Movimentos de arte

839 views
585 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
839
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Movimentos de arte

  1. 1. UNIVERSIDADE DE CUIABÁ<br />MOVIMENTOS DE <br />ARTE DESIGN<br />DOCENTE: JOANA RESENDE<br />DISCENTE: RENI PEREIRA ALVES<br />
  2. 2. ESCOLABAUHAUS (1919 – 1933)<br />Staatliches Bauhaus é o nome da escola de artes fundada e dirigida por Walter Gropius, em Weimar, Alemanha, em 1919. Nasceu da união da Academia de Belas Artes com a Escola de Artes Aplicadas de Weimar, com a intenção clara de integrar arte e indústria e acabar com a distinção entre artesãos e artistas. A Bauhaus (casa da construção) foi transferida para Dessau em 1926 e para Berlim em 1933, quando foi fechada por Hitler, sob a acusação de ser um reduto comunista. <br />
  3. 3. CARACTERÍSTICAS<br />O paralelismo entre o ensino teórico e prático. <br />O contínuo contato com a realidade do trabalho.<br />A presença de professores criativos.<br />Produtos altamente funcionais e com atributos artísticos.<br />Compromisso de unir todas as formas de arte em um único todo, a exemplo da arte e a indústria, juntando todas as disciplinas artísticas - escultura, pintura, artes e artesanato e ofícios - e fazê-las componentes integrantes de uma nova arte de construir.<br />Manter-se aberto para todos os movimentos de vanguarda, unindo expoentes do cubismo, do construtivismo e da arte abstrata.<br />
  4. 4. PRINCIPAIS OBRAS DE ARTE<br />Obra: Red Oval<br />Autor: Wassili Kandinsky .<br />Ano: 1920<br />Obra: CHAVE QUEBRADA<br />Autor: Paul Klee .<br />Ano: 1938<br />
  5. 5. PRINCIPAIS OBRAS<br />Obra: Primeira Aquarela abstrata, 1910<br />Autor: Wassili Kandinsky <br />Ano: 1910<br />Obra: Ober-Weimar<br />Autor: Lyonel Feininger (1871 – 1956)<br />
  6. 6. Influência no Brasil<br />No Brasil a influência foi com o presidente Juscelino Kubitschek, responsável pela construção de Brasília, um dos maiores modernistas e inovadores. O próprio projeto de Brasília, foi dividido em setores residenciais, governamentais e industriais, separados por largas avenidas e faixas verdes, fez com que a jovem capital se tornasse símbolo de modernidade. Neste sentido o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP) é construído em 1951, segundo as diretrizes da Bauhaus. Bem como os edifícios residenciais da Asa Sul e Asa Norte com construções suspensas, modernas, bem ao estilo Bauhaus. <br />
  7. 7. PRINCIPAIS ARTISTAS<br />Walter Gropius<br />Josef Albers<br />Mies Van Der Rohe<br />Marcel Breuer<br />Lyonel Feininger<br />JohannesItten<br />Wassily Kandinsky<br />Paul Klee<br />Gerhard Marks<br />LászlóMoholy-Nagy<br /><ul><li>Georg Muche
  8. 8. HinnerkScheper
  9. 9. OskarSchlemmer
  10. 10. Joost Schmidt
  11. 11. Lothar Schreyer
  12. 12. GundaStölzl
  13. 13. Marianne Brandt
  14. 14. DietmarStarke
  15. 15. Omar Akbar</li></li></ul><li>GRÁFICO AMADOR 1954 e 1961<br />Em maio de 1954, quatro jovens escritores e artistas visuais se reuniram no Recife jovens com a intenção de editar livros com textos literários deles e dos amigos. Com um importante diferencial: tinham que ser elaborados sob cuidadosa forma gráfica, ou seja, autênticas objetos de arte. A produção do Gráfico Amador foi até novembro de 1961. Exatamente no mesmo período em que o então presidente Jânio Quadros renuncia, colocando o Brasil numa grave crise constitucional. <br />
  16. 16. Funcionava na Rua Amélia, n.415, no bairro do Espinheiro, no Recife e, para conseguir manter-se atuante, contava com a colaboração de sócios (chegou a ter 57), entre artistas e intelectuais pernambucanos, que contribuíam com uma cota mensal e recebiam alguns livros por ano.<br />
  17. 17. CARACTERÍSTICAS<br />Era uma oficina experimental de artes gráficas, que se iniciou com uma antiga prensa manual e uma velha fonte de tipos, adquiridos por seus fundadores pela quantia de dez mil cruzeiros.<br />Os livros, em tiragens pequenas e pequenos formatos, eram impressos em tipografia e ilustrados por litografias, clichê em metal, xilogravura, clichê de barbante e pochoir técnica que utiliza papelão vazado.<br />
  18. 18. PRINCIPAIS ARTISTAS<br />Ao criar O Gráfico Amador, Aloísio Magalhães, Gastão de Holanda, José Laurenio de Melo e Orlando da Costa Ferreira estavam iniciando um trabalho que durou sete anos, produzindo mais de trinta livros e folhetos que hoje são referência de excelência gráfica. Entre elas obras de Ariano Suassuna, João Cabral de Melo Neto e Hermilo Borba Filho, por exemplo.<br />
  19. 19. PRINCIPAIS OBRAS<br />Obra: Ilustração de Ariano Suassuna.<br />Autor: Livro editado pelo Gráfico Amador<br />Ano: 1955<br />Obra: Capa do livro o Gráfico Amador<br />Autor: Gráfico Amador<br />Ano: n. 01 1955 / n.o2 1961<br />Obra: Capa do livro Anikibobo<br />Autor: Gráfico Amador<br />Ano: 1958<br />Obra: Capa do livro o Aloísio Magalhães<br />Autor: Gráfico Amador<br />
  20. 20. CURIOSIDADE<br />O designer Aloísio Magalhães mais tarde consagrou-se como o primeiro designer gráfico brasileiro de grande projeção, criador dos logotipos do Banco do Brasil e da Petrobrás).<br />
  21. 21. CAMISOLA COM INFLUÊNCIA DO GRÁFICO AMADOR<br />
  22. 22. <ul><li>MACACÃO COM INFLUÊNCIA DA BAUHAUS</li></li></ul><li>CONCLUSÃO<br /><ul><li> Na Escola Bauhaus os produtos são altamente funcionais com atributos artísticos, também o fato de se manter aberto a todos os movimentos de vanguarda, unindo o cubismo, o construtivismo e a arte abstrata. Como pode-se observar na no macacão com traços do cubismo no corpo, arte abstrata nas pernas e sua funcionalidade para o desempenho de diversas atividades.
  23. 23. Já o Gráfico Amador procuravam sempre ter como diferencial que seus objetos de trabalhos se transformassem em autênticas objetos de arte, como pode se observar na camisola com seus traços influenciada com a capa do livro ODE de Suassuna, com as folhas e o olho, no livro do Aloísio Magalhães a renda nas costas representando as gostas de água escorrendo, bem como seus detalhes nas costas, na frente com a borda do livro.</li></li></ul><li>BIBLIOGRAFIA<br />http://www.terra.com.br/istoegente/79/divearte/expo_artes_graficas.htm, acessado em 20/08/2011 às 19h21min.<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Bauhaus, acessado em 20/08/2011 às 20h51min.<br />http://jeocaz.wordpress.com/2009/12/16/bauhaus-revolucao-na-arquitetura/, acessado em 20/08/2011 às 19h21min.<br />http://www.arkitekturbo.arq.br/bau_geral_por.html, acessado em 21/08/2011 às 16h25min.<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Walter_Gropius, acessado em 22/08/2011 às 11h11min.<br />http://www.revistacontinente.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=255%3Agrafico-amador&Itemid=96, acessado em 22/08/2011 às 09h21min.<br />http://onordeste.com/onordeste/enciclopediaNordeste/index.php?titulo=Gr%C3%A1fico+Amador&ltr=g&id_perso=1769, acessado em 22/08/2011 às 13h12min.<br />http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/index.php?option=com_content&view=article&id=275&Itemid=186, acessado em 22/08/2011 às 19h31min.<br />

×