Your SlideShare is downloading. ×
A jaqueta
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

A jaqueta

84
views

Published on

Published in: Entertainment & Humor

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
84
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. A JAQUETA Clique ENTER ao final de cada slide
  • 2. Havia um garoto que não tinha mãe e morava com seu pai. Eram muito humildes e o dinheiro do trabalho de seu pai, que era carteiro, mal dava para pôr comida em casa.
  • 3. No entanto, o pai se esforçava ao máximo para dar o mínimo ao seu filho, único e querido. Muitas foram as vezes em que ele deixou de comer para que seu pequeno rebento pudesse se alimentar...
  • 4. Passava por algumas dificuldades, mas nunca deixava de atender aos desejos de seu filho, que, claro, sempre eram pedidos humildes, como uma bola, um pião, uma pipa...
  • 5. Moravam em um lugar de temperaturas extremas. Ou havia muito calor ou havia muito frio. Certa vez, havia chegado o inverno e era um dos mais rigorosos dos últimos 30 anos!
  • 6. A neve se acumulava nos telhados das casas e era quase impossível andar pelas ruas. Foi então, para desespero de seu pai, que o garoto fez um pedido...
  • 7. Queria ganhar uma jaqueta para poder ir à escola e não passar tanto frio. Reclamava que lá chegava com as mãos frias e duras, quase congeladas.
  • 8. Aquela jaqueta o ajudaria a esquentar seu corpinho tão pequeno e pálido. O pai se desesperou, pois não havia como dar aquela jaqueta ao filho. Ela era muito cara!
  • 9. Chegou a chorar escondido, com medo de desapontar seu filhinho que tanto amava, mas foi exatamente o desespero que o fez ter uma idéia...
  • 10. Trabalharia à noite fazendo qualquer coisa para poder juntar o dinheiro e comprar a jaqueta. Diria ao filho que, com a chegada do Natal, o trabalho se duplicava e que não poderia deixar de entregar todas as correspondências.
  • 11. E assim foi. Durante quase um mês o pobre homem trabalhava à noite, ora carregando lenha para acender as lareiras, ora tirando com a pá a neve que se acumulava nas portas das casas.
  • 12. Fazia todo tipo de trabalho e, quando chegava em casa, ficava feliz ao ver o rostinho lindo de seu filho! Até que, finalmente, conseguiu juntar dinheiro suficiente para comprar a jaqueta. E comprou.
  • 13. Ao chegar da escola, o garoto viu aquele objeto tão desejado e não se conteve! Ficou tão feliz que o pai se viu recompensado.
  • 14. O garoto logo correu para a rua para mostrar o presente aos seus amiguinhos, enquanto seu pai respirava aliviado, rosto sereno, pensando em tudo o que havia feito, todo o esforço para que pudesse comprar a jaqueta e fazer seu filho feliz.
  • 15. Estava exausto, mas com o sentimento do dever cumprido quando, de repente, entrou na sala seu filho. Sem a jaqueta, ficou parado na porta com o olhar triste e disse ao pai:
  • 16. - Pai, eu estava brincando com meus amigos e vi um menininho do outro lado da rua, sem agasalho e pedindo esmola. Então, dei minha jaqueta para ele!
  • 17. O pai olhou para aquela pequena criaturinha, tomou-a em seus braços e disse: - Filho...
  • 18. ...VAI PRA PUTA QUE O PARIU!!!!!!!!