola conferência dedicada exclusivamente ao gerenciamento de dados técnicos nas indústrias DSF IT Manager for Latin America de Óleo & Gás e Mineração. Shell A primeira edição da NRDM Latin America acontecerá entre os dias 23 e 25 de Julho de 2012, no Rio de Janeiro. Será realizada pela WBR, empresa internacional do ramo de Juliano Macedo informação empresarial que, por mais de 5 anos, oferece as mais recentes tendências de Chief of E&P mercado e a oportunidade única de realizar networking com os executivos das principais Lusitania Group empresas das mais variadas indústrias, em diferentes países, dos Estados Unidos a Singapura. Na NRDM Latin America, os executivos da área de Data Management terão a oportunidade Flávio Civatti de partilhar experiências sobre os principais desafios para o setor, em manhãs de plenária e Geofísico Pleno duas sessões simultâneas divididas por indústria, no período da tarde: Mineração e Óleo & Gás. PETROBRÁS Podemos destacar, entre os temas sugeridos pelo mercado, que serão tratados durante a conferência: Rodrigo Mello • Interoperabilidade e integração dos diferentes sistemas para garantir a integridade Diretor de Serviços Técnicos nos dados técnicos; Viscenza Mineral • Qualidade e governança: estratégias para assegurar qualidade na gestão do grande volume de dados; Etienne Vreuls • Repositórios históricos: de que modo aproveitar estes dados integralmente com o Gerente Corporativo de TI advento das novas tecnologias? Queiroz Galvão Óleo e Gás S/A • Data security: melhores práticas para garantir a segurança dos dados de exploração e produção de recursos naturais; Aldo Estevam Lenzi • Melhores práticas em Data Management: gerenciamento de dados in house x Gerente de Mineração e Geologia sistemas de mercado? Magnesita Venha participar conosco desta experiência enriquecedora, reciclar seus conhecimentos sobre Data Management e levar novos conceitos para sua empresa. Esteja em dia com Júlio Murilo Martino Pinho as principais estratégias de gerenciamento de dados dos grandes players do mercado Supervisor de Geologia e Recursos Minerais latino-americano e aproveite esta oportunidade única para fazer networking, estabelecer CPRM e reafirmar parcerias. Patrícia Procópio Aguardamos você em julho. Geoinformation Cordialmente, Vale Carlos Gabriel Asato Licenciado en Ciencias Geologías Hermann Dagys Servicio Geológico Minero Argentino – Vice-Presidente DAMA – Data Management Association, Brasil – Chapter SEGEMAR, Argentina João Felipe Coimbra Leite Costa Professor Associado UFRG Luis Manuel Mateos Gutiérrez Administrador de Data Center Cibele Amaral Doutoranda IGC –USP PEMEX, México Sensoriamento Remoto Giorgio de Tomi Professor Associado, PhD Flávio Civatti Sabrina Queiroz Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Geofísico Pleno Pesquisadora em Geociências CPRM – Serviço Geológico Brasileiro Petrobrás Túlio Costa Torres Chefe da Divisão Geologia Mineração Serra Grande Osmar Pastore Fernando Guimarães Conselheiro Especialista em Geociências, PhD CDNA – Conselho Nacional de Defesa Ambiental Anglo AmericanPatrocínio:
  • Agenda: Dia de Workshops08h15 Credenciamento para o Dia de Workshops & Café da Manhã Segunda-feira, 23 de Julho de 201209h00 Workshop 1 Data quality & governance: estabelecendo processos eestratégias para assegurar qualidade na gestão do grande volume de dados 12h30 Encerramento do Workshop 2 & Almoçotécnicos no setor de Recursos NaturaisGovernança e qualidade dos dados são fatores de sucesso para as empresas do setor, por conta 13h30 Workshop 3 Repositórios históricos: como e por que gerenciar dadosdo grande volume e complexidade dos dados técnicos utilizados em sua operação. Quais históricos de geologia, com a tecnologia atual, de modo a aproveitar estes dadosestratégias podem ser empregadas para adquirir e gerenciar dados com qualidade? Partilhe integralmente?experiências com os seus pares de mercado e otimize processos em sua organização. Data management não é só gerenciamento de novos dados, é também o aproveitamento• Definindo parâmetros de qualidade em cada uma das etapas do gerenciamento de inteligente de dados históricos. Descubra a vantagem competitiva em gerenciar corretamente dados: aquisição, armazenamento, tratamento e disponibilização este tipo de dados, aproveitando informações já existentes no acervo de sua empresa.• Avalie processos e tecnologias que facilitam o acesso aos dados de exploração e • Analise as vantagens de investir no gerenciamento de dados históricos e em que produção de recursos naturais contexto eles podem ser utilizados• Trash in, Trash out: critérios de gerenciamento x ferramentas confiáveis para maximizar • Debata alternativas para preservar e manusear corretamente dados técnicos antigos o índice de precisão dos dados técnicos • Desenvolvendo processos para gerenciar dados históricos e disponibilizá-los para o uso• Desenvolvendo critérios para aquisição e coletas de amostragem que garantam precisão em projetos de exploração atuais dos dados técnicos • Quais soluções podem ser adotadas para promover a integração de dados antigos aos• De que forma o controle sobre fator humano, ambiente físico e processo de coleta são de padrões atuais? decisivos para garantir a qualidade de um dado?• Real-Time Data: conheça as novidades em tecnologias para a monitoração da qualidade Júlio Pinho, Supervisor de Geologia e Recursos Minerais, CPRM dos dados em tempo real, como ela pode contribuir para a redução do custo operacional e a tomada rápida e precisa de decisões 15h00 Encerramento do Workshop 3 & Coffee Break e Networking• Como o processamento bem gerenciado dos dados pode agregar valor à operação?• Tendências e perspectivas para a governança dos dados técnicos: como ela será 15h30 – Workshop 4 realizada em curto e médio prazo? Data Security: debata sobre as melhores práticas para garantir a segurança dos• Alternativas para gerenciar o grande volume de dados técnicos – geológicos, dados de exploração e produção de recursos naturais geoquímicos e geofísicos, incluindo sísmicos e de sensoriamento remoto - com Um dos grandes desafios para o data management é a segurança dos dados. Quais processos segurança e rapidez estabelecer para movimentar dados de alta confidencialidade? Que recursos tecnológicos – em software e hardware - estão disponíveis no mercado para assegurar a segurança dosHermann Dagys, Vice-Presidente, dados? Participe deste workshop e faça um benchmarking de como o setor está endereçandoDAMA - Data Management Association Brasil Chapter estas questões. • Analise alternativas disponíveis para proteger os diferentes tipos de dados de10h30 Encerramento do Workshop 1 & Coffee Break e Networking exploração em recursos naturais • Como gerenciar privilégios e direitos de acesso, para dar suporte ao gerenciamento da11h00 Workshop 2 Interoperabilidade: promovendo a integração dos diferentes segurança? Como garantir que a duplicidade da informação, por conta da diferença desistemas utilizados para obter integridade nos dados técnicos e facilitar o acesso a eles formatos, seja gerenciada corretamente?Como as organizações do setor disponibilizam seus dados de modo eficiente e superam os • Estabelecendo políticas de segurança efetivas para o manuseio operacional dos dadosproblemas da diversidade de plataformas e sistemas operacionais? Participe deste workshop de exploração e evitar que eles sejam manipulados de maneira incorretae analise, no contexto atual, como as tecnologias e processos estão se desenvolvendo para • Quais ferramentas tecnológicas podem ser colocadas em prática para contribuir com acompatibilizar sistemas e formatos de dados, de modo a maximizar o seu aproveitamento e confidencialidade e integridade dos dados técnicos?facilitar a tomada de decisões. • Perspectiva sociológica: de que forma a relação dos profissionais com as organizações• Analise como o uso de diferentes sistemas, com formatos específicos, interfere no interfere na eliminação dos riscos durante a manipulação dos dados processo de gerenciamento de dados técnicos e de que maneira as empresas estão lidando com a diversidade de dados de geoprocessamento Hernani A. F. Chaves, Geólogo de Petróleo P.V. Emérito, FAPERJ / UERJ• Avalie melhores práticas de integração de dados de exploração e de que maneira a facilidade na manipulação dos dados ajuda a aperfeiçoar os processos de interpretação 17h00 - Encerramento do Dia de Workshops• Entenda como a interoperabilidade entre sistemas está se desenvolvendo na indústria de recursos naturais e de que maneira ela influencia a aplicação dos dados da geociência “Quando recebi o contato da WBR, me foi apresentada• Descubra as mais recentes ferramentas tecnológicas disponíveis para a interoperabilidade de dados e como potencializar o seu uso a ideia inicial do programa. Imediatamente percebi• Debata o uso do sincronismo automático entre as bases de dados e como ele aperfeiçoa por parte do corpo técnico da WBR o interesse em o fluxo de informação, identificando fontes e formatos dos diferentes padrões de dados desenvolver um evento que aliasse um sólido conteúdo• Desenvolva métodos para lidar com o problema da consistência X sincronicidade: como técnico ao compromisso de privilegiar a troca efetiva de preservar a integridade do dado quando duplicado? conhecimentos a respeito de ferramentas e metodologias• Políticas de aquisição e manipulação de dados de sistemas de diferentes fornecedores: de controle do que chamamos DATA BASE. Já com o o desenvolvimento de sistemas operacionais abertos e bancos de dados integrados programa fechado, minhas expectativas se concretizaram, poderia ser uma solução para este gargalo? o nível de profissionais envolvidos foi realmente elevado e as expectativas são excelentes.”Giorgio de Tomi, PhD, Professor Associado, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Aldo Estevam Lenzi, Gerente de Mineração e Geologia, MagnesitaHector A. Romero, Team Lead, Well Data Management, Shell Exploration and ProductionCompany, EUA 3
  • Agenda:Primeiro Dia de ConferênciaTerça-feira, 24 de Julho de 2012 • Confira as mais precisas e modernas práticas de aquisição de dados de exploração 08h00 Credenciamento para a Conferência & Café da Manhã na Zona de Soluções do mercado, e entenda como elas podem contribuir para a redução de custos, ao minimizar erros 08h45 Abertura da Conferência • Analise as metodologias que facilitam o mapeamento e quantificação volumétrica de Isabele Pelissoni, Conference Director, NRDM Latin America 2012 reservatórios e depósitos para a exploração petrolífera e mineral • Debata soluções tecnológicas e processuais para diminuir o tempo de aquisição dos 08h50 Considerações Iniciais do Presidente de Mesa dados, garantindo a qualidade e mitigando os custos operacionais de locação de equipamentos 09h00 Sessão de Abertura • Estabelecendo a relação de custo x benefício das novas ferramentas: quais são as Data integration: debata sobre as alternativas encontradas pelas empresas tecnologias que, quando instituídas, obtêm melhores resultados na coleta e aquisição do setor de Recursos Naturais para lidar com a multidisciplinaridade de dados, de dados? agilizando o acesso e facilitando a sua interpretação • Aquisição automatizada de dados: entenda os seus benefícios e quais dispositivos Na era da informação, a tecnologia pode nos auxiliar a desenvolver práticas de alta tecnológicos podem ser acoplados aos procedimentos de coleta performance em curto espaço de tempo. Entretanto, o rápido acesso e interpretação de dados • Como as empresas emergentes estão adquirindo seus dados técnicos, frente aos altos com diferentes formatos não é uma tarefa simples. Entenda como a tecnologia pode agregar custos de aquisição? valor à indústria de Recursos Naturais, ao facilitar esta difícil missão. • De que forma está acontecendo a incorporação de novas tecnologias pelo setor e quais Aldo Estevam Lenzi, Gerente de Mineração e Geologia – América do Sul, são os recentes avanços em padronização dos dados? Magnesita • Como as principais empresas do mercado estão trabalhando suas demandas de Rafael León Gómez, Gerente de Gestión Integral de Cadena de Suministro, integração dados, considerando agilidade no acesso, interpretação e modelagem? Colômbia • Descubra como é possível prevenir atrasos na interpretação de dados provindos de diferentes sistemas, com formatos diversos 11h15 Painel de Debates • Estratégias para otimizar os resultados com as tecnologias disponíveis e gerar Desenvolver soluções de gerenciamento de dados in house x utilizar sistemas de melhores práticas diárias de interpretação mercado: qual solução se adequa melhor à realidade de sua empresa? • Investindo em novas ferramentas para promover data integration: quando buscar uma Partilhe experiências e determine critérios para enfrentar este dilema, através de uma nova solução e quais critérios observar ao escolher um novo software? análise das vantagens e desvantagens entre criar um sistema proprietário ou adquirir uma ferramenta de prateleira. Fábio Gomes, Gerente de TI para a Exploração e Produção, OGX • Explore os prós e contras do data management desenvolvido in house x soluções Luiza Rohlfs, Engenheira especialista em Processos, OGX terceirizadas Representante a confirmar, Schlumberger • Personalização x custos x tempo de implementação: como equilibrar esta equação e Nieves Rodriguez, Information Management Principal, Schlumberger decidir qual a opção mais indicada para as necessidades da organização? • Quais os principais desafios ao optar por cada uma destas opções? 09h45 Coffee Break da Manhã & Networking na Zona de Soluções • Acesse casos reais e entenda os critérios de decisão, bem como os resultados percebidos por empresas do setor 10h30 Painel de Debates Acesse as mais recentes tecnologias e melhores práticas em aquisição de dados técnicos para garantir a qualidade da informação Francisco Manoel Wohnrath Tognoli, Professor Doutor, Unisinos e reduzir custos operacionais Hector A. Romero, Team Lead, Well Data Management, Shell Exploration and Partilhe com os seus pares de mercado os processos e ferramentas que estão sendo utilizados Production Company, EUA com maior sucesso para a área e leve para a sua equipe dicas para aprimorar a precisão dos dados e evitar erros que podem causar perdas financeiras. 12h00 Almoço13h30 Considerações do Presidente de Mesa 13h30 Considerações do Presidente de MesaSessão A: Gestão de dados em Oil & Gas: Sessão B: Gestão de dados em Mineração:Data Management como propulsor de oportunidades em Exploração & Data Management como facilitador das atividades deProdução (E&P) planejamento e exploração de minérios13h40 Cloud Computing: entenda como esta tecnologia pode ser utilizada a favor do 13h40 Partilhe melhores práticas em data management para planejamento degerenciamento de dados de E&P mina e garanta uma operação mais sustentável de lavraVale a pena apostar na capacidade de armazenagem remota, com o advento da Cloud Computing? Participe e saiba como o mercado está estabelecendo processos de gerenciamento de dadosAvalie a opinião dos seus pares de mercado através desta sessão. para contribuir com o planejamento estratégico de mina, considerando as estimativas de• Repositório virtual de dados: saiba como a Cloud Computing pode auxiliar o sistema de recursos de reservas e indicativos de viabilidade da lavra. informações geográficas • Como a tecnologia em data management ajuda a precisar a situação exata• Quais tipos de dados podem ser gerenciados através desta tecnologia de armazenamento? de um depósito?• Aprecie os dispositivos tecnológicos que possibilitam o acesso remoto aos dados • Definindo a viabilidade econômica da exploração de depósitos por meio da análise dos• Avalie a tendência do armazenamento de dados de E&P em nuvem: é possível confiar a sua dados de lavra segurança a terceiros? • Gerencie dados para desenvolver uma estimativa dos custos operacionais, despesas e• Analise estratégias para garantir a segurança e confidencialidade dos dados de exploração em planos de produtividade Cloud Computing • Debata sobre as melhores práticas da indústria no gerenciamento de dados para o• Como extrair dados de repositórios online para o manuseio de informações in loco planejamento de lavra• Estabelecendo critérios para definir a melhor solução para seu negócio dentro dos vários • Utilize a análise dos dados para definir alternativas para superar as restrições físicas, modelos de Cloud Computing: Pública, Privada ou Híbrida geológicas, operacionais, ambientais, legais e econômicas • Debata sobre políticas de acesso aos softwares de planejamento de mina disponíveisDeise Faustino, Engenheira Cartógrafa no mercadoJavier Vásquez, Gerente de IT, Pluspetrol, Argentina Fernando Guimarães, Especialista em Geociências, PhD, Anglo AmericanPatrocínio:
  • 14h20 Analise as principais tendências da aplicação de GIS no gerenciamento de dados 14h20 Debata o uso da geotecnologia para a prospecção de dados em mineração: oem E&P e entenda como otimizar o uso desta ferramenta que há de mais novo no mercado?O GIS ocupa lugar imprescindível nas atividades de data management em Óleo & Gás. Ele oferece Avalie as mais modernas tecnologias disponíveis e como elas podem auxiliar os processos deferramentas precisas e ágeis no campo multidisciplinar dos dados de E&P. Entenda como o mercado mineração, preservando recursos e garantindo a sustentabilidade da lavra?tem desenvolvido o uso deste tipo de sistema a e os resultados obtidos. • Tecnologias de ponta em geoprocessamento: avalie o que já está à disposição do• GIS e WEBGIS aplicados à tomada de decisões na indústria do petróleo: como estas soluções mercado regional estão contribuindo com as operações de E&P? Qual é o impacto da interoperabilidade e • Como o investimento em geotecnologia pode aperfeiçoar processos para reduzir integração tecnológica? custos de produção, assegurar a conformidade a regulamentações e favorecer a• Quais sistemas e interfaces especialistas oferecem ferramentas de organização e integração sustentabilidade? de dados georeferenciados provindos de diferentes fontes e formatos? • Avalie como realizar um data management eficiente para estruturar e padronizar dados• Descubra como os grandes players estão gerenciando seus sistemas de informação geográfica: de geologia, solo, geomorfologia, áreas de preservação, entre outros como é organizada a governança dos dados e quais soluções tecnológicas e estruturais em GIS • Entenda os benefícios da tecnologia real time e de dispositivos portáteis para a coleta são adotadas para a comunicação entre bases de dados distintas? de dados e o bom gerenciamento dos dados de lavra• Soluções para a integração entre o GIS e o Sensoriamento Remoto: identifique suas aplicações para o mapeamento geológico e as condições do meio-ambiente Cibele Hummel do Amaral, Doutoranda do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo e bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São PauloCarlos Gabriel Asato, Licenciado en Ciencias Geologías, Servicio Geológico Minero Argentino,Argentina15h00 Coffee Break & Networking na Zona de Soluções15h40 Unificar as linguagens é a melhor solução? Compartilhe diferentes pontos de vista 15h40 GIS & mineração: como a utilização eficiente desta ferramenta pode facilitare perspectivas para a padronização dos formatos de dados em E&P o gerenciamento de dados de lavra?Participe desta sessão e debata sobre a padronização de formatos: como ela está se desenvolvendo Destaque a importância operacional que o GIS desempenha para obter precisão e integraçãono mercado, quais os seus prós e contras. dos dados provenientes da exploração mineral.• Como a padronização de dados pode facilitar a troca de informações entre os setores público • Avalie alternativas para estabelecer, com o uso do GIS, a interoperabilidade entre dados e privado? de recursos de reserva e de planejamento de lavra• Analise os ganhos que a adoção de padrões traria para a coleta, armazenagem, • Utilizando o GIS para integrar diferentes tipos de dados, tornando mais rápido o processamento e interpretação dos dados de E&P processo de interpretação da informação através de desenhos georeferenciados• Avalie de que modo a padronização dos dados pode auxiliar a monitoração de qualidade das • Quais são as mais modernas soluções em GIS aplicáveis à mineração? Vale a pena medidas e observações, ao facilitar a comparação com outras fontes investir nestas ferramentas?• Existem aspectos negativos da padronização de formatos? Quais? • Como as pequenas mineradoras, que não se utilizam do GIS, podem elaborar sistemas• Em quais casos as organizações podem se beneficiar com a elaboração de padrões próprios georeferenciados para converter e projetar coordenadas? de dados?• Qual o cenário internacional da padronização de dados: debata sobre as principais iniciativas e Carlos Gabriel Asato, Licenciado en Ciencias Geologías, Servicio Geológico Minero seu atual estágio de maturação Argentino, Argentina• Os padrões propostos globalmente para os diferentes tipos de dados atendem às necessidades do mercado latino-americano?• Debata sobre os próximos passos para o desenvolvimento e adoção de padrões em dados de E&PGeiza Powell, Gerente de Gestão da Informação e Tecnologia, Vale Óleo & GásMárcio Arbex, Especialista em Gestão da Informação16h20 Aquisição e gerenciamento de dados exploratórios em diversas escalas: analise 16h20 Geobank: conheça as estratégias e regras de negócios empregadas pelo Serviçosuas peculiaridades e siga as tendências tecnológicas para garantir maior consistência na Geológico do Brasil – CPRM para criar e gerenciar o seu banco de dados geológicosintegração de dados. Conheça as especificidades do banco de dados geológicos GEOBANK. Avalie como estaO Brasil, atualmente, tem grande demanda de informações para a exploração petrolífera. ferramenta possibilitou a integração e padronização dos dados técnicos.Partilhe alternativas incorporadas pelo mercado e equilibre a razão custo-benefício para • Conheça a história por trás da criação do GEOBANK, o maior banco de dados geológicoresolver essa dificuldade. do Brasil• Avalie as características que tornam o gerenciamento de dados de exploração um desafio • Entenda como são desenvolvidos os processos de gerenciamento de dados do Serviço único e prepare-se para enfrenta-lo Geológico do Brasil• Avalie as mais novas tecnologias e melhores práticas do mercado para endereçar esta tarefa • Saiba quais políticas de uso garantem qualidade e segurança na manipulação dos dados• Como equilibrar custo x qualidade x produtividade no gerenciamento e governança de dados? • Participe desta sessão e debata sobre a criação de bancos de dados corporativos: como Qual o papel da segurança nesta equação? padronizar e estruturar dados de geologia?• Conheça alternativas para incorporar em um mesmo database dados distintos promovendo • Atualize-se sobre o aplicativo ArcExibe, software de livre distribuição, e suas conexões com acesso rápido aos usuários o GEOBANK• Quais soluções estão sendo adotadas para garantir a segurança dos dados de exploração? João Henrique Gonçalves, Geólogo chefe da Divisão de Geoprocessamento, CPRMRogério Santos, Consultor Técnico, PETROBRÁS17h00 National Data Repository (NDR): verifique como estes bancos de dados estão 17h00 Modelagem de dados em 3D e 4D: quais são as vantagens – e custos - do usofuncionando na América Latina, quais são as perspectivas de desenvolvimento e melhores da realidade virtual na interpretação de dados de mineração?práticas adotadas para garantir a qualidade e a segurança dos dados de E&P Interação e imersão, simulações realistas de cavernas, gravidade, colisão, áudio. EntendaAcesse o ponto de vista da ANP sobre o armazenamento de dados públicos e proprietários. Debata como a realidade virtual e a modelagem de dados em tecnologias 3D e 4D compõem modeloscomo as políticas de acesso a dados de exploração contribuem para o desenvolvimento econômico geográficos complexos que simulam a realidade dos processos em mineração.das operadoras. • Conheça os mais recentes desenvolvimentos em hardware e software para a• Avalie a situação dos NDRs na América Latina: quais países já criaram o seu, quem os representação da realidade 3D e 4D no mercado de mineração administra e com quais objetivos principais? • Qual o investimento necessário para que a empresa passe a utilizar estas tecnologias de• Debata sobre os padrões que os órgãos reguladores da região estabelecem para a entrega dos ponta em suas operações de exploração? dados de E&P e como as empresas do exterior podem se adequar a estes padrões • De que forma o uso da modelagem 3D e 4D pode estabelecer um diferencial• Dados públicos e proprietários: entenda as políticas de acesso e manuseio em vigor nos competitivo no gerenciamento e interpretação de dados de lavra? principais países produtores de petróleo da América Latina • Entenda de que maneira a tecnologia de realidade virtual e modelagem 3D e 4D• Entenda quais são as medidas adotadas pelos NDRs para garantir a segurança e confiabilidade disponibiliza dados precisos sobre os métodos e processos em exploração dos dados e o que estão planejando como próximos passos • Como o uso desta tecnologia pode prevenir acidentes, ao cruzar informações,• Enfoque no Brasil: como são gerenciados pela ANP os dados de exploração para o pré-sal possibilitando a imersão para treinamento em situações de perigo? e como o BDEP está trabalhando para a construção e atualização do acervo de dados de exploração e produção Joao Felipe C L Costa, Professor Associado, UFRGSérgio Henrique Almeida, Superintendente de Dados Técnicos, Agência Nacional do Petróleo,Gás Natural e Biocombustíveis - ANP17h40 Encerramento do Primeiro Dia de Conferência Inscreva-se Já: Rosana Silva | Tel: (11) 3468-0124 | e-mail: rosana.silva@wbresearch.com 5
  • 10h30 Painel de Debates Data Management em Geofísica, Geodésia e Gerenciamento Ambiental: aprimorando processos na aquisição e interpretação de dados instrumentais para que o mapeamento do campo de exploração seja preciso e livre de incidentesAgenda: Avalie os principais métodos de aquisição e interpretação de dados da geofísica, geodésiaSegundo Dia de Conferência e gerenciamento ambiental e identifique quais procedimentos são mais adequados para realizar um levantamento de informações com acuidade.Quarta-feira, 25 de Julho de 2012 • Conheça as práticas mais eficientes de aquisição de dados e saiba como aplica-las ao seu dia-a-dia • Soluções adotadas para interpretar estes dados de forma rápida e com alta precisão por intermédio da tecnologia GPS • Entenda como um eficaz gerenciamento de dados pode minimizar riscos operacionais e custos com mão-de-obra especializada 08h00 Credenciamento para a Conferência & Café da Manhã na Zona de Soluções • O investimento em um gerenciamento de excelência nesta classe de dados pode prevenir a degradação ambiental? Avalie estratégias adotadas neste sentido 08h45 Abertura da Conferência • Como pressupostos podem conduzir o avaliador a conclusões equivocadas sobre Isabele Pelissoni, Conference Director, NRDM Latin America 2012 dados corretos? • Quais são as mais recentes tecnologias de mercado e as principais tendências ligadas à 08h50 Considerações Iniciais do Presidente de Mesa questão ambiental? 09h00 Data WareHouse: encontre soluções em bancos de dados para dar suporte Osmar Pastore, Conselheiro, CNDA – Conselho Nacional de Defesa ao gerenciamento do grande volume de dados estratégicos para a tomada de Ambiental decisões na exploração de Recursos Naturais não renováveis Francisco Manoel Wohnrath Tognoli, Professor Doutor, Unisinos Analise as estratégias disponíveis no mercado para propiciar acesso e interpretação de informações provindas de diferentes fontes. Compare as práticas mais recorrentes e atualize- 11h15 Geo imagens, sensores e estatísticas na Web: conheça os padrões de se sobre as estratégias empregadas para a integração do Data Ware House. livre acesso utilizados na interoperabilidade geoespacial para reduzir custos e • Acessibilidade, integração entre aplicações e confidencialidade no banco de dados: promover novos negócios como o mercado está endereçando esta questão? Em nosso mundo, interligado por plataformas tecnológicas diferentes, os padrões são • Analise alternativas para monitorar e comparar dados provindos de diferentes fontes, indispensáveis para permitir bom fluxo da informação. Perda de informações significa perda armazenando-os em um banco de dados único de negócios, segurança e de flexibilidade. Aprofunde seus conhecimentos através dos insights • Quais são as melhores práticas para um gerenciamento eficaz do data warehouse em desta renomada organização internacional. empresas de recursos naturais, visando a integração de diversos projetos em um único • Interoperabilidade entre sistemas de TI: intercâmbio de informações entre sistemas de repositório? diferentes fornecedores • Debata sobre soluções inteligentes para integrar bancos de dados de sísmica, geologia, • Entenda como a OGC contribuiu para a comunidade científica e organizacional, desenvolvendo geofísica e demais dados técnicos, de modo a evitar entraves operacionais quanto à um importante trabalho de fusão e interoperabilidade de dados para a indústria compactação e interoperabilidade de formatos • Big Data: Ganhe acesso ao overview atual dos padrões da OGC para dados multidimensionais • Sincronismo automático entre as bases: quais são as ferramentas de bancos de dados de sensor de imagem estatística online disponíveis para a otimização do fluxo de interpretação de dados? • Decubra como a Web mapa Service (WMS), Web Feature Service (WFS), e cobertura de • Acesse tecnologias para a compactação dos dados que garantam a qualidade desejada Web Service (WCS) permitem a representação visual de dados, viabilizando o seu acesso • Através de exemplos práticos e ferramentas de ponta, acesse o estado da padronização, Marcelo Gonella, Real-Time Application and Data Management, Chevron debata o processo de adoção e entenda os próximos passos Rodrigo Martins, Especialista em Gestão de Dados e Suporte à Aplicações de Geociências, Chevron Peter Baumann, Professor PhD, Jacobs University, Alemanha 09h45 Coffee Break da Manhã & Networking 12h00 Almoço13h30 Considerações do Presidente de Mesa 13h30 Considerações do Presidente de MesaSessão A • Gestão de dados em Oil & Gas: Sessão B • Gestão de dados em Mineração:Data Management como propulsor de oportunidades em Data Management como facilitador das atividades deExploração & Produção (E&P) planejamento e exploração de minérios13h40 Acesse estratégias de ponta na gestão de dados sísmicos e de perfilagem que 13h40 Identificando alternativas eficazes para assegurar qualidade e segurançacontribuam para uma tomada de decisão mais rápida e precisa dos dados de mineraçãoAs decisões do dia-a-dia em E&P são embasadas na análise de dados provindos de fontes O caráter confidencial dos dados de mineração é motivo de atenção, e acarreta a necessidadediferentes. Como abrir uma zona de produção? Como fechar um poço? As tarefas mais críticas de classificar, de maneira adequada, os privilégios de acesso. Identifique as tendênciasnecessitam de processos integrados e com alto valor agregado. Partilhe ideias com o mercado de tecnológicas para auxiliar a administração segura dos dados deste setor.O&G sobre o gerenciamento de dados que pode facilitar estas decisões. • Quais são as melhores práticas e condições recomendadas na coleta de amostras para• Analise a performance das tecnologias de aquisição e gerenciamento de dados sísmicos e evitar contaminações? de perfilagem disponíveis no mercado • Método QAQC e sua aplicação em projetos de exploração mineral e geologia: entenda• Debata como a tecnologia impacta a descoberta de novas reservas e de que forma o os padrões utilizados e seus principais benefícios para a qualidade dos dados em curto gerenciamento de dados sísmicos e de perfilagem oferece informações precisas para o e longo prazo desenvolvimento de decisões colaborativas • Estabelecendo políticas de confidencialidade para evitar que os dados sejam• Avalie o uso de modelos eletrônicos para a interpretação de dados sísmicos adquiridos dos manipulados de forma prejudicial à sua veracidade blocos exploratórios em mar e em terra • Conheça as principais normas internacionais e saiba como elas estão sendo utilizadas• Soluções para promover uma integração interdisciplinar e aprimorar a relação de tempo x pelos players latino-americanos produtividade para aquisição e processamento de dados sísmicos, e perfuração de poços • Dados criptografados: utilizando esta alternativa para assegurar a confidencialidade e exploratórios integridade dos dados desde que eles saem da lavra• Utilizando os dados e as simulações de fluxo de óleo, gás e água para estabelecer uma • Estruturação do repositório de dados: como uma robusta arquitetura tecnológica pode projeção do comportamento do campo de petróleo ao longo da sua vida prevenir adulterações e quebra do sigilo dos dadosMarcelo Rocha da Silva, Professor Universitário MsC, Afonso Lopes, Professor Doutor, IAG/ USPInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense - IFF Sabrina Ferreira de Queiroz, Pesquisadora em Geociência, CPRM - Serviço Geológico do Brasil Thomas Brenner, Diretor de Exploração, VotorantimPatrocínio:
  • “A questão do tratamento, da análise e interpretação dos dados é fundamental em qualquer área. Manter-se atualizado em relação a este tema é sempre relevante, principalmente quando isto envolve questões ligadas à gestão ambiental, tema que atrai a atenção de governos, da sociedade civil e, não menos, das empresas em geral. O evento não só é oportuno como revela sintonia com uma preocupação crescente da sociedade”. Osmar Rezende de Abreu Pastore, Conselheiro, CNDA – Conselho Nacional de Defesa Ambiental14h20 Acesse insights sobre o futuro do data management em E&P na América Latina: 14h20 Data Management e o conceito de Pessoas Competentes: estabelecendoquais serão os próximos passos? uma comissão qualificadora de recursos de reservas mineraisO que esperar para o desenvolvimento do data management em Óleo & Gás? Entenda como Prepare-se para um debate interessante sobre os procedimentos estabelecidos parao mercado está prevendo o seu papel para a sustentabilidade – ambiental e financeira – dos assegurar-se sobre a qualidade e veracidade dos dados apresentados sobre as reservasnegócios em E&P nos próximos anos. exploradas.• O que deve mudar na tecnologia em data management de E&P nos próximos cinco anos? • Conheça as áreas de especialização das Pessoas Competentes e os principais benefícios• De que modo está caminhando a automatização dos processos de aquisição e do envolvimento destes profissionais com o gerenciamento de dados gerenciamento de dados? • Estabelecendo o relacionamento entre a equipe de data management e as Pessoas• Quais serão os principais desenvolvimentos para que o data management possa auxiliar, Competentes: como estruturar esta interação? ainda mais, a tomada de decisões rápidas e precisas, contribuindo para a redução de custos • Desenvolvendo a análise de dados de risco associados à reserva mineral, com o aval de E&P? das Pessoas Competentes• Como o monitoramento real time das operações e a análise mais veloz dos dados de E&P • Avalie como a certificação de Pessoas Competentes facilita o envio de dados de poderão contribuir para uma exploração segura e eficiente? exploração e produção para as bolsas de valores e resulta em operações transparentes• O uso de dados mais detalhados pode se tornar uma ferramenta estratégica para identificar e confiáveis no mercado de capitais regiões afetadas por incidentes ambientais? Edmundo Tulcanaza, Presidente, Comisión Calificadora de Competencias enRichard Johnston, GeoScience Hosting Solutions Manager, Schlumberger Recursos y Reservas Mineras15h00 Coffee Break & Networking na Zona de Soluções15h40 High Performance Computing: entenda como o uso de supercomputadores 15h40 Gerenciando dados em pequenas mineradoras: entenda como a GMX8 estápode estabelecer uma vantagem competitiva ao substituir dias de processamento por enfrentando este desafioalgumas horas de trabalho Gerenciar dados em mineração não é tarefa simples. É preciso adequar processos e organizarDe que maneira a computação de alta performance otimiza processos no gerenciamento de dados os dados para vencer a falta de recursos. Acesse as estratégias usadas por esta empresa parae acelera a exploração e produção dos reservatórios? Participe desta sessão e analise os principais endereçar a questão.benefícios destas tecnologias. • Saiba como esta empresa júnior montou sua equipe e infraestrutura para realizar o• Entenda as vantagens obtidas na execução de cálculos matemáticos complexos gerenciamento de dados• Uso de computadores com altíssima capacidade de processamento para processar dados • Avalie as dificuldades enfrentadas e as soluções encontradas para obter os dados pesados em imagens em curto espaço de tempo técnicos no desenvolvimento de pequenos projetos em mineração• Troque experiências sobre armazenar, compartilhar os dados de sísmica e de produção com • Analise as estratégias utilizadas pela GMX 8 para obter qualidade e segurança no a ajuda de supercomputadores gerenciamento de dados provindos de repositórios históricos• Os custos para adquirir este tipo de solução ainda são proibitivos ou podem ser diluídos a • De que maneira uma pequena mineradora pode se assegurar da qualidade e médio prazo? veracidade dos dados apresentados sobre as reservas exploradas, para atrair a atenção• Política de retenção dos meios magnéticos: quando descarta-los e transferir os dados de investidores? armazenados para um novo repositório? Fernando Hugo Jr, CEO, GMX8 and Mining Holdings – BrazilFábio Gomes, Gerente de TI para a Exploração e Produção, OGXLuiza Rohlfs, Engenheira especialista em Processos, OGX16h20 Vencendo os desafios do gerenciamento de dados na exploração do Pré-Sal: 16h20 Estabelecendo processos de gerenciamento de dados para garantir umacomo armazenar e processar estes dados com qualidade, segurança e eficiência? melhor previsão de resultados do depósito e o controle eficiente de seus custos deA descoberta do Pré-Sal está movimentando o mercado de Óleo & Gás brasileiro. Debata sobre exploraçãoestratégias para promover o gerenciamento de dados deste tipo de exploração do petróleo. Entenda a participação da tecnologia na interpretação dos dados exploratórios e de que• Principais gargalos para o gerenciamento de dados de exploração do Pré-Sal: entenda as forma ela pode auxiliar na estimativa do valor agregado ao minério. dificuldades e avalie práticas que podem ajuda-lo a supera-las • Como fazer aquisição e gerenciamento de dados, da lavra ao beneficiamento, de• Como armazenar, organizar, disponibilizar e analisar a nova demanda em dados de reserva modo a promover maior controle na exploração e produção mineral? e produção gerada pelo Pré-Sal? • Avalie o papel de um gerenciamento de dados de qualidade na definição de custo por• Estabelecendo padrões de segurança para os dados do Pré-Sal: como definir critérios unidade: como ele pode aprimorar esta tarefa? mínimos para garantir a sua segurança? • Soluções de interpretação de dados encontrados para calcular o valor agregado ao• De que maneira a tecnologia e a análise de dados estão contribuindo para a descoberta de minério em cada alvo exploratório, na cadeia de produção novos campos de exploração? • Conheça situações em que a tecnologia de aquisição e gerenciamento de dados agregou valor na avaliação de jazidas que antes eram consideradas sub-econômicasFrancisco L. da Cunha, Reservoir Geophysicist, Consultor Técnico Maria do Carmo Schumacher, Diretora de Avaliação de Recursos e Economia Mineral, Brasil Exploração Mineral Rodrigo Mello, Diretor de Operações, Viscenza Mineral17h00 Encerramento da Conferência Inscreva-se Já: Rosana Silva (11) 3468-0124 Email: rosana.silva@wbresearch.com 7
  • “A franca evolução econômica do mercado interno brasileiro, unida às grandes reservas de recursos naturais que estão sendo colocadas à prova para consumidores mundiais, reforça de forma contundente a questão da gestão estratégica dos ativos de dados das companhias. Na NRDM 2012 haverá grande oportunidade para evolução desta prática.” Hermann Dagys, Vice-Presidente, DAMA – Data Management Association - Brasil Chapter Quem Você Vai Encontrar na NRDM Latin America? Na NRDM Latin America 2012, você terá acesso às mais recentes práticas no gerenciamento de dados em Mineração e Óleo & Gás, mas isso não é tudo. Somente a NRDM Latin America 2012 garante debate de qualidade sobre as expectativas e tendências de mercado e a presença dos principais players da indústria regional. A conferência oferece oportunidades de networking com os tomadores de decisão das principais empresas do setor de Natural Resources fazendo negócio na América Latina. Esperamos cerca de 150 executivos de nível sênior para a primeira edição. Indústrias: • Empresas de E&P em Óleo & Gás • Mineradoras • Demais intermediários e provedores de solução Cargos: Presidentes, Vice Presidentes, Diretores, Heads e Gerentes de: • Strategic Data Management/ Gerenciamento de Dados • Data Security /Data Quality / Data Storage • Geographic Information System – GIS • TI/ Tecnologia • E&P/ Exploração & Produção “Vejo este evento como uma ótima • Serviços Técnicos oportunidade para partilhar experiências e • Operações aprendizados com a comunidade que pratica • Avaliação de Recursos de Reserva Data Management no Brasil e América Latina, • Geofísica, Geologia, entre outros especialmente na vertente em que atuo, que é Óleo e Gás. Junte-se a nós para discutirmos o presente e o futuro do Data Managment para O&G e Mineração!” Rodrigo Martins, Especialista em Gestão de Dados e Suporte à Aplicações de Geociências, ChevronPatrocínio:
  • Para informações biográficas sobre os palestrantes da NRDM Latin America e Sobre nossos patrocinadores mais detalhes em cada sessão, por favor, acesse: www.nrdmlatinamerica.com Schlumberger is the world’s leading supplier of technology, integrated project management and information solutions to customersworking in the oil and gas industry worldwide. Employing more than 113,000 people representing over 140 nationalities and workingin approximately 85 countries, Schlumberger provides the industry’s widest range of products and services from exploration throughproduction. Schlumberger Limited has principal offices in Paris, Houston and The Hague and reported revenues of $39.54 billion in 2011. For moreinformation, visit www.slb.com. Schlumberger Information Solutions (SIS) is an operating unit of Schlumberger that provides E&P software and related services. SIShelps oil and gas companies solve today’s complex reservoir challenges offering potent domain science in an integrated knowledgecentric platform. Through our technologies and services, oil and gas companies empower their people to improve business outcomes byreducing exploration and development risk and optimizing operational efficiencies. E-mail sisinfo@slb.com or contact your local Schlumberger representative to learn more. Primeira unidade de produção na América Latina, a Dell Brasil foi inaugurada em novembro de 1999, na cidade de Eldorado do Sul,próxima a Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Em 2007, a companhia expandiu sua atuação no país, com a instalação de uma planta, nacidade de Hortolândia, no estado de São Paulo. A Dell Computadores do Brasil produz, comercializa e presta serviço a uma ampla gamade produtos, de notebooks e desktops a servidores, storage e switches. A Dell cria, aprimora e integra tecnologias e serviços com que seus clientes podem contar, conferindo-lhes valor certo a longo prazo.Hoje, ela é uma das poucas empresas do mundo capazes de endereçar soluções aos atuais desafios de TI de companias de todos ostamanhos e todos tipos de complexidade, trazendo eficiência através da inovação em soluções abertas, escaláveis e acessíveis, com umaequipe técnica de alto nível e parceiros líderes de mercado em seus segmentos. Rasdaman GmbH is world technology leader in Big Data Analytics on Earth Science data. Its flexible, scalable, open, and cost-efficientraster server technology allows to directly manipulate, analyze & remix any-size geospatial data. The unique true multi-dimensional datamodel supports all types of raster maps, x/y/t image timeseries, x/y/z geo tomograms, and x/y/z/t climate and ocean data. Since 2003, we offer individual consulting, development, and support for Spatial Data Infrastructures (SDIs). In the Open GeospatialConsortium (OGC) we lead geo raster service standardization, being chair of the raster-relevant working groups and editor of the rasterstandards. As external expert we support the European INSPIRE SDI harmonization. The open-source rasdaman software is included in theOSGeo Live DVD and, hence, branded as particularly recommendable geo database. Built on the experience of world-leading Big Earth Data experts and the makers of the standards, the rasdaman geo server representsthe best of breed for today and tomorrow. Inscreva-se Já: Rosana Silva (11) 3468-0124 Email: rosana.silva@wbresearch.com 9