Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
A Paciência por Rosane Strazas Heinkin
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

A Paciência por Rosane Strazas Heinkin

  • 366 views
Published

Power Point in Portuguese. …

Power Point in Portuguese.
Rosane aborda em detalhes a Paciência e a importância dela em nossas vidas.
Desde a origem da palavra até a conduta do dia-a-dia ela demonstra a necessidade de se ter paciência como um preventivo da irritação que se encontra a espreita.

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
366
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
7
Comments
1
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. SEEF – 21/07/14
  • 2. SIGNIFICADO S.f. Virtude que faz suportar com resignação a maldade, as injúrias, as importunações etc. Perseverança, calma, constância. Qualidade de quem suporta males ou incômodos, sem se queixar. Sangue frio. Insistência tranquila em trabalho difícil e longo.
  • 3. BEM AVENTURADOS OS MANSOS E PACÍFICOS. (Cap. IX ESE) • A paciência deve ser um dos objetivos do espírito para atingir a sua iluminação interior. Para isso ela precisa ser exercitada e desenvolvida. Não te zangues com aqueles que são mais fracos do que tu, nem os olhes com superioridade. • Tenta aceitar com calma as contrariedades que vais encontrando pelo caminho. Vê também o seu lado positivo! Ajudar-te-ão a crescer. • Como Conquistar a Paciência? “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal”. (Jesus)
  • 4. SUGESTÕES EM 3 PASSOS: a) – A descoberta do EU (Quem sou? de onde vim? Para onde vou?). b) – O enriquecimento do EU (Conhecer para ser). c) - A vivência (Aplicação de toda ética e moral, iluminando nosso interior):
  • 5. 1. Postura de aprendiz (Entender que o processo evolutivo é constante). 2. Observação de si mesmo – (Conhecimento de nossas emoções, qual a verdadeira razão que me fez agir desse ou daquele modo?). 3. Renúncia (seletividade de costumes, atos e pensamentos). 4. Aceitação (não instaurar um processo de auto cobranças injustas). 5. Auto perdão (aceitando-se fica mais fácil a prática do perdão). 6. Vigilância (Cuidado com ávida mental). 7. Oração (terapia da mente).
  • 6. 8. Amor incondicional (O amor a si mesmo leva a auto iluminação). 9. Amar fraternalmente. 10. Usar da tolerância esclarecida. 11. Educar e dominar a vontade. 12. Esquecer os hábitos milenares das queixas. 13. Discipline-se a cada minuto de sua existência. 14. Contenha seus impulsos súbitos.
  • 7. A paciência é o preservativo ideal contra o desamor. Jesus disse em Lucas 2:19: “É na paciência que ganhareis as vossas almas”. Paciência é a capacidade de verificar a dificuldade ou o desacerto nas engrenagens do cotidiano buscando a superação do obstáculo. "Pacientemente, todas as formas vivas crescem, molécula a molécula, avolumando-se e alcançando, no momento hábil, a sua máxima finalidade.”
  • 8. A natureza altera-se mais no transcurso do tempo lento, do que mediante os fenômenos sísmicos de grande porte. O Universo se expande; as galáxias se agigantam e se consomem ante o inexorável passar dos milhares de séculos, dando lugar a outras que surgem, em incessantes modificações cósmicas... A paciência de Deus a tudo comanda perpetuando a Sua criação.
  • 9. Paciência é vida em desdobramento. Jesus fez-se o modelo da paciência. Pôncio Pilatos o da covardia. Anás e Caifás o da pusilanimidade... Sabendo que o amigo O traía, Jesus entregou-se à oração e aguardou que se cumprissem as determinações do Pai. Não antecipou o processo infame, não fugiu dele, permanecendo estoico e tranquilo até o momento final, esperando paciente a ressurreição gloriosa, a fim de demonstrar-nos que a liberdade excelsa somente se manifesta após a disjunção da roupagem orgânica no silêncio do túmulo." (Joanna de Ângelis)
  • 10. VIVER COM PACIÊNCIA O homem moderno tem urgente necessidade de cultivar a paciência, na condição de medicamento preventivo contra inúmeros males que o espreitam. De certo modo, vitimado pelas circunstâncias da vida ativa em que se encontra, sofre desgaste contínuo que o leva, não raro, a estados neuróticos e agressivos ou a depressões que o aniquilam. A paciência é-lhe reserva de ânimo para enfrentar as situações mais difíceis sem perder o equilíbrio.
  • 11. A paciência é uma virtude que deve ser cultivada e cuja força somente pode ser medida, quando submetida ao teste que a desafia, em forma de problema... O atropelo do trânsito; a balbúrdia geral; a competição desenfreada; o desrespeito aos espaços individuais; a compressão das horas; as limitações financeiras; os conflitos emocionais; as frustrações e outros fatores decorrentes da alta tecnologia e do relacionamento social levam o homem a inarmonias que a paciência pode evitar. Exercitando-a nas pequenas ocorrências, sem permitir-se a irritação ou o agastamento, adquirirá força e enfrentará com êxito as situações mais graves.
  • 12. A irritação é sinal vermelho na conduta e o agastamento é arma perigosa pronta a desferir o golpe. (Joana de Ângelis - Divaldo Franco - Alegria de Viver).
  • 13. Todas as criaturas em trânsito pelo mundo são vítimas de ciladas intencionais ou não. Saber enfrentá-las com cuidado é a única forma de passar incólume. Para tanto, faz- se mister desarmar-se das ideias preconcebidas, infelizes, que geram os conflitos.
  • 14. Se te sentes provocado pelos insultos que te dirigem, atua com serenidade e segue adiante. Se errastes em alguma situação que te surpreendeu, retorna ao ponto inicial e corrige o equívoco. Se te sentes injustiçado, reexamina o motivo e disputa a honra de não desanimar. Se a agressão de alguma forma te ofende, guarda a calma e a verás desmoronar-se.
  • 15. A convivências com as criaturas é o grande desafio da evolução porque resulta, de um lado, da situação moral deles, e de outro, do seu estado emocional... O amor ao próximo, no entanto, só é legítimo quando não se desgasta nem se converte em motivo de censura ou queixa em relação às pessoas com quem se convive. É fácil amar e respeitar aqueles que vivem fisicamente distantes. Ama, em toda e qualquer situação, assim logrando a tua própria realização, que é a meta prioritária da tua existência atual, vivendo com paciência para evitares as crises devastadoras.
  • 16. MENSAGEM: PACIÊNCIA E NÓS Quando as dificuldades atingem o apogeu, induzindo os companheiros mais valorosos a desertarem da luta pelo estabelecimento das boas obras, e prossegues sob o peso da responsabilidade que elas acarretam, na convicção de que não nos cabe descrer da vitória final...
  • 17. Quando os problemas se multiplicam na estrada, pela invigilância dos próprios amigos, e te manténs, sem revolta, nas realizações edificantes a que te consagras... Quando a injúria te espanca o nome, procurando desmantelar-te o trabalho, e continuas fiel às obrigações que abraçaste, sem atrasar o serviço com justificações ociosas...
  • 18. Quando tentações e perturbações te ameaçam as horas, tumultuando-te os passos, e caminhas à frente, sem reclamações e sem queixas... Quando te é lícito largar aos ombros de outrem a carga de atribuições sacrificiais que te assinala a existência, e não te afastas do serviço a fazer, entendendo que nenhum esforço é demais em favor do próximo...
  • 19. Quando podes censurar e não censuras, exigir e não exiges... Então, terás levantado a fortaleza da paciência no reino da própria alma. Nem sempre passividade significa resignação construtiva. Raramente pode alguém demonstrar conformidade, quando se encontre sob os constrangimentos da provação. Paciência, em verdade, é perseverar na edificação do bem, a despeito das arremetidas do mal, e prosseguir corajosamente cooperando com ela e junto dela, quando nos seja mais fácil desistir. http://www.mensagemespirita.com.br/chico-xavier/emmanuel/paciencia-e-nos
  • 20. FONTES DE CONSULTA • ESE – Cap. IX – Item 7 Cap. XXV – item 6. • MAIA, João Nunez - Cura-te a ti mesmo - ESPÍRITO Miramez. • JACINTO, Roque - Filhos, como educá-los. • FRANCO, Divaldo – Alegria de Viver e Convites da Vida – Joana de Angelis. • http://origemdapalavra.com.br • vanderlipantolfipsicanalista.blogspot.com